1. Spirit Fanfics >
  2. The Bad Boy >
  3. Chapter Two

História The Bad Boy - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Chapter Two


{☆Jeon Jungkook☆}

Mais uma vez estava eu no beco,chapado e bêbado. Pensando em como minha vida era um tédio. Eu nunca imaginei que chegaria em um ponto da minha vida,olha aonde estou,eu me olho e penso que se não fosse pelo meu pai,eu não estaria aonde estou,aquele babaca acabou com a minha vida,e me fez entrar nessa merda de vida de bêbado canalha

Bom... Vou explicar para vocês oque aconteceu em minha vida. Meu pai se casou com a minha mae,e ela só tinha quinze anos de idade,enquanto ele,ele tinha vinte e oito,mas como dizem

O amor não tem idade

Eu concordo com isso,mas o fato de meu pai ser mais velho que minha mae fez com que ela fizesse coisa a força,por exemplo servir para a sua gangue os Calientes (O nome é meio merda porque meu pai nao tem criatividade)

Resumindo,minha mãe serviu para eles é meu pai a engravidou,tendo minha irmã Jeonghyun,cinco anos depois ela me teve

Minha mae virou uma escrava deles e sofreu bastante,so que quando minha mae morreu,meu pai deu a louca de se casar novamente,oque me fez viver com a esposa carente de meu pai,e praticamente servir a ele. Porém,toda via e entretanto,quando eu completei meus 17 anos,eu decidi que não queria mais viver com meu pai,muito menos servir na gangue idiota dele,e foi aí que eu decidi vir para a Coréia querendo paz,mas eu encontrei as drogas e me afundei nisso,fiz tatuagens,me rebelei contra tudo e todos e só tenho Jimin e Taehyung como meus melhores amigos,o outros meninos me ajudam mas nem tanto quanto Park e Kim

Eu estava completamente chapado nesse beco,mas logo chega a menina dos cabelos loiros,a menina de família,Lalisa Manoban,acho que ela nao me conhece ao certo,porque todas as noites que paro aqui ela vem me ajudar,acho que ela nao sabe que eu sou o Jungkook

-De novo você está aqui -Fala

-Pois é -Resmungo

Ela não cansa,não?

-Venha,vou te ajudar -Ela coloca o braço em volta de meu pescoço e me ajuda a levantar,eu estava tão perto dela que dava para sentir seu perfume doce que ela tinha,e algo forte,forte demais ao ponto de eu querer vomitar agora

-Nao precisa disso -Tento convence-la para não me ajudar,eu não estava aguentando mais ficar perto dela

Talvez seja porque seu perfume é viciante,mais viciante que minhas drogas

-Claro que precisa,olha a sua situação -Fala

-Eu to bem,ta legal? -Me afasto

-Oque foi? Você sempre deixa eu te ajudar,porque hoje não?

Eu nao posso falar

Eu nao posso falar

Não posso

-Porque hoje não estou na mesma situação de antes,eu estou bem

-Se você diz -Ela finalmente se dá por vencida -Qualquer coisa me ligue -Assim ela me entrega um papel com seu número e assim sai

Me sento novamente no beco e lá fico

{☆Lalisa Manoban☆}

Depois de ter ido tentar ajudar o cara misterioso no beco,volto para casa pensando em como ele se afoga naquela vida,e como hoje ele nao precisava de ajuda. Estranho

Quando chego em casa me deparo com meus pais discutindo

-Eu vou te matar um dia,e você pode ter certeza disso -Diz meu pai apontando o dedo em direção do rosto de minha mae que estava assustada e chorando

-Você vai matar quem? -Pergunto assim que cruzo a sala

-Você fica fora disso Lalisa -Meu pai se vira

-Eu não vou ficar fora disso,você está falando que vai matar a minha mae,sua esposa,acha que tem direito disso?? -Ponho minha mão em minha cintura o encarando

Ele vem até mim e transfere um tapa em meu rosto

-Eu mandei você ficar longe disso -Fala com sua mandíbula alterada

-Você não direito disso,você vai pagar pelo oque fez,pode ter certeza,e se você matar a minha mae,eu posso ir até o fundo do poço te preocurar para matar você,você pode fugir para onde for,mas eu vou te achar e você vai pagar pelo oque fez -Assim saio dali com a raiva invadindo meus sangues

Ele vai pagar pelo oque fez,ele não pode fazer isso com

Lalisa Manoban

Ninguém conhece meu verdadeiro lado,eu cansei de mostrar a menininha que todos veem na escola,aquela que cumpre tarefas,aquela que não desrespeita os professores e funcionarios

