1. Spirit Fanfics >
  2. The big four >
  3. As luzes misteriosas

História The big four - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - As luzes misteriosas


Fanfic / Fanfiction The big four - Capítulo 9 - As luzes misteriosas

Gothel sai irritada da reunião, parece perturbada com a ideia de ter a filha tão longe dela.

Ao chegar em casa gritava histérica com a filha, que permanece em silêncio e cabisbaixa. Rapunzel espera até que Gothel pare de surtar e começa 

- mãe... Eu entendo perfeitamente o seu lado, mas veja só. Você fará uma viagem a trabalho. Seria pior eu ficar em casa sozinha, tendo em vista nosso vizinho pervertido, isso não seria bom. Eu vou ficar com a professora o tempo todo. Você sabe que eu sou muito medrosa para tentar qualquer coisa... Vai ficar tudo bem. Eu juro.

- tudo bem, Rapunzel, mas eu estou de olho em você... Se eu souber de alguma coisa... Você estará encrencada! E eu vou arrumar suas malas!

Ela subiu as escadas até sei quarto, batendo a porta irritada.

Rapunzel foi até seu quarto, pulou na cama em silêncio e comemorou de alegria. 

Após um bom tempo sua mãe apareceu de cara fechada e seguiu para arrumar as malas da menina para amanhã de manhã. Quando já estava na cama, Punzue se levantou devagar e começou a trocar algumas peças de roupa. Pascal iria com ela, óbvio. Ela desceu até o quintal e avistou Maximus , seu cavalo branco. 

- Olá garoto. - acariciando o animal e dando uma cenoura a ele.- que saudade !- o abraçou.

- desculpe não ter aparecido mais... Eu gostaria de ter mais tempo contigo... Sabe... Um dia nós vamos sair daqui e você vai poder cavalgar mais rápido que o vento! - ela se animou e ficou um tempo com ele. 

~ pov Merida~

Soluço não respondia suas mensagens, ela estava preocupada, pensando ter feito algo errado. Ele sumiu, será que estava a evitando?

Ela deita com raiva na cama e pensa em ligar... Até que teve uma ideia 

*Whatsapp on* 

- Jack, acorde!

Acorde idiota!

- eu estou acordado, sua tonta

- fale direito comigo 

Eu preciso dizer algo muito importante

- oq foi agr ?

- soluço e eu transamos 

- eu sabia ! Que esperteza a minha colocar uma camisinha no bolso dele. Serviu? Kkkkk

- serviu, mas fomos interrompidos pela doente da mãe da Punzie.

- a empata foda 

- ele n me responde mais, n quer me atender, ele sumiu, m fala mais cmg

- eu vou falar com esse babaca

Ele deve estar envergonhado

Ficou estranho a noite td

- será q eu fiz algo errado??? 😭😭😭

- claro q n

Deixa de ser besta

Rlx 

Vai ficar TD bem

*Whatsapp off*

Ela se deitou chateada até pegar no sono.

No meio da madrugada ouviu algumas vozes, como um sussurro. Mesmo cansada se levantou e seguiu as vozes até sua janela, podendo ver uma fileira de luzes fazendo uma trilha pela rua, até um caminho desconhecido. Pensou estar sonhando e voltou a dormir.

~ pov Jack Frost~

O garoto se levantou para tomar um pouco de água, em seguida foi ao banheiro e sentiu uma dor de cabeça imensa. Ele caiu no chão desmaiando. Após alguns minutos voltou a acordar, achando aquilo muito estranho. Ele se levantou e ao olhar no espelho vou que seu cabelo estava totalmente branco e seus olhos mais claros. Um verde água tornando para o azul. Ele se afastou e ficou assustado, ouvindo vozes, seguiu até o quintal vendo as mesmas luzes azuis que Merida. Ele as seguiu, mas o caminho era muito longo, ele teria que sair da cidade e decidiu ficar. Ele voltou para casa e então subiu até a janela de Rapunzel. Conseguindo abri-la, adentrou no cômodo silenciosamente, acordando Pascal, que ficou assustado, se posicionando para proteger a dona, logo reconhecendo o garoto e se afastando. Jack foi perto de seu rosto e tapou sua boca com as mãos geladas. Ela acordou no susto, olhou mais um pouco, estendeu os braços até o abajur, ligando e percebeu que era o amigo. Ele vagarosamente retira a mão da boca dela, que sussurra

