1. Spirit Fanfics >
  2. The beginning of a new life >
  3. O The Rainbow não é o mesmo sem a sua cor

História The beginning of a new life - Capítulo 32


Escrita por: e KangHaran_


Notas do Autor


Obrigada por estar acompanhando 💖

Capítulo 32 - O The Rainbow não é o mesmo sem a sua cor


Sun pov’s 


-Não. -solto uma risada. -Claro que não. 


É claro que eu me importo. -digo para mim mesma encarando o chão enquanto caminhávamos até o carro. 


Ele abriu o porta-malas, pegou minha mala e a colocou lá dentro. Fiquei o observando enquanto ele ajeitava ela lá dentro e fechava a porta. Depois veio até mim, abriu a porta e deu espaço para eu entrar. 


-Não precisa fazer isso. -dou um sorriso meio sem graça e entro no carro. 


Ele fecha a porta e vai para o banco do motorista. Liga o carro e da a partida. 


Enquanto ele dirige, eu olho pela janela encantada com a beleza. É tudo tão lindo! 


-Andei pesquisando sobre você, já que precisamos ser próximos. -ele diz e faz uma pausa. 


Percebo que está falando comigo, olho para ele e depois volto a olhar pela janela, esperando ele terminar a frase. 


-Você deixou o seu grupo? -ele pergunta. 


-Mais ou menos... eu dei uma pausa nele por um tempinho, até terminar o trabalho aqui. Depois vou retornar. -digo, olhando pela janela. 


-Mas os trabalhos do grupo vão continuar? 


-Sim, mas sem mim. 


Ele fica um tempo calado. 


-Já conhece a cidade? -ele pergunta. 


-Sim... já estive aqui antes. -digo fazendo que sim com a cabeça. 


-Gosta daqui? 


-Bastante. -sorrio, olhando a vista. 


Ele sorriu, em seguida ligou o rádio e uma música começou a tocar. 


Estava tocando No Vacancy-OneRepublic e eu particularmente amo esta música de paixão. 


Olhei para ele surpresa ao perceber que ele aumentou o som. 


Sorrindo, feliz por tudo aquilo estar acontecendo, voltei a olhar para a vista. 


Alguns minutos depois, finalmente paramos em frente à um hotel.


Era um prédio enorme, todo espelhado e parecia ser bem luxuoso. 


-Vamos realmente ficar aqui? -pergunto, colocando os pés para fora do caro e saltando, enquanto encarava o prédio. 


-Sim. Não gostou? -ele se aproxima de mim com minha mala em sua mão. 


-Não é isso. É que... -fecho a porta atrás de mim. -Não é caro demais? -sussurro para ele. 


-Que isso! -ele sorri. -Você agora é uma estrela de Hollywood, precisa ficar nos melhores hotéis.


Ele começa a andar em minha frente.


-E-eu não me importo com essas coisas. -digo, andando um pouco rápido para acompanhá-lo. 


Entramos no elevador e subimos para o décimo terceiro andar. Caminhamos pelo correr até chegarmos em frente à uma porta branca.


O Brian colocou um cartão sobre a maçaneta da porta e ela se destrancou. 


-Toma. -este é seu. -ele retirou um cartão do bolso e me entregou. Em seguida guardou o outro é empurrou a porta. 


Quando a porta se abriu, eu fiquei chocada. O quarto era puro luxo, aquilo definitivamente deve custar uma fortuna. E eu não faço a mínima ideia de como irei pagar. Entrei lentamente e fiquei parada olhando ao redor. 


-Espero que tenha gostado. -Brian se aproxima e coloca a mala perto de mim.


-Gostei sim. -sorrio. 


-Bom, aquela porta ali é o seu quarto. -ele aponta para uma porta no início do corredor. -E aquela do lado é o meu quarto. Sempre que precisar de mim pode ir lá. 


Agradeci à ele e caminhei até o meu quarto, puxando a mala comigo. Brian me acompanhou para se certificar de que tudo estava bem. 


