1. Spirit Fanfics >
  2. The beginning of the end. >
  3. Toda felicidade dura pouco.

História The beginning of the end. - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa a demora para postar gente! Eu sei que tá todo mundo de quarentena e que por isso eu deveria ter tempo de sobre pra escrever, isso é verdade mas, sempre acontece algo no dia de postar que me ferra, me desculpem novamente! Já perdi até a conta de quantas vezes que já pedi desculpas para vcs, kkkk, até parece que sou uma bebê chorona, não é? Eu não sou uma bebê chorona ( T-T), sem mas de longas, fiquem com o capítulo.

Capítulo 9 - Toda felicidade dura pouco.


Embora não tivesse todo o tempo do mundo para ler todos esse livros incríveis que com certeza tem aqui, ainda teria metade desse dia para aproveitar o máximo desses livros, e impressionante o quanto uma rotina diária pode mudar vc, o meu eu antes de treinar com Atena se negaria a entrar nesse lugar de novo, mas agora olha eu aqui querendo ler tanto quanto possível...parece até que sofri lavagem cerebral.

Mas voltando aos livros ainda há tempo para ler, então comecei a procurar o máximo de livros que me parecia interessante, a maioria dos que peguei foi sobre lendas e historias sobre antigas aparições e atos dos Deuses na terra, queria ver se em algum dele poderia haver alguma informação a mais do que Hades nos falou sobre seu artefato.

- esse será de seu agrado, Lady.

Assim que ouvir alguém falar atrás de mim, rapidamente joguei os livros que estavam em minhas mãos no chão e tomei uma posição defensiva, diante dos meus olhos tinha um homem, um homem de tamanho médio, cabelos e olhos escuros, sua face estava travada em uma expressão sem emoção, ele estava vestindo um jaleco aberto com uma camisa branca por baixo e uma calça jeans.

- quem e vc? A quanto tempo está aqui? E o que vc quer?

- Are, Are,Are...pra que tantas perguntas de uma vez, pergunta com calma.

Ele fechou os olhos enquanto falava, seus expressões faciais não mudaram nem por um segundo, ele também esta cheio de aberturas para ataques, eu podia usar essa chance para mata ele, mas queria saber quem ele é, pq está aqui e...como ele chegou atrás de mim tão sorrateiramente sem que o percebesse.

- para sua primeira pergunta, sou um bibliotecário, para sua segunda pergunta, estou aqui antes mesmo de vc chegar, e a última, ajudá-la a achar o que procura.

Ele falou a verdade, seus batimentos cardíacos não mudaram, continuaram seguindo o mesmo ritimo de quando apareceu.

Ele estendeu o livro em sua mão para mim, seu olhar estava focado nos meus olhos, eu relutante peguei o livro, " - o começo da era dos Deuses." Isso estava escrito na capa do livro que ele me deu, assim que ele me entregou ele começou a recolher todo os livros que derrubei quando ele apareceu repentinamente atrás de mim.

- irei colocar os livros na mesa, qualquer coisa e só me chamar que virei.

Com todos os livros empilhados em suas mãos ele começou a caminhar até a mesa no centro da biblioteca, eu não pude deixar de perguntar..

- é qual é o seu nome?

- Eu não tenho um, vc pode me chamar do que quiser.

- então posso te chamar de cheirinho? Pfff..

Eu soltei um risadinha contida com minhas mãos sobre minha boca, eu esperava algum tipo de reação de raiva ou qualquer coisa, mas não foi o que aconteceu.

- estou honrado com meu renomado nome, My lady.

- ei ,ei, era só uma piada, não vou realmente chamar vc assim!

A reação dele foi tão inesperada que quase entrei em choque, ele apenas agradeceu com um sorriso e se curvou em agradecimento, que tipo de pessoa e tão desisteresada e tão insensível assim? Até parece um robô ou morto vivo.

-....Noah

- oi?

-Noah, vc pode me chamar assim...

- certo...

Esse é realmente seu nome ou ele acabou de o inventar? "Noah" nao combina com ele, eu acho.. // ( Noah: Significa “descanso”, “repouso”, “de longa vida”.

