História The Bite Marks - JungKook - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Jay Park
Personagens Jay Park, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun
Tags Amanda, Bite Marks, Bts, Bulimia, Drama, Jay Park, Jungkook, Marcas Da Mordida, Medo, Romance, Sobrenatural, Taehyung, Vampiros
Visualizações 47
Palavras 2.162
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BROTEI

BOA LEITURA AMORZINHOS...

Capítulo 32 - Verídico


Fanfic / Fanfiction The Bite Marks - JungKook - Capítulo 32 - Verídico

— A humana não morreu, está viva. Seu nome é Mônica.

Ficamos chocados.

— Como assim?! Ela morreu!! — Eu disse sem entender.

— Não. Ela não morreu...

— Isso não faz o menor sentido. — Jimin disse. — Explique, explique como isso aconteceu!

— No dia do assassinato Mônica conseguiu fugir, ela estava grávida de oito meses... Me lembro como se fosse hoje do dia em que ela veio aqui buscar ajuda. Fui eu quem fez seu parto... Era uma linda menina, ela disse que seu nome iria ser...

— Amanda. — Eu completei. — Então depois ela saiu de Vampcity e deixou a criança na porta de um orfanato.

— Exatamente.

— Jimin... — Eu olhei pro mesmo que tinha uma expressão indecifrável no rosto. — Achamos a descente do Dong-Yun...

Houve um silêncio.

Pov's Amanda

— Uma carta do JungKook? — Perguntei a mim mesma.

Abri rapidamente o envelope e em seguida o papel... A caligrafia era linda e o que estava escrito mais ainda. Lágrimas brotaram a partir da primeira palavra...

Amanda, 

 Não sei como começar isso sabe? Mas decidi que seria assim. Não consigo dizer ao vivo tudo que está guardado em meu interior, é difícil. Tenho medo da sua reação ao me rever novamente... 

 Queria pedir seu perdão, por ter mentindo tão descaradamente, fiz aquilo pra te proteger, e quando soube que você não gostava do ser que eu era eu me achei na obrigação em não te deixar saber de nada! A última coisa que quero é que tenha medo de mim meu amor... Sim, meu amor! Quero te confessar que o tempo a passou e eu não parei de pensar em você, tudo que eu faço me leva até você, mas no fundo só desejo a sua felicidade. E por favor, não diga que o amor não é de verdade, se não fosse acharia mesmo que eu não te deixaria escapar? Amanda, no dia em que você chegou na minha vida meu céu mudou de cor, minha vida ficou colorida e passou a ter sentido. Não dá pra fugir, você vive em mim e eu estou em você!! 

 Garanto que não sou o monstro que você pensa que eu sou, e te asseguro de que nunca matricular ninguém com minhas presas. Sou um bom vampiro, um que protege e cuida de quem ama, e eu te amo! 

 Você é a flor mais bonita do jardim da minha vida, você é um mar onde navegam emoções, a causa e a razão dos meus sorrisos, você é um céu onde flutuam corações, você é a confidente de todas as minhas emoções!! Você não pode ir embora, o que eu sinto por você, ah, eu nem como dizer, você é tudo, minha vida não tinha graça antes de te conhecer... 

 Eu passei a te amar dês de o primeiro dia que te vi. Foi como mágica, escondi minha verdadeira identidade de você pois não queria que tivesse medo de mim! Agora penso, em uma maneira de me encontrar frente a você e poder te abraçar e sentir seu coração junto ao meu novamente... Dê luz aos meus sentimentos, me dá um sinal de que posso ter esperança que tudo vai ficar bem!! Fica. Não me deixe sozinho nessa ilusão... 

 Eu te amo, e amo te amar! Me perdoe... Preciso de você aqui, perto de mim, pra eu não te largar nunca mais!! Deixa eu continuar sendo seu lugar seguro, onde você se sente bem? Eu peço. Imploro. Preciso.

 Fale comigo, me procure. Me perdoe... Só quero seu bem. Não precisa ter medo, não vou te machucar nunca!! Não se esqueça de nossos momentos, aqueles que sorrimos e nos sentimos felizes, admito que são eles que me dão força pra acreditar que nossa história não acabou... Sinto sua falta, e não posso ficar sem você. Não fique longe, por favor... Permaneça perto, pra que eu possa te alcançar e ficar contigo pelo resto da vida. 

 Com amor, Jeon JungKook. 

As lágrimas corriam livres por meu rosto ao ler as lindas palavras que continham naquela carta. Não era tão grande mas dizia tudo, tudo que um coração frágil como o meu precisava ouvir... É, eu o amava! Nunca senti algo tão forte por alguém, parecia mentira mas era a mais pura verdade, eu e ele, sempre em conexão!! Eu não podia negar mais, pois isso estava me machucando por dentro. Eu precisava dele, eu queria...