-Uau! -me sento na cama. -Isso é fantástico. 


-Isso é só o começo. -ele sorri. 


Ouço meu celular tocando, pego ele no bolso de trás da minha calça jeans e sorrio ao ver quem é. 


-Oi! -me levanto da cama animada e vou até a janela olhar a vista enquanto falo com o Jimin. 


Depois de alguns minutos, desligo o telefone, olho para trás e vejo que Brian não está mais ali. Coloco o telefone o bolso novamente e saio do quarto procurando por ele. 


-Aí está você. -ele diz ao me ver entrando na cozinha. -Estou preparando o jantar. 


Me aproximo para ver o que tinha dentro da panela.


-Macarrão com bacon?! -digo surpresa. -É meu favorito. 


-Te falei que andei pesquisando sobre você. -ele sorri. 


Eu sorrio e continuo olhando para o macarrão. 


-Era o seu namorado no telefone? -ele olha pra mim. 


Olho pra ele, não esperava essa pergunta. 


-Sim. -me afasto dele e me sinto na mesa. 


-Vocês estão juntos há quanto tempo? -ele continua.


-Tem um bom tempo. -pego o celular.


-Isso parece ótimo. -ele fala, mexendo o macarrão na panela.


-E você? Namora? -pergunto.


-Não. -ele fala meio seco, e eu percebo algo estranho. 


-Entendi. -digo para encerrar o assunto.


-Acho que... -ele começa e eu olho para ele. -Acho que peguei um certo trauma. 


Me sento ereta, curiosa.


-Por que? Se não quiser falar, não precisa.


-Tudo bem. -ele diz, sem olhar para trás em nenhum momento. -Minha última namorada me fez juras de amor e depois foi embora com outro cara. Então... meio que não sei se acredito mais no amor. 


Não digo nada, surpresa e sem saber o que falar.


-Ela demonstrava tanto que me amava, parecia tão sincera... -ele para de mexer na panela e a encara, como se estivesse lembrando da cena. 


Eu o encaro, sentindo pena.


Então percebo um barulho e um cheiro de queimado. 


-O macarrão! -me levanto e vou até a panela.


Ele se assusta e volta a mexer o macarrão.


-Não chegou a queimar. -ele diz.


Eu começo a rir.


-O que foi? -ele pergunta, sendo contagiado pelo meu sorriso. 


-Não sei. -falo rindo. -Só me deu uma vontade de rir.


Ele começa a rir também. 


-Tem alguma bebida aqui? -pergunto.


-Tem suco na geladeira. -ele diz, ainda sorrindo.


Vou até a geladeira e pego o suco. Coloco a jarra sobre a mesa e procuro dois copos.


-Ali. -ele aponta com a cabeça para o armário. 


Eu vou até lá, pego dois copos e coloco sobre a mesa. 


Q. D. T.


Depois de comermos, lavamos as vasilhas e fomos nos deitar. 


Brian era um cara super legal e ainda por cima sabia cozinhar meu prato favorito. 


Ouço batidas na porta.


-Pode entrar! -grito, deitada na cama.


-Eu só queria avisar que amanhã vamos sair bem cedo, ok? -ele diz se esgueirando pela greta da porta. -Vamos assinar seu contrato e começar com os trabalhos.


Assinto sorrindo, em seguida ele me deseja boa noite e vai para seu quarto.


Jimin e eu combinamos de ligar um para o outro pelo menos 2 vezes na semana para as coisas não ficarem tão distantes ou frias. Como hoje já telefonei para ele, daqui uns 3 dias eu ligo novamente. 



1 mês depois...



Agora sou oficialmente uma estrela de Hollywood. Assinei o contrato e logo começamos as gravações. Nem consigo descrever o quão feliz eu estou. 


Já estou ficando conhecida e fazendo amizade com vários famosos. E Brian e eu já estamos super próximos um do outro, só tive ainda mais certeza de que ele é um cara muito legal. 


