História The Beta - (Thiam). - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Hayden Romero, Liam Dunbar, Mason Hewitt, Peter Hale, Scott McCall, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Allison, Argent, Derek, Derekhale, Dunbar, Gay, Hale, Hyden, Jackson, Liam, Liamdunbar, Lobisomens, Lydia, Malia, Mccall, Peter, Raeken, Romance, Scott, Sobrenatural, Stiles, Teen, Teenwolf, Theo, Theoraeken, Thiam, Werewolf, Wolf, Wolves, Yaoi
Visualizações 52
Palavras 1.333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, ESTOU aqui postando mais um capítulo para vocês de The Beta, escrevi com muito amor e carinho e espero muito que vocês gostem!
Sim, tem Scisaac, então já vai preparando os corações. Boa leitura!

Capítulo 23 - Capítulo XXIII - Esconderijo Secreto


Fanfic / Fanfiction The Beta - (Thiam). - Capítulo 23 - Capítulo XXIII - Esconderijo Secreto

Após receber a mordida, Isaac encarou Scott dando um gemido de dor, seu braço estava doendo, mas em alguns segundos, aquilo foi parando e a ferida aberta dos dentes, estavam se fechando, como uma espécie de cura. Junto com o corte em seu rosto.

Scott pôde ver seus olhos dourados brilhando em sua direção, mas depois se apagando lentamente, conforme ia se acalmando com tudo aquilo. O mais alto olhou para o braço, já totalmente sem nada. Estava surpreendido, era como ter super poderes. Ele levou as mãos no rosto, sentindo sua pele lisa, sem nenhum arranhão.

Scott observava o mesmo com um sorriso de canto, percebeu que aquilo era realmente bom de se ver, seu segundo beta gostando de receber a mordida. Ainda mais que Isaac não tinha nem noção de como aquilo funcionava e aceitou ajudar Scott, mesmo depois de ter enfiado as garras em seu pai e quase o matado. Era impressionante.

Isaac o encarou, nunca alguém havia levantado um dedo contra seu pai para lhe defender como o mesmo havia feito, mesmo que uma parte sua estava triste por aquilo, a outra começava a admirar o garoto a sua frente de um modo como nunca antes. Eram apenas colegas de escola, nunca haviam trocado tantas palavras ou ficado juntos por um momento tão duradouro quanto aquele. Scott por exemplo, nem sabia que o pai de Isaac, fazia aquilo com ele, apenas ouvia boatos.

[...]

A TV estava ligada, os dois estavam assistindo um canal aleatório juntos depois de conversar bastante.

— Quer beber alguma coisa? — perguntou Scott se levantando do sofá e indo em direção à pequena geladeira.

— Quero sim... — respondeu.

Scott voltou com duas skol beats na mão, entregando uma a Isaac, que o encarou, como se tivesse o repreendendo.

— O que foi? — o mesmo levantou as sobrancelhas, confuso.

— Nada. — Isaac deu de ombros e pegou a cerveja em sua mão, a abrindo.

Scott se sentou novamente no sofá, completamente folgado, se esparramando. Isaac deu uma risada e bebeu o primeiro gole, dando início à uma rodada sem fim de cervejas.

[...]

— Ele me trancava no freezer. — disse depois de outros longos goles, Scott não entendeu e fez uma expressão de confusão. — Meu pai.

— Sério? — Scott o olhou um tanto surpreso e pegou o controle para desligar a TV.

— É — afirmou Isaac soltando uma risada, naquela hora estava engraçado, mas, aquilo havia se tornado um pânico para si, porém, não iria falar nada. — Ele me batia as vezes também, por nada...

— Isaac como pode deixá-lo fazer isso? — perguntou se endireitando no sofá para olhar o garoto.

O mesmo o encarou, pensando por alguns segundos antes de responder.

— Eu não sei... — deu de ombros, olhando para a TV já desligada bebendo outro gole. — Mas, teve uma vez que foi pior.

— O que aconteceu? — perguntou Scott com mais curiosidade para saber, deixando sua cerveja na mesinha de centro.

— Eu contei à ele que eu gostava de garotos. — riu, se envergonhado de si mesmo, fazendo em negativa e olhando pro chão. Scott levantou as sobrancelhas, ele não sabia que Isaac era gay. — Ele me ameaçou, dizia que iria furar meus olhos para eu não poder ver mais nenhum deles na minha frente, depois me empurrou da escada do porão e me colocou dentro do freezer, eu tinha quebrado um braço na queda... — Isaac olhou para Scott que prestava atenção em todo o assunto, sem dar nenhum pio, o mais baixo sentia pena e não queria que isso acontecesse de novo. — E depois de dois dias, ele abriu o freezer e disse que nenhum garoto nem ninguém, nunca se interessaria por mim. — falou por fim.

