História The Biology Teacher - Imagine Jisoo. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jisoo
Tags Hot, Imagines, Jennie, Jisoo, Lisa, Rose
Visualizações 89
Palavras 1.216
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leeeeituraaaaaa. ~♡

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction The Biology Teacher - Imagine Jisoo. - Capítulo 1 - Capítulo Único.

 S/n, 17 anos, garota de classe média, 3° ano do ensino médio em Seoul Private School, e completamente apaixonada pela Professora de Biologia, desde a primeira vez que coloquei o pé nessa escola, não me julguem qualquer uma de nós já tivemos queda por uma professora, não é mesmo? 

                              ... 

 - Droga! - resmungo ao ver a hora, estava atrasada. Justo hoje! As primeiras aulas são de Biologia, desço as escadas com pressa pego uma maçã como café da manhã, e corro até a porta, pego a chave da minha moto, e saio as pressas de casa.

 Vou o mais rápido possível para não perder mais tempo da aula, eu estava me matando internamente não só por estar perdendo aasunto e sim por que eu deveria estar admirando o belo corpo da professora agora, ao chegar estacionei perto do portão mesmo passando pelo porteiro que graças a Deus era meu amigo. 

 - Atrasada de novo S/n? Justo hoje... - O homem de sorriso quadrado perguntou com um certo olhar malicioso. - Bom dia pra você também Kim Taehyung , mandei um beijo pra ele e entrei correndo no prédio.

 Ao adentrar a sala recebo o olhar pesado de todos os alunos inclusive da professora.

 - S/n, está atrasada. - ela disse com um olhar sério, e meu deus que sexy. - Professora é que... - tendo me desculpar porém ela me interrompe. - Sente-se em seu lugar, ficará em detenção. - disse. - Droga! - resmunguei baixo comigo mesma.

                          ...

 Depois de todas as aulas tediosas, fora a parte as de biologia claro, o sinal toca, infelizmente lembrei que teria que passar mais 45 minutos nessa maldita escola, na maldita sala de detenção. 

- Divirta-se com a Sra Melmord. - zombou Lisa da minha cara fazendo Rosé e Jennie rirem também. - Ah, vão se fuder. - revirei os olhos. - a gente também te ama sua ingrata. - A de franja disse. - Odeio vocês. - falei, mentira , amo essas pragas. - Beijinhos - se despediram ao me deixar em frente a sala de detenção. 

Só de lembrar que teria que passar 45 minutos com essa velha rabugenta eu já fico enjoada. 

 Respirei fundo, então vamos lá, abrir a porta, estranhei não ter ninguém ali, oque não era normal em uma segunda-feira, nem mesmo a Sra. Melmord estava alí, dei de ombros entrando no lugar sentando em uma carteira qualquer. Alguns minutos se passaram e a porta é aberta revelando... A professora de Biologia, é isso mesmo?

 - Sra. Melmord teve um pequeno imprevisto... Ficarei em seu lugar. - Ela disse, sempre tão seria. - Bom... Temos 45 minutos aqui dentro... Deveriamos fazer algo para nos distrair, oque acha S/n? - acho ótimo, pensei. - Oque quer fazer Professora? - perguntei curiosa. - Não sei, que tal revisarmos a aula que você perdeu sobre, o corpo humano e suas... Sensações. - Ela não disse isso com segundas intensões? Disse? - C-claro, eu a-adoraria. - a respondi.

 A morena se alevantou vindo em minha direção se aproximou cada vez mais, sentir o seu doce aroma, que inclusive estava me deixando louca, sentou em uma cadeira a meu lado, ela estava tão próxima, cruzou as pernas, meu corpo já não respondia a meus comandos.

 Sem nem mesmo sequer pensar nos problemas que isso poderia me causar a puxo pela cintura iniciando um beijo, meu corpo estava sendo dominado pelo desejo, eu precisava daquilo, pedir passagem com a língua logo cedida por ela, a sensação de sua língua junto a minha era maravilhosa, porém nossos pulmões precisam de ar. 

