1. Spirit Fanfics >
  2. The best of all. (VHope - TaeSeok) >
  3. Mission 001 - NCEE.

História The best of all. (VHope - TaeSeok) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


🍓

Capítulo 1 - Mission 001 - NCEE.


Fanfic / Fanfiction The best of all. (VHope - TaeSeok) - Capítulo 1 - Mission 001 - NCEE.

                                             In Seoul 00:41am.



Seokjin e Hoseok estavam voltando para o apartamento de ambos, haviam saído para compras mas acabaram se perdendo no horário. Hoseok estáva elétrico e andava saltitando enquanto Jin só queria sua cama acompanhada de séries e pipoca.


—Hyung! quando iremos na floricultura? -disse parando de saltitar e olhando para o irmão que respirava ofegante.

— Hoseok! ta falando sério??? - o Kim olhou para o ruivinho sem acreditar

— ...tô???

— Hoseok!!!

— o que??!!

— Hobie...meu anjinho - Seokjin respirou fundo tentando não quebrar o irmão na porrada - são quase 01:00 da manhã.

— e...?

—e vOCE AINDA QUER IR NA LOJA DE FLOR??? PORRA, QUER FAZER UMA FLORESTA NA CASA??? - o mais velho gritou no meio da rua escura e vazia fazendo o ruivo se encolher.

—ainda não temos orquídeas...


Hoseok disse com a voz falha e Seokjin respirou fundo tentando afastar sua irritação.


—a gente vai comprar orquídeas, e chega de flores. -disse e suspirou de alívio quando viu os olhinhos do irmão brilhar e um belo sorriso na forma de um coração iluminar aquela rua escura.

—eba! vamos logo as 02:00 a floricultura do centro fecha!


Vendo o irmão se afastar para chegar no ponto de táxi correu atrás do mesmo, por mais que Jin estivesse no limite de seu cansaço faria o possível e o impossível para o sorriso contagiante de seu irmãozinho não morrer.

Em uma esquina próxima ali, Hyunjin deu um sorriso e logo ligou seu relógio inteligente.


—annyeong, Hyuj número 582 falando, descobri aonde vão.


linha ficou em silêncio mas logo uma voz grave surgiu no relógio.


—annyeong, V escutando, fale sobre.

—estão indo a uma floricultura, no centro de Seoul.

—localização?

—parada de táxi 29.

—nomes.

—o ruivinho parece se chamar Hoseok, não consegui o nome do outro.

— Hoseok? - V riu - lindo nome, pena que corre risco.

— estão parados senhor. 

— estou vendo os dois, já está ótimo, retorne para a base, Hyuj.

— certo senhor V, annyeong.

— annyeong.


Hyunjin saiu de onde estava e logo Taehyung se colocou em posição, sabia o momento certo, então apenas olhava os dois num canto escuro.


— Hoseok...eu acho que aqui não é como Gwangju. -riu sem ânimo

— o que??

— os táxis devem parar de madrugada, ou não estamos num bom horário.

— ah Seokjin! -fez um biquinho

— de manhã quando eu for pro trabalho você vai comigo, você vai na floricultura e volta pra lanchonete, ok?

— tá...desculpem orquídeas...

— elas irão te perdoar...está com sono? - o menor negou - quando chegarmos poderemos fazer Chá do seu gosto favorito enquanto conversamos com as outras flores, aposto que elas amaram escutar sobre nosso dia.

— verdade!

— e então?

— vamos pra casa!

— vamos! aguenta andar mais uma horinha?

— claro!

— vem cá. - o ruivo veio até o mesmo e Seokjin o abraçou, logo foi retribuído pelo irmão - eu te amo maninho.

— eu também te amo Seokie! a-ah cuidado!


Seokjin agarrou-se mais ao seu irmão para protege-lo mas logo sentiu uma pancada na cabeça, fazendo o mesmo desmaiar ainda grudado a Hoseok.



                                [...]


— Jinnie! acorda por favor! eu não sei onde eu tô...não me deixa aqui sozinho! -fungou e chacoalhou o irmão- 


Seokjin logo sentiu um leve peso em seu peitoral e abriu os olhos devagar se acostumando com a claridade e logo fez um leve cafuné nos cabelos do irmão que estava com a cabeça apoiada em seu peitoral aparentemente chorando, esse que logo levantou seu rosto suspirando aliviado, suas bochechas estavam coradas e seu cabelo baguncado o que fez Seokjin sorrir.


