História The Big School - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls, Harry Potter, O Segredo Além do Jardim (Over the Garden Wall)
Personagens Beatrice, Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Greg, Grenda, Jason Funderburker, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Waddles, Wirt
Tags Billdip, Pinescone
Visualizações 69
Palavras 657
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


KN- oi gente! desculpa a demora é que criatividade não dá em arvore.
Sushi- pois é, mas voltamos de novo!

Capítulo 10 - Tretas no teatro!


Pov. Wirt

Nós começamos a estudar as falas, mas não está muito divertido, pois o Cipher fica contando piadas e para piorar o Dipper ri dessas calunias!

- nós já temos as falas só falta fazer o primeiro ensaio – disse cortando aquelas risadas irritantes.

Bill- ok, ok vocês ficam aqui na frente e eu fico aqui no sofá assistindo como um tipo de diretor e dó conselhos a vocês – ele disse, nos estávamos na mesa na hora.

Dip- ok Bill, vamos Wirt – ele pegou minha mão e me guiou até o lugar, nessa hora fiz questão de dar um olhar desafiador para o Cipher.

Bill- ok ai está bom – senti que ele disse com dificuldade, talvez pela raiva ou talvez seja só a inveja (KN- quê isso migo?/Sushi- né isso!).

Pov. Bill

Dip- ok Bill, vamos Wirt – ele pegou a mão daquele... Wirt e os dois foram para o lugar indicado, mas o maldito decidiu lançar um olhar desafiador pra cima de mim, de mim?!

- ok ai está bom – disse contendo minha raiva “que vontade de transforma-lo em uma barata e pisa-lo mil vezes!”.

Wirt- sim senhor diretor – ele disse com deboche “Wirt...”.

Dip- ação! Hehehe – ele disse brincando, pelos cogumelos de Merlin que fofo!

- Ação! – então eles começaram a encenar umas frases chatas pra porra.

Wirt- o que é essa luz que reluz no luar? Juliano é você?

- corta!

Wirt- o que? – ele me olhou com tedio.

- o nome é Julieta, não Juliano – disse com o roteiro em mãos.

Dip- o professor disse que podíamos adaptar se quiséssemos – ele explicou sorrindo.

- ok... Então continuei de onde pararam – disse com tedio, aquilo era irritante vê-los encenando juntos, rindo... “eu te odeio Wirt”.

Dip- Romeu, Romeu por que tinha que ser tu Romeu? – mas o Dipper era um ótimo ator devo admitir.

Wirt- me perguntava o mesmo meu amado – ele disse aparecendo por detrás das cortinas da janela.

Dip- Romeu! O que fazes aqui?

Wirt- vim ver o sol, mesmo estando noite – ele colocou a mão no rosto do Dipper... TO ME SEGURANDO PRA NÃO VOAR NESSA PIRANHA!

Pov. Dip

- Não agora, minha Amá está aqui, vá!

Wirt- antes um beijo de boa noite – ele se aproximou e me deu um selinho, eu me assustei “isso tava no roteiro?!” pensei.

Bill- CORTA! Esse beijo não está no roteiro! – ele disse meio irritado (KN- porra isso é “meio”?!).

Wirt- achei que a cena ia ficar legal assim além do mais o Dipper gostou, né Dip? – ele me olhou.

- bem – eu olhei pra ele depois para o Bill.

Bill- diga pra ele que não pode ficar mudando essa obra de Shakespeare – ele disse “nossa ele está defendendo a arte?”.

Wirt- diga a este embuste que você me escolhe.

Bill- diga a este caluniador que você me escolhe!

- eu... – não sei o que dizer – eu acho que a ideia foi boa, mas não quero desrespeitar a obra do autor! – sai correndo dali com medo, pânico e minha dignidade!

Pov. Bill

- viu o que fez? Espantou o meu Pinheirinho!

Wirt- eu?! Você que ficou ditando regras e “cortas” como se você entendesse algo! – ele disse com os olhos brilhando de raiva e poder.

- pensa que pode chegar e beijar o MEU homem?! – meus olhos brilharam também.

Wirt- SEU?! Me poupe, o Dipper é MEU! – ele começou a tacar macumbas em mim, mas eu desviei porque sou foda! – MORRE DESGRAÇA! – ele tacou um feitiço congelante.

- MORRE DIABO! – joguei um feitiço de fogo – HAHAHA – o meu ataque foi mais forte e ia acerta-lo, mas alguma coisa o protegeu uma sombra preta com galhos na cabeça.

?- meu mestre – ele disse.

- mestre?

?- hahaha tá na hora Wirt – ele meio que entrou no Wirt e o fez ficar com aqueles galhos na cabeça e os olhos esquisitos.

Wirt- eu avisei para não mexer comigo – ele disse com uma voz macabra.

- ai merda...


Notas Finais


KN- e agora?
Sushi- agora a gente vai embora e vocês comentam ai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...