1. Spirit Fanfics >
  2. The Beast and a not Harlot >
  3. Damn Party

História The Beast and a not Harlot - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Olá carinhas! Como vão por aí?
Oque estão achando da história? Espero que estejam gostando e sentindo as emoções junto com a Anne e o Syn! Beijos e gratidão 🥰

Capítulo 9 - Damn Party


Contamos tudo a Paul, que por fim parecia desesperado. Ele nos fez contar tudo várias vezes, com detalhes até entender a história e a saber de cor e salteado. 


_ Brian você sabia disso o tempo todo e não me disse nada? Porque não disse que ela estava te chantageando? Eu teria dado um jeito!


_ Eu não sei, só me deixei levar sei lá. Tava com medo de prejudicar a banda por algo que eu fiz.


_ Ok.. Mas desde quando vocês se apegam a alguma garota assim? Sei que essa não é a primeira que vocês se envolvem.


_ Longa história.. Mas ela acabou se tornando muito importante para nós Paul.


_ Certo. - Passou a mão na cabeça, preocupado. - Brian, preciso que cumpra esse "acordo" e termine com ela. Vamos tentar manter as aparências por enquanto. Eu tento consertar tudo por trás das cortinas, mas quero que se afastem dela, pelo seu próprio bem. Depois vocês resolvem isso, ok?


Concordamos e meu coração se apertou. Eu não conseguiria fazer isso pessoalmente, não ia conseguir magoá-la assim. Se eu visse aqueles olhinhos me encarando de baixo, não resistiria a ela. Ela me ligou mais algumas vezes, e encontrei meu álibi para acabar logo com isso.


Brian
Oque foi Anne? Pode me deixar em paz por favor? Quer mais oque de mim?


Meu coração se despedaçou. Sei que ela já viu a mensagem, e não quero imaginar seu estado. Ela estava certa, sou um grande babaca.


Minha maldita futura esposa nos convocou para nossa festa de noivado. Na praia. Sério? Como uma vingança de ensino médio. Provavelmente ela queria que fôssemos fotografados, como eu e Anne. E eu não podia fazer nada a respeito. Ela queria que fosse algo público e eu seria obrigado a obedecer, como um puto de um cachorro!


anne


Essa reunião estava demorando e acabei me preocupando. Estava com medo de parecer uma louca obcecada, mas estava com um mal pressentimento. O celular vibrou e seu nome brilhou no ecrã. Aquelas palavras.. não podia ser o Brian. Por um segundo eu ri, devia ser alguma piada. Mas porque brincaria com isso?


Meu coração apertou e eu senti lágrimas indesejadas descendo pelo meu rosto. Que droga! Foi tudo o que eu consegui pensar. Já estava tomada pelas lágrimas. Eu não devia me permitir chorar por um homem, pelo qual eu me entreguei, e ele simplesmente usou como se fosse nada!


Ele não é assim.. eu sei que não. Nenhum deles é. Mas porque nenhum me atende? Porque Brian não me atende? Só queria sair desse pesadelo e os encontrar, na mesma rodinha de sempre, rindo e conversando. Como se fôssemos uma família.


...


_ Anne! - Fui envolvida pelos braços de Elisa, que acabara de entrar no meu quarto. Se deitou ao meu lado, afagando meus cabelos.


_ Porque ele fez isso comigo? Oque eu fiz pra ele?


_ Oh Anne, por favor, não chora.. - Ela me olhava com pena, e eu odiava isso.


_ Eu disse que ele era um babaca! Maldita hora em que eu fui aquele show com você!


_ Anne, senta, por favor. Precisamos conversar.


Me sentei, achando aquela mudança de humor estranha. Ela ficou totalmente séria do nada. E me contou tudo.. Senti raiva e empatia ao mesmo tempo. Eu sabia que essa Michelle iria estragar tudo!


_ E então, parece que eles foram obrigados a se afastarem de você! Porque se não ele rasgaria o contrato e a banda iria afundar!


_ E isso tudo a mando da Michelle.. Eu sabia que ele era diferente. Eu sabia! - Ri alto, fazendo Elisa rir também.


_ Eu não sei se deveria ter te contado isso Anne, por favor, espere eles se resolverem. Vão te procurar na hora certa! Não faça nenhuma burrada.


_ Claro, obrigada por compartilhar. Eu estava a ponto de surtar.


_ Estou sempre aqui por você. Se lembra disso ok? Eu preciso ir agora, mas não hesite em me ligar, eu venho voando a qualquer hora.


Ela saiu com pressa, fiquei curiosa para saber onde ela iria.. provavelmente a algum compromisso com o Jimmy. Ou com a banda. Será que tem alguma premiação ou algo do tipo?


Me deixei levar pela curiosidade e entrei na internet, para tentar achar algo, e realmente achei. Meu coração se despedaçou ao ver aquela notícia em que dizia que astro do rock se casaria em breve. E que festa de noivado seria esta noite, na praia.

