História The Best Part Of Me - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Slash, Steven Adler
Tags Axl Rose, Duff Mckagan, Guns N' Roses, Izzy Stradlin, Rock N' Roll, Slash, Steven Adler
Visualizações 79
Palavras 1.508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - A baby ?


Fanfic / Fanfiction The Best Part Of Me - Capítulo 6 - A baby ?

Fazia uns meses que eu estava com Axl nosso namoro ia bem até que ele começou a ficar estranho comigo eu achava que era por causa da banda que tinha decolado e com isso ficou muita pressão para a cabeça dos meus meninos. Era muita mudança acontecendo do nada desde não poder sair na rua até poder frequentar a área vip do Rainbow.

-Bom dia meninos... -disse chegando na cozinha e colocando as sacolas em cima da mesa.

-Bom dia anjo. - Ste me deu um beijo na testa.

-Não ganho beijinho não? - Izzy que tinha ido comigo disse colocando o resto da sacola perto das minhas.

-Cade o... - eu ia perguntar até ver o Axl descendo puto e saindo. - deixa pra lá. Vou sair um pouco já volto.

Peguei minha bolsa e fui para a casa que o pessoal da banda Nirvana ficavam, eu não estava nem aí se Cobain e o Axl se odiavam eu só queria uma coca da boa.

-Oe Tay. -Dave sorriu ao me ver e me deu espaço para entrar.

-Oe Dave. - entrei e me sentei.

-Quem chegou... - Cobain veio de algum cômodo, ele estava fabuloso com os cabelos bagunçados. - Olá Taylor...

-A conhece de onde? - Dave perguntou olhando alternativamente entre a gente.

-Rainbow. - Kurt disse dando de ombros e voltou pra onde tinha vindo.

-Cheguei queridos... - Uma loira  que eu com muita certeza já tinha visto apareceu.- Taylor?

-Hayley?! - Hay era irmã do Cobain e já tinha namorado Ste, porém ele achou melhor dar um tempo pelo simples ódio do Rose pelo Cobain e vise e versa me levantei e nos abraçamos. - que saudades garota...

-Nem me fale... - ela suspirou e se sentou ao meu lado- e o Ste?

-Continua sendo o bebezinho de sempre. - falei e rimos- ele sente sua falta querida. - estiquei o braço para pegar o baseado que estava com Dave.

-E você sabe quem?

-Tá uma merda... - traguei e joguei a fumaça para cima, mas consegui perceber Kurt prestando mais atenção na conversa. - Rose está virando um “rockstar”... - fiz aspas com os dedos- está muito insuportável, mas to nem aí tenho que cuidar dos outros meninos.

-Ele sempre foi. - Cobain se aproximou de mim- licença. - e pegou meu braço.

-Olha a implicância Kurt, mas tá indo Hay não sei até quando mas tá indo. - disse e relaxei enquanto Kurt aplicava a coca em minha veia, fiquei viajando por um bom tempo.

Passei o resto do dia ali conversando, bebendo e se drogando. Kurt não era horrível ao nível que Axl falava, mas ele também não era um anjo de pessoa.

Depois que o efeito passou um pouco Krist que era o menos doidão ali me levou até o início da rua que eu morava, entrei em casa e graças ao santo Kilmister os meninos estavam na piscina.

-Pode parar aí... -continuei andando- Dona Taylor. - parei, era Axl e eu sentia o ódio em sua voz ele não poderia me ver naquele estado, pois eu tinha prometido que não ia me drogar mais, porém o nosso relacionamento estava acabando comigo.

-Oe querido... - me virei com um sorriso tentando disfarçar o fato de esta vendo três Axl na minha frente.

-Você está chapada novamente... - Axl falou em um tom alto e ignorante.

-Impressão sua Axl... - disse e me virei para subir e nisso senti alguém segurando meu braço.

-Você falou que ia parar... - disse entre dentes.

-E você falou que ia parar de ser um merda e olha como a gente tá... - Axl apertou meu braço. - me solta você está me machucando. - falei com toda raiva que eu tinha em mim por ele está estranho comigo.

-Vamos conversar... - ele me soltou e fomos para o quarto dele que agora era nosso, me sentei na cama e cruzei os braços ele fechou a portar e respirou fundo. - você está me destruindo, não podemos continuar juntos... - ele acendeu um cigarro.

-Eu estou te destruindo- ri debochadamente- William você virou um lixo de pessoa depois que a banda decolou você está acabando com você e com nosso relacionamento... -eu respirei fundo e finalmente tomei coragem de olhar para ele, Axl estava sentado encostado na porta abraçado com seus joelhos chorando. - Axl a gente pode... -fui me aproximar dele.

-A gente nada - gritou e se levantou me segurando contra a parede - Você sua bitch acabou com minha vida.

-Me solta Axl, tá me machucando... -eu disse tentando empurrar ele mas não adiantou muito.

-Você tem sorte que alguém como eu te quer. -eu ri e ele ficou puto. - não ria é verdade, pois ninguém aturaria namorar sem. - ele parou de falar e me soltou.

-Ta tudo bem? - Duff perguntou ao meu ver descendo as escadas.

Apenas desviei e fui para o jardim fui para o lugar mais afastado que tinha e me joguei na grama nem preciso contar que eu estava chorando e chorava mais ainda escutando Duff e Axl gritarem um com o outro eu estraguei a amizade deles, eu odiava brigar com o Axl isso sempre me destruía. Uma sombra atrapalhou a claridade que batia no meu rosto era Slash que se sentou ao meu lado e colocou minha cabeça em seu colo.

Ninguém conseguia me entender igual o cartola era uma pena a gente ter se afastado depois que cai na ilusão de namorar o Axl, ficamos até umas oito da noite ali Slash tinha se deitado ao meu lado e ficamos ligando as estrelas e formando imagens. Resolvemos entrar e eu fui para meu quarto tomar um banho e desci em seguida.

-Que cheiro de queimado é esse? - fui para cozinha e vi Ste com uma frigideira.

-Errei em que? - ele perguntou todo confuso e com aquela carinha de bebê que só ele tinha.

-Deixa que eu faço querido, apenas me faça companhia. - sorri fraco para ele que se sentou em cima do balcão.

Depois de todos jantarem os meninos estavam na sala e eu jogando baralho com Izzy na cozinha a campainha tocou.

-É pra você Tay... - Slash gritou dando uma risada me levantei e fui até a porta.

-Você esqueceu isso lá em casa. - Cobain disse me entregando meu celular.

-Obrigada querido... - falei o querido um pouco alto, pois já tinha ouvido Axl falar ‘é a voz daquele filho da mãe’.

-Vamos dar uma volta?

-Ela não vai a lugar nenhum. -Rose pulou do sofá e veio até a gente.

-Rose- Kurt riu- eu fiz o convite a ela não a você, sei que deve ser seu sonho sair comigo, mas não curto muito brincar de espadinha que nem você. -ele disse com tom superior e riu debochadamente. - Vamos Tay? - sim ele me chamou de Tay para provocar Axl, pois a gente não tinha tanta intimidade assim. - agora vai hidratar esse seu cabelo WILLIAM. -eu e Kurt saímos correndo enquanto os meninos se matavam para segurar Axl.

Kurt me levou até uma pracinha que eu nunca tinha visto.

-Acho que acabei de acabar com seu namoro- ele riu.

-Não tinha mais nada mesmo. - suspirei.

-Me desculpa, eu...

-Esquece essa merda. - ele assentiu. - então obrigada por ter me tirado de lá. - ele sorriu, ficamos até amanhecer ali conversando, então cada um voltou para sua casa.

Quando cheguei o Ste estava dormindo no sofá.

-Taylor?-ele disse esfregando os olhos. - Tava te esperando. - ele veio e me abraçou.

-A Ste. - o abracei de volta e ficamos abraçados por um tempo ele sabia que eu precisava então a campainha tocou.

-Axl está?- uma mulher linda com ar de metida estava na porta e eu me controlei.

-Ele acabou de sair... -Ste disse por cima do meu ombro.

-Me convide para entrar então garota, não vai deixar uma mulher grávida de um astro do rock em pé muito tempo... - senti Ste me cutucando o braço. - entre fique a vontade. - forcei um sorriso e dei espaço para ela entrar e fechei a porta em seguida, ela entrou olhando em volta e fazendo cara de pouco caso.

-Alguém pode me trazer uma água gaseificada- olhe pra Ste que olhou pra mim.

-Não temos isso aqui Seymour. - Izzy apareceu.- Isso não é lugar que você deveria frequentar...

-Mas todo mundo precisa fazer sacrifícios...

-vamos fazer um puta show ho... -Axl paralisou ao ver Seymour ali fazendo com que Slash que o seguia trombar com ele.

-Oie querido. - Seymour sorriu e foi até Axl o abraçar.

-Sey... Seymour?! Oque faz aqui? - Axl ainda estava com a cara de espanto.

-Vim trazer uma notícia...

-Notícia? -Axl olhou para mim que desviei o olhar.

-Vamos ter um bebê... -ela disse e deu pulinhos.

Tudo girou a minha volta, Ste passou o braço pela minha cintura para me segurar pois tinha ficado pálida.

-Bebê?- Izzy se engasgou com a fumaça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...