1. Spirit Fanfics >
  2. The Beautyful Heart - Taegi >
  3. Quinta semana

História The Beautyful Heart - Taegi - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Gente olha que pequeninho um bebezinho é com 5 semanas 💕

Capítulo 6 - Quinta semana


Fanfic / Fanfiction The Beautyful Heart - Taegi - Capítulo 6 - Quinta semana

5° Semana

— Kim Taehyung — chamou a enfemeira.

Eu e Hobi nos levantamos e entramos na sala.

— Você se troca ali — disse a enfermeira me entregando uma camisola de hospital e indicando uma cortina — Já o pai pode esperar aqui.

Vi as bochechas de Hobi corarem.

— Ele não é o pai, só um amigo.

— Oh — a mulher pareceu envergonhada — Desculpe.

Me troquei e deitei na cadeira estofada. O doutor entrou na sala era um alfa, alto e com covinhas.

— Sou Kim Namjoon, vou ser seu obstetra.

— É um prazer conhecê-lo.

— O prazer é todo meu — sorriu — Agora, vamos ver como está esse bebê.

— Estou nervoso — falei quando o vi preparando aquele equipamento com o gel.

— É sua primeira vez?

— Bom, considerando que ele só tem dezessete anos é um alívio que seja — Hobi falou e eu dei um tapa em seu peito. Eu sabia que o Doutor já havia visto minha idade na ficha mais ele não precisava ficar falando em voz alta.

— Estou muito contente — disse o médico — Muitos garotos e garotas que engravidam na sua idade escolhem abortar e realmente acho isso muito triste. Como médico obstetra escolhi salvar a vida das pessoas e trazê-las para o mundo, um bebê não tem culpa dos atos cometidos pelos pais.

Nesse momento me senti arrependido por ter chegado a pensar na possibilidade do aborto, mas aliviado por não ter feito.

— Pronto? — ele perguntou levantando minha roupa e deixando minha barriga à mostra.

Não era muito grande, nem parecia uma barriga de grávido — parecia mais que eu havia comido muito durante o almoço e agora estava estufado — mas diferente da semana passada.

Senti o líquido pastoso e gelado na minha pele e quase dei risada. Depois de passar o aparelho na minha barriga algumas vezes o Kim parou em um ponto específico e apontou para a tela onde tinha uma manchinha menor que uma bolinha de golfe.

— Esse é o seu filhote.

— Parece um feijão — Hoseok disse.

— Sim, parece — o médico riu.

É oficial, eu tenho mesmo um bebê na minha barriga.

— Se tivesse vindo na semana que vem ou na seguinte, seria muito provável já conseguir ouvir o coração.

— Dá pra ouvir o coração? Sério?

— Sim.

— E o sexo? — Hobi perguntou.

— Só a partir da 13° semana.

Dei uma última olhada no monitor antes do doutor o desligar.

A enfermeira passou um papel limpando minha barriga e eu me vesti. Conversamos por um bom tempo então nos despedimos e fomos embora.

Cheguei na casa de Jungkook por volta das 16:00 e estranhei vendo que o mesmo já se encontrava em casa.

— Oi — falei tirando o casaco.

Ele me olhou e sorriu.

— Como foi a consulta?

— Bem — me sentei no sofá ao seu lado — Está tudo ok com o filhote.

— Já sabe o sexo?

— Não, isso é só a partir dos quatro meses mais ou menos.

Ele suspirou.

— O que foi? — perguntei.

— Fico imaginando quem poderia ter sido tão burro e irresponsável pra não usar camisinha. Até eu e Jimin durante os cios lembramos de usar.

— Bem, a culpa não foi somente dele.

— Mas era a sua primeira vez, tenho certeza que você não estava conseguindo raciocinar direito.

— Não — soutei uma pequena risada.

Ele se virou no sofá de frente para mim.

— Como ele é?

— Quem?

— O alfa, ele mandou bem?

— Que interesse repentino é esse na minha curta experiência sexual? Tá analisando a concorrência?

Ele riu.

— Só fiquei curioso, Jimin é muito tímido pra falar desses assuntos comigo, mas sempre quis saber como é o ponto de vista de um ômega.

— Se é assim, não tenho muita experiência mas vou tentar responder o que você quiser saber.

— Dói? — foi a primeira coisa que ele perguntou.

— Eu não senti, mas o Jimin disse que sentiu se é isso que quer saber.

— Sério? — ele olhou preocupado — Por que ele não me contou?

— Acho que ficou com vergonha, mas ele disse que depois que se acostumou ficou muito bom — sorri malicioso e ele virou o rosto envergonhado mudando de assunto.

— E como era o alfa que dormiu com você? Tipo por que escolheu ele, ou foi ele que te escolheu?

Eu não conseguia parar de sorrir. Jeon era mais velho que eu, mas nesse momento parecia ser o mais novo com toda sua curiosidade.

— Ele era um pouco mais baixo que eu, tinha o cabelo escuro e a pele clara, também tinha os feromonios bem fortes quase como um lúpus. Me tratou muito bem, acho que só acabamos juntos por causa das aparências mesmo. Nem sei o nome dele e isso deixa as coisas um pouco tristes porque ele nunca vai saber que teve um filho.

— Se você o encontrasse o que diria?

— Não sei, depois da reação dos meus pais tenho medo de contar sobre isso para qualquer pessoa.

— Posso tocar? — perguntou apontando para a minha barriga que eu acariciava.

— Não tem muita coisa pra tocar — ri — Mas se quiser.

Ele passou a mão na minha barriga quase inexistente e exclamou um "Oh!".

— Não vejo a hora de poder fazer isso na barriga do Jimin.

— Nem pense nisso — repreendi brincando e ele sorriu divertido.

— Vou esperar o momento certo, claro.

Na manhã seguinte não consegui ir à escola. Estava com muita dor nas costas sem contar a cólica infernal como o doutor Kim havia avisado.

Fiquei imerso na banheira de água quente ouvindo músicas relaxantes até a hora do almoço quando recebi uma ligação de Jimin e Hobi que estavam preocupados e depois de me trocar e comer alguma coisa fui tirar um cochilo.

Acordei por volta das quatro e comi mais uma vez, ultimamente eu andava um saco sem fundo e não conseguia me segurar como antes. Comi salgadinho e um pacote de bolachas enquanto preparava o jantar. Assim que estava pronto senti bem o cheiro do kimchi e tive que correr pro banheiro. Merda de enjoo.

Preferi não jantar e prendendo a respiração coloquei a parte de Jungkook no microondas. Voltei pro quarto e deitei na cama em seguida. Acho que nunca tive um dia tão parado assim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...