A mesma praia em que estivemos ontem.. onde eu descobri que estava apaixonada por ele. Onde eu queria que todo mundo sumisse e que ele fizesse amor comigo ali, naquele paraíso. Mas tudo acabou por causa de uma maldita invejosa, que é obcecada com meu Brian!

Era um evento público.. Qualquer pessoa poderia aparecer, eu principalmente. Eu poderia me encontrar com eles.. com Ele. Poderíamos desmascarar ela, na frente de todo mundo! Nós sabíamos a verdade, e iria ser a palavra de uma contra sete!

Coloquei meu moletom por cima da blusinha que vestia, o short que já estava e um all star. Não queria que ninguém me notasse ali, queria encontrar meus meninos as escuras, para podermos esclarecer isso tudo. Eu estava certa de que daria certo. Já estava anoitecendo, mas fui para a praia andando, precisava espairecer.

Quando cheguei, constatei que Michelle realmente queria um evento público, já que a praia estava abarrotada de pessoa, mal se conseguia enxergar a areia. Estava toda decorada, com tendas e luzes, algumas mesas com comidas.. Realmente perfeito. Tirando o fato de que eles estavam lá, abraçados e sorrindo para fotos. Brian estava impecável. Com uma camisa de botão branca fina, e uma bermuda também branca, sem delineador e com o mesmo cabelo espetado. E Michelle com um vestido branco, largo, de alcinhas e uma flor na cabeça. Meu estômago embrulhou, pude ver ele dizendo coisas em seu ouvido algumas horas, mas preferi pensar serem coisas negativas.

Andei pelo meio da multidão e pude ver Zacky, de costas. Eles estava pegando uma bebida. Cheguei sorrateiramente e o puxei para um canto com um pouco mais de gente.

_ Anne? Oque faz aqui? - Me olhou espantado.

_ Eu sei de tudo Zacky! - O abracei, não sendo retribuída. - Porque a gente simplesmente não conta a verdade pra todo mundo e acaba com isso?

_ Anne, não é assim que funciona! Essa chantagem não é de hoje, e Sean pode acabar com a nossa banda em um piscar de olhos! Você tem que ir, agora. Se Michelle a vir aqui, nossa vida está acabada. Isso inclui a sua. - Me deu as costas, e sumiu rápido na multidão.

Isso realmente foi um tapa na minha cara. Zacky era a última pessoa que eu esperava que fosse me tratar assim, indiferente.. Ele era sempre tão bom. Nunca quis tanto meu melhor amigo como agora.

Já estava desiludida, Zacky acabara de quebrar o resto do meu coração e nem passou pela minha cabeça procurar algum outro da banda.. não queria correr o risco de acabar sendo humilhada publicamente.

Andei lentamente até o píer, estava um vento frio, e apesar de estar com moletom, meu short não estava ajudando. Apertei meus braços a minha volta e senti uma lágrima congelar meu rosto. Deixei-a cair, precisava descarregar todo o estresse.

Me sentei na beirada do píer, onde podia observar a tenda na qual eles tiravam as fotos. Estava o olhando fixamente até que seus olhos encontram os meus. Ele abriu de leve um sorriso, mas Michelle estava se virando na minha direção, e para a impedir, ele a beijou. Intensamente. Como fazia comigo, mas na frente de todos. E todos gritaram, brindando aos noivos. Dessa vez senti mais lágrimas e não fiz nada para impedir, só juntei meus joelhos com os braços e deixei que elas caíssem, lavando minha alma..

Ainda estava encolhida, congelando pelo vento frio, e chorando. Ouvi passos, a madeira rangendo, alguém se aproximava. Rezei para ser algum dos meus meninos, que estava vindo me dizer que era tudo uma grande brincadeira. Não me movi, continuei sentada olhando para o mar, apenas sequei meu rosto.

_ Oque faz aqui sozinha? - Ouvir essa voz desconhecida me fez ficar mais triste mas reconfortada.

_ O mesmo que você.. - Disse enquanto o estranho se sentava ao meu lado.

_ Acho que não. - Riu fraco. - Eu sou Ethan, você é a?

_ Leigh Anne. - Me virei e pude vê-lo sorrindo e esticando a mão para mim. - Você conhece os noivos?

_ Receio que a maioria dos que estão aqui são só pelas bebidas e comida grátis, como eu. Você conhece?

_ Infelizmente sim.

_ Infelizmente? Você conhece o Synyster Gates?

_ Talvez eu conheça todos, mas isso não vem ao caso agora.

Não queria me abrir para um cara totalmente aleatório, e provavelmente ele não acreditaria em nada que eu dissesse.

_ Ok, esse seria talvez meu maior sonho! Imagina conhecer os caras do Avenged Sevenfold! Eles são legais?

Ele não achou que eu estava mentindo.. Acho que estou começando a gostar dele.

- São sim, você se surpreenderia. - Cruzei as pernas e me sentei de frente pra ele. - Você mora aqui?

_ Sim. Fui no show do LBC achando que conseguiria um passe para a after mas não consegui.. imagina que louco uma festa deles! Deve ser cheia de mulher gostosa e de drogas! - O olhei, repensando minha última opinião sobre ele. - Ah, me desculpe, não sou assim! Só estava imaginando mesmo.