— eu tô bem, Hoseok-ah...mas, onde estamos?

— eu não sei! -se desesperou- o Hobi não sabe

— ei ei! ta tudo bem! -se sentou e abraçou o irmão-

— o Hobi não conseguiu protejer o Jinnie...Jinnie ta bravo?? -disse com um biquinho nos lábios e olhou para o mais velho-

— não, Jinnie não está bravo com o Hobie. -respondeu em terceira pessoa igualmente ao irmão para conforta-lo -


Logo escutaram a porta atrás dos mesmos se abrirem


— não olha. -seokjin sussurrou pro irmão e o mesmo assentiu ficando mais confortável no abraço-


Escutaram alguns passos mas ninguém havia entrado na sala.


— bom...vejo que acordaram. -sorriu estranho- senhor...

— obrigado Hyuj, pode voltar ao seu companheiro, sua missão foi perfeita.


Os passos afastaram mas logo a porta se bateu, e então Seokjin sentiu uma mão puxando seu ombro fazendo com que ele se agarra-se cada vez mais no irmão.


— Ugh, vocês não se desgrudam?! andem logo, olhem para mim e saiam desse abraço, melosos...


Hoseok suspirou e saiu do abraço, logo se sentando do lado do irmão e olhando o moreno que estava em pé com uma taça de vinho na mão, Seokjin logo fez o mesmo.


— Seokjin e Hoseok, certo? -os dois permaneceram calados- respondam minhas perguntas! -bateu o pé e os dois concordaram- ótimo.

— por que ta fazendo isso?!

— oh, está irritado? -zombou do ruivo-

— deixa o Hobi e o Jin rem embora!

— ta falando em terceira pessoa pra me deixar com peninha?? -V disse tombando a cabeça pro lado sorrindo de lado esperando alguma reação, mas o ruivo continuava o encarando sério e o de cabelos pretos com cabeça baixa- fala sério, eu sequestrei um infantilista???

— o Hobi não é infantilista! 

— Hoseok! o que eu já te disse sobre levantar a voz com os mais velhos?!


Taehyung observou o ruivo suspirar e pedir um “desculpa” num tom quase inaudível. Pegou uma cadeira num canto e se sentou de frente para os dois cruzando as pernas e rodando de leve o vinho na taça.


—sabem por que estão aqui? -ambos recusaram- estão aqui por de agora em diante, irão fazer parte de Kimory. -disse fazendo Seokjin arregalar os olhos- sabe, estou a um tempo sem acompanhante, as vezes é entendiante matar pessoas sozinho. -Hoseok arqueou uma sombrancelha e Taehyung o olhou sorrindo de lado- acho bom saber mexer com armas ruivinho, eu odiaria ter que encher minhas mãos com seu sangue -disse soltando uma risada que assustou os irmãos-

— perdão senhor...mas por que nós?

— o que?

— por que nós...eu e Hoseok não temos rivalidade com ninguém, e só estamos aqui por um tempo.

— é uma pena eu dizer que não me importo se você tem rivalidade com alguém?? pessoas inocentes são as minhas favoritas. -sorriu- e então, irão se esforçar ou irei acabar com vocês agora? -disse pegando uma arma do bolso de sua calça- acreditem se quiserem, essa sala aqui ja teve o sangue de várias pessoas. -apontou a arma na direção do ruivo fazendo Seokjin arregalar os olhos- e então??

— iremos tentar! não encosta nele! -disse se colocando na frente do irmão-

— imaginei que aceitariam. -guardou a arma no bolso e se levantou- me sigam, e não tentem fugir ou fazer qualquer passo errado, se não... -disse colocando a mão na arma novamente-

— ja entendemos senhor malvadão, já podemos ir? essa sala é gelada. -Hoseok disse cansado e Taehyung sorriu pela ousadia do ruivo, ja ganhou alguns pontos com isso.

— é claro. Venham.


O mesmo abriu a porta e logo começou a andar, Hoseok e Seokjin apenas o seguiram, afinal, não tinham outra escolha.

Passaram por algumas salas de tortura e em todas elas Jin cobriu os olhos do irmão, estava se sentindo culpado por estarem naquele lugar, pois deveria ter levado Hoseok para casa o quanto antes e não mima-lo ainda mais.


