História The bank ::Jikook:: - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Fragmentos De:, Vhope, Yoonmin
Visualizações 8
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIIEEE MOÇOS E MOÇAS, TUROBOM COM VCS? , vou ser direta, não sei se perceberam mas o último cap que postei foi excluído, e eu "desapareci", pois bem, irei explicar tudo, porque me sinto na obrigação, já que foram, um mês? Certo? Quase isso...

1°- Eu estava passando por momentos de conflito comigo mesma, sei lá, eu só fiquei meio, triste?, Não sei bem o que foi. Então decidi me afastar de tudo e todos, estou passando por um momento delicado e isso atinge um pouco meu humor, decisões ou até mesmo me faz desistir/afastar de coisas/pessoas que eu nem ao menos queira. E isso com certeza afetou na minha criatividade, já que minha mente estava turbulenta demais para criar, ou até mesmo pensar, já que a única coisa que eu queria era só dormir, comer e não ter que olhar, ou falar com ninguém. E já entrando no "tópico" 2° No último capítulo, eu já estava passando por esse momento conturbado, então meio que eu escrevi qualquer coisa que veio a minha cabeça, saindo completamente do foco em que eu queria que a história entrasse. Eu realmente não sei o que aconteceu comigo, eu iniciei a fic com um super astral, e no quarto cap -em pouco dias- eu já estava completamente com o foco em só me afastar. Me desculpem. Bom isso foi uma explicação misturada com desabafo...mas espero que entendam, e não desistam de mim... </3

MAS ENFIM, eu vou tentar não sumir assim do nada, não prometo que não sumirei porque sou meio desnorteada da vida. Vou tentar voltar o foco da fic, para o que eu estava planejando dês de o começo... SEM MAIS ENROLAÇÕES...

BOA LEITURA ♥♥

Capítulo 4 - Babado


Fanfic / Fanfiction The bank ::Jikook:: - Capítulo 4 - Babado

/Jeon Jungkook/ °On° |14:35|

Acordei com os gritos e a porta sendo quase arrombada com os socos de minha mãe, mandado eu sair daquele quarto para ela arrumar ele, já que hoje era o dia da faxina da senhora minha mãe. Me espreguiçei e cocei os olhos, tentando me acostumar com a luz que insistia em bater no meu rosto.

Quando consigo abrir os olhos, me deparo com meu quarto completamente desorganizado, com sacos de salgadinhos, chocolates e bolachas no chão, meus livros abertos encima da escrivaninha, com controles de vídeo game encima do mesmo. Mas a melhor visão e a mais cômica de todo aquele cenário trágico e imundo,  era a de Hobi e Tae deitados em um colchão ao lado da minha cama abraçados, com Hobi babando nos cabelos de Tae. Sorri com a cena, logo me lembrando no que aconteceu na noite anterior, depois de sair da faculdade e chegar em casa.

Já estava em casa, já havia jantado, agora cá estava eu, com a menor das forças de vontade para poder fazer todos aqueles deveres de casa, que os benditos dos professores passaram para fazer NESTE final de semana e entregar na segunda. 

Meu Deus,  o porque mesmo eu escolhi cursar medicina? Mesmo sendo avisado por praticamente todos, que aquela faculdade sugava você e tua alma. A é mesmo, é aquilo, de se querer ajudar o próximo e tals. Aish, parece que até pra escolher o que quero   para mim e para o meu futuro eu seja inútil. Mas eu gosto de ajudar o próximo, isso é culpa da minha mãe que me criou bem de mais, isso, tudo culpa da Sra.Jeon Sun-Jung. 

*Quebra de tempo*

Depois de um bom tempo, me afogando em meio aos livros tomo um breve susto, ao ouvir minha porta sendo tão bruscamente aberta, revelando duas figuras animadas. 

-O que vocês querem aqui? Denovo --Falo enquanto volto a fixar meus olhos sobre os livros. Sinto pessoas atrás de mim e me volto para elas, e vejo que Taehyung e Hoseok, praticamente me fuzilarem com os olhos.

-Como assim, "o que vocês estão fazendo aqui"? --Diz Taehyung -Já são NOVE E MEIA, Jeon Jungkook, meia hora a mais do que o combinado, e você ainda está aí com a bunda grudada na cadeira, em vez de já estar arrumado, perfumado e preparado para uma sexta a noite de curtição --Diz ele, eu realmente havia me esquecido da festa, mas não faz diferença não poderei ir.

