História The Begin - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Ação, Amizade, Aventura, Família, Romance, Suspense
Visualizações 31
Palavras 3.797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁAAAAAAAAA
Depois de quase um mês a bonita volta de cara lavada né? SKSKSKKSKSKS
Leiam, depois vocês me xingam!!! Conversamos nas notas finais!


BOA LEITURA <3

Capítulo 35 - Jungkook, pense bem...


- Bom dia! – Fui acordada com beijos no rosto e tampei o mesmo com o cobertor. A noite tinha sido incrível e inesquecível pra mim.

- Jeon?

- Precisei te acordar. – Ele riu baixinho e eu sorri internamente. – Os meninos estão loucos querendo saber onde eu estou. E eles querem me matar por não ter ido ontem resolver as coisas.

- Ai meu deus. – Espreguicei e a coberta me descobriu. – Estou morta.

- Imagino. – Ele me deu um selinho e eu fiz careta.

- Eu nem escovei os dentes, Jungkook. – Passei a mão no rosto de novo e ele riu de novo. Ele parecia feliz, então eu estava satisfeita.

- Precisamos ir. – Ele estava apenas de cueca e fiquei o observando. – Que foi?

- Nada. – Sorri e ele se sentou me abraçando. Levantou em seguida colocando uma calça e pegou uma blusa no armário dele. Eu estava com a blusa dele, como de costume, então eu ficaria com ela mesmo.

- Vamos comer, depois nós vamos. – Ele me puxou pela mão e quase tropecei tentando colocar meus chinelos a tempo. Ele estava afobado demais pro meu gosto.

- Hey, calma. – Descemos as escadas e ele tampou meus olhos com os dedos. – O que está fazendo?

- Surpresa. – Segurei sua mão pra tentar me guiar. Ele me sentou em uma cadeira e assim que tirou suas mãos do meu rosto, fiquei impressionada.

- Gostou?

- Você fez tudo isso?

- Comprei algumas coisas. – Ele riu e eu sorri. Tinha uma mesa de café linda, e panquecas com morangos formando um coração. Tinha de tudo ali e ver que ele tinha preparado tudo aquilo pra mim me deixou ainda mais feliz. O dia não podia estar melhor e mal tínhamos começado ele.

- Amei. – Me levantei da cadeira e abracei ele. Depois de quebrar o abraço, observei ele pegar algo do bolso e quando tirou era uma caixinha. Fiquei o observando sem entender.

- Eu nunca consigo fazer surpresas incríveis e muito menos um pedido de namoro maravilhoso, mas eu me esforcei pra te deixar feliz pelo menos de manhã.

- Não fala besteira ok? Você é sempre incrível em tudo. - Falei mas lembrei de suas palavras. – Calma... Pedido de namoro?

- Sim...

- O que? – Me espantei. Não estava esperando por isso.

- Estamos namorando a muito tempo, Sky. Só não oficializamos por besteira nossa. Eu amo você e sabe disso. Quero passar o máximo de tempo que eu conseguir com você. Quer namorar comigo, ou não?

- Claro que eu quero, JK. – Ele colocou a aliança prata com alguns brilhinhos no meu dedo e eu fiz o mesmo com ele. Abracei beijando todo seu rosto. – Eu amo você.

- Eu também. – Ele sorriu e me guiou pra cadeira de novo.

- Vamos comer depressa, se não é capaz dos meninos arrancarem o seu pescoço.

- Eu não duvido. – Ele deu uma risada de leve e começamos a comer.

 

[...]

 

POV Jeon Jungkook

 

Eu já tinha perdido a conta de quantas chamadas eu perdi dos meninos. Mandei mensagem pro Yoongi assim que acordei e as chamadas pararam. Eles estavam preocupados provavelmente, porque combinamos de continuar ontem as investigações, mas eu sumi.

Eu queria um tempo só meu e de Sky. Ela merecia o mundo, mas eu só consegui pedir ela em namoro na cozinha da minha casa mesmo... Era o que tínhamos. Ela parecia feliz, então fiquei satisfeito.

Deixei-a em seu condomínio e depois vim pra casa. Eu já estava rezando pros moleques não estarem me esperando com uma faca na mão.

- Eu juro que eu te mato. – Ouvi Hoseok dizer meio brincando sentado no sofá. Quando entrei em casa, a primeira pessoa que vi foi ele.