Já faz duas semanas que eu não converso com a Tip e com o Jimin. Ando muito ocupada e parece que eles também. 


-Eu não to com fome. -resmungo, colocando a mão na frente da boca.


-Você precisa comer, Sun! -Brian insiste, com um sanduíche em minha frente. -Você precisa de energia para as próximas cenas. 


-Mas eu não to afim de comer, vou acabar vomitando se comer forçada. 


A ansiedade estava me corroendo. O Jimin não me ligava e nem a Tip e isso estava me deixando preocupada. Será que se esqueceram de mim? O Jimin não me ama mais? 


Ouço meu celular tocando, corro até minha bolsa e o pego. É apenas um número desconhecido. Solto o na bolsa e me sento na cadeira de novo. 


Brian pega seu celular e começa a mexer nele. Ele inclina o celular e em seguida começa a rir.


-O que foi? -pergunto, sem ânimo.


-Olha só a cara de cú que você está. -ele me mostra a foto, rindo. 


Reviro os olhos.


-Sun, você viu isso? -ele vira o celular pra mim novamente. Desta vez com uma notícia.


-Que?! -pego o celular da mão dele e começo a ler.


''O grupo de K-pop, The Rainbow entrou em hiatus. Durante a entrevista, Tip (a líder) disse que todas entraram em um acordo de pausarem as ações do grupo enquanto Sun-Hee estivesse fora. 'O The Rainbow não é o mesmo sem a cor da Sun, então iremos esperar por ela e apoiá-la. Mas nossa presença na premiação da Billboard ainda está confirmada, pois Sun Hee estará lá’. Concluiu Tip” 


-Não! -falo em voz alta. -Elas precisam continuar! -me levanto da cadeira, disco o número da Tip no celular do Brian e espero ela atender. 


Ligação on


-Alô? -Tip atende ofegante. 


-Que palhaçada é essa, Nicoly? -pergunto irritada.


-Sun! Que saudades! -ela diz feliz.


-Fala logo! -continuo.


-O que aconteceu? -ela pergunta sem entender.


-Vocês estraram em hiatus! Esse não era o combinado, droga! -falo decepcionada.


-Sun, o grupo não é o mesmo sem você... sentimos sua falta e não queremos continuar sem você. Queremos te apoiar.


-Tip... -solto um suspiro. -Não quero que vocês parem a vida de vocês por mim.


-Não paramos. Estamos aqui torcendo por você. -ela diz.


Eu solto um sorriso.


-Estamos todos com saudades. -ela diz.


-Também estou. -faço uma pausa. -Por onde anda o Jimin? Não nos falamos há dias.


-Sun, eu preciso ser sincera. 


Meu coração aperta.


-O Jimin anda meio distante de todos nós. Não sei o que está acontecendo com ele. 



Jimin pov's

Duas semanas atrás...




Fico sem reação ao ver uma foto compartilhada por fãs, da Sun abraçada com um cara chamado Brian. Eles estavam perto demais um do outro e isso me deixou mal.




Era uma sequência de fotos e nessa sequência, o tal Brian a olhava de um jeito diferente. Algo que me incomodou verdadeiramente




Tip pov’s 



-Não chora - Taehyung fala colocando a mão na minha coxa 


-Mas ela já foi pra Hollywood - limpo as minhas lágrimas - a agora vou morar sozinha - coloco a minha mão encima da dele e começo a brincar com os dedos dele 


-Eu sonhei com você hoje - paro de brincar com os dedos dele e o olho - a gente estava em uma praia e a sua família estava de um lado e a minha do outro, e quando eu olhei pra frente você estava vestida de noiva com o braço entrelaçado ao do seu pai - sorri boba olhando pra baixo - depois a gente estava de frente um pro outro e falamos sim - olhei pra ele apaixonada e mexo no cabelo dele - isso vai acontecer um dia sabia futura senhora Kim? - ele me olha depois de estacionar o carro 


