História The battle of success - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Kagami Taiga, Midorima Shintarou, Murasakibara Atsushi, Yukio Kasamatsu
Visualizações 16
Palavras 1.154
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Esporte, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii gentinha! Eu acho que esqueci de postar ontem... Burrice minha...

Eu tenho que me desculpar... A foto do capítulo anterior está deitada... Erro nos bastidores...

Pois bem! Pequem um coquetel por que esse vai ser BEM QUENTE! literalmente...

Boa leitura!

Capítulo 12 - Aomine se declara para Circe.


Fanfic / Fanfiction The battle of success - Capítulo 12 - Aomine se declara para Circe.

Eu acordei me espreguiçando e abri as cortinas, observei o céu, azul bem claro e núvens branquinhas. A quadra de basquete estava vazia, me apressei e fui até lá jogar um pouco. Na noite anterior eu mandei uma mensagem confirmando o convite da mamãe, ela transbordou de felicidade, é claro que eu disse que não estávamos namorado e nem nada. O seu sorriso desapareceu, ela ficou brava e disse que era para mim ter dado em cima dele, claro que EU não sou assim. Joguei várias vezes naquela manhã tranquila, depois eu fui até um café onde minhas amigas estavam.

Duda: Oi galerinha! O que se passa?
Emely: Gente! Eu fui convidada para ir na casa do Shintaro, ele me disse que quer que eu o ajude com algo...
Circe: O QUE seria esse algo...
Gabi: Legal fera!

Alguem toca o meu ombro e eu me viro rapidamente.

Mura: Com licença.- Diz Mura com um pedaço de bolo na boca e com os braços cheios de pacotes de salgadinhos.
Circe: QUEM CONVIDOU ESSE?!
Gabi: Fui eu! Não reclama não... Você também trouxe o Aomine...
Circe: Eu não ia deixar ele do lado de fora com fome...- Todo mundo me olhou.
Duda: O quê gente?
Emely: E o Kagami?
Duda: Ele não fala comigo...- Isso fez elas me olharem com mais intensidade.
Gabi: Avá! Ele deve ter pulado a janela do seu quarto e pode ter ido dormir com você... Sem as roupas... é pois é pois é...
Mura: O Kagami gosta dela?!
Circe: Tá na cara isso... Eu vi o jeito que ele olhou para ela quando o Kise a beijou na frente de todos...
Aomine: Ele estava com muita raiva, ele teria que esguelar o Kise se o visse outra vez...

Nós rimos e saímos dali, fomos para a praça, nos sentamos em rodinha, os meninos ficaram num banco separado. Circe começa a falar.

Circe: Que tal nós jogarmos o jogo verdade ou desafio!
Gabi: Por mim tá de boa...

Circe pega a garrafa da mão de Emely.

Emely: EI! EU TAVA TOMANDO DESGRAÇA...
Circe: Tava tomando...

Ela gira a garrafa e o gargalo para na direção de Gabi, ela fora imediatamente, remechendo a calda e as orelhas.

Gabi: Tá... Tá... Peguem leve comigo... Eu escolho verdade...
Circe: É verdade que você dormiu com Murasakibara?
Gabi: Tipo... Eu... Eu dormir... Agarradinha... Com... Ele?
Circe: Exato!
Gabi: N-NÃO!
Circe: MURA! Você comprova essa afirmação?
Mura: Quê? Eu não dormi na mesma cama que ela... Está certo...
Circe: Você avançou na pista... Agora gire a garrafa...

Gabi pega cuidadosamente o gargalo da garrafa e a gira, eu estava destranca até que Emely grita.

Emely: DUDAA! Acorda... É sua vez...
Duda: An? Quê? Mais já? Tá bem... Eu quero verdade...
Gabi: Então tá bem!... É verdade que... Verdade que... Você... E o Kagami... Se... Se pegaram?
Duda: QUE FAKIN PERGUNTA É ESSA?!
Gabi: É uma pergunta como qualquer outra.
Emely: RESPONDE!
Duda: Tá legal... Beleza... Estou indo... Tá na ponta da língua... Eu o beijei...
Gabi: VOCÊ FEZ O QUEEEEE?!
Duda: Eu não... Foi ele...

Elas param um segundo e ficam encarando, algo penetra na minha costela me fazendo pular de susto, viro dando um golpe fatal.

Taiga: UGH!! Nervosinha...- Eu observo Taiga cair de joelhos no chão.
Duda: AAAAI DESCULPA DESCULPA DEXCULPA...você está bem?
Gabi: Xii. Matou o "véio"...
Taiga: Agora não precisa mais de... Aí... Cami... Sinha...

Eu coro e dou um soco nele, o derrubando no chão outra vez.

Duda: Por essa eu não vou me desculpar...
Circe: Vai lá... Brigas só deixa o casal mais excitado...
Gabi: Credo. Para de falar essas coisas menina... Onde se viu aprender isso...
Emely: Tem nos Yaois...
Circe: As Emely! * Toca aqui*

Taiga se recompõe e pergunta me lançando um olhar.