- Bom dia, Hyung. – Falei irônico e ele me olhou estranho.

- Tá tudo bem? Com febre? Gripe? – Ele se levantou debochando e passando a mão na minha testa e eu tirei a mão dele rindo.

- Tá tudo bem.

- Só vamos te perdoar porque você estava com Sky, ok? – Ouvi Taehyung falando da cozinha e eu ri.

- Com Sky? Agora entendi o porque da calmaria. – Hoseok gargalhou e eu ameacei dar um soco nele, rindo também.

- MEU DEUS! – Ouvi Jin e ele estava olhando pra minha mão. – Você vai se casar, já tem três filhos e mora no México né? De onde é essa aliança, Jeon? – Revirei os olhos. Eles adoravam tirar uma com minha cara.

- Jeon Jungkook está finalmente encoleirado. – Jimin estava na mesa e comia com Yoongi e Namjoon.

- Vocês são muito chatos, puta que pariu. – Resmunguei e eles riram e vieram fazer bagunça pro meu lado, me abraçando e tirando sarro.

- Então agora é oficial?

- Sim. Satisfeitos? – Dei uma risada de leve e os meninos comemoraram.

- Mas fala sério Jeon, vocês já estavam namorando. Viviam igual um casal. Só faltou a aliança no dedo mesmo. – Yoongi disse e parecia que tinha lido meus pensamentos.

- Verdade... – Namjoon riu e eu bufei.

- Eu preciso de um banho. Já desço pra continuarmos nossos assuntos.

- A noite deve ter sido muito boa... – Hoseok disse tirando mais sarro e pulei nele, que estava no sofá e dei socos de mentirinha. Ele gritou um pouco por ajuda, mas ninguém o ajudou, claro. Me levantei de cima dele e ele riu. – Brincadeirinha.

Subi pro meu quarto e tomei um banho. Coloquei uma bermuda e uma blusa mesmo, eu ficaria em casa por enquanto, então não precisava de tanto. Coloquei meus chinelos e saí do quarto com os cabelos úmidos.

Desci as escadas e os meninos não estavam na sala, então decidi procura-los no escritório.

Bingo! Estavam lá.

- Bom, o que podíamos fazer e cerca-los e pegar os dois de uma vez. Se eles vão estar se reunindo pra fazer mais merda, pegamos os dois juntos. – Hoseok estava sério dessa vez e tinha um tablet nas mãos.

- Eu acho uma boa ideia. E pode ser a última vez que veremos Ronald, então temos que agir. – Jimin disse. Ele estava com os braços cruzados e encostado na parede.

Por um momento eu tinha esquecido completamente o que fazíamos e como vivíamos. Por um momento deixei de lado todos os meus problemas e passei uma noite tranquila. Mas eu tinha que voltar pra realidade. Logo logo tudo isso estaria acabando, então não podíamos bobear.

- Vocês comandam. Como pretendem fazer isso? – Falei assim que eles me viram chegar no escritório. Eu estava com as mãos no bolso.

- Ainda não sabemos ao certo, mas terá uma festa reunindo alguns governantes e pessoas influentes. Convidados externos também serão permitidos.

- Festa? – Perguntei não entendendo.

- Eles devem fazer isso pra atrair a atenção pra lá. Devem fazer o desvio de mercadorias em outro lugar.

- O mais estranho é eles quererem fazer isso por conta própria. Eles tem capangas rpa tudo que é lado, porque não mandam alguém fazer o trabalho sujo? Se arriscarem e serem vistos? Isso é estranho. – Jimin disse e eu concordei.

- Eu também não entendi. Mas já temos provas contra eles, então isso não interessa muito. - Jin deu de ombros e eu assenti.

- E tem como entrar nessa festa?

- Já estamos lá dentro. O nome dos sete já estão na lista. – Hoseok disse se gabando e eu assenti rindo.

- Como faremos isso?

- Bom, vai ser difícil. Sete garotos desconhecido e sem acompanhantes? Podem desconfiar.

- Não precisamos ir os sete. – Falei e eles me olharam. – Só precisamos de três pra observar o andamento da festa. Os outros quatro devem estar a postos caso os três consigam informações.

- Ótima ideia! – Jin disse.