- Jack?! O que houve ? Pintou o cabelo? Gostei do visual, são lentes de contato? Haha

- não, bobinha. Eu realmente não sei o que houve... Tive uma forte dor de cabeça e quando percebi já estava assim...

- vamos investigar isso... Mas não posso te ajudar agora, vamos ver de manhã. Volte para sua cama, amanhã é um novo dia. Boa noite, mocinho. - ela descerem um beijo em sua bochecha e cai na cama muito cansada. Ele se afasta e diz "boa noite, Punzie" voltando e deixando um beijo em sua testa. Ao perceber que ele tinha saído a garota olha carinhosa para a lua, que estava forte e brilhante, corando e sorrindo.

De manhã ela acorda e sua mãe nervosa nem quer a acompanhar no caminho para a escola. Mandando que vá sozinha.

Ela assim o fez, se sentiu livre ao pôr os pés no chão e na metade do caminho Jack apareceu para acompanhá-la.

- bom dia, Jack! E sobre ontem...

- bom dia, punzie...

- ah tire esse capuz, você está ótimo!

- você acha?

- eu gostei !- ela diz de forma gentil.

Ele obedece e segue

- sabe... Eu fiquei a noite toda acordado, decidi falar com um amigo sobre isso. Ele disse que era a ascenção dos meus poderes... Estou preocupado com isso. Não quero machucar ninguém, não sei usar meus poderes direito.

- uau! Isso é tão emocionante... Sabe... Eu não acho que deva ter medo, você tem a chance de fazer coisas incríveis! Vou falar uma frase pra você... Tudo que você faz com as mãos possuí mágica. Faça com o coração, com sentimentos. Vai ficar tudo bem...

- obrigado, Punzie... Seu bom humor me tranquilizou. Será que vão me achar muito esquisito?

Ela pega suas mãos, fazendo com que ele pare de voar e fique de frente pra ela.

- olhe nos meus olhos. Tá tudo bem, você está ótimo! Não deve se importar com o que vão achar.

Ele ascente e tornam  em direção a escola.  Os professores estavam reunidos, os ônibus estavam preparados. Só precisavam achar seus parceiros de barraca. 

~ pov merida~

Merida estava chateada, procurou por soluço e não o encontrou. Mas assim que avistou Rapunzel e Jack ficou melhor.

-Punzie! Jack!  Que bom que estão aqui! - ela corre na direção deles e abraça a amiga.

- a propósito, adorei o visual, gelinho! Combinou muito mais. Tá gostosão! O que fez ? Pintou o cabelo?

- claro que estaríamos aqui! Sabe... Temos que encontrar nossos parceiros. Vai com a punzie e eu fico com o soluço. Sobre o cabelo... Depois eu explico.

Assim o fizeram.

No caminho Merida explicou toda a situação para a loira, que ficou chateada também, mas a tranquilizava. Elas estavam no primeiro ônibus, nas últimas poltronas.

~ pov Jack Frost~ 

Assim que avistou soluço, voou rapidamente até o rapaz, puxando-o agressivo.

- seu bundão! - deu um soco em seu braço

- o que você fez com a ruiva não foi legal! Agora deve desculpas a ela! E se não o fizer eu mato você!

- eu sei, eu sei... Eu fiquei em Pânico tá legal? Achei que ela não seria mais minha amiga depois disso... Eu vou conversar com ela, eu juro! 