-Será? - falei sorrindo e levantando a minha sobrancelha 


-Com certeza - ele coloca uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha - eu te amo muito sabia? - ele coloca a mão entre a minha bochecha e o meu pescoço 


-Eu amo muito mais do que você imagina - tirei o cabelo dele do olho 


-Vem cá - ele me puxa pra um beijo calmo e amoroso 


-Vamos ver a AeCha - falo depois de terminarmos o beijo e saímos do carro 


Taehyung tranca o carro e entrelaçamos as nossas mãos, subíamos algumas escadas e batemos na porta 


-Podem entrar - uma mulher nos da espaço para entrarmos - querem adotar uma criança? 


-Na verdade - começo a falar 


-Tip - AeCha grita enquanto corre até mim e pula no meu colo e eu pego ela 


-Oi meu amor - ela beija a minha bochecha 


-Oi Tae - ela acena pra ele 


-Oi pequena - ele passa a mão no cabelo dela 


-Vocês vieram me adotar? - olho pro Taehyung e depois pra ela 


-Sim - decido adotar ela - viemos te adotar AeCha - ela abre um sorriso enorme e me abraça 


-Vem, vamos conversar na minha sala - a senhora fala 


Coloco AeCha no chão e fico na altura dela 


-Eu já volto - beijo a bochecha dela e olho pro Taehyung que estava extremamente alegre e damos as mãos e fomos até a sala da senhora 


-Vocês acham que dão conta dela? - a senhora nos olha 


-Claro que sim - Taehyung fala sorrindo 


-Vou mandar o aviso para a justiça e entraremos em contato - ela pega uma caneta e uma papel e me entrega - se você puder preencher esses dados - concordo com a cabeça e começo a preencher - obrigada - a senhora sorri 


-Obrigada eu - faço reverência 


-Eu levo vocês até a porta - nos levantamos e fomos até a porta 


-AeCha - Taehyung se agacha na frente dela e eu faço o mesmo - a gente vai 


-Mas a gente volta tá bom? - sorri abraçando ela e ela retribui - se cuida tá bom? 


-Tá bom - ela sorri e abraça o Taehyung - Tchau Tae - ele beija a bochecha dela 


-Tchau pequena - nos levantamos e nos despedimos da senhora e saímos pro estacionamento - eu sou o homem mais feliz do mundo - Taehyung me abraça e me gira no ar me fazendo rir - quando decidiu adotar ela? 


-Quando ela me perguntou - sorri - se outra pessoa a adotasse eu não iria ter certeza que ela ficaria bem - olho nos olhos dele - ficou feliz? 


-Felicidade é pouco pra definir o que eu estou sentindo - ele abraça mais firme a minha cintura sorrindo - eu vou finalmente começar a formar uma família com você - ele sorri e me dá um beijo demorado 


-Você sabe que processo de adoção demora não sabe? - falo entrando no carro 


-Eu posso esperar - colocamos o cinto - tenho que contar pra minha mãe 


-Espera um pouco, tem chances da gente não conseguir a guarda dela - olho pra ele - espera mais um pouco pra contar, vamos fazer uma surpresa para os seus pais e os meus - ele sorri e liga o carro e começa a dirigir pra empresa 


-Tchau mamãe - Taehyung fala depois do beijo 


-Não conta isso pra ninguém - falo baixo - nosso segredo - dou um selinho nele - vai ser uma surpresa pra Deus terra e mundo - ele ri e eu dou outro selinho nele - tchau papai - ele me beija 


-O que vão fazer agora? - Taehyung fala 


-Vamos fazer uma reunião para decidirmos o que vamos fazer nesse ano que a Sun não vai estar com a gente - falo pensativa - se vamos continuar o grupo normalmente, ou entraremos em Hiatus - faço um bico e Taehyung me rouba um selinho 