Taiga: Epa! Eu adoro esse jogo...posso jogar também?
Circe: Divirta-se!

Eu girei a garrafa e ela parou no Aomine, eu quebrei meus dedos e fiz uma cara assustadora.

Gabi: CREDO DUDA... "Baxô" o santo...
Duda: Verdade ou desafio?!_ eu lhe pergunto com uma voz de carrasco.
Aomine: Desafio!
Duda: *sorriso demoníaco* rsrsrs. Você não perde por esperar... *Pretume na cara* fala o que você sente pela Circe...

Aomine levanta do banco e se posiciona na frente da Circe, aquela posição dizia tudo.

Aomine: Circe... Bem... Eu nem sei por onde começar...
Emely: Eu sei! LUZES!
Gabi: CÂMERA!
Duda: SILÊNCIO!
Emely: Era pra você falar AÇÃO!... Burra...
Aomine: *limpando garganta* Circe... Eu contei as horas para te dizer isso no momento certo... Você aceita ser a minha esposa?

O silêncio tomou conta do local.

Emely: T...- Eu tapei a boca dela para ela não estragar o momento.
Circe: UAU.. que fofo da sua parte... É claro que sim!
Gabi: CADÊ o beijinho?- Gabi faz um biquinho e solta um sorriso.
Emely: *morder mão da Duda* HUUUUUM! QUE LINDO! Gira essa garrafa!

Aomine gira a garrafa depois de voltar para o banco com a cara toda bordada com o batom roxo da Circe, para em Emely e ela fica quicando no banco.

Duda: Calma...
Gabi: Ela está eufórica!
Emely: PSIIIU! Desafio desafio!! Eu não gosto de desafios mais odeio verdade...
Circe: Ora... Então por que está jogando?
Gabi: Bixa burra meu deus...
Aomine: Como o nosso amigo Shintaro não está aqui... Podemos mandar ela para ele... O que acham meninos... Eu duvido você ir para a casa do Shintaro... Ele tem muito para te contar...
Emely: Uia... Tá! Dá pra fazer isso... Falou pro 6... Tou indo.
Gabi: Uai menina, cê não vai girar a garrafa não?
Emely: A é verdade...- Emely chuta a garrafa e ela bate no poste...
Duda: AI SUA ANTA!... TINHA QUE CHUTAR A GARRAFA?
Emely: EU SOU TOURO! Mi respeita... É o seguinte rapaziada... Eu desafio todos vocês! Quero ver o mira dando em cima da Gabi...
Mura: QUEEEEEE?
Emely: É! Você é digno dela! Vá em frente... Beije-a e se torne o seu namorado!
Mura: Tá bom então...

Ele vai en direção a ela e a pega no colo, ela está totalmente vermelha de vergonha, ele a beija suavemente e depois lambe os lábios, ele olha para ela com um olhar maligno e continuou com uma pegada diferente. (BEIJO 5 ALGUMA COISA) Ele para para tomar o fôlego e retoma o que estava fazendo antes, Taiga grita agoniado.

Taiga: CHEGA COM ESSES BEIJOS... me deu até vontade...
Mura: Você fica quieto! Eu ainda não terminei...
Taiga: O show do beijo... Argh...

Mura coloca Gabi, que estava roxa de falta de ar, no chão e aponta para Taiga.

Mura: Agora é do você Kagami Taiga... Dê o seu melhor... Gabriele... Você pode fazer as honras?
Gabi: E-EU? Por que eu?
Mura: Deixa... Kagami! Faça o seu melhor beijo... No seu estilo. O mais selvagem possível...
Taiga: Tem certeza disso?
Mura: Ora... Se eu estou mandando...
Taiga: É um desafio... Então eu aceito! Só tem um problema... Não poderia ser em público...
Mura: ACABA LOGO COM ISSO!

Taubaté olha decima a baixo e vem avançando aos poucos em cima de mim. Eu tento recuar mais não deu, ele me persoadiu com movimentos rápidos. Mura cobriu os olhos depois dessa cena.

Gabi: Pronto... Eles começaram com o nheco nheco nheco... Vamos?
Mura: Bora... Ele exagerou na dose...
Gabi: Você que mandou... Agora aguenta...

Eles saem dali me deixando com o Tigre, ou... Taiga. Ele estava suando, dava para sentido grudar em mim quando tentava me afastar.

Taiga: Eduarda...- sua voz tremeu ao dizer meu nome.
Duda: Taiga?
Taiga: Eu... EU TE AMO GAROTA! Quero você comigo para sempre.

Ele me abraçou.


Notas Finais


Gente... Até suei aqui... Rsrs eu espero que gostem...
Peguei pesado...

Bem! Eu fico por aqui e você vai vai vai! Rsrsrs... Vou abrir um musicale...

Bay!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...