História The battle of success - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Kagami Taiga, Midorima Shintarou, Murasakibara Atsushi, Yukio Kasamatsu
Visualizações 15
Palavras 540
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Esporte, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie! Anciosos para ler? Rsrs

Pois bem! Fiquem a vonts.

Boa leitura!

Capítulo 14 - A chegada do meu amor.


Fanfic / Fanfiction The battle of success - Capítulo 14 - A chegada do meu amor.

Como a fumaça era o isuportávelmente pobre de oxigénio, acabei perdendo o ar, lutando para permanecer de pé, outra explosão acontece, e fico inconsciente. Forense ecoam pelo local, os bombeiros chegaram. Talvez os vizinhos viram toda aquela bagunça e acionaram eles, eles quebraram a porta para tentar entrar, eles vasculham os destroços e nada, Taiga se separa deles e me procura, revira todos os cômodos da casa, me encontra jogada no chão. Ele me carrega para fora dali o mais rápido possível, ele diz que poderiam detonar o prédio antigo. Uma vez fora dali, Taiga vê que eu não estava respondendo aos seus chamados, ele inicia o processo de reanimação cardiopulmonar.

Taiga: Ora vamos vamos! Você é mais forte que isso... Anda anda... Eduarda?! Desperte... Não me deixa...

Ele se afastou e estalou os dedos. Depois ele começou o processo de reanimação via oral ( boca boca), esse processo durou um pouco mais, ele parou quando me viu mecher.

Duda: *cof cof* mmm...
Taiga: EDUARDA!?!! Esta viva!- Ele me abraçou.
Duda: Mm eu... Eu estou viva? Mais eu nem morri... O que aconteceu?
Taiga: Falamos com os vizinhos e eles disseram que o prédio entrou em chamas, então vamos demolir...
Duda: DEMOLIR?!
Taiga: É. Não restou nada além de fragmentos do teto e paredes em chamas.
Duda: Mais mais...

Eu me levantei e corri até o prédio, Taiga me pegou nos ombros e foi na direção contrária.

Duda: Taiga! Me solte! Eu preciso da bola! E do meu laptop... Me SOLTA!
Taiga: Desculpe Eduarda... Eu não tenho permissão para te deixar entrar lá... Vai desmoronar... Eu... Eu sinto muito.
Duda: NÃOOO!

Taiga me leva dali, enquanto isso, Gabi estava sentada no chão brincando com Mura num tabuleiro de damas. Eles comiam uns biscoitos, docinhos e rosquinhas.

Mura: Xeque mate!
Gabi: O QUE? Mais já?
Mura: Você presta mais atenção no prato de doces do que no jogo...
Gabi: Não é minha culpa se sua mãe arrasa fazendo docinhos... Ou rosquinhas...
Mura: Agora você me entende! Haha.

De volta para a casa de Taiga

Ele me mandou ir tomar um banho, eu estava completamente suja e com as roupas rasgadas, me sentei na grande janela da sala, o sol está se pondo, Taiga chegou e se senta na minha frente, ele tinha algo nas mãos. A toalha branca estava enrolada em mim como uma capa, cobrindo o cabelo e os pés.

Taiga: Toma! Você precisa comer!
Duda: Eu não quero... Estou sem fome...
Taiga: Ora, então eu faço questão de te dar... Abra a boca!
Duda: Nah. Não... Eu já falei que não quero...
Taiga: Vai desprezar a minha comida? Eu fiz com tanto carinho para você... Vamos logo. Abra a boquinha!
Duda: Eu posso comer sozinha...
Taiga: Você precisa segurar a toalha... Vai que ela cai... Ah! E se você não sabe... Nós homens não podemos ver mulheres nuas... Você sabe o que acontece... Excitação é a melhor coisa...
Duda: GAAAh! Não precisa falar assim... Tá legal... Eu quero.
Taiga: Boa garota! Agora, abra bem!
Duda: Humm... *AAAAA*- abri a boca como ele falou, ele levou os palitos com macarrão para dentro dela, eu fechei e saboreei.
Duda: Hum! É bom! Como faz isso?
Taiga: Ah eu sei lá... Eu só cozinho por diversão...
Duda: Você cozinha melhor que eu! Me dá aqui!- Peguei a tigela de macarrão da mão dele e comecei a comer.
Taiga: Ei ei ei! A-a-a-a t-to-toalha... Nah... Esta melhor assim...

Notas Finais


:B! Bem! Esse foi curtinho, eu poderia ter alongado mais... Mais como a inspiração sumiu... Eu buguei...

Até depois!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...