-O que você acha melhor? - Taehyung faz um carinho na minha cintura 


-Eu acho melhor a gente entrar em Hiatus, porque o The Rainbow não é o The Rainbow sem a cor da Sun - sorri mínimo - enfim, vamos trabalhar - beijei ele - eu te amo muito, não se esqueça - beijo a ponta do nariz dele 


-Não tem como esquecer isso - ele beija a minha testa - eu te amo muito mais - nos beijamos de novo - agora eu vou - ele me dá um selinho e vai pra sala de ensaio dele e eu entro na nossa sala de reunião 


-Bom dia - Maya fala me entregado um capuccino 


-Bom dia meninas - falo sentando na ponta da mesa 


-Bom dia - ela respondem juntas 


-Vamos começar a reunião - sou um gole no meu capuccino - o que vocês acham? Continuar o grupo ou entrar em Hiatus? 


Q. D. T. 


-Então está certo - falo pro Bang - vamos entrar em Hiatus, e vamos sair apenas quando a Sun voltar e na premiação da Billboard aonde a Sun estará com a gente - ele concorda com a cabeça 


-Está bem - ele anota no papel - vamos dar a notícia para mídia 


-Nesse tempo que a Sun vai estar em Hollywood, eu vou preparar a minha mixtape, eu vou fazer alguns mvs - ele concorda com a cabeça - só tenho mais duas musicas pra terminar e assim começamos a gravar 


-Está bem, vamos contratar uma empresa pra gravar e o diretor - olho pra ele 


-Posso ser a diretora? E dirigir? - ele me olha surpreso 


-Claro - ele sorri 


Conversamos mais um pouco e eu voltei pra sala de ensaio 


-Tchau meninas - nos abraçamos e elas foram embora 


Fui pro meu estúdio terminar as musicas. 


Durante a semana...


-Assim que você quer os figurinos dos mvs, certo? - Doyeon me mostra os desenhos 


-Sim, obrigada - sorri - agora vou ser com o Minhyuk os cenários - mandei um beijo pra ela e fui até o Minhyuk dando um gole no energético, não dormi direito esses dias 


Trabalhei o triplo essa semana do que eu trabalho normalmente estava corrido de mais, eu também visitei a AeCha sempre que podia, levei ela pra almoçar comigo essa semana. E agora são quase quatro da manhã e eu estou aqui fazendo a coreografia que vai aparecer em algumas partes de alguns mvs 


-O que ainda está fazendo aqui? - me assusto com a fala dele 


-Que susto Taehyung - falo colocando a mão no peito - o que você está fazendo aqui? 


-Eu fui fazer uma surpresa pra você na sua casa, já que faz tempo que não nos vemos, e você não estava lá, e pensei que você estivesse aqui, e eu estava certo - ele fecha a porta e vem até mim - o que está fazendo? 


-Algumas coreografias que vão aparecer em algumas partes de alguns mvs - ri sozinha - é estranho falar isso em voz alta - ele coloca a mão na minha cintura 


-Vamos pra sua casa - ele beija a minha bochecha e o meu pescoço 


-Eu to suada para - falo rindo e tirando a cabeça dele do meu pescoço 


-Eu não ligo - ele ri e me dá um selinho - vamos pra sua casa? - olho pra ele 


-Deixa eu terminar - insisto - falta só um pouco 


-Dança pra mim então - dei risada tímida - por que a vergonha? Tem vergonha de dançar pra mim? - concordo com a cabeça - mas não tinha vergonha em apresentar o seu solo pra um estádio com mais de 15 mil pessoas - dei risada 


-Me deu vergonha para - falo rindo com a mão no rosto e ele ri também - mas deixa eu terminar 


-Deixo com uma condição - olho pra ele curiosa - Me da um beijo - ele faz bico e sorri e beijei ele 


-O que achou? - falo depois de apresentar todas as coreografias pra ele 


-Está muito bom - ele se levanta e me beija - Você é incrível - ele me dá um selinho demorado - vamos? - concordo com a cabeça e pego as minhas coisas e visto a minha blusa 