-Me desculpem por vocês não terem um professor filho da puta,  que enche o talo do cú dos alunos com deveres de casa em plena sexta-feira, para  poder entregar segunda --Olhei para eles com esperança de eles estarem me dando um olhar de "meus pêsames", e estariam virando as costas para mim, enquanto desfilavam para fora da minha humilde residência. Só que eles só me olhavam com um olhar de "continua, que ainda não entendi bulhufas o porque caralhos tu não pode sair". Revirei os olhos,  e voltei os mesmos aos cadernos -Resumindo para as duas antas, terei que ficar final de semana inteiro fazendo o dever, resumindo o resumo, não irei a festa alguma esse fim de semana --Quando termino de falar, eles se jogam na cama e suspiram juntamente.

-Porra Kookie, é só hoje, não dá pra deixar isso para amanhã não?  --Disse Hobi que se encontrava olhando para o teto junto de Tae,  quando do nada, minha mãe abre a porta, fazendo que a atenção de todos fossem para ela. 

-Jungkook meu filho --Ela se aproxima -Eu sei que você está dando todo o seu melhor para obter boas notas, mas você ainda é jovem, não deve se prender totalmente aos estudos, claro que você continuará fazendo seu melhor, porque seu pai e eu não trabalhamos que nem escravos pra poder pagar o absurdo que é a sua faculdade, pra tu simplesmente largar tudo pro ar e ir festejar, mas a questão é, você é jovem, bonito e tem que aproveitar muito dessa sua juventude, porque depois que você envelhece que nem os seus avós, eu até poderia usar seu pai e eu como exemplo, só que somos jovens ainda, enfim, o que eu quero dizer é que você se arrependerá de tudo que não fez, e rirá de tudo que fez e se arrependi atualmente. Então aproveite a vida o máximo que puder, e experimente de tudo nessa vida doce como algodão doce. Menos "drogas", porque se eu souber que você está usando drogas, te baterei até você esquecer quem é você ou o que são "drogas". --Diz ela saindo do meu quarto e fechando a porta. Pera ela tava ouvindo tudo dês de o início? 

-Tá vendo até a Sra.Jeon quer que tu sai dessa caverna, que você chama de quarto. Agora anda levanta e vamos para a festa --Tá eu sabia que eu realmente estava me prendendo muito aos estudos ultimamente, e confesso que faço estudos "extras" sem ao menos precisar. 

-Tá eu topo me distrair um pouco, só que não em festas, quero algo calmo, algo que não acabe mais ainda com minhas colunas --Falei arqueando a mesma, enquanto á ouvia estralar. Me joguei na cama no meio daqueles dois e procurei em minha mente algo que o distraisse e ao mesmo tempo o acalmaçe. 

-Bom já que não iremos a festa o que fazeremos? --Pergunta provinda de Tae, até levei um leve espanto, por ele não estar me arrastando a força para festa, mas resolvi deixar quieto.

-Simples a mesma coisa de sempre --Olho pra ele com um sorriso cúmplice, e quando eles entendem, me pega pelo braço e me puxam até a cozinha, assaltamos a geladeiras e armários,  pegando tudo que era besteira, e indo direto para o meu quarto. 

Chegando lá, trancamos a porta e jogamos todos os sacos de doces e salgados, refris e sucos de caixinha em cima de minha mesa. Ligo meu video game e logo começamos com disputas de jogos de lutas, fazendo com que a adrenalina nos atingisse e os gritos vinham logo em seguida. 

Resumindo essa sexta-feira a noite, três pessoas que com certeza resultariam em vermes na barriga depois de todas aquelas besteiras,  e muita gritaria com diversos jogos em meu vídeo game. Só que o mais inesperado foi quando Tae ganhou uma partida de futebol,  e Hoseok sem ao menos perceber, acho que pela empolgação, agarrou ele e o beijou.  Eles acabaram me contando que estavam ficando sim, mas não era nada definitivo, por isso não me contaram. 

Sacudo Tae e Hoseok, para que eles acordassem, já que não sei como, eles acabaram não acordando com a gritaria de minha mãe diante dos corredores da casa.


Notas Finais


É isso....eu achei que ficou até pequeno, quero tentar recompensar esse quase -por pouco- um mês que fiquei sem att, eu também dei uma revisada nos outros capítulos, mudei e corrigi algumas coisas, mas nada demais...só ajeitei alguns erros meus....

Bom não é um dos melhores, mas eu dei o meu melhor... ^^, qualquer erro relevem okay?, vou tentar voltar em breve...Já disse não prometo nada...

E DESCULPA AQUELA -QUASE- BÍBLIA NO COMEÇO, e que eu realmente precisava me explicar....e por último, mas nem por isso menos importante...VOTE EM BTS PARA MAMA, FIGHTING, VAMOS DAR A VOLTA POR CIMA ARMYS NOSSOS MENINOS MERECEM ♥♥♥♥♥

TCHAAUUUUU

Bjin da ursa, fiquem bem, moços e moças ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...