História The Bad boy And The good boy - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias WINNER
Personagens Jinwoo, Lee Seunghoon, Mino, Personagens Originais, Seungyoon
Tags Imagine, Mino, Seunghoon, Winner
Visualizações 12
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amorecos, me desculpem a demora, eu sei que sou muito enrolona, mas eu tento, aproveitem o capítulo, amo vcs.




Boa leitura

Capítulo 11 - Eu vou te defender...


Fanfic / Fanfiction The Bad boy And The good boy - Capítulo 11 - Eu vou te defender...

Estava tão no mundo da lua que nem conseguia ouvir oq o professor estava falando, minha cabeça estava um turbilhão, quando me dei conta já estávamos no intervalo, então resolvi ir até o refeitório tomar um suco de maracujá para relaxar um pouco.






(...)





Ouvi passos atrás de mim no corredor, mas fingi não ligar, ouvi risadinhas, então continuei andando, ao sair do prédio fui parada por uma mulher, uma loira muito bonita, essa tinha os olhos azuis e um corpo de tirar o fôlego








Ei garota- a loira me chamou






Parei olhando pra trás







É com você mesmo- Uma ruiva, com uma franjinha quase no olho e sardas apareceu do outro lado







SN- Oq foi ?






Elas começaram a se aproximar, detrás de ruiva apareceu uma morena, essa era magra, porém muito bonita, parecia uma típica modelo coreana.










Então é com esse aguada sem sal que ele ta- A morena se pronunciou chegando mais perto de mim







SN- Quem você tá chamando de aguada aqui em sua vaca ?






Cala essa boca garota- A ruiva falou






Olha garota se você acha que vai ficar com o Mino está muito enganada, pq se chegar perto dele eu quebro essa sua cara de piranha em dois segundos- A loira por fim se pronunciou apontando o dedo na minha cara.








SN- Então experimenta sua loira oxigenada









Quando ela ia levantar a mão pra me bater, alguém segurou sua mão.








Honny- Acho melhor você não fazer isso- Ele olhava sério, enquanto segurava a mão dela- Fala sério vocês estão na faculdade e não no ensino fundamental para brigar por homem.








Quem vai me impedir- A loira esbravejou.







Honny- Se encosta um dedo nela, você vai se ver comigo, e também sou um dos melhores amigos do Mino e um dos caras mais populares dessa faculdade, posso acabar com a reputação de vocês três com um estalo de dedos- As três se entreolharam com cara de assustada, então a loira puxou seu braço.







Não vale a pena mesmo sujar minhas mãos- Ela disse assim saindo e as outras duas foram atrás da mesma.










Honny- Aish odeio gente covarde, juro que se ela encostasse um dedo se que em você, eu mandava matar ela, pq sou homem o suficiente pra não bater em uma mulher, mesmo que ela merece- Nos olhamos e rimos.






SN- Obrigada- Pulei no seu pescoço o abraçando fortemente.






Ele se assustou mas logo retribui o abraço, separei o abraço e selei sua bochecha, ato que o fez o mesmo corar imediatamente, eu apenas rir da situação, pq Honny corado era tão lindo, ele ficou lá parado sem reação é eu saí, deixando o mesmo sozinho lá.








(...)






Depois de comer alguma coisa no refeitório, voltei pra minha sala, a minha cabeça estava doendo bastante, acho que era por causa do estresse, não acredito que aquelas doidas pretendiam mesmo me bater por causa daquele estúpido e arrogante do Minho, nem gosto dele, por mim elas podem ficar com ele, não vai fazer diferença nenhuma pra minha vida mesmo.






(...)






Quando cheguei da faculdade não quis saber de nada, nem comida eu fiz hoje, passei em alguma lugar no caminho comprei alguma coisa pra comer, eu não estava me sentindo muito bem, o último ocorrido tinha mexido Bastante comigo, eu não poderia deixar de admitir que o Mino, me deixava bem confusa, essa sua bipolaridade mexia comigo, eu ficava me perguntando diversas vezes, pq ele me salvou, pq cuidou de mim, pq ele tá sempre me tratando mal, mas sempre está em todos os lugares que eu estou, como se quisesse me proteger, não entendo pq ele reagiu daquele jeito, naquele dia que eu estava com Seungri na balada, pq quebrou meu celular é  logo em seguida me deu outro muito melhor, como se quisesse se redimir de alguma forma, mesmo sabendo que ele não é assim, ele me deixa muito confusa, não sei oq pensar quando estou perto dele. Ele me odeia e eu odeio ele, disso eu tenho certeza, mas pq ele é desse jeito em relação a mim.





Aish Minho qual o seu problema ? E pq mexe tanto assim comigo? Para de bagunçar a minha cabeça.




(...)




Já estava tarde da noite, eu estava assistindo meu dorama preferido, fui até a cozinha beber água e desligar a luz, olhei no relógio e lembrei que tinha aula no dia seguinte, então teria que ir dormir, se não eu não conseguiria acordar no dia seguinte, desliguei todas as luzes do meu apartamento, e logo em seguida a tv, indo para o meu quarto dormir, como estava cansada acabei pegando no sono rápido demais.






(...)





Ouvi a campainha do meu apartamento tocar, estava tão sonolenta que apenas ignorei, mas ela tocou mais algumas vezes.





Aish que insistência e essa ?





Tentei ignorar, mas ela não parava, abri meu olho devagar e me dei conta que meu quarto ainda estava todo escuro.





Ainda é noite ?





Procurei pelo meu celular, logo achando o mesmo ao lado da cama, olhei no mesmo e vi que eram 4:00 horas da madrugada.






Quem será a essa hora ? Que tipo de doido vem na casa de uma pessoa às 4 horas da manhã ? Será que aconteceu alguma coisa ? Algo grave com alguém ?






A campainha insistia em gritar, aquilo já estava me irritando, seja quem for, era bem insistente e queria muito que eu abrisse a porta.







Deus que me proteja







Levantei da cama morrendo de medo, tudo estava escuro no apartamento inteiro, com a luz do meu celular procurei meus chinelo e um casaco para pôr por cima da pijama super decotado e curto que eu estava usando, caminhei em passos lentos até a dispensa, só com a luz do meu celular peguei uma barra de ferro bem grossa, só por autodefesa, respirei fundo e fui em direção da porta, meu coração estava na mão, podia sentir que meu corpo inteiro estava gelado, a pessoa atrás da porta ainda insistia muito em tocar a campainha.





Meu Deus que desespero em, já vou indo







Olhei pelo olho mágico, mas também estava tudo escuro no corredor, não dava para ver quase nada, meu coração estava acelerado, eu estava morrendo de medo, quase Gritei quando ouvi bater bem forte na porta, parecia que alguém socava a mesma, abri a porta só um pouquinho para que pudesse ter visão do corredor, mesmo morrendo de medo respirei fundo e abri.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...