— como são plena 06:00 da manhã... -V começou- irão apenas se marcarem, mais tarde começaremos os treinamentos. 

— que marcas?

— irão descobrir, ruivinho.


Hoseok fez uma cara irritada e Taehyung sorriu. Logo entraram numa sala com tons em preto e branco, havia um balcão no canto da sala e algumas vitrines com cadeiras dentro.

— Lalisa? -V chamou-

—sim senhor. -a mulher de cabelos pretos acima do ombro com algumas partes platinadas apareceu derrepente atrás do balcão.-

— temos mais dois.

— decidiu adotar criança é Taehyung? -a mulher riu-

— eles são de maior, Lisa. Não enche! e não me chame de Taehyung em horário de trabalho.

— tá bom...Taehyung. -a mulher soltou uma gargalhada fazendo Taehyung se aproximar e puxar a mesma-

— eu poderia te matar sabia?

— não pode, eu sou a única que faz as marcas do seu jeito, não pode me matar Taehyung, eu não tenho medo. -sorriu debochada e Taehyung bufou se afastando.

— cuide deles, e rápido. Voltarei em 1 hora.

— rápido daqui a uma hora? eita rapidez. -começou a rir e Taehyung saiu da sala irritado.- 


Assim que os três escutaram a porta se bater ficaram em um silêncio desconfortável, até que Lalisa saiu de trás do balcão vindo para perto.


— com licença... -Hoseok começou- você ssbe-

— shhh. -Lisa colocou seu polegar nos lábios de Hoseok o fazendo parar de falar- ele ainda está ouvindo -sussurrou.-


Ficaram mas ou menos uns 7 minutos em silêncio e logo Lisa sorriu.


— pronto, então vamos começar do jeito certo, hm? -sorriu.- sou Lalisa Manoban, carregada de fazer as marcas nos servos de V. -tombou sua cabeça pro lado e logo apontou para alguns números em seu pescoço escrito “047” em uma letra bonita e na cor preta.-

— vamos ter que fazer isso? -Seokjin perguntou.-

— sim, depois do treinamento se perceberem todos daqui tem uma marca assim, exceto ele. -disse e logo uma mulher entrou na sala com um cara de altura alta e um cabelo longo loiro- ah Jennie!

— Lisa! hoje é o dia de retocagem de Hyunjin.

— pode esperar ali 582? -apontou para uma cabine e o homem logo se sentou em uma cadeira la dentro - enfim, vocês sabem que números são? - os dois negaram - bom devem ser 997 e 998. - deu de ombros - podem me esperar aqui, e podem confiar em mim - piscou antes de sair em direção a cabine onde o moço estava deixando Seokjin e Hoseok para trás. -


 Os irmãos ficaram esperando Lisa terminar o processo em Hyunjin, enquanto isso ficaram observando cada detalhe da sala, parecia um lugar bem agradável, se não estivessem em Kimory.


— pronto Hyunjin! boa sorte na missão! tchau tchau. - Lisa se despediu do loiro e logo correu até os dois - bommm, ansiosos para suas marcas?? - ficaram em silêncio fazendo Lisa rir - todos nunca respondem, incrível. Mas, vamos logo!

— Lisa...isso vai doer muito??

— Não! só vai incomodar um pouquinho pela pele de vocês serem bem branquinhas, mas não vai não Hoseok, relaxa -disse sorrindo e fazendo um cafuné nos cabelos do ruivo- você é meio baixinho né? tem quantos anos?

— 27.


Lisa arregalou os olhos e olhou para Seokjin.


— é verdade...esse bebê fez 27 aninhos ontem. -seokjin disse fazendo um carinho no rosto do irmão e o mesmo fechou os olhos aproveitando o carinho e se esfregando na mão no mais velho-

— parece um gatinho...me lembrou de um dos ajudantes de  V. -deu risada- e você Jin?

— tenho 28.

— são mais velhos que vários aqui hein! -deu risada- tenho 23 ainda, hehe.


Lisa logo levou os dois para as cabines a fez as marcas em seus pescoços, Hoseok com 997 e Jin com 998.

— terminou? - Hoseok perguntou agoniado - 

— calma! -Lisa gritou- não mexe ainda! falta isso aqui, sua pele ficou bem irritada...acho que deve ser alguma alergiazinha pois sua pele parece a de um bebê. -disse passando um creme por cima da marca- pronto! mas não põe a mão ainda! ta secando.

