1. Spirit Fanfics >
  2. The Blake Family >
  3. Ciúmes

História The Blake Family - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Antes de você ler esse drable, eu preciso avisar que quando eu escrevi isso eu não era uma das maiores fãs da Echo, então meio que saiu isso. Hoje em dia isso é passado e eu realmente gosto da Echo. Na verdade até shippo ela com a Hope. Enfim... Espero que gostem! :D

Capítulo 2 - Ciúmes


Octavia estava sentada no corredor em frente a sala da diretoria com o rosto emburrado. Aquela professora patética sempre insistia em pegar no pé dela, mas Octavia sabia porque ela fazia isso. É claro, Octavia sempre teve problemas com matemática, até quando ela morava com a sua mãe Aurora. Mas desde que sua professora de matemática conheceu o seu irmão mais velho e soube que Octavia estava morando com ele, Octavia passou a entrar em problemas muito mais vezes. Ela sabia que não era coincidência. E ela percebeu o jeito em que a professora Echo Azgeda olhava para o seu irmão. Era patético. Então pensando nisso, ela bufou, quando viu Madi vindo na direção dela.

 

- Ei O, o que você está fazendo aqui? - Madi levantou as sobrancelhas, o que fez Octavia levantar a cabeça para olhá-la.

- Estou aqui por culpa daquele professora patética de novo. - Octavia respondeu, bufando.

- É sério que você entrou em problemas de novo por causa da Senhorita Azgeda? - Madi perguntou, surpresa. Era a terceira vez no mês que Octavia ia para a diretoria por causa da professora de matemática.

- O que eu posso fazer se aquele mulher insiste em me ferrar para que ela possa ver o meu irmão? - Octavia rebateu, mas colocou a mão na boca ao perceber o que tinha falado. Madi era sua sobrinha. A filha de Bellamy. Ela com certeza também não ia gostar que a professora de matemática estivesse dando em cima do seu pai.

- O quê? - Madi arregalou os olhos, ficando com uma expressão irritada.

- Nada, Madi. - Octavia falou, tentando se retratar - Apenas esqueça isso. - Ela a olhou, séria, afinal ela não queria que Madi se metesse em problemas também.

- Não! - Madi a encarou, pisando firme - Agora eu quero saber. - A garota bufou, o que fez Octavia suspirar.

- Ta bom, eu conto. - Octavia colocou as mãos no alto em sinal de rendição, enquanto olhava pra Madi - Mas, por favor, não entre em problemas por causa dessa mulher também. - Ela pediu, mas Madi apenas deu de ombros - É só que... - Octavia a olhou, fazendo uma pausa, antes de continuar - Eu notei o jeito que ela olha para o Bell quando ele vem aqui. - Ela confessou e Madi a olhou.

- De que jeito ela olha? - Madi insistiu e Octavia bufou.

- Você sabe. - Octavia levantou as sobrancelhas e Madi imediatamente fechou a cara, antes de xingar.

- Que cadela! - Madi reclamou, olhando para Octavia.

- Concordo totalmente. - Octavia falou, dando de ombros.

- Já sei... - Madi finalmente falou, depois de um minuto de silêncio - É isso, eu já sei o que vou fazer. - Ela completou e estava se preparando para sair dali, mas Octavia a segurou pelo o braço.

- Madi, eu não sei que ideia brilhante você teve, mas por favor, apenas não se meta em problemas por causa de mim. - Octavia pediu, séria. Já não bastava ela estar em problemas por causa dessa professora idiota. Ela sabia que provavelmente Bellamy não ia deixar ela ir na festa de Miller como castigo. Ela não queria que Madi fosse castigada também.

- Confia em mim, O. - Madi simplesmente falou, antes de sorrir.

- Eu só não quero que você seja castigada por minha causa. - Octavia a olhou, dando de ombros e soltando o braço de Madi.

- Eu não vou. - Madi rebateu e se virou para sair de lá novamente - Eu sou muito esperta, diferente da minha Tia Octavia... - Ela provocou e Octavia se levantou para pegar a garota, mas Madi correu tão rápido que nem deu tempo de Octavia a alcançar.