Damos as mãos e eu desligo a luz e fomos pro estacionamento 


-Tá ouvindo Tae? - falo depois de escutar um miado 


-Ouvi - começamos a ir em direção do miado e vimos um gatinho com a pata quebrada 


-Vem aqui - vou pra perto dele e ele recua - calma eu não vou te machucar - estendo a minha mão e ele cheira e coloca a cabeça em baixo dela e eu faço um carinho - vem aqui - pego ele no colo - acho que a pata dele está quebrada - vou até o Taehyung - vamos levar ele até um veterinário - pego o meu celular e procuro um veterinário 24 horas - tem um aqui perto - olhei pra ele 


-Vamos, você veio de carro? 


-Não, vim de ônibus hoje - entramos no carro dele 


-E essa é a sua nova casa Guinho - falo abrindo a porta de casa pro gatinho, sim adotei ele - o que são essas malas? - olho pro Taehyung 


-Eu vim morar com você - pulo no colo dele - Gostou? - ele olha nos meus olhos 


-Se eu gostei? Eu amei - beijei ele e desci deixando selinho na boca dele - oi Tannie - falo ao sentir ele pular na minha perna e pego ele no colo - será que ele o Guinho vão se dar bem? - falo entrando em casa e colocando o Tannie no chão 


-Espero que sim - Taehyung fala vendo o Tannie no chão - eu vou arrumar minhas coisas lá no sei closet - concordo com a cabeça vendo ele pegar a mala e ir pro meu quarto 


Arrumo as coisas do Guinho e do Tannie e fui tomar banho. 


-Sabia que sinto a sua falta? - Taehyung fala me vendo sair do banheiro de toalha 


-Eu estou aqui, não precisa sentir saudades - falo pegando o meu creme pra passar no corpo e ficando na frente dele 


-Não é esse tipo de saudades - ele coloca as mãos na minha cintura 


-Que tipo de saudades é então? - falo indo até o closet 


-Aonde vai babe? - ele fala me vendo ir até o closet e se levanta 


-Colocar uma roupa - olho pra ele 


-Pra que? - olho pra ele sem entender, eu estava muito cansada não estava entendendo nada 


-Pra dormir - falo sem entender 


-Se depender de mim - ele me puxa pela cintura e cola os nossos corpos segurando firme a minha cintura - você só dorme depois que os vizinhos saberem o meu nome - finalmente entendi 


-Taehyung - falo ao sentir ele apertar a minha bunda - eu to muito cansada, não pode ser outro dia? - olho pra ele e me arrepio ao sentir ele apertar o meu quadril - e-eu vou tomar água - falo indo pro closet e colocando uma camisa grande e uma calcinha qualquer e eu vou pra cozinha beber água 


-Você está muito tensa - Taehyung fala fazendo uma massagem no meu ombro 


-To mesmo - falo fechando os meus olhos e tombando a cabeça pro lado 


-Sabe o que te deixaria menos tensa baby? - ele fala no meu ouvindo me fazendo arrepiar 


-Não, o que? - falo entrando no joguinho dele 

 

-Vamos pro quarto e eu te mostro - ele morde a minha orelha depois de falar 


-Mostrar o que? - me viro pra ele e coloco as minhas mãos no peitoral exposto - hm? - murmúrio descendo as minhas mãos ate a barra da calça dele e vejo ele morder o lábio inferior 


-Não faz isso - ele fala 


-Isso o que? - falo passando a mão no membro dele ao sentir ele ereto 


-Você pediu - ele me pega no colo e vai apressado até o nosso quarto e me joga na cama - agora aguenta - ele beija o meu pescoço me fazendo arfar, ele tira a minha camisa - sem sutiã gatinha - ele fala colocando as mãos dele na minha barriga e subindo lentamente as mãos firme me fazendo arrepiar, até chegar nos meus seios e começando a apalpar eles enquanto beija o meu pescoço me fazendo gemer manhosa...






Notas Finais


Obrigada por ler 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...