— sou felizmente saudável -Seokjin brincou e logo começou a rir com Lisa-

— não enche Jin! eu também sou saudável, só minha pele que é sensível. -Hoseok rebatou-

— ta bom pele sensível -Lisa disse rindo e logo levou os dois para a parte de fora da sala- infelizmente terão que esperar Taehyung ai fora, mas voltem depois!

— pode deixar! - Seokjin sorriu -

— tchau Lisa! - Hoseok acenou e Lisa retribuiu fechando a porta com cuidado. -


   Esperaram por uns 20 minutos e logo Taehyung apareceu os chamando, Hoseok e Seokjin ficaram em silêncio ainda desconfortáveis, prefiriam mil vezes ficar conversando com Lisa.


— Namjoon! -V gritou e logo um cara alto com a marca “016” se aproximou- temos mais dois aqui, como está sem acompanhante também virá conosco.

— sim senhor.

— antes de levar eles para o treinamento me siga, vamos ver se vale a pena nos esforçarmos com eles.

— certo, o melhor é seu?

— com certeza.


Sorriram e nos guiaram a uma sala com algumas armas, fações e katanas.


— sabem mexer com armas? -negamos e V suspirou- agora sei por que saiam gritando por ai no meio da rua. -disse sem ânimo e nos entregou duas pistolas- são as mais  fácies, depois avançamos, vão lá.


Se afastou e Namjoon nos empurrou para mais perto dos alvos, Seokjin sentia suas mãos tremerem, não fazia a mínima ideia de como mexer naquilo e qualquer passo errado levaria ele e seu irmão a morte.


— 997 pode começar. -ouvimos a voz de Taehyung no fundo da sala e Hoseok segurou sua arma mais forte na maior confiança.-

— boa sorte. -Seokjin sussurrou-


Hoseok começou a dar passos para frentes e logo levantou sua pistola em direção ao alvo, os três na sala perceberam suas mãos tremendo mas Hoseok permanecia segurando fortemente a arma.


—e atire!


Taehyung gritou e em um passo rápido Hoseok segurou a pistola com as duas mãos e atirou 3 vezes na cabeça do boneco que servia de alvo. 


—...wow. -Namjoon disse baixo mas todos escutaram fazendo Hoseok sorrir orgulhoso-

— nada mal. -Taehyung disse simples.- Seokjin, sua vez.


Seokjin se aproximou um pouco mais, estava nervoso e seu medo lhe atrapalhava para segurar a arma.


— Atire!


Assim que Taehyung gritou as mãos de Seokjin tremeram, atirou três vezes, uma bala foi errada e as outras acertaram a cabeça do boneco.


—hm, não imaginei que seriam bons. Facas Namjoon.


Namjoon foi até os dois e pegou as pistolas, logo trouxe duas facas para os dois e sorriu tentando lhes passar confiança.


— vamos lá, ataquem.


Seokjin olhou para Hoseok sem saber o que fazer o mesmo ficou igual, mas logo se aproximou do boneco e lhe deu um golpe acertando o peito do boneco, sangue começou a escorrer pelo boneco e Hoseok se afastou assustado, Seokjin quis ir até o mesmo mas não pode pela voz de Taehyung. Seokjin ao ver o irmão assustado só quis acabar com aquilo logo jogando a faca na cabeça do boneco e assim que viu o acerto correu para acalmar o menor.


— espírito protetor...gostei. -Taehyung sorriu de lado- sabe Namjoon, acho que ele faria um ótimo companheiro para você, você que vive voltando das missões machucado.

— não quer esperar a próxima fase senhor?

— não.

— mas-

— mas nada! sou eu quem decido aqui! -disse fazendo Namjoon ficar quieto- você disse que estava esperando alguém que o ajude não é?! ja não te dei varias chances?! 

— sim senhor...

— então pronto! eu quero alguém com boa mira e Hoseok pareceu mostrar isso, além do mais Seokjin tem uma mira ótima pra quem nunca tocou numa arma! está decidido. Irão ficar por mostarem serem bons nas primeiras etapas, espero que consigam cumprir o resto, rostos bonitos como o de vocês não precisa estar morto. 


Taehyung foi em direção a porta mas logo voltou.


—pode se despedir de seu irmão Hoseok, não irão se ver tão cedo.


