História The babysitter - Imagine SuHo - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 647
Palavras 1.010
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia
Boa tarde
Boa noite
Boa madrugada ♡

Então, o capítulo anterior foi beeeem tenso KKKKKKKKKK, mas, como sou boazinha, o capítulo de hoje vai ser bem interessante, pois, vai retratar um pouco da história do Suho com a MinHa, então, eu espero que vocês gostem do capítulo. ♡ (Prestem muita atenção nos detalhes que o Suho irá contar sobre a vida dele, pois serão necessários para entender capítulos que ainda virão.)

Bom, espero que gostem '3'
Boa leitura ♡

Capítulo 11 - Lembranças


Suho POV'S 

18:32 da tarde

Assim que _________ saiu da minha sala, caminhei até minha poltrona e me joguei sobre a mesma, eu estava chateado com nossa discurssão, de verdade. Não queria que ela saísse daqui zangada ou triste comigo. Eu nunca fiquei tão confuso do jeito que estou agora, eu estava indo tão bem, mas ela tinha mesmo que voltar? 

Lembranças. Tudo o que vinha em minha mente agora, eram malditas lembranças do passado, eu queria entrar em uma máquina do tempo e voltar no tempo, para mudar tudo, mudar minhas escolhas, mudar a minha vida. 

Flashback 

Alguns anos atrás 

De todas as pessoas que eu me arrependo imensamente de ter conhecido, a primeira delas é MinHa. Eu estava no meu penúltimo ano de engenharia cívil, tinha 22 anos e era considerado um dos melhores alunos da faculdade, estava indo tudo bem até que ela chegou. MinHa era a mulher mais bonita que eu já tinha visto em toda a minha vida, ela era perfeita, no primeiro momento em que pousei meus olhos nela, eu já tinha a certeza de que eu estava perdidamente apaixonado pela mesma. 

No tempo eu era muito tímido e por isso não tinha nem coragem de chegar nela, e falar um oi. Ela era do grupo das garotas populares da faculdade, todas aquelas garotas eram muito chatas e interesseiras, mas eu achava que MinHa era diferente delas. 

Eu comecei a falar com MinHa quando uma das amigas dela começou a namorar meu amigo, Lay, eu sempre ficava esperando Lay para irmos juntos para casa, e MinHa também esperava por sua amiga. Então, enquanto esperávamos por eles, ficavamos conversando, no começo MinHa era a única que puxava assunto, mas depois que começamos a virar amigos, comecei a puxar assunto com ela.

Começamos a andar juntos e estávamos cada vez mais próximos, não demoramos muito como amigos, pois logo começamos a ficar e isso acabou em namoro. Eu estava cego de amor pela mais nova, tinhamos só 3 meses de namoro quando decidimos nos casar, sim foi tudo muito rápido, mas eu estava louco por ela, e só queria ela do meu lado para sempre, eu achava que ela era perfeita. 

Quando eu tinha 23 anos, Yura e Yuki já faziam parte de nossas vidas, e eu estava cada vez mais feliz, eu sempre dizia para mim mesmo que tinha a melhor família do mundo, e ás vezes até me gabava por isso. Todos os meus amigos da faculdade acabaram se afastando de mim, eles diziam que eu estava louco, e que MinHa não era a mulher perfeita para mim, mas eu apenas ignorava todos eles, e isso acabou fazendo com que eles se afastassem de mim. Ah se eu tivesse os escutado.. 

[...]

No dia da traição 

Era o aniversário de MinHa, eu e as crianças havíamos saído de manhã cedo para comprar o presente dela, Yura escolheu um buquê de rosas e disse que seria o presente perfeito para sua mãe, iríamos fazer uma surpresa para a mesma, as crianças ficariam na sala e eu iria acordar MinHa e convence-la para descermos e irmos para a cozinha, quando chegassemos lá as crianças iriam gritar 'Surpresa', a mesa estaria organizada com um café da manhã. Jade também iria nos ajudar com tudo. 

Quando chegamos em casa, caminhamos até a cozinha, Jade havia vindo conosco e iria arrumar a mesa enquanto eu iria acordar MinHa, havíamos comprado algumas coisas em uma padaria que MinHa gostava de ir. 

— Papai, leva as rosas pra mamãe, ela vai ficar feliz quando acordar e ver que você tem rosas pra ela. — Yuki que tinha só 5 anos na época, falou. 

— Boa ideia filho. — Sorri e baguncei os cabelos do pequeno. Peguei o buquê de rosas e olhei para Jade, que sussurrou um ''Fighting'' apesar de ela não gostar muito de MinHa, ela gostava de me ver feliz, e por isso estava feliz por mim. Sorri para ela e depois saí da cozinha. 

Subi as escadas e sorria enquanto lembrava de cada momento em que passamos juntos, eu era realmente muito feliz. Caminhei até a porta de nosso quarto e sorri novamente dando uma última olhada no buquê de rosas. Assim que eu abri aquela porta, aquela maldita porta, eu vi a cena que acabou com tudo, todos os nossos momentos juntos, todos os sorrisos, todas as noites em claro.

Ela estava ali... Mas não estava sozinha, as rosas caíram no chão e meus olhos marejaram, ela dizia aquela famosa desculpa de sempre. Não é o que você tá pensando... Me deixa explicar.. 

Não havia nada que ela pudesse explicar, ela não me amava de verdade, e eu me sentia um completo idiota por achar que um dia, alguém iria me amar de verdade. Tudo era apenas uma ilusão. Eu sou uma ilusão. 

Eu faço tudo errado, eu sou uma ilusão

Ninguém gosta de mim, todos me odeiam

Eu entendo, eu também me odeio. 

Lil Skry - I'm delusion

Fim de Flashback

Yuki acabou mudando muito depois daquilo, ele demorava muito para confiar em alguém, e ás vezes, nem confiava, era calado e sozinho, e não fazia amizades fácil. Não posso julgar o comportamento do mesmo, afinal a mãe dele traiu todos nós, não só a mim. Acho que seria pior se ele descobrisse que não poderia nos enxergar como seus pais, mas enfim...

Fui interrompido desses pensamentos quando meu celular começou a vibrar, foi ai que percebi que haviam 12 ligações perdidas, será que fiquei tanto tempo imerso em meus pensamentos que nem percebi quando o celular tocou? Peguei o celular e vi no visor que quem me ligava, era Iara, deveria ser algo muito importante para ela ter me ligado mais de 12 vezes. Logo tratei de atender. 

— Suho — Ouvi uma voz embargada do outro lado da ligação. — Vem pro hospital agora por favor....

— Calma, o que aconteceu? — Perguntei preocupado. 

— A __________.... Ela foi..  Atropelada. — E foi aí que eu vi meu mundo desabar novamente, sem falar nada eu desliguei o celular e corri para a porta do escritório. 


Notas Finais


I'm delusion melhor música ♡
Suho realmente passou por muita coisa né gent? E ainda vem mais essa?

O que acharam do capítulo? Demorei pra postar pois meu computador estava bugado e também, eu estava sem tempo. Eu sei, o capítulo tá pequeno, me desculpem por isso, mas ele foi mais pra contar a história do Suho e por isso ficou pequeno ♡

Estamos chegando aos 100 favoritos AAAAAAA, se eu tô feliz? DEMAIS!
Bom, eu espero que vocês tenham gostado do capítulo nenês ♡

Meu perfil ღ: @Pandinhaww
(Sigam para ficarem por dentro de todas as novas atualizações de fanfics novas ♡)

Sigam também ღ: @Gud3

Até o próximo capítulo ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...