1. Spirit Fanfics >
  2. The beat of my poor heart >
  3. Capítulo único

História The beat of my poor heart - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


é a minha primeira vez escrevendo algo depois de muito tempo, espero que gostem da minha fic. desculpe qualquer erro e boa leitura !

Capítulo 1 - Capítulo único



Xiao se considerava alguém muito difícil de se abrir com alguém,principalmente se essa pessoa for um desconhecido que nunca viu na vida. Só de pensar o deixava com calafrios. 

odiava a escola,odiava ter que acordar cedo e ver a cara das pessoas de sua escola, a vontade de pular de uma ponte aumentava cada vez que via o conteúdo do ano letivo. 

não se considerava alguém estudioso,mas também não era burro. apenas não tira um pingo de vontade de pegar um material para estudar e fazer atividade,ainda bem que tinha childe para copiar os exercícios. 

gostava da primavera,era uma das épocas do ano favoritas do de cabelos escuros,principalmente das flores de cerejeira que ficavam tão lindas nessa época do ano. gostava de música também,vivia com seus fones de ouvido para não ter que se socializar com outras pessoas. não que “odiasse” outros seres humanos,só não estava a fim de jogar conversa fora.

e foi graças a música que conheceu ele

foi em um dia qualquer do ano,estava terminando de guardar seu material e indo para o pátio quando ouviu uma canção,uma das mais lindas que ouviu. Acabou indo em direção de onde vinha o som,e viu um garoto de mechas azuis sentado na janela enquanto tocava flauta, acreditava que nunca tenha visto essa pessoa pelos corredores da escola 


será que é de outra turma? pensou xiao ao ver o outro tocar sua flauta enquanto tinha seus olhos fechados,era uma cena muito bonita de se ver 

ficou um tempo ali ouvindo o outro tocar,até o mesmo finalizar e abrir os olhos sorrindo orgulhoso de si mesmo. Antes que possa perceber outra presença na sala,xiao sai em passos rápidos para fora, não vou deixá-lo me ver 

e acabou que não conseguiu dormir por conta de seus pensamentos referente ao dono da flauta.


(...) 


se passou alguns dias,talvez semanas,uns meses?xiao não tinha certeza mas era algo assim. Fazia bastante tempo que ia no final da aula ver o garoto tocar sua música,não havia criado coragem para falar com o mesmo,se sentia irritado por estar tão nervoso só de pensar em falar com o outro 

e se eu tentar hoje? essa ideia logo foi quebrada por seus pensamentos,com que coragem ele iria? não conseguia nem apresentar trabalho sem ficar tremendo quem dirá falar com o outro 

Por fim suspeitou exausto indo para sala de música 

para sua surpresa,o menor estava tocando piano dessa vez,ele tocava tão calmamente e bem que podia jurar que estava vendo um anjo 

acabou por bater sem querer contra a porta,fazendo o garoto que antes tocava olhar para sua direção, merda 

— quem está ai? - ouviu a doce voz do de mechas azuis,também reparou nos seus lindos olhos verdes,ele era muito bonito pensou.

— er..oi?.. -falou um pouco nervoso,saindo de trás da porta e entrando no estabelecimento onde o outro estava 

— oh! Olá! precisa de ajuda? - a voz falou bastonete animada,era muito bonita 

— a...eu..tava...o-ouvindo você tocar... - falou sentindo suas bochechas ficarem vermelhas como um tomate 

— gosta de música também ? que legal ! Me chamo venti, e você? -falou virando todo o seu corpo para mim,com um sorriso estampado em seu rosto 

— xiao. -falou curto,não sabia muito o que falar 

— faz muito tempo que está aqui ouvindo ? -perguntou olhando de cima a baixo para o ser em sua frente 

— na verdade.. já faz um tempo.. - desviou o olhar corado 

— serio? você podia ter vindo falar comigo!,quer aprender a tocar algo? - o de olhos verdes perguntou animado já em pé na frente do outro,que não sabia porquê de estar tão nervoso

— a...acho que..flauta?.. -falou mais parecendo uma pergunta do que uma afirmação 

— ótimo! Irei adorar te ensinar! — sorriu em sua direção e o puxou para poder o ensinar A tocar,e xiao estava mais perdido do que cego em tiroteio 


(...)