- Temos um pequeno problema. – Hoseok disse olhando pro tablet e me olhou em seguida. – A festa exige acompanhantes. Eu não sei o porque disso, mas provavelmente deve ser algum protocolo deles, ou mais uma distração.

- Onde vamos arranjar três acompanhantes confiáveis que não vão dar com a língua nos dentes? – Me perguntei alto e todos se entreolharam, antes de me olhar. O que? Eles estavam loucos? – Nem pensem nisso.

- Jungkook, nós já temos as acompanhantes.

- Vocês estão loucos? Ela acabou de ser resgatada de um sequestro! A Sky está fora de cogitação.

- Jungkook, pense bem... – Jimin disse.

- Não tem o que pensar, Hyung!

- Nada de mais vai acontecer com ela. VOCÊ vai estar lá. – Hoseok garantiu.

- Não sei se Suzy concorda, mas se Sky for ela deve ir também. – Namjoon disse.

- Não tem nada de perigoso lá. É apenas uma festa. O problema é fora dela e nós daremos conta, JK. – Taehyung disse e eu o olhei. – Precisamos ir. Eles são os suspeitos que mais estamos tendo dificuldade de entregar. São espertos. Não podemos perder a oportunidade. – Ele continuou e o pior de tudo: ele tinha razão.

- Vocês estão passando dos limites. – Neguei bufando.

- Calma. Temos ainda uma semana pra prepara-las pra isso e precisamos achar apenas mais uma pra ir também. – Jin disse.

- Posso pedir Luna... – Hoseok disse baixinho.

- Ótimo. Conversamos com as três e...

- Calma, calma. Eu ainda não tô gostando nem um pouco dessa história.

- Jungkook, pense bem. Sky vai estar com você. Nada vai acontecer. E não vamos obrigar ninguém a ir. É uma coisa que ela tem que decidir também, assim como Suzy e Luna.

- Tudo bem. – Bufei cruzando os braços. – Mas ainda acho uma péssima ideia.

 

[...]

 

- Então não precisamos fazer nada? Só acompanhar vocês? – Sky perguntou enquanto comia uma uva. Tínhamos chamado as três lá pra casa e estávamos reunidos na sala conversando sobre a festa. Eu estava com o braço cruzado apoiado na parede e queria deixar claro que eu não estava gostando nada daquilo, então fiquei bem emburrado. Aquilo era loucura e colocar três pessoas que não então acostumadas com o que fazemos é arriscado e perigoso.

- Basicamente sim. – Taehyung assentiu. – Tudo bem por vocês? – Ele olhou pra Luna que deu de ombros e Suzy que parecia em dúvida. Luna era a mais 'foda-se' dali. Ela já tinha participado de algumas coisas com a gente e treinava de vez em quando com Hoseok, mas nada muito sério.

- Eu não sei se posso fazer isso. Eu nunca fiz algo do tipo. – Suzy parecia apreensiva.

- Amiga, ficaremos juntas. – Sky pegou sua mão e a apertou. Namjoon estava calado e parecia preocupado. O chamei com a cabeça e fomos pra cozinha.

- Tá tudo bem?

- Não gosto da ideia de colocar Suzy nisso. Ela já se machucou uma vez, se lembra?

- Eu sei... Também estou preocupado.

- Se ela quer ir, não posso impedi-la. Mas temos que fazer de tudo pra nada acontecer com elas. – Nam disse e eu assenti. Fizemos nosso toque e eu o abracei forte. Ele estava mais preocupado do que de costume. Ele era bem cabeça aberta, mas tinha seus dias de não concordar com tudo. 

- Vai dar tudo certo.

- Assim espero...

 

[...]

 

- O que você tem? – Sky entrou no quarto. Tínhamos terminado de resolver as coisas e mais de noite começaríamos os treinos de Suzy e Luna principalmente

- Nada.

- Pode me contar. – Ela se sentou na beirada da cama e passou a mão no meu rosto.

- Estou preocupado.

- Com o que? – Perguntou e eu a olhei. – Ah...

- Não gosto da ideia de você se meter nisso. Suzy também já se machucou.

- Olha, eu sei que é difícil pra você aceitar certas coisas... Mas eu estive treinando com Dylan e Jimmy por muito tempo. Eu sei me cuidar.

- Sabe sim... Foi até sequestrada. – Falei olhando pro lado e vi ela fechar a cara.