- Pirralha. - Octavia resmungou, voltando a se sentar, mas não conseguiu esconder o sorriso de orgulho. Afinal, Madi se parecia muito com ela quando ela tinha 13 anos.

 

Enquanto isso, Bellamy tinha acabado de receber uma ligação da escola de Octavia. Ele não sabia o que fazer, já era terceira vez no mês que ele era chamado na escola por causa de sua irmã mais nova. Ele não se lembrava de Octavia causar tantos problemas enquanto morava com Aurora. Ela sabia que Aurora era muito mais dura, mas o que ele podia fazer? Ele simplesmente não conseguia ser assim. Embora dessa vez, apenas proibir ela de sair no final de semana não fosse o suficiente. Talvez ele tivesse que deixar ela sem sair por duas semanas ou talvez até um mês. Pensando nisso, Bellamy simplesmente suspirou e se preparou para sair da faculdade para descobrir o que Octavia Blake tinha aprontado dessa vez. Por sorte, ele estava apenas corrigindo uns trabalhos e só teria que dar uma aula mais tarde.

 

Voltando a escola, Octavia ainda estava no corredor em frente a sala da diretoria, quando viu a professora de matemática entrando no corredor com Madi atrás dela. Octavia levantou as sobrancelhas em surpresa, enquanto assistia Echo Azgeda dando uma bronca em Madi. Em seguida, Echo entrou na sala da diretoria para conversar com a diretora, enquanto Madi vinha na direção dela.

 

- O que você fez, garota? - Octavia perguntou, confusa.

- Apenas criei uma situação para que a minha mãe venha na escola hoje também. - Madi respondeu, sorrindo de um jeito arrogante - Se quiser pode me agradecer por isso. - A garota continuou, mas Octavia apenas levantou as sobrancelhas.

- Porque eu te agradeceria por isso? - Octavia falou, sem entender - Antes era uma ferrada, mas agora somos duas. - Ela suspirou e Madi a olhou, parecendo ofendida.

- Você não entendeu o que eu fiz, O? - Madi bufou e Octavia negou com a cabeça - A professora Echo vive te mandando pra diretoria, porque segundo você ela quer ver meu pai, certo? - A garota perguntou, o que fez Octavia assentir devagar.

- Certo. - Octavia balançou a cabeça em concordância, ainda não entendendo aonde Madi queria chegar.

- Então se a minha mãe perceber o que você percebeu e faça o escândalo que eu estou imaginando, talvez a professora Echo pare de te mandar para a diretoria. - Madi concluiu e Octavia pensou por um momento, antes de abrir a boca, surpresa.

- Pu/ta merda, Madi. - Octavia exclamou, olhando para Madi - Você é uma genia! - Ela falou, segurando o rosto de Madi e dando um beijo no rosto dela.

- Eu sei. - Madi riu, não perdendo a oportunidade de se gabar.

 

Alguns minutos mais tarde, Bellamy chegou na escola. Ele esperava encontrar somente Octavia sentada no corredor em frente a sala da diretoria, mas ficou realmente surpreso ao ver que Madi estava lá também. Caramba. Sua filha e sua irmã mais nova tinham se metido em problemas no mesmo dia na escola. O que ele fez pra merecer isso?

 

- Você também, Madi? - Bellamy olhou para a sua filha, colocando uma das mãos no rosto.

- Parece que a Senhorita Azgeda não gosta muito dos Blakes, pai. - Madi respondeu, mostrando as duas mãos como se dissesse ''O que eu posso fazer?''

- De um Blake, eu tenho certeza que ela gosta. - Octavia bufou, antes de olhar de canto para Bellamy.

- Octavia, o que você está insinuando? - Bellamy ficou sério, ao olhar para a sua irmã mais nova.

- Nada. - Octavia respondeu, dando um sorriso irônico.

- Octavia. - Bellamy cortou os olhos para a sua irmã, esperando que ela o respondesse, quando foi interrompido pela voz da diretora da escola, a senhora Indra Trikru.