- sei... Faça isso logo...

Os dois foram para o segundo ônibus, onde ficaram nas primeiras fileiras. Alguma garotos ficaram enchendo Jack pela mudança de visual, enquanto soluço tentava se desculpar com Merida.

* WhatsApp on*

- oi...

Me desculpa, de vdd

Eu n queria fz vc se sentir desse jeito

Eu entrei em pânico. Eu pensei que vc n olharia mais na minha cara dps dql...

- eu n quero mais olhar p sua cara msm

Vc sumiu e n me falou nd

Eu fiquei mal cara

Diz algo errado ?

Te pressionei ?

Foi ruim p vc ??

Me diga pfv

- não ! Claro q n

Foi... Mt bom... Sinceramente eu gostei

Só n estava MT confortável, eu fiquei confuso por dentro. Me desculpe pfv

Eu devia ter entrado em contado. Eu n devia ter evitado vc. 

Eu vou entender se me bloquear, eu só estava envergonhado dms...

- vc é fofo e desajeitado

E um babaca as vezes

Eu entendo o seu lado, mas ainda estou chateada.

Eu n vou te bloquear, n vou ficar discutindo contigo pq é importante p mim

Mas deixa eu ter meu tempo de recuperação.

Eu te perdôo

N faça dnv 

Pfv

- tudo bem, eu n farei... Eu juro 

Jeg elsker deg ❤️😢

* WhatsApp off*

Eles estavam mais tranquilos. Merida dormiu no caminho, mas teve pesadelos com um urso deformado de uma história que sua mãe tinha contado. Mor'du.

Após algumas horas de viajem os alunos chegaram ao parque. Ao descerem foram até a área de camping onde montaram as barracas e arrumaram suas coisas. Merida parecia muito quieta

- o que houve?- Disse punzie

- eu tive um pesadelo.

- oh Merida. Esta tudo bem. Hoje a noite nós iremos jogar, conversar bastante e logo passará.

- tá tudo bem Punzie.

~ Pov Jack Frost~

- vocês se resolveram? Falou com ela?

- eu falei, estamos bem agora. Só nos acostumando.

- sabe de uma coisa... Devia assumi-la 

- o que ?!

- por que não? Vocês parecem formar um casal bacana...

- ah é mais complicado que isso... Rolê de família.

- saquei... 

- e você? Não tem alguém especial?

- ah eu acho que não. Ainda não...- ele disfarçou, mas soluço não acreditou. Apenas ficaram em silêncio.

Q excursão foi legal, eles visitaram a floresta e viram as imensas cavernas do lugar. Os quatro amigos combinaram de virar a noite jogando quando todos estivessem dormindo.

Na hora do jantar foi tudo tranquilo, até que uma das monitoras, Honeymaren, apareceu e pediu para que ficassem longe da floresta a noite, pois havia algo perigoso a solta. Os alunos se preocuparam e seguiram atentamente as instruções da mulher. 

Assim que foram para suas barracas, o quarteto aguardou até a madrugada para se reunir no refeitório a noite.

~ pov Merida~

A ruiva acordou a colega, juntas pegaram uma lanterna e seguiram para o refeitório em silêncio. Tomando cuidado e evitando os monitores. Chegando lá, pensaram ter escutado algo, então Merida foi verificar, ordenando que Rapunzel se escondesse. A loira o fez e Merida seguiu com a lanterna desligada, notando que o chalé da monitora estava com as luzes acesas. Ela decidiu checar a janela e se deparou com uma cena um tanto quanto estranha. Elsa estava aos beijos com a garota Honeymaren. Merida, surpresa, mas aliviada saiu dali imediatamente. 

- você não vai acreditar no que eu acabei de ver- disse sussurrando aos risos para a amiga.

Quando chegaram no refeitório, estava tudo escuro, elas estavam com medo. Os garotos não apareceram

- eu não acredito que aqueles imbecis não vieram! Se eles não aparecer eu vou...