- Você sabe que nessa ocasião era impossível de eu fazer alguma coisa. Eu estava desarmada e bati meu carro.

- Eu sei ok? Eu sei que você é capaz e que sabe o que está fazendo. Mas ainda sim... – O olhei e ela sorriu de lado.

- Obrigada pela preocupação. Mas faremos isso juntos. – Ela entrelaçou nossos dedos e me deu um beijo de leve. Puxei-a pela nuca passando minha língua em sua boca e ela colocou a mão no meu peito. Quebrou o beijo e se deitou do meu lado, me abraçando. Beijei seu pescoço e ela deu uma risadinha de leve.

- Vamos treinar muito, ok? Temos uma semana e precisamos estar prontos pra qualquer coisa. – Falei e ela assentiu respirando fundo.

 

[...]

 

POV Sky Anderson

 

- Vamos fazer o seguinte. – Jungkook começou. Estávamos todos na sala de treinamento que ficava na casa dele. – Começamos no básico com as meninas, o resto de nós treina normalmente. Ao longo da semana vamos intensificando as coisas. Não queremos ensinar tudo a elas ainda. Queremos que elas saibam o mínimo, pelo menos.

- Tudo bem. – Namjoon puxou Suzy pra um canto e Luna Seguiu Hoseok. Jungkook me olhou e veio até mim.

- Quer treinar comigo?

- Você aguenta? Acho que te derrubo fácil. – Provoquei ele que riu e beijou meu rosto.

Ouvimos alguém descer as escadas e pensei ser Yoongi que tinha subido por alguns minutos, mas tinha outra pessoa. Jimmy apareceu com sua roupa de treinamento de sempre e olhou pra todos.

- O que está fazendo aqui? – Jungkook travou o maxilar e eu respirei fundo. Jimmy veio na minha direção e me cumprimentou.

- Onde esteve? - Perguntei e os dois me olharam.

- Precisei resolver algumas coisas com Dylan. Está tudo bem? – Ele me abraçou e eu assenti. Jungkook continuou o encarando e senti o clima tenso.

- Jimmy veio treinar com a gente. Chamei ele, por ele entender muito do assunto. Quanto mais ajuda, melhor.

- Fala sério, Hyung. – Jungkook disse e Jimmy o olhou.

- Você tem algum problema com isso?

- Tenho vários. – Eles se encararam e fui pro meio deles, segurando um com cada mão.

- Não comecem!

- Não começar? Ele começou quando deixou você fugir!!! – Jungkook explodiu e tentou ir pra cima dele mas eu o segurei.

- Jeon, para! – O olhei e ele bufou. Jimmy estava na defensiva mas parecia irritado.

- Seria mais fácil se você não tivesse que ficar inventando mentiras pra Sky e depois voltar pra ela como se nada tivesse acontecido.

- Como é que é? – Jungkook se desviou em mim e lançou um chute em Jimmy que caiu de bunda no chão. O mesmo se levantou e riu de lado lançando um soco no rosto de Jeon, machucando seu lábio. QUAL O PROBLEMA DESSES DOIS?

- Dá pra parar, pelo amor de Deus?

- CHEGA! – Jin chegou e segurou Jeon. Yoongi e Jimin seguraram Jimmy. Fui até Jeon e olhei em seus olhos. Ele também estava irritado. Neguei levemente e sai dali depois de tirar minhas luvas de treino e jogar no chão.

- Sky... – Ouvi Jimmy me chamar baixinho, mas não olhei. Subi as escadas e sai dali. Jungkook e Jimmy estavam agindo igual duas crianças.

Subi até o quarto em que eu normalmente ficava e me sentei na cama, me deitando em seguida. Jungkook tinha que parar de ser chato e ficar brigando por qualquer coisa. Eles sempre se deram bem, porque isso agora?

Depois de alguns minutos, ouvi algumas batidas na porta e falei um ‘’entra’’ antes de ver ele abrindo a porta devagar. Ele fechou a porta atrás de si e ficou me encarando.

- Desculpe. – Ele disse, mas continuei ali na cama. Ele chegou mais perto dando a volta e se sentando do meu lado. – Sky...

- Qual o problema de vocês?

- Eu só não confio mais nesse cara, ok?

- Você tem que parar de ser assim. Isso é ciúmes?