 Assim que separamos o beijo nós encaramos por alguns segundos, mas infelizmente ou Felizmente o desejo já havia tomado conta do meu corpo, em um pulso a sento em uma mesa mas próxima ficando entre suas pernas, nossas respirações descontroladas se colidiam, a beijo novamente sentindo em seguida seus dedos penetrarem meus cabelos, eu ainda não estava acreditando no que estava acontecendo e muito menos no que vai acontecer. 

 Desci meus beijos até seu pescoço deixando mordidas, beijos e chupões por onde meus lábios passavam, a morena gemia baixinho e abafado, seu som era afrodisíaco, parei oque estava fazendo e olhei em seus olhos, ainda não tinha notado o quão lindo que eles eram, e o quão linda a sua desenhada boca era, a beijo novamente, o sabor de seus lábios eram viciantes, sentir como se não quisesse aquela mulher só por um momento, quero ela pro resto da minha vida.

 Comecei a desabotar sua blusa de mangas compridas social, lentamente, admirando a cada pequena parte dalí, logo avisto seus perfeitos e arrendondados seios cobertos apenas por um sutiã preto tomara-que-caia, agradeci internamente por isso, o retireencantada com o que eu estava vendo, me aproximei dessas obras de artes e comecei a me saborear, seu mamilo em perfeita sintonia com minha língua, a morena gemia prazerosamente baixo, eu sabia que não poderíamos ser ouvidas ali dentro, fui descendo meu agrados por todo seu abdômen até chegar no cós de sua saia, eu somente alevantei a mesma, tendo a visão de sua calcinha, ou melhor ainda, molhada, sorri.

 A retirei suavemente, tendo uma imagem que jamais eu poderia esquecer, me aproximei sentindo o aroma incrível daquele lugar, passei minha língua em sua entrada, em seguida adentrando a mesma sentindo seu delicioso sabor, explorei a cada canto, fazendo todos os movimentos possíveis ali, a morena segurava seus gemidos que soltos deveriam ser maravilhosos, pude sentir seu corpo estremecer, tomei tudo que me foi proporcionado , cada pequena gota de seu prazer. 

 Subi novamente, fitando sua boca semi-aberta, com uma de minhas mãos, rodiei meus dedos em sua entrada, adentrei dois na mesma, recebendo uma mordida em meu ombro, abafando seu gemido, comecei a estoca-la com movimentos de vai e vem, seus gemidos saiam abafados agora por causa de meus lábios em sua boca, após um tempo a mesma se desfez em meus dedos, os levei até a boca me saboriando novamente daquele viciante liquido. 

 Ficamos ali nessas trocas prazeres até o sinal tocar, representando o final da detenção.

Nos arrumamos, nem uma palavra foi dita, fomos em direção a porta, a professora pois a mão na massaneta, era agora ou nunca, a puxo pelo braço, segurando sua corpo contra o meu, olhando no fundo de seus olhos, essa era a única oportunidade que eu poderia ter.

 - Eu não vou conseguir sair como se nada estivesse acontecido aqui a dentro, a tempos que venho a admirando, eu sempre gostei de você, desde a primeira vez que a vi nessa escola... - não terminei, ela me interrompeu. - eu digo mesmo, mas... mas... é errado você é uma aluna, e eu sou sua professora, não pude me segurar, ah tempos que venho me sentindo em encantada por você! - ela disse, diferente, não parecia a professora seria e sexy que eu conhecia. 

 A beijei, um beijo contribuído de sua parte, eu sempre tive um crush nela, e não deixaria essa oportunidade de te-la para mim passasse. 

 - Eu não estou aqui como sua aluna, eu estou aqui como uma mulher, e uma mulher apaixonada. - disse determinada, pela primeira vez a vi sorrir, e seu sorriso ela lindo.  

A mesma se virou abrindo a porta, saímos da sala de mãos dadas .


Notas Finais


Ficou meio curto rs, sorry, obrigada por ler. ~♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...