- bu! Os meninos surgiram de trás das bancadas assustando as duas, que gritaram.

- seus idiotas! Querem que nos dêem uma bronca?! 

- relaxa, você não sabe se divertir mesmo...

Os quatro se esconderam debaixo da maior mesa de jantar, acenderam as lanternas e colocar o tabuleiro de jogo no chão enquanto conversavam.

- sabem... Vi uma coisa muito zuada agora 

- se olhou no espelho, é?

- cala a boca Jack! Pelo menos não fui eu a ser trocado por uma mulher.

- ué, ficou maluca?

- Honeymaren e Elsa estavam na maior cena quente no chalé dos monitores... Eu até senti uma coisa queimar debaixo das minhas roupas sabe? Hahahaha quem diria que sua ex gostava da outra fruta também , não é? Eu sempre soube !

- eu shippo- disse Punzie aos risos

Jack ficou sem graça, mas relevou.

Eles prosseguiram. Jack contou sobre a noite passada e Merida também. Os amigos ficaram assustados, o que poderia ser?

De repente escutam um barulho vindo lá de fora e desligam as lanternas.

Merida sai para ver o que é

- Merida, não ! - sussurra soluço, tentando puxá-la para debaixo da mesa novamente, mas falha. 

A garota avista as luzes formando um caminho de novo e chama os amigos. Os quatro então se olham e decidem seguir as luzes. Elas os levam para dentro da floresta, fazendo-os encontrar megalíticos. Grandes estatuas de pedra postas de pé. Eles ficam surpresos. As pedras estavam escritas em runas antigas. Até que escutam um barulho estranho. Merida tinhaa kevado sua mochila, com o arco e algumas flechas, então logo sacou a arma. Jack pegou seu cajado, fazendo posição para proteger Punzie e soluço, que não pode trazer banguela para a excursão. Os amigos caminham mais um pouco e encontram uma enorme caverna. As luzes aparecem lá novamente, fazendo com que eles continuassem. Ao acender a laaterna Merida encontra algumas armas de batalha antigas, espadas, escudos, bestas... E uma história. A história de mor'du. Ela conta a lenda para os amigos que ficam aterrorizados. Chegando mais no fundo da caverna ela vê algo estranho e ilumina o caminho. Eis que das sombras surge o urso imenso e medonho. Eles ficam totalmente assustados. Merida casa seu arco e atinge o animal com uma flecha. Em vão, não surgiu efeito algum. Ele era muito forte. Eles fogem o mais rápido que podem e o animal os persegue até o acampamento.

Os alunos e monitores percebem os gritos e acordam. Ao verem a cena ficam choque, gritando e correndo para longe.

Soluço havia pegado uma espada, mas ao esticá-la para o animal, ele a quebra em dois. Jack atinge o urso com seus poderes de gelo do cajado, machucando mor'du, mas que em seguida quebra o cajado.

Assim ele foge para reconstruir o instrumento com magia, ao conseguir faz sinal para atraí-lo até os megalíticos. Os monitores o seguem confusos. E chegando lá têm a ideia de derrubar uma das pedras no monstro.

Jack ,com ajuda dos monitores consegue isso. Esmagando o animal.

Todos estão com a adrenalina a mil. Os professores e monitores tentam acalmar a todos. Rapunzel fica apreensiva, e se a notícia cehvar até sua mãe ?!

O acontecido deve permanecer em segredo. Ela vai até o líder do acampamento e sugere. O líder ao perceber o desespero da garota, atende e fala com o diretor. Os alunos foram levados para dentro do refeitório, para dormir lá. Uma série de interrogatórios começou. De manhã, forma avisados de que precisariam manter a calma e precisariam manter o acontecido em segredo. Tudo já estava resolvido. Alguns alunos não concordavam com a ação, mas se mantiveram calados até certo momento.

Logo mais retornaram a cidade.




















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...