- É não confiar nele, Sky.

- Todos erramos Jungkook. Ele devia ter me impedido. Mas já passou, ok? EU confio nele, será que você pode confiar em mim? – Ele torceu os lábios e fez careta.

- Tá. – Se rendeu. Me aproximei dele.

- Se controlar é essencial. Podemos conversar em vez de você querer brigar e discutir.

- Tudo bem, você tem razão. – Ele passou a mão no cabelo e ficamos nos encarando. Apertou minha bochecha de leve e não consegui segurar o sorriso. Ele chegou mais perto e esticou seus braços, e eu o abracei. Ele beijou o topo da minha cabeça e respiramos fundo.

 

[...]

 

- Bom, pelo menos você sabem o básico agora. – Falei com Suzy. Estávamos no meu quarto e comíamos pipoca, enquanto tentávamos ver um filme. Nós nunca conseguíamos, sempre ficávamos batendo papo.

- Mas me conta, quase não tivemos tempo pra falar do seu namoro.

- Ah, nem me fale!!! – Falei animada e ela riu.

- Como foi?

- Maravilhoso, sério. Eu não esperava que fosse acontecer daquela forma, mas ultimamente estávamos com essa tensão, sabe? Aí rolou. Não foi algo planejado.

- E ele é bom de cama? – Ela gargalhou e eu a empurrei quase fazendo-a cair da cama. – Hey.

- Você é muito indiscreta, Susan. – Falei e ela comeu pipoca dando de ombros. – Mas sim. – Gargalhei e foi a vez dela me empurrar.

- Se você está feliz, eu também estou.

- Foi muito fofo. Ele fez uma mesa de café da manhã e me pediu em namoro.

- Acho que ele queria ver se você era boa na foda, por isso te pediu em namoro depois. – Ela zombou e eu mostrei dedo.

- Cale a boca, ok?

- É brincadeira amiga. – Ela jogou pipoca na minha cara e a empurrei jogando ela da cama. – Você realmente não sabe brincar. – Ela riu e pegou a pipoca do chão.

- Bom, já faz uma semana né... – Falei e olhei meu celular. – Namjoon escreve textos lindos pra você, amiga. Acho que ele realmente tá afim de casar, ter dois filhos e um cachorro.

- Ai amiga, seria meu sonho. – Ela respirou fundo e eu a olhei com os olhos arregalados.

- Você quer ter filhos?

- Acho que sim...

- Você sempre disse que nunca teria. Eu estou impressionada, Kim Namjoon te fez evoluir mesmo.

- Eu evoluí por mim mesma ok? Nem toda mulher quer ter filhos, mas é que ultimamente venho conversando com ele sobre isso.

- Tudo no seu tempo, relaxa. – Ela assentiu. – Te contei que Jungkook combinou de passarmos o fim de semana em um resort né? Preciso arrumar minhas coisas.

- Eu te ajudo, vamos. – Ela se levantou rapidamente e entrou no closet.

- Eu separei algumas roupas, mas são só três dias.

- Amiga, você pode fazer tanta coisa em três dias que você precisa de roupa pra tudo.

- Eu não vou levar muito amiga.

- Pois deveria. – Ela jogou algumas roupas em mim e eu ri. – MEU DEUS! Sky Anderson comprou lingerie! Estou chocada. – Ela levantou umas das lingeries que eu tinha comprado e eu peguei rapidamente colocando na mala.

- Não enche Susan! – Revirei os olhos e peguei mais algumas coisas. Ela gargalhou se rendendo e eu respirei fundo.

- Ai amiga, aproveite muito! Queria ter uns momentos assim.

- Você fala como se Namjoon não saísse com você.

- Ele sai. Mas ultimamente ele só pensa em me treinar e me ensinar a como segurar uma pistola. No caso, a pistola que eu queria mesmo ele não me ensina. – Ela disse e eu ri, negando.

- Calma amiga. Ele só tá preocupado.

- Ele poderia se preocupar com outras coisas.

- Você fala como se estivesse um ano sem sexo. Está com abstinência, é?

- Quase duas semanas sem transar é muito pra mim, ok? Me deixa reclamar da minha vida.

- Tudo bem. – Foi a minha vez de me render.

 

[...]