Ir até JungKook e aceitar seu perdão iria ferir meu orgulho, mas ficar e continuar sofrendo seria pior. Queria que nada daquilo tivesse acontecido conosco, nossa história era tão linda...

Apertei o papel contra o coração e tentei controlar as lágrimas teimosos que insistiam em sair.

— Ah... — Suspirei.

Nunca pensei que amar fosse tão... Doloroso!

*Quebra de Tempo*

Pov's JungKook 

— Então ela deve liderar os alfas? — Já era a minha décima pergunta.

— Liderar o que? Pra ser líder tem que liderar alguma coisa, os alfas estão mortos! — Jimin disse um pouco óbvio.

— Ele tem razão. Não tem o que liderar. A não ser que ele tenha muitos herdeiros.

— Se depender do JungKook... — Jimin deu uma risadinha.

— Sem brincadeiras Jimin. — Eu o olhei sério. — O assunto é sério.

— E tem mais. Amanda não pode ficar por muito tempo convivendo com os humanos, por mais que ela seja metade humana um dia seu lado híbrido pode falar mais alto. Irão descobrir e consequentemente matarão ela. — Sook replicou séria.

— Qual o melhor a se fazer? — Jimin perguntou.

— Vocês saberão.

— Não saberemos não! — Jimin protestou. — Viemos aqui pra descobrir o que era óbvio. Não saberemos o que fazer...

— Acho que proteger Amanda é a prioridade. — Eu disse. — Não é?

— Sim, mas acho que o lobo dela já está fazendo isso. 

— Eu não sei de mais nada. — Eu disse.

— Há uma coisa que eu ainda não entendi. Por que Dark-wo quer matar Amanda? Só pra vingar? Só por matar?

— Ele acha que se não houver outro híbrido seu filho pode herdar a liderança da alcateia. — Sook explicou.

— Como assim?! Jay Park é híbrido?

— Não sabem? — Ela riu. — Ele foi amaldiçoado.

— Ahn?! — Jimin se mostrou confuso.

— Ele é um híbrido de alfa com vampiro. — Eu concluí.

— Sim.

— Vamos Jimin... Temos que ir agora. Obrigada Sook!

— Estou aqui sempre.

Saímos rapidamente da casa da Sook e seguimos em direção ao centro de Vampcity. Jimin estava confuso, eu também admito.

— É muita informação.

— Sim... Muita!

Fomos andando... Quando vimos algo estranho.

— Olha. Ali... — Eu apontei. — Não é o Sehun?

— Sim... O que ele está fazendo na floresta?

Nos olhamos em positividade e decidimos segui-lo.

— Ele foi por ali...

Atravessamos alguns arbustos e avistamos Sehun... Sehun, Kai e Jay Park...

— Vamos embora. — Eu disse e juntos saímos dali.

*Quebra de Tempo*

Já era noite. Estávamos com Hoseok e Taehyung conversando sobre o acontecido até que Namjoon chegou.

— E aí gente. — Ele cumprimentou todos.

— Oi. — Eu disse.

— Oi. — Jimin cumprimentou.

— Tudo bem Namjoon? — Hoseok disse.

— Estávamos precisando mesmo de você. — Taehyung finalizou os cumprimentos.

— Do que precisavam?

— Jimin e JungKook juram ter visto Sehun e Kai com o Jay Park. — Taehyung disse enquanto colocava as mãos no bolso do moletom preto.

— Com o Jay Park?!

— Também achamos estranho, porém dês de que eles chegaram eu não vou com a cara deles. — Hoseok admitiu.

— Jimin está de prova. Nós vimos eles.

— Sim pessoal, é verdade. — Jimin replicou. — Só não deu pra ouvir a conversa.

— O que será que eles estavam fazendo juntos?

— Isso não importa Namjoon! Jay Park é procurado por todos, se alguém tem intimidade com ele deve o entregar às autoridades! — Taehyung disse sério.

— Ah, são tantas coisas pra pensar. Como pode um vampiro dar tanto trabalho assim?! — Namjoon disse e se sentou no chão ao lado de Hoseok.

— E tem mais. — Jimin olhou pra mim. — Eu e o JungKook... Nós... — Eu fiz um sinal positivo permitindo que ele falasse.

— Não me diga que estão namorando?!

— Eca Hoseok!! Nem brinque com isso cara... — Eu disse com uma expressão de nojo.

Os outros deram breves risadas.

— É outra coisa, mais importante. — Jimin continuou. — Lembram do descendente do híbrido?

— Sim, procuramos ele a anos. — Hoseok disse.

— Não é ele Hoseok, é ela. — Eu disse ainda meio indeciso em contar ou não.