Eu posso ter certeza de uma coisa. Meu pai vai pagar por ser daquele jeito,já não é a primeira vez que ele me bate ou que ameaça minha mae de morte,isso faz exatos dois anos,eu já estava cansada,porem me afundava nos remédios para esquecer isso,mas eu tenho certeza que nunca vou esquecer

Me deito frustada com oque acabou de acontecer

-Ele vai pagar,pode ter certeza -Assim fecho meus olhos

{No dia seguinte}

Levanto,vou ao banheiro faço tudo oque tenho que fazer e me arrumo para a escola,logo desço

Vejo meus pais na mesa,minha mae esta nem pisca se mexe em seu café,e meu pai está lendo jornal tomando seu café

-Bom Dia Mãe -Beijo sua bochecha

-Bom Dia Lalisa -Fala sem animação

-Eu vou para a escola,qualquer coisa me liga -Sussurro em seu ouvido e vou me retirando até que meu pai fala:

-Bom Dia para você também Lalisa -Fala

Ignoro e saio de casa

No caminho da escola recebo uma mensagem anonima

Desconhecido: Me encontre no terraço da escola

Quem é?

O anonimo não responde então um pouco com medo contínuo meu caminho,quando chego vou direto para o terraço e não encontro ninguem,porém me sento no banquinho que ali havia. Fiquei ali por bastante tempo,mas ele (ou ela) nao havia chego

Então decido sair dali

Quem foi o idiota que me fez esperar? -penso

Vou para a sala e fico pensativa

-Hey,porque você não foi no terraço? -Jungkook entra e se senta atrás de mim

-Ah,então era você? -Pergunto

-Sim... Era eu

-Porque não me falou? -Pergunto incredula

-Nhaaa,deixa quieto. Te vejo depois da aula? -Pergunta assim que levanta

-Pode ser

-Ok

As aulas passaram voando e logo eu já me vi na entrada da escola esperando Jungkook

-Vamos? -Logo ele chega e eu sigo ele até sua moto que ele me da um capacete e seguimos até sua casa (que por incrível que pareça era linda) -Nao note a bagunça -Adentra a casa e joga a chave da moto em seu balcão

Eu estava olhando tudo em volta até que me assusto com a voz grave de Jungkook

-Venha,vamos estudar logo -Viro para ele e me deparo com ele revirando os olhos e seguindo até o cômodo que aparentemente era seu quarto

-Oque prefere começar? -Pergunto logo me sentando em uma das cadeiras de sua mesa

-A que seja mais fácil -Assim ele se senta ao meu lado e começamos a estudar

Meu celular toca mostrando o nome de meu pai

"Appa":Acho melhor você voltar para casa,ou se não você vai levar uma bela de uma surra amanhã

Dou uma olhada rápida e fecho a cara

-Esta tudo bem? -Pergunta Jungkook

-Desculpa Jungkook,eu tenho que ir -Levanto pegando minhas coisas e saindo do cômodo

-Ei,eu te levo -Ele corre até a bancada e pega a chave no balcão indo para fora e logo o sigo

Algumas casas antes de chegarmos a minha,escuto minha mae gritando

-J-Jungkook,vai mais rápido -Peço e assim ele faz

Jungkook logo estaciona em frente a minha casa,tiro o capacete rapidamente e dou um aceno para o mesmo entrando desesperada em casa me deparando com minha mae de joelhos em frente a meu pai e ele olhando ela com uma certa raiva

-Oque está acontecendo aqui? -Pergunto

-Ah... Você voltou,finalmente -Fala meu pai com uma voz rígida

-Porque minha mae estava gritando? -Chego mais perto deles

-Você sabe o quao sua mae é uma escandalosa,já não estou aguentando mais -Resmunga

-E oque ira fazer? -Pergunto cerrando os punhos

-Oque acha que posso fazer? -Meu Pai se levanta e me encara

-Lembre-se oque posso fazer com você,se você encostar seus dedos podres em minha mae -Aponto o dedo em sua face

-Nao ira fazer nada,se eu nao fizer algo com você antes -Ele segura meu pulso fortemente

-Pretende fazer oque com ela? -Escuto a porta sendo arrombada e me viro vendo a figura de Jungkook ali parado

-Quem é esse?

Continua...


Notas Finais


Hey meus cheiros!!! Finalmente voltei,me desculpa mesmo pela demora,estava sem criatividade,desculpa mesmo. Porém estou aqui,não é????

Só eu que estou com raiva do pai da Lalisa? Aish!!!

Bom... Eu so sei que nada sei kkkk

Desculpa o capítulo meio ruinzinho,porém esta ai

Desculpa qualquer erro,ok?

Deem apoio e até o próximo ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...