 

POV Jeon Jungkook

 

O final de semana foi sensacional. Passei todo o tempo que eu tinha com Sky sem problemas. Eu tinha certeza que ela era a mulher da minha vida pelo simples fato de me apaixonar a cada dia e me sentir feliz sempre que estava perto dela.

Precisei me recompor e tentar me concentrar, porque hoje seria o dia que iríamos aquela festa e tentaríamos descobrir algo. Eu já estava pronto e Sky chegaria aqui em casa com Susan pra pegarem seus dispositivos.

- Bom, esses aqui são os das garotas. Temos uma pistola e o coldre pra elas. Preto pra Luna, Vinho pra Sky e Azul marinho pra Susan. – Jimmy separou na mesa. Ele estava lá em casa desde tarde e nos entendemos da nossa maneira. Ele nos ajudaria.

- Isso é um coldre? – Estranhei. Estavam mais afeminados.

- Sky disse que Neena costurava, então pedi que ela customizasse para as meninas. Poderia ser facilmente enganado por uma liga de coxa que mulheres normalmente usam.

- Entendi. Boa ideia. – Ele assentiu e eu ouvi o portão abrindo.

- Acho que Luna chegou. – Ouvi Hoseok olhar para o celular e saiu do escritório. Ficamos apenas eu e Jimmy.

- Tá tudo certo, né? – Ele perguntou e eu o olhei.

- Sobre o que?

- Sei lá. É chato ficar brigando quando somos adultos. Temos nossas diferenças, mas não precisa disso.

- Sim, tá tudo certo. – Engatilhei umas das armas e coloquei na mesa. – Bom, eu vou pegar o da Sky, você ensina Luna como colocar?

- Ensino, claro.

- Tudo bem. – Sai do escritório e dei de cara com Yoongi.

- Uau! – Falei rindo. Ele estava com uma roupa formal e tinha os primeiros botões de sua camisa social abertos, assim como a minha. – Hyung, você quer conquistar alguém hoje?

- Não fala merda, Jungkook. – Ele riu sem graça e eu ri também. – Sky chegou, tá lá embaixo.

- Valeu! – Desci as escadas rapidamente e encontrei com ela.

Estava maravilhosa como sempre. Usava com um vestido longo, tinha um corte até o joelho mais ou menos por não poder mostrar a coxa já que ela usaria o coldre. Seu cabelo estava solto, mas em cima prendeu um pouco pra trás. Sua maquiagem estava impecável, ela estava incrível.

- Você está linda! – Sorri e ela sorriu tímida. A abracei pela cintura e beijei seus lábios devagar, por conta do batom.

- Você também. – Falou depois de quebrar o abraço.

- Bom... Você vai precisar usar isso. – Levantei o coldre e ela assentiu. – Vou no meu quarto pegar meu relógio e passar um perfume. Pode colocar lá.

- Tudo bem. – Peguei em sua mão e subimos as escadas, entrando no quarto.

Ela levantou o vestido e eu a olhei.

- Quer ajuda?

- Por favor.

- Você tem que apertar de acordo com sua cintura, pra ficar bem firme. Ela passa pela coxa e você põe a pistola aqui. – Mostrei como regulava e ela assentiu.

- Obrigada! – Selou nossos lábios e fui até meu banheiro pegar um de meus perfumes.

- Pronta? – Perguntei e ela assentiu respirando fundo e um pouco nervosa..

- Pronta.


Notas Finais


Antes de mais nada, me perdoem! Eu estive na casa do meu pai nas férias e estava trabalhando com fotografia também então estava uma loucura. Comecei a trabalhar também como babá (SIM, FAÇO DE TUDOKAKAKAKA) então tem tomado muito do meu tempo.
Sinto que tô usando toda criatividade que eu tenho no trabalho e penso até em tomar um rumo diferente pra fanfic, que no caso seria o fim. NADA CERTO AINDA, mas não quero entregar algo meia boca. Então estou tentando resolver meus pensamentos e entender se essa falta de criatividade e inspiração é passageira ou não. Tentarei ser mais presente aqui, e caso queiram conversar comigo só me chamar no twitter.
NO MAIS, é isso.
Obrigada a quem tem paciência e entende minha situação. Espero que tenham gostado, até o próximo capítulo.


https://twitter.com/JEONSCREAM
https://curiouscat.me/JEONSCREAM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...