Noah é um nome inglês e bíblico, de origem hebraica. Surge na forma de No'ah, que por sua vez teria surgido a partir da palavra noach ("descanso").//

Mas se foi um nome escolhido por ele, então deve está tudo bem chamar ele assim, no fim ele não ficou mas tempo do que isso, ele rapidamente se despediu e foi embora, e eu fiquei sozinha com meus livros escolhidos, todos os livros que peguei foi contando a história dos milagres e aparições dos Deuses, mas o que Noah me entregou foi algo que conta desde o surgimento dos Deuses até quando eles tomaram o poder do mundo.

Eu demorei pra perceber, eu só estava procurando sobre suas aparições e milagres, mas saber realmente desde o começo vai servir muito mas do que só pesquisar pequenas aparições deles e me terra mortal, eu deixei de lado os livros que eu havia pego e comecei a ler o livro que Noah me entregou, e impressionante como ele sabia o que eh realmente estava procurando...Embora não fosse realmente difícil saber, como bibliotecário ele deve saber onde está cada livro daqui, em vendo os tipos que livros que apressadamente estava pegando dava pra se ter uma ideia, estou grata por ele ter me entregue esse livro...

-------- 4 horas depois...-------

Eu finalmente parei de pesquisar e me afundar nos livros quando minha barriga pediu por comida pela 3 vez, dessa vez não pude evitar como as outras 2 vezes, pois dessa vez o aviso veio com uma enorme dor como protesto de meu estômago pra minhas ações infantis.

Mesmo depois de ler tanto, não descobrir muito, na verdade quase nada, tudo que estava escrito que já sabia, poucas coisas pareciam relevantes.

- realmente preciso andar um pouco...

Notei meu pé dormente no momento em que tentei me levantar, até mesmo meu corpo estava rígido, o que mostrava o quanto eu fiquei entretida diante de livros maravilhosos, percebi que se eu ficar demais aqui dentro posso acabar esquecendo do mundo lá fora e virando um ermitão, esse pensamento me fez rir, acabar vivendo toda minha vida aqui não seria ruim enquanto tivesse comida e livros para ler, mas isso e impossível para mim, certamente acabaria ficando louca no final.

Quando sai da sala da biblioteca me deparei novamente com a sala do meu quarto, nossa, ver essa vista depois de raiva horas me fez até sentir nostálgica, o relógio a minha frente mostrava já havia passado o por-do-sol, e que a noite já tinha chegado, então percebi que fiquei mas tempo do que eu havia chutado, passei 6 horas trancafiada dentro de uma biblioteca ...se não fosse meu estômago, o que seria de mim..

Batidas na porta me chamou a atenção me tirando dos pensamentos de confusão e fome, eu pedi para esperar até que a porta trás de mim que leva até a biblioteca tivesse se fechado por completo, não sabia que isso poderia ser de conhecimento público ou provado, e também não sei quem está do outro lado da porta, não se arriscar assim e perigoso, antes de atender a porta peguei uma faca de porte medio e a coloquei presa na minha cintura sendo coberta por minha camisa e calça.

- boa noite...

- boa noite, minha senhora.

Uma mulher , uma mulher de cabelos negros enrolados como pequenas furadeiras, com grandes olhos cor castanhos, sua cor de pele e marrom escuro quase chegando ao tom preto, seu corpo avantajado deixa um charme na sua aparência, infelizmente seu terno azul escuro escondia a maior parte de sua beleza, mas ainda continua linda, ela ficaria mas linda se pudesse usar roupas causais.

- em que posso ajudá-la?

- fui instruída há vim pergunta-lá se estaria de seu agrado comer em seu quarto, ou, comer em nosso restaurante..

Eu não estou com coragem de ir até o restaurante, então e bem conveniente poder comer no meu quarto, so espero que não tenha que pagar gorjeta, afinal nos mandaram para cá sem nenhum dinheiro.

- vou ter que pagar algo a mais para comer no quarto?

- não será necessário, o pacote vip permite ter suas preferências atendidas.

- preferências?

Vip? Somos VIP 's ? Isso é algum tipo de bajulação ou compensação por estamos fazendo esse serviço suicida? Ah! Será que não há como estender um pouco mas o tempo de estadia? Acho que não quero mas sair desse lugar .