Ele riu, e agora pude reparar em seu rosto. Ele tinha o sorriso lindo, os olhos azuis acinzentados e o cabelo castanho.

_ Você não conseguiu ver ninguém da banda? - Tentei quebrar o gelo.

_ Na verdade vi de longe, mas não queria dar uma de tiete, ainda mais com todas aquelas gatas penduradas no pescoço deles. Mas você não me respondeu oque faz aqui sozinha.. e quando cheguei você pareceu estar chorando.

_ Só tive uma desilusão sabe.. Tipo acordei de um sonho incrível e caí da cama.

_ Mas você tá nessa festa incrível com comida e bebida de graça, não quer aproveitar? Vamos, eu também estou sozinho! - Ele se levantou em um pulo, e tentava puxar meu braço.

Estava relutante, mas talvez se eu aparecesse com alguma companhia Michelle podia achar que realmente foi tudo uma "brincadeira" e talvez eles sumissem da minha vida de vez. Ele me venceu. Me levantei e o acompanhei até a areia. Ainda estava cheia de gente, parecia que cada a cada vez mais. Só então na luz, pude perceber que ele era realmente mais bonito do que eu tinha achado de primeira, e também era muito alto. Eu amo caras altos! E ele parecia ser tão legal.. Mas eu tinha medo de estar me apegando a isso como um fato de estar tentando afastar meus meninos de meus pensamentos. Só que eu estava me torturando com isso, e na verdade, todo mundo precisa se divertir, certo?

Ele pegou duas coronas e me entregou uma. Foi pro meio das pessoas dançar, e eu o segui. Ele era divertido e adorava fazer graça. E eu estava adorando ele tentando chamar minha atenção. Ainda estava totalmente pra baixo, mas ele as vezes arrancava uma risada ou outra de mim.

De vez em quando pegava meus braços e os balançava, tentando me fazer dançar, eu simplesmente ria e o observava dançar.

_ Você não é muito de dançar, né?

_ Não estou nos meus melhores dias hoje, me desculpa..

_ Oh Leigh Anne, estou aqui para tentar te animar.

_ Pode me chamar só de Anne, Ethan. - Ri. Acho fofo quando me chamam de Leigh Anne, mas totalmente desnecessário.

_ Ok Anne, acho que estamos mais próximos agora! Dança comigo? - Ele juntou as mãos e me olhou de um jeito que não pude resistir. Ri alto e comecei a dançar.

Estávamos parecendo duas crianças, pulando e rindo, as custas da minha infelicidade.. Algumas vezes, acabei vendo alguns dos meninos.. Jimmy, Johnny e Elisa estavam juntos. Eu fingi que não os vi, a essa hora Elisa já deveria estar querendo arrancar meus cabelos por fazer exatamente oque ela disse para não fazer. Zacky havia sumido desde o nosso encontro, e Matt também estava sumido até então.

Depois de um tempo, Ethan já havia bebido mais, eu havia parado na primeira cerveja, mas ele resolveu que iria tentar beber todas as bebidas disponíveis.. Isso iria dar um pouco errado. Quando vi que ele já estava mais alterado que o normal, tentei o impedir, e ele nem discutiu. O puxei para a beira do mar, e me sentei olhando as estrelas.. eu nunca ia me cansar de fazer isso. Ele estava desenhando na areia, cantarolando algumas coisas que não consegui entender e eu estava me divertindo com aquilo.

Olhei para trás, tendo uma visão geral da festa. Achei estranho só ter visto Brian no começo, e olha que ele era o noivo.. Mas logo meus olhos encontraram Matt, que estava com uma camisa de botão e manga arregaçada azul claro, e uma calça de tecido branca. Estava com aquela mesma loira a qual beijara no dia de praia. Ele me viu, sustentou um pouco o olhar, e depois puxou a loira para longe, me olhando decepcionado.

Mandei uma mensagem para o motorista da família, e ele disse que já viria me buscar.

_ Eu acho que vou embora.. Você também deveria, tem alguém pra te buscar?

_ Ahn não, eu vim a pé. Moro aqui perto.

_ Não tem perigo?

_ Não Anne, relaxa. - Ele passou a mão em volta do meu pescoço. - Como te encontro?

O motorista estava ligando no meu telefone, já tinha chegado. Escrevi meu número rapidamente na areia e o dei um beijo no rosto, saindo correndo em seguida. Ethan poderia ser um bom amigo. Pelo menos por uma fração de tempo ele me fez sair da bolha de tristeza concedida por meus "amigos" e viver em um mundo em que eu poderia estar feliz.

Cheguei em casa e tomei um banho longo, processando tudo oque havia acontecido, pelo menos, eu tinha feito um novo amigo. Se ele se lembrasse de mim no dia seguinte claro.

Ao me deitar, todos acontecimentos vieram a tona, e outra vez me encontrei chorando, como meu refúgio, para tentar esvaziar minha cabeça.. Talvez tenha funcionado, dormi rápido. As lágrimas lavaram meus pensamentos e me fizeram dormir quase que instantaneamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...