Taehyung disse de modo frio e os dois se olharam com uma expressão triste


— você vai ficar bem Hobi. -abraçou o irmão.-

— eu não quero ir Seok! eu não quero... -começou a chorar-

— calma! se esforce o máximo ok? assim logo nos veremos.

—andem logo! -Taehyung disse batendo na porta e logo Hoseok correu até ele acenando uma última vez para o irmão.-


Seokjin no momento em que viu seu irmão se afastar começou a chorar botando toda a culpa em si, sentiu suas pernas fraquejarem e logo caiu naquele chão gelado ainda chorando.


Namjoon apenas o olhava sem saber o que fazer, mas logo se aproximou do mesmo e o levantou.


—olha só, pelo visto eu terei que te treinar então olhe para mim! -Seokjin começou a soluçar mas olhou Namjoon do mesmo jeito- além de treinador eu serei seu amigo, eu vou dar um jeito de vocês se verem ok?! -Seokjin baixou o olhar mas logo Namjoon levantou seu rosto de novo- olha aqui! você não vai se afastar dele ta bom?! você não vai.

—se eu tivesse voltado pra casa antes..eu não teria colocado meu irmão nas mãos daquele homem... -disse enxugando as lágrimas-

—normalmente eu gosto de ver as pessoas sofrendo...mas eu sei a dor de ver um irmão sendo arrastado para longe. Confia em mim?! -Seokjin não respondeu mas Namjoon continuou confiante- eu vou te ajudar oky? agora vem, precisamos ir.



                                [...] 


Já era 15:00 da tarde, Hoseok depois do acontecimento continuava do lado de Taehyung mas totalmente calado, estáva sentindo seu mundinho desabar e seu irmão não estaria ali para ajuda-lo a levantar tudo novamente.


—Hoseok? -Taehyung perguntou mas não foi respondido, o que o fez bufar.- paciência com seu companheiro Taehyung...Hoseok!

— o que. -disse com a voz baixa-

— podemos ir para a primeira missão? 


Hoseok deu de ombros não ligando e Taehyung suspirou, se o ruivinho teimoso realmente fosse seu companheiro ele teria de ter muita paciência.


Foram andando para uma sala afastada e cheia de espelhos, assim que entraram Hoseok ficou toda hora fazendo alguma pose para alguns dos espelhos ou caretas, Taehyung deixou o mesmo se divertir sozinho para passar um ar melhor para o pequeno.


Passou alguns minutos e logo Taehyung foi para o canto da sala esperando Hoseok perceber a ausência do mesmo, e assim aconteceu. Hoseok olhou em volta e assim que achou Taehyung ficou o encarando esperando alguma resposta.


— vem aqui. -disse e sorriu fechado quando viu o menor indo até ele- senta aqui.


Taehyung bateu no chão a sua frente e  logo Hoseok se sentou de frente para ele, estava esperando alguma ordem mas Taehyung fez diferente, ele abraçou Hoseok. O menor ainda um pouco confuso retribuiu, não estava reconhecendo o mesmo homem que o separou de seu irmão.


Logo Taehyung começou a fazer um leve carinho nas bochechas do ruivo, Hoseok acabou corando por não estar esperando por aquilo fazendo com que Taehyung desse uma risadinha, Hoseok acabou sorrindo também e fechou os olhos aproveitando o carinho.

— missão número 1... -Taehyung disse levando sua mão até a boca e nariz do ruivo e logo a apertou ali fazendo com que Hoseok perdesse o ar-  não confie em estranhos. -disse e logo em seguida o menor caiu desmaiado em cima de si.


                          

                                   🌹            



   


Notas Finais


os 2seok acabaram nas mãos de V e parando em Kimory, pelo menos conseguiram serem poupados por Taehyung, não é mesmo???


acho que a Lisa vai ser uma personagem que vocês vão gostar, ela é aquela mulher que faz amizade com todo mundo e não se arrepende, sabem? Ela debochando do TaehyungKKKKK se eu tivesse toda essa intimidade acho que eu faria o mesmo. 🧘🏻‍♀️ (ou não)


alguém protege o Namjoon de todo mal? poxa o Taehyung foi tão grosso com ele, eu chorava.


Seokjin chorando por causa do Hobi = 💔


Taehyung é meio cabeça dura e um personagem difícil de ter paciência, ele vai demorar um pouquinho pra se aproximar do Hoseok.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...