- sim, sendo VIP , A senhorita está permitida a receber comida em seu quarto, e ter prioridade em seus pedidos, como atendimento privilegiado, acesso a nossa fonte termal ou a nossa sauna, há muito benefícios que os VIP's ganham além dos que acabei de dizer.

Wow, quantos benefícios, e ainda há mais, eu já estava gostando da ideia de estar aqui, mas logo voltei a realidade quando me lembrar que a partir de amanhã iria trabalhar investigando e que isso iria acabar comigo fisicamente em um nível que nem teria forças pra aproveitar tudo que o Hotel de a me oferecer, isso me decepcionou um pouco.

Acabei decidindo no fim que preferia comer no meu quarto, meu objetivo e comer enquanto leio mas alguns livros, estou posso ir para a fonte termal e logo em seguida para sauna, já tenho tudo mapeado do que fazer, não vou deixar essa oportunidade passar!

A funcionária agradeceu pela preferência e se virou com um sorriso e foi embora, tudo que eu tinha que fazer agora era apenas esperar, o cardápio estava cheio de comidas super luxuosas, coisas que vc só veria em filmes ou em lugares altamente hierarquia, esse lugar não para de me surpreender.

Meu "descanso " foi interrompido por batidas frenéticas na porta, batidas que pareciam querer botar a porta no chão, quem poderia ser? A funcionária? Não ela não seria tão rude a ponto de bate assim na porta...

- quem e ?

Perguntei quanto andava calmamente até a porta, mas logo quando perguntei o sim de batida na porta ficaram mas violentas que o normal.

- o que? ....?!

Quando abrir a porta do quarto, Um ser quase transparente pulou para cima de mim com grande velocidade, não consegui reagir a sua ataque repentino e fui brutalmente jogada no chão, o sujeito segurando uma faca tentou usá-la para acerta minha cabeça, ele parecia querer fazer um trabalho rápido, intuitivamente desviei curvando minha cabeça para o lado, em movimentos rápidos o aproximei para mas perto do meu rosto, ele não teve tempo de reagir antes de eu colocar minha mão em sua cintura e coloquei força o suficiente para fazer minhas pernas passarem por baixo de suas pernas, nesse momento ele tentou recuar para trás mas o puxei novamente pra mim, mas com minha pernas sobre sua cintura ele não conseguiu se estabilizar, ele por puro instinto tentou colocar sua mão para evitar perde total equilíbrio, nisso apenas precisei segurar sua mão e ele caiu ao meu lado de barriga para cima, então subir em cima dele revertendo a antiga situação.

- quem e vc ?

Ele não me respondeu, apenas apertou a faca em sua mão tentou da uma estocada no meu estômago, apenas uma tentativa frustrada sem qualquer planejamento ou técnica, entrelaçando meu braço sobre o dele, coloco minha perna direita apoiada no chão equanto levava minha outra mão até perto do seu pescoço quase que grudada, e então passei minha perna por cima de sua cabeça colocando a maior parte do peso do meu corpo sobre minha mão apoiada no chão, e rapidamente encostando minha costas no chão com a mão do homem suspeito sobre minhas pernas.

- irei perguntar mas uma vez, caso não tenha uma resposta satisfatória...Alguém perderá o braço hj!.

Realmente ser atacada tão repentinamente, e estragar meu dia feliz, realmente acabou com meu humor, esse cara...o que ele quer?! E como ele chegou até aqui? Eu estava irmercas em pensamentos que mal percebi que minha mão estava ficando leve, antes o braço pesado que eu estava segundo agora estava ficando ainda mas transparente antes de seu braço sumir, isso não só aconteceu com seu braço mas também com todo o seu "Corpo", se pode ser chamado assim.

Várias perguntas sem respostas estavam dançando em minha mente, mas e principal, como ele entrou aqui? Esse lugar não é um lugar onde pode simplesmente passar pela porta da frente e pegar o elevador tão facilmente, ou será que eu sou a única que consegue perceber em sua existência e as pessoas normais não?....

Há cara, lá se vai meu dia de descanso....

//Fim do capítulo.//



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...