- Senhor Blake. - Indra cumprimentou, olhando para Bellamy - Receio que eu, você e a professora Azgeda precisamos conversar sobre o comportamento das meninas. - Ela continuou e Bellamy assentiu - Eu liguei para a sua esposa também e acredito que ela deve estar chegando em breve. - Indra avisou, o que fez Madi e Octavia se olharem com cumplicidade - Enquanto isso, você e as meninas já podem esperar na minha sala. - A mulher mais velha concluiu, dando passagem para Bellamy, Madi e Octavia entrarem na sala dela. Assim que os Blakes entraram na sala e Indra os deixou a sós, Bellamy levantou as sobrancelhas para Octavia, ainda esperando por uma explicação.

- Qual é, Bell, você não percebeu o jeito que aquela mulher te olha? - Octavia o olhou, suspirando.

- Octavia, o que você está falando? - Bellamy perguntou, sem entender. O homem realmente não tinha percebido que a professora Echo Azgeda dava em cima dele, pois ele sempre só teve olhos pra Clarke, então ele realmente não conseguia reparar em outras mulheres.

- Para de se fazer de sonso, Bell. - Octavia bufou, ficando impaciente.

- Olha o respeito, Octavia. - Bellamy cortou os olhos para a sua irmã mais nova, respirando fundo para manter a calma.

- É sério, irmão. - Octavia suspirou, o olhando - Aquela mulher está muito afim de você. - Ela continuou, o que fez Bellamy bufar.

- Você está imaginando coisas. - Bellamy simplesmente falou, antes de soltar um suspiro.

- Eu não acho. - Madi se meteu na conversa e olhou para o seu pai.

- Madi. - Bellamy olhou para a sua filha, parecendo ofendido. Agora até Madi estava imaginando coisas, pensou Bellamy.

- Desculpa pai, mas você realmente precisa acreditar na gente. - Madi o olhou com um beicinho.

- Quer saber... - Bellamy respirou fundo, antes de olhar para as meninas - Quando a gente chegar em casa, nós vamos conversar seriamente. - Ele avisou, olhando para elas - Vocês não podem falar um absurdo desses da professora de vocês. - Bellamy continuou, o que fez Madi bufar e Octavia revirar os olhos, mas antes que ele pudesse repreender as meninas por isso, Clarke entrou na sala da coordenação e já começou com o sermão:

- Eu não posso acreditar que agora além da Octavia, você também está tendo problemas com a professora de matemática, Madi. - Clarke bufou, olhando para Madi.

- Mas Clarke, a gente não tem culpa se aquela professora é uma cadela. - Octavia falou, saindo na defesa de Madi.

- Octavia! - Bellamy e Clarke repreenderam juntos, olhando para a garota.

- Desculpa, mas é a verdade. - Octavia sorriu ironicamente, dando de ombros.

- Octavia, mais uma palavra e o seu castigo vai se estender por um... - Bellamy ia falar que o castigo da sua irmã mais nova ia se estender por um mês, mas Madi o interrompeu.

- Ela está certa. - Madi se meteu, olhando para os seus pais.

- Madi, você já está encrencada. - Clarke avisou, olhando para a sua filha - Você quer ficar mais? - Ela perguntou, cortando os olhos para a garota.

- Mas mãe, não é nossa culpa que essa mulher gosta do papai! - A garota falou de uma vez, o que fez Clarke arregalar os olhos.

- O que você disse? - Clarke perguntou, pausadamente, olhando para a sua filha.

- Isso é imaginação das garotas, amor. - Bellamy a olhou, tentando aliviar a situação. Até porque ele realmente não acreditava que Echo gostasse dele.

- Madi. - Clarke olhou séria para a sua filha, ignorando Bellamy e ainda esperando por uma explicação.

- É só que ela vive chamando a O para a coordenação, porque ela quer ver o papai. - Madi explicou, o que fez Clarke se virar para Octavia.

- Isso é verdade, Octavia? - Clarke perguntou, séria, mas Octavia não respondeu - Octavia. - A loira insistiu e Octavia soltou um suspiro, antes de responder.

- Eu não posso falar, Clarke, meu irmão disse que se eu falar mais uma palavra o meu castigo vai se estender por um mês. - A garota fez um beicinho, abaixando a cabeça.

- Seu castigo está suspenso. - Clarke falou, séria.

- Clarke