já havia se passado meses que ia a sala de música para aprender a tocar flauta,e a um ano que ouvia venti tocar escondido

não tocava como o outro,mas já sabia fazer o básico. também conheceu um pouco mais sobre o de mechas azuis,que o mesmo era da mesma série que a sua só que de outra turma, que o mesmo amava sapos e o inverno,o completo oposto de si que gostava de raposas e da primavera 

também descobriu que o outro sabia tocar violão também,e prometeu que um dia iria tocar para si

com o passar do tempo começou a se apaixonar mais pelo outro,não se sabe quando,mas quando parou pra ver já estava pensando em venti e lembrando do azulado em coisas simples 

queria perguntar ao outro se ele se sentisse assim igual ele sentia na presença dele,se ele reparava em seus mínimos detalhes. se achava bobo por pensar em tolices  como estás,mas quem ele queria enganar? venti o deixava assim sem nem pensar duas vezes 

entrou em seu pobre coração sem ao menos pedir licença,se sentia besta por corar por simples coisas que o outro fazia 

— está pensativo de novo xiao? - falando nele,sentia medo de estar fazendo uma cara  estranha por estar viajando no seu próprio mundo 

— ah! desculpe,estava sim - viu um sorriso se formar nos lábios do moreno, lindo 

— Percebi, o que estava pensando? -perguntou curioso 

em você. 

— a-ah em nada de i-importante - desviou o olhar corado 

— hmm... pensando em alguém que gosta é? - sorriu malicioso provocando o outro, meu deus xiao iria infartar de vergonha 

— e-e se for? Qual o problema? - voltou a olhar para os olhos verdes com uma cara de bravo e um biquinho,por mais que não estivesse bravo de verdade,queria ver a reação do outro 

— ehe~ não precisa ficar bravo,quem é o sortudo? - soltou uma risada e se aproximou colocando as mãos uma de cada lado do rosto de xiao,fazendo ele ter toda a atenção do garoto irritado para si 

— um idiota de olhos verdes irritantes - falou corando ainda mais,sentindo o outro fazer carinho em sua bochecha 

— assim você machuca os pobres sentimentos dele xiao~ - cantarolou enquanto se aproximava mais do outro,xiao iria surtar de tão nervoso que estava 

— você é um saco - cuspiu as palavras enquanto emburrava a cara novamente,se permitiu passar os braços pela cintura do outro 

— mas é por esse idiota que se apaixonou,não ? - riu baixo pela reação do outro 

— como..descobriu? - estava mais nervoso que antes 

— você não é muito bom em disfarçar os seus sentimentos,não para mim - aproximou mais os seus rostos,fazendo os narizes se encontrarem 

— e você não fez nada por quê? - Falou fechando os olhos enquanto sentia o outro acariciar o nariz no seu 

— queria ver o que você iria fazer... - encostou as bocas,fazendo um carinho 

— de qualquer forma você acabou fazendo - apertou a cintura do outro,enquanto dava um selinho demorado no outro 

— hihi, mas quem beijou primeiro foi você... - riu transformando o selinho em um beijo mais fundo 

ambos fecharam os olhos para aproveitar a sensação de ter os lábios juntos finalmente,nada mais importava do que eles 

venti aprofundou pedindo passagem com sua língua,explicava a boa do outro como se fosse um tesouro que acabou de encontrar,e xiao fez o mesmo,com uma mão levou aos fios morenos e fez um carinho ali 


E ficarem nessa troca de carícias por algum tempo,até que a falta de ar fizesse falta e tiverem que se afastar um pouco,trocavam alguns selinhos e mais beijos até o sol estivesse se ponto 


— olhe,xiao! o tempo está tão lindo -falou olhando com os olhos brilhando para seu amado 

— sim,por mais que não goste muito de tempo frio - falou colocando a cabeça no vão do pescoço do outro,sentindo o cheiro de camelo do mesmo 

— Você é um velho ranzinza,vem vamos lá fora - puxou xiao para poder acompanhar o nascer da lua 

E ficaram lá fazendo bonecos de neve e brincando,como duas crianças apaixonadas,talvez a escola não fosse tão ruim assim.






fim.





Notas Finais


não ficou bom,mas queria muito escrever uma fic de xiaoven com tema colegial,desculpe qualquer erro e até a próxima!
capítulo não revisado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...