— Então é mesmo verdade? — Taehyung olhou pra mim. — Aquela humana é a filha do Dong-Yun?!

— Que humana? — Yoongi aparece do nada com Seokjin.

— Que bom apareceram... — Taehyung comentou. — JungKook e Jimin tem coisas importantes pra nos dizer.

— Então falem... Estou com sono! — Yoongi disse sonolento.

— Amanda, lembram? Da minha...

— Namorada. — Jimin completou. — Ela é a filha do Dong-Yun.

Todos se espantaram... Era uma história longa pra contar.

*Quebra de Tempo*

— Então o melhor a se fazer é ficar de olho na huma... Na garota! — Jin reforçou. — JungKook, você tem uma casa lá, pode ficar por lá...

— Mas e meus treinamentos?

— Eles podem ser adiados, isso é mais importante JungKook. — Taehyung disse.

— E quanto a Sehun e Kai?

— Bom Jimin, podemos vigiar eles a partir de amanhã. Seguir todos os seus passos seria fundamental. — Namjoon disse.

— Ok, então esse é o plano. — Eu continuei dizendo. — Eu vou cuidar pra que a Amanda fique segura e vocês vão vigiar os novatos.

— Perfeito. — Jimin disse.

— Qualquer coisa comunique a gente!

— Pode deixar Yoongi. Vou manter vocês informados sobre tudo.

Assim que entramos em acordo eu e Taehyung nós despedimos do nossos amigos e seguimos sozinhos pela escura Vampcity.

— Ainda gosta dela?

— Claro Taehyung, eu amo!

— JungKook, sabe que isso é arriscado até pra você né? Atualmente Amanda é seu ponto fraco. Dark-wo quer matar ela, mas também com isso te matar de tristeza e desgosto.

— Eu sei. Mas, tenho que arriscar... Não posso assistir a morte dela assim sem fazer nada. Tenho que proteger ela.

— É muito heróico seu pensamento, admiro ele, mas um pouco de egoísmo é bom às vezes... Lutar contra Jay Park é suicídio.

— Eu já venci ele uma vez. Posso fazer isso de novo tranquilamente...

— Ele está mais forte...

— Taehyung!!! — Eu falei mais alto. — Haja o que houver, eu vou se for preciso até morrer pela Amanda. Primeiro que a amo, e segundo que ela não pode morrer...

— Eu entendo, mas ao mesmo tempo acho arriscado demais! Sou seu irmão e prezo pela sua vida. Também quero te proteger.

— Não precisa. Cuide de si mesmo...

— Minha vida não tem sentido JungKook, você é tudo que me resta irmão... É a única lembrança da nossa mãe.

— Ei, eu vou ficar bem protegendo quem amo.

— Será que essa história terá um final feliz?

— Não sei, mas eu tenho esperança. — Olhei pra lua. — Lembra que nossa mãe dizia que a lua era mágica?

— Sim... — Ele deixou escapar uma leve risada. — Pensar nela me dá forças pra seguir em frente sabe? Ela é minha lua.

— Eu entendo. Foi difícil pra nós dois.

— Dizem que sentimento de vingança não é bom, mas eu não ia reclamar se Dark-wo e Jay Park fossem mortos cruelmente, assim como foi nossa mãe.

— Eu não sei o que pensar. Depois que Amanda chegou na minha vida, tudo voltou a fazer sentido. Ela chegou assim, sem perguntar nem pedir permissão, mudou meu mundo e eu não posso reclamar, eu adorei.

— Você está mesmo apaixonado né?

— Apaixonado é pouco. Eu a amo.

— Boa sorte nesse amor, tomara que consiga seus objetivos e nada de ruim aconteça a ela.

— Eu também torço por isso.

— Acho melhor você ir... — Ele disse desviando o olhar. — Vai ficar tarde...

— Sim, melhor mesmo. Qualquer notícia sobre os dois novatos me diga.

— Até mais JungKook... Se cuida!

Sorri e o abracei, nos separamos e ele sorriu discretamente... Depois sumiu. Restavam só eu, as estrelas e a lua naquela imensidão!!

Um período de tempo se passou e por fim cheguei na minha casa. Já era tarde por isso fui tomar um banho e dormi... Não sei o que me esperava no dia seguinte, sinceramente. Porém eu estaria pronto pro que desse e viesse...

Acima de tudo eu tinha esperança que as coisas pudessem dar certo de novo. O amor era mais forte.

Por fim adormeci...

*No Dia Seguinte*

 . . .


Notas Finais


Foi isso...
Espero que tenham gostado de verdade... Até quando Deus quiser!!
Hoje é um dia especial hein... Dois gatos estão fazendo 20 aninhos!! [Shawn Mendes e Morimura] Parabéns pra eles...

ATÉ
BEIJOS @Kim_Taenu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...