Scott ainda estava raciocinando o que o mesmo havia dito, lógico que havia passado por coisas piores, mas, não desse jeito. O mesmo levou sua mão até as mãos de Isaac, o surpreendendo.

— Isso não é verdade, Isaac. — havia saído naturalmente. Seu beta precisava de apoio, ele tinha aberto seu coração para ele. — Qualquer pessoa se interessaria por você...

— Acha mesmo? — perguntou uma certa dúvida em sua voz.

— Sim. — afirmou com a cabeça, meio excitante.

— Ah, é...

O maior ficou com uma expressão meio chateada em seu rosto, Scott podia sentir que aquilo não teria sido o melhor apoio que poderia dar, mas uma ideia instantaneamente surgiu em sua cabeça. Estava carente e não se importava com o que ia acontecer a seguir.

Inclinou seu corpo em direção à Isaac, o mesmo não teve tempo de ter nenhuma reação, a não ser arregalar os olhos e quase derrubar sua cerveja, quando sentiu os lábios de Scott se juntar com os seus. Por alguns segundos pensou em empurra-lo dali, mas apenas relaxou os músculos e fechou os olhos aproveitando o momento, Scott beijava muito bem, afinal. Isaac podia sentir o gosto de sua boca, nunca havia sentido aquilo antes.

Quando o beijo foi desfeito, os dois se encararam. Scott possuía um sorrisinho de quem havia gostado.

— Você tá bêbado? — perguntou Isaac levantando as sobrancelhas.

— Lobisomens não ficam bêbados, Lahey — respondeu de volta, junto com um sorriso malicioso.

Pegou sua cerveja na mesinha e se levantou, indo até o lixo, jogando a quinta da noite. Quando se virou, logo se surpreendeu com a língua de Isaac adentrando em sua boca de modo desesperado. Por um momento, pensou se haveria consequências para tal ato, mas, quando não achou nenhuma, apenas chupou a boca do outro com vontade para si. Não sabia que era gay, mas, pelo visto havia gostado do jeito de Isaac e principalmente como ele mordia seu lábio inferior apertando sua nuca, o puxando para mais perto. Nesse momento, Allison havia saído totalmente de seus pensamentos, aquilo estava ótimo. Finalmente ela não estava mais em sua cabeça o tempo todo.

Seus corpos estavam colados um no outro, Isaac puxou Scott até o sofá e o empurrou no mesmo, logo retirou sua camisa, mostrando todo seu abdômen definido para seu novo alfa. Ele se sentou rebolando em movimentos lentos no colo de Scott e o beijou, travando uma batalha com suas línguas.

Scott levou suas mãos até a bunda do maior, e desferiu um tapa na mesma, que fez Isaac dar um gemido entre o beijo. O moreno já não ouvia um gemido há muito tempo, desde que terminou com Allison, era muito bom ouvir novamente, dessa vez, muito mais intenso do que pensava. Mas, o que ouviu em seguida, deixou o mesmo um tanto atento.

Ele parou o beijo e Isaac levantou as sobrancelhas um tanto confuso, sem saber o que houve.

— Ouviu isso? — encarou o garoto em seu colo, o mesmo deu de ombros, parecendo ficar um pouco nervoso, logo saiu do colo de Scott.

Ele se levantou, abriu a passagem secreta pela estante e adentrou na biblioteca velha novamente, deixando as garras à mostra, como Isaac ainda não sabia o que fazer, apenas se levantou atrás e começou a segui-lo.

Seu olhar foi direto para a porta, alguém estava batendo na mesma e parecia ser Liam, muito apressado pelo visto. Scott podia ouvir sua respiração pesada e coração batendo acelerado. O mesmo foi até lá e pegou a chave para abrir.

— O que houve? — perguntou ofegante, o mesmo estava comemorando o aniversário de sua avó. — Eu tive que sair lá da fazenda dos meus pais em outra cidade para vir ver o que estava acontecendo, você me mandou uma mensagem, me fala que é algo sério...

Scott dá um sorrisinho de canto e Liam pôde ver atrás dele, uma outra pessoa, que também jogava no time de lacrosse, mas não sabia quem era. Porém, seus instintos de lobisomens não o enganavam, sabia que Scott havia o mordido, pois, ele também era como ele, um novo beta para a matilha.


Notas Finais


Eai, o que acharam?
The Beta está quaseee chegando no final, eu espero que tenham gostado da história até aqui e fico muito feliz com o apoio e o comentário de vocês! Obrigada mesmo por ler até aqui e eu vou dar o meu melhor para ter um ótimo final pra todos vocês!!
Todos estão preparados para a luta dos Argents contra os lobisomens? Eu não estou nem um pouco! aaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...