1. Spirit Fanfics >
  2. The Best Song >
  3. Desculpe, não te quero mais

História The Best Song - Capítulo 90


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura ❤️❤️

Capítulo 90 - Desculpe, não te quero mais


Fanfic / Fanfiction The Best Song - Capítulo 90 - Desculpe, não te quero mais

           Castiel Collins

— Por.. por favor.. Alice.. – continuei sem resposta – Eu não.. eu não estava contigo quando transei com a Debrah.. você lembra.. eu fui impulsivo.. mais usei camisinha.. te juro, garotinha.

ouvi um barulho do lado de dentro

— Vai abrir a porta? Lili? – ouvi um barulho suave na porta. Provavelmente ela se encostou na mesma – Porra.. abre essa merda de uma vez.. eu errei, tá legal? Transar com Debrah foi um erro, mais e você? Você cometeu mais erros que eu e mesmo assim não te julguei.. você poderia ser menos idiota e... – ouvi um soluço

(Merda.. ela estava chorando?)

— Ali.. Alice.. eu.. sinto muito.. não chore, me deixe entrar e eu te cantarei a nossa música.. iremos nos deitar e amanhã tudo passará.. eu prometo.. – suspirei pesadamente

— Desculpe.. eu não.. não te quero mais – ouvi finalmente sua voz falha 

— Eu não irei sair daqui.. não sairei de perto da porta até você abrir para mim.. – me sentei e encostei as costas na sua porta assim como ela. – essa será uma longa noite..

                         [......]

30/05/20XX - 11:25 A.M - Onze e Vinte e cinco da manhã - Sábado - Alice Paker

Abri os olhos e senti braços rodeando minha cintura e me abraçando por trás. Gemi de encomodo e logo os braços que me seguravam logo me soltarão rapidamente me fazendo levar minha cabeça para trás para espiar a pessoa que dividia minha cama comigo.

— Bom Dia Licy.. – ouvi a voz delicada de Nathaniel que me olhava sorridente e apenas neguei levemente com a cabeça

— O.. que raios faz na minha casa.. na minha cama? – Exclamei quase gritando e me levantando de subido

— Eu apenas.. você.. não se lembra da nossa última noite? Nós.. bebemos vinho e..

— Cala boca.. – gritei passando a mão por meu corpo e finalmente percebendo que trajava uma blusa de Nathaniel e um conjunto lingerie apenas – Saia do meu quarto.. com certeza você me embebedou e me levou para cama.. eu não transaria com você por merdas nenhuma.. você.. Argh.. – falei completamente nervosa passando a mão por meus cabelos que estavam soltos e espremendo minha cabeça por pura raiva

Licy.. 

— Não me chame assim, eu não.. Vá.. se troque de imediato e saia da minha casa.. eu preciso pensar e com você aqui não ajuda – Gritei novamente e ele revirou os olhos

— Me dê minha blusa então.. – pediu e eu a tirei apressadamente sentindo seu olhar queimar minha pele com tanta certeza. Logo consegui a tirar a blusa completamente e a joguei com pressa e brusquidão em Nathaniel que a pegou de imediato e a vestiu – você está linda.. seus seios.. – o cortei laçando um olhar mortal para o mesmo que se calou entendendo o recado e continuando a se vestir. – Sobre o que falamos ontem..

— que parte de "Não me lembro de nada" você não entendeu.. Achei que quando adormeci você havia ido embora.. Depois da minha micro conversa com Castiel.. só lembro de subir para o quarto para te mandar embora, não que tenha rolado nada, só estávamos vendo série e conversando.. – ele sorriu debochado

— é claro que rolou algo a mais.. e também, sobre a nossa conversa que você não lembra.. falamos de Castiel e você o ama mesmo.. o ama e o detesta.. não sabia o que dizer..

— Me.. conte melhor.. o que eu disse especificamente? – perguntei me vestindo

— Bom, você falou que ele era um filho da puta, que o ama mais que não terá mais nada com ele, que ele é um traidor que transou com Debrah e que.. será pai?!.. – esse final mais me pareceu uma pergunta do que uma afirmação. Logo meus olhos se arregalaram pela bosta que foi dita.

Eu não estava errada em odiar o Castiel. Até porquê dizer que não o odeio agora, seria mentira. Mais mesmo assim não podia sair por aí transando com Nathaniel e falando as coisas para ele. Isso é extremamente errado e tosco. Aparentemente eu sou uma "ex chatinha" que não superou o Castiel e que quer o difamar ou então contar bobiças dele para os outros.

— Licy?.. Digo.. Alice... – me chamou e eu pisquei algumas vezes para acordar novamente

— Eu não.. Castiel não será pai.. esqueça o que eu disse, estava apenas bêbada e maluca – balbuciei tentando desfazer a merda que havia causado.. Maldita bebida..

— isso não é verdade.. Castiel será pai? De um filho da Debrah? – perguntou Interessado com um sorriso nos lábios 

— ele não.. ele não será pai, ok? Já disse que estava bêbada e bêbados só fazem merda..

— bêbados são sinceros.. você é sincera até demais.. mesmo não estando bêbada, tenho certeza que a bebida faz um estrago no seu psicológico e te faz contar verdades encubadas.. 

— Castiel Collins não será pai, entenda... Pare de me pressionar.. não irá me arrancar nenhuma informação.. – falei completamente nervosa saindo do quarto para Nathaniel decidir calar a boca e não questinar mais 

— Por Favor.. não minta para mim.. Alice, Alice.. somos amigos agora.. – pediu indo atrás de mim e eu apenas revirei os olhos descendo as escadas apressadamente

— Me.. me deixe – por favor, não insista mais.. 

— Alice, se você contar.. Eu não conto para ninguém, será nosso segredo, eu não sou tão baixo como Castiel.. eu.. – abri a porta rapidamente e sentindo algo sobre ela mais ignorei

— Merda, Quer realmente saber? Sim, Castiel será pai Sim, era Dezembro.. havíamos brigado e ele estava.. puto comigo.. se encontrou com Debrah e fodeu aquela boceta insignificante e Pimba.. ela engravidou, cinco, seis meses.. Mais isso não é mais sobre meu interesse se Castiel será pai ou não eu não me importo. Agora saia daqui, transar com você foi o suficiente para..

— Alice.. – ouvi a voz grossa e rouca de Castiel atrás de mim e arregalei os olhos – Você.. está mesmo fofocando sobre mim.. está mesmo insinuando que eu sou pai para o.. Nathaniel – falou com Desdem senti meu sangue pulsar

Eu estava com ódio? De que? De quem? A resposta certa seria de quem eu Não estava odiando. Castiel estava realmente me esperando desde ontem a noite? Ele estava realmente fazendo esse showzinho de drama para me cativar? E Nathaniel? Não bastou Transar comigo, tem que me fazer contar sobre a gravidez falsa ou não de Debrah e sujar a imagem de Castiel perante o público. Com certeza ele vai contar para os outros e a intermediária primeira fui eu. Ótimo, outro problema para tomar conta do meu cérebro.

— Me responda Alice.. – gritou o ruivo fazendo meu corpo estremecer por completo e logo congelar por puro.. medo

— Eu não.. não.. – minha respiração era ofegante e meus joelhos eram fracos, não aguentava mais ficar ali 

               ( Merda )

— Ali.. está bem? – perguntou Nathaniel encostando a mão em meu ombro evidentemente preocupado 

— Castiel eu.. – minha visão ficou turva e minhas bochechas estavam completamente banhadas por lágrima

— Se vire para mim, não é a Vadiazinha corajosa que fala tudo para todos? Então vamos.. pode se virar.. fale tudo de uma vez na minha cara, caso falte algo para eu saber.. transou com Nathaniel.. você é realmente.. – consegui ver Nathaniel partindo para cima de Castiel e finalmente pude me virar e ver a cena, os dois estavam brigando na rua, na frente da minha casa. Comigo de lado apenas.. torcendo para o melhor..

— Oh Meus deus.. Parem com isso, se acham o que? Os protagonistas de um filme, para arranjar uma briga tosca na frente da minha casa? Vocês são deprementes – Gritei fazendo os dois pararem e brigar

— Ali.. eu só estava.. – falou Nathaniel e eu revirei os olhos

— Eu não preciso da sua ajuda, Nathaniel.. Cale a boca e vá para sua casa, nunca precisei da sua ajuda, e muito menos de seus socos toscos, você não deveria estar aqui, vá embora... E Castiel.. – o encarei dessa vez. O mesmo estava sério e olhava para mim – eu não tenho culpa que você transou com a Debrah ok? Se você é pai ou não.. não tenho culpa... Cuide da sua vida, não sou obrigada a guardar seu segredinho paterno como se fosse algo meu.. Vá se fuder eu.. a sua raivinha.. é patética e nunca mais grite comigo, eu sou dona do meu próprio nariz, falo o que quero, quando eu quero e não sou obrigada a ficar de boca calada para suas bostas sexuais – aprontei o dedo para o mesmo e gritei no mesmo tom – 

— Dês.. desculpe.. – pediu e eu revirei os olhos novamente

— não, não desculpo, tchau, vou alimentar meu gato, ele não é macho escroto..– abri a porta de casa e entrei pela mesma a trancando.

                      [.......]

                13:34 P.M

Assistia Netflix em meu sofá enquanto acariciava Brisa que estava deitado ao meu lado na Sala. Logo meu celular vibra algumas vezes e eu reviro os olhos pausando o conteúdo da tevê e entrando no Whatsapp e vendo minha lista de mensagens.

Cinco de Castiel, três de Priya e Nove de Nathaniel. Outras duas de Rosa e de Josh.

Entro no contato de Josh primeiramente e leio a mensagem com calma lançando um sorriso para as mesmas.

Chat On:

Josh:

- Acordada, maninha? Estava comendo um pão com mortadela e pensei em você (●♡∀♡) 13:36 P.M.

Me: haha, ♡  13:37 P.M.

Rosa🌺:

- Boa Tarde Ali.. Soube da treta com Castiel, Priya me contou.. sinto muito por ti ಠ︵ಠ   13:35 P.M.

Me: Tudo certo, não tô mais puta só com o Castiel.. agora é com outros.. enfim, foda-se 13:37 P.M.

Priya: 

- Ali.. contei para Rosa, acho que não tem problemas, vocês são amigas, né?? 13:34 P.M

- Não queria te deixar chateada, desculpa se ficou 13:34 P.M.

- É sério, desculpa mesmo 13:35 P.M

Me: não tem problemas não Pry, aliás, obrigada por ter contado.. 13:39 P.M ~ Visto ~

Digitando...

- Ah.. Legal.. por nada.. podemos sair para beber algo? Num bar.. só nós duas, ou a Rosa pode ir junto. O que acha?

Me: Rosalya deve estar com Leigh agora, bom, não vejo por quê não.. quem sabe mais tarde.. bom, qualquer coisa te mando mensagem.. está bem?

- Claro, bom, até mais tarde, então..

Me: até.. 

Castiel/Tomato:

- Ei, eu só queria te avisar que não tive culpa.. 13:34 P.M

- talvez eu vá para sua casa te visitar.. 13:34 P.M

- Mais também, você não vai me atender novamente, não é? 13:35 P.M

- Espero que não encontre um Nathaniel por aí.. 13:35 P.M

- Enfim, não fique tão brava comigo, você está me difamando para o babaquinha e ainda está saindo com ele.. tenho meu direito 13:36 P.M

     {apenas não respondi suas mensagens, só as vi revirando os olhos}

- Ei, você está online..

- e está lendo as mensagens..

- Não vai me responder, Alice?

- Ah.. mais como é babaca..

- sua expressão deve ser puro ódio, mais acontece que você está errada..

- e para sua informação, eu não sou a porra do pai de criança nenhuma... Usamos camisinha, Debrah me manipulou para cortarmos relações, mais agora que você sabe eu achei que seria diferente.. 

Me: ...

- não vai escrever nada? Três pontinhos é o máximo que consegue? Fala sério..

Me: Não sei se você é pai ou não dá criança.. mais foda-se, como já disse não me importa mais..

- duvido muito..

Nath:

- Ali?  13:34 P.M

- me responda, poxa 13:34 P.M

- Você sabe que eu não te embebedei 13:35 P.M

- não sabe? 13:35 P.M

- Alice.. 13:35 P.M

- Não acredito.. 13:36 P.M

- Eu não faria isso.. 13:37 P.M

- Vamos, você está online 13:37 P.M

- Não acredito que não vai me perdoar.. 13:38 P.M

- Por favor.. 13:40 P.M

Me: Não perdoo você nem o Castiel, final de papo 13:42 P.M



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...