1. Spirit Fanfics >
  2. The band's best friend. >
  3. Aula de dança

História The band's best friend. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eai galeura! Tudo de buenas? espero que curtam, eu me diverti muito escrevendo. Muchos besosssss

Capítulo 1 - Aula de dança


Fanfic / Fanfiction The band's best friend. - Capítulo 1 - Aula de dança

Eu e os meninos nos conhecemos a um bom tempo, por conta de ser uma das coreógrafas que a banda segue, desde se vuelve loca.Nossa relação sempre foi muito boa e muito próxima, todos sempre foram muito abertos comigo, ou seja, sempre soube de todos seus podres, ficantes, namoros que não mereciam ser chamados de namoro; eles podem me olhar e saber o que to pensando. Bizarro né, eu sei.  É claro que cada um tem seu jeito e sua forma de expressar seus pensamentos, e isso era o que eu mais admirava em trabalhar com CNCO, sempre foram muito honestos e espontâneos em tudo que faziam. 

-Não acredito que vou ensaiar com os meninos hoje, faz uns 4 meses que a gente não se vê!- digo tomando café, enquanto checo a mensagem de clara a avisando que estavam todos chegando na aula. 

-como que você não pira dançando junto com eles? eu iria pirar toda hora haha- jackie é meu melhor amigo e divide apartamento à 2 anos comigo. A gente é um livro aberto, e ele sempre me enche o saco dizendo que eu não assumo a quedinha coletiva pelos CNCO’S. 

-É simples nego, eu namorava esse tempo todo, lembra?-

-É, e o idiota te meteu um par de chifres daqueles bonitos.- 

-Cala boca, deixa meus chifres no armário ok? No natal eu uso pra enfeitar a casa- começo a rir. 

Esse idiota sempre me zoa por ter sido corna, assim como erick, aquele filha da mãe, e Joel, e Christopher, e Zabdiel… ainda bem que richard nem abre a boca senão a gente disputa feio nossos chifres. 

Pego minhas coisas e vou para o estúdio. Está um calor dos infernos em miami como sempre, mas nem ferrando que eu vou de blusa sem ser regata, não sou louca. 

Quando estou entrando na sala e vestindo o tênis vejo o básico de sempre: Joel mexendo no celular, provavelmente falando com a girl dos sonhos (emilia), zabdie encostado na parede vegetando, Richard treinando a coreografia e Christopher junto do erick rindo igual dois imbecis. 

-Eai galera- comprimento jogando a bolsa no chão. - Caraca Chris não engrossou essa canela ainda na academia - dou risada zoando ele. Adoro fazer isso. 

-E sua língua ainda não diminuiu de tamanho trakinas- ele mostra a lingua pra mim me abraçando e rindo junto. 

-Só se você tirar- mordo o lábio zoando. A gente sempre flerta na extrema zoação. 

Todo mundo ri menos Joel. De lei né. 

-Sai dessa merda big J- rich começou a jogar as coisas no joel pra ver se ele se tocava e vinha fazer contato social. 

-Nossa, desculpa Tinni! Não te vi chegar- ele corre e me abraça. 

-Que que é isso na sua cara Pimentel?- 

-O que? Ta suja?- ele se olha no espelho. 

-Uma barbinhaaa… ta crescendo hein - um tapa no braço dele foi o suficiente para ele me encarar e rir com os lábios fechados. 

-Guys vocês não perceberam que ela ta querendo mostrar que cortou o cabelitcho dela- erick fala com aquele sotaque horrível. 

-para de tentar falar guys, você fala muito mal- só disse isso e ele já me deu um tapa enquanto o chris, rich e joel racham o bico. 

A gente começou a tentar pegar os passos quando o coreógrafo passou. Dessa vez vai ser uma apresentação de pegao em casal, ou seja, vou ter que ficar me esfregando com pelo menos dois deles durante a dança.

E pra minha sorte fiquei com o catinga do Chris e o desajeitado do erick. Quem é pior? Prefiro não fazer apostas. 

Logo no inicio do passo, precisava ficar de costas grudada a chris enquanto ele segurava minha cintura e cantava perto do meu pescoço. 

-Vou tentar não te deixar com vontade ta- ele brinca falando baixinho perto do meu ouvido. 

-Tentação difícil de resistir- olho pra ele de canto, beliscando seu ombro. Sempre na ZOEIRA.  

-Você é mesmo- ele me puxa de frente quando o passo acaba e desce a mãos nas laterais do meu corpo. 

Ok, isso não era um dos passos. 

.

.

.

Ao fim do ensaio, depois de muitos pisões no meu pé, varios palavrões do erick/chrid/joel por terem caído inumeras vezes, a gente se sentou e esperou a comida chegar. Thanks god. - Por que você puxou a tinni christopher- zab perguntou com aquele ar sarcástico que eu não aguento ficar séria. 

-Bueno, foi consequência do passo cumpadre- Christopher veléz, o maior liso que eu já conheci. 

-Que consequencia o que, você se aproveitou do meu corpitio- ergo o dedo fazendo bico de brava. Mas sem estar, óbvio. 

-Novidades, será que alguém sabe alguma?- joel soltou no meio da roda com uma puta cara de merda. 

-Que isso?- falo encarando ele. 

-Ah, o joelito ta bravo comigo- chris arruma seu boné, engolindo a pizza. Continuo o encarando pra terminar a fala.  - Ele acha que eu sou um mulherengo incurável.- deu de ombros. 

-E não é? - rich caçoou. 

-Realmente, você só não pega aquela vassoura por que não tem buraco Christopher- todo mundo ri gargalhando quando falo, ficando todos vermelhos. Minha falta de ar que o diga.  

-Olha eu sei que ela é sua amiga, mas a gente não tava funcionando mais- chris dessa vez deixa a voz séria. 

-Quem? Samantha?- perguntei e eles me olharam meio tipo: como você sabe. 

-Ah qual é, todo fandom cncowner sabe meu querido. Desculpa te avisar- 

-Você sabe então que o chris deu pra ela um presente igual o que seu ex namorado te deu né- zab limpou as mãos. 

Encaro o chris com a boca aberta. Claro que eu sei que ele é um comedor de primeira mão, mas já que ele tava sério com a menina… mas esquece, é o chris velez né meu povo. 

Silêncio constrangedor na sala. Valeu zab, boca mole. 

-Eu não falei mais com ele. Bloqueei de tudo. Menos do instagram lógico, quero que ele veja meus passos e perceba a rebolada que perdeu- falo comendo uma batata, e imitando uma lambida. 

-Ele não merecia sua sentada- Joel fala rindo meio vermelho mas com uma cara de sem vergonha. 

-Com essa sua barbinha eu até deixava você experimentar- pisco pra ele. - calma gente, to zoando-ja que ninguem riu dessa vez, eu tento aliviar o clima. 

Joel abaixa a cabeça mas continua me encarando durante toda a conversa. Pensando bem, ele ta criando uma tensão delícia entre a gente.  

Algumas horas depois, quando todo mundo já estava indo embora, eu junto minhas coisas para ir pra casa. Joel ainda estava no estúdio, parecia preocupado. 

-Big J, ta tudo bem? - encosto na parede olhando ele mexer no celular freneticamente.

-Não… na verdade não. Emilia e eu brigamos feio. Por culpa de um post do instagram em que marcaram a gente.- ele me mostra.

-Ai… que desrespeitoso.-  

-Muito… e isso foi feito por um portal de fofocas. Eu odeio eles… Acham que não pode existir amizade entre homem e mulher, merda. 

Esse sempre foi um ponto muito importante pro Joel, e que sempre cairam matando em cima dele. 

-Ah eu sei como é Joel... isso é uma merda. Mas olha, eu sei que você gosta de deixar tudo em pratos limpos, mas acho melhor ignorar esse assunto.-

-Não dá… eu fico puto com isso.- Ele me olha 

-Eu sei.- 

Por um momento e pela primeira vez eu sinto uma coisa pela sua boca com aquela barbinha. ui.

-Você ficou tão gatinho com essa barbinha- brinco passando a mão nela. Mas quem disse que consegui tirar? Joel segurou minha mão e se aproximou. 

Que porra é essa, penso. 

No mesmo minuto, eu sinto sua boquinha carnuda tocar a minha, e mão na minha nuca. Ó deus, por que nunca experimentei antes? 

Subo no seu colo quase que imediatamente por instinto enquanto ele aperta minha cintura, e solta um sorrisinho.

-Não faz esse sorrisinho pra mim- brinco. 

-Então nao para de me beijar. Simples- Joel fala com aquela cara de deboche que eu não suporto. Mas pela primeira vez acho sexy. 

-Ai vem cá vem Joelito- puxo sua camisa e tasco um beijão de língua, enrolando seu cabelo nas minhas mãos, enquanto as suas apertam minha bunda. Que encaixe. 

-Quiero tenerte papi- sussurrando e rindo ao mesmo tempo, falo deixando ele subir minha regata.

Eu e Joel? Quem diria. Adoro. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...