História The Bet - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Barbara Palvin, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Barbara Palvin, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Aaron Carpenter, Barbara Palvin, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinski, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany Lox, Matt Espinosa, Nash Grier, Old Magcon, Sammy Wilk, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 277
Palavras 1.054
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteiiiiii! Capítulo fofineo para vocês kkkk
*Essa fanfic não é movida a comentários, mas eu amo quando vocês deixam suas opiniões!
*Não seja um leitor fantasma, comente e se quiser conversar comigo é só falar (juro que sou legal)
*Se você é um leitor (a) novo (a), seja muito bem vindo (a)! Espero que a fanfic esteja boa.
*Se você já é um leitor antigo e que me acompanha em todos os capítulos só tenho uma coisa a falar: obrigada
*Desculpem qualquer erro ortográfico
Agora sem mais delongas, vou deixar vocês lerem!

Capítulo 29 - Our Stars


Continuamos dançando bem colados, e Ben apertava mais minha cintura. De repente, uma pessoa puxou o ombro dele e o derrubou no chão, após dar um soco nele.

- Cameron! O que você ta fazendo aqui? - Perguntei.

- Não vem com essa! Quem é ele? É sério que você não ta nem aí para nossa relação?

- Idiota! - Exclamei e me ajoelhei para ajudar meu amigo. - Você tá bem?

- Tô! Eu sou gay, não uma galinha para ficar mal com um soco... - Afirmou e eu ri.

- Vem, vou te ajudar a levantar... - Estendi minha mão.

Ben aceitou a ajuda de bom grado e eu o ajudei a recuperar o equilíbrio.

- Vai ficar dando em cima dele na minha frente? - Cameron perguntou e eu notei que Nash estava com ele.

- Cameron, o que você está fazendo aqui? - Perguntei calma.

- Me mandaram um mensagem... - Olhei para a Isadora, que estava com cara de "desculpas".

- Você quer saber por que eu estava dançando com ele? - Assentiu. - Porque ele é meu amigo!

- Aham! Amigo? Que tipo de amigo é esse? Vocês estavam quase trasando na pista de dança! 

- Ele é gay porra! - Gritei e a expressão de Cameron mudou.

- G-gay? C-como as-as-assim? - Falou gaguejando. Ele estava todo desconcertado e isso era fofo.

- Gay! Gosto de pau, não de xoxota! - Ben falou e eu ri.

- Meu deus Ben! - Exclamei.

- Desculpas pelo soco... - Cam estendeu a mão para o garoto ao meu lado.

- De boa! Mas já vou avisando! Magoa minha vadia e morre... - Apertou a mão dele.

- Não vou...

- Bom mesmo... - E logo pousou os olhos no Nash. - E você pedaço de mal caminho? - Andou até ele e eu comecei a rir.

- É... É... Cam, eu vou lá no bar... - Saiu correndo e eu ri.

- Adoro zoar os heteros... - Ben riu e saiu dali.

- Então... Esse Ben... Ele sabe fingir bem né? - Cam perguntou constrangido.

- Você não faz ideia... - Ri, lembrando de tudo que já aprontamos.

- Desculpas por tudo isso! Exagerei...

- Tá de boa! Você fica fofo com ciúmes...

- Não estou com ciúmes... - Travou o maxilar e olhou para o lado.

- Tá sim...

- Não estou... - Cruzou os braços.

- Está sim Cam... - Me aproximei dele.

- Não estou não Bianca...

Virei o rosto dele para mim e ri quando vi que ele estava sério.

- Está sim Cam... - Falei, fazendo carinho no rosto dele. - E isso é normal quando você gosta de alguém. - Passei o dedão pela boca dele e ele depositou um beijo na palma da minha mão.

- E quem disse que eu gosto de você? - Deu um sorriso, olhando no fundo dos meus olhos.

- Não precisa dizer... - Afirmei e sorri de volta.

Ele se aproximou e me deu um beijo calmo.

- Quer sair daqui? - Perguntou, quando nos separamos.

- Vamos para onde?

- Qualquer lugar! Onde você quiser!

- Claro! Só vou pegar minha bolsa com a Isa... - Falei e peguei a mão dele.

Seguimos de mãos dadas até o bar e eu peguei minha bolsa. Me despedi de todos e Ben me lançou um olhar de aprovação para Cam.

Fomos para fora da balada e Cam entrou no carro dele.

- Aonde nós vamos? - Perguntou.

Pensei por algum tempo e logo tive uma ideia.

- Já sei! Vai indo e eu te dou as direções...

- Beleza... - Concordou e ligou o carro. - Bom que se eu aparecer morto amanhã, o Nash sabe que você foi a última a me ver... - Afirmou e eu ri.

- Vai loga anta! - Deu partida e eu fui dando as direções para ele.

Quebra de Tempo 

Depois de mais ou menos 40 minutos, chegamos ao local. Era um chalé do meu pai. Lá tinha uma torre, que ele havia mandado construir para nós vermos as estrelas.

- Bi? - Cam me chamou.

- Sim?

- O que nós estamos fazendo nessa chalé?

- Larga de ser curioso e me segue...

- Tá... - Veio relutante.

Fui até o portão do local e peguei a chave que o destrancava.

- Por que você tem a chave? - Perguntou e eu o olhei com as sombrancelhas erguidas. - Ah pera! Não responde! Essa chalé é seu não é?

- Sim... - Afirmei e entrei no terreno.

- É lindo aqui... Poderíamos chamar o pessoal para vir... - Falou ao adentrar e ver melhor o local.

- Boa ideia! - Me virei para ele. - Mas hoje, é sobre eu e você. Sem mais ninguém... - Puxei a mão dele e dei um sorriso que foi retribuído.

Continuei andando até chegar na porta de torre e destranquei a porta. Comecei e subir as escadas. Sendo seguida por Cameron. Saí na sacada que tinha e olhei para o alto.

- O que vamos fazer aqu... - Suas palavras sumiram quando ele olhou para o céu. Um sorriso brotou no seu rosto. - Isso é incrível...

- Eu sei...

- Por que me trouxe aqui?

- Primeiro: é um lugar especial. A única pessoa que veio aqui, sem ser da minha família, é a Isadora. - Sorriu olhando para mim. - Segundo: é um lugar incrível para se observar as estrelas. E semana passada, quando nós fomos jantar juntos, você me disse que adorava observa... - Minha frase foi cortada com um beijo. Não um cheio de malícia, mas calmo e apaixonado.

- Obrigado... - Falou ao se separar de mim. Deu um sorriso e eu não pude evitar fazer o mesmo. - Por tudo... - Acariciou meu rosto. - Desde que nos conhecemos, eu sou uma pessoa melhor e mais feliz. E saber que você se lembrou disso... - Apontou para as estrelas. - Me deixa mais feliz ainda. - Sorri e o beijei de novo.

- Não precisa agradecer... - Falei ao me separar e olhei nos seus olhos.

Voltei minha atenção para o céu e ele me colocou seus braços em volta do meu ombro. E assim foi o resto do meu sábado. Eu, Cam e as estrelas...


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim!
Deixe aqui nos comentários o que você achou do cap e o que acha que vai rolar no próximo.
Beijosss e até o próximo capítulo! <3

LINK DA FANFIC NOVA (Friends With Benefits - Chris Schistad & Cara Delevingne):
https://spiritfanfics.com/historia/friends-with-benefits-10967021

TRAILER - THE BET:
https://youtu.be/XP2djWzr8WA

TRAILER - FRIENDS WITH BENEFITS:
https://youtu.be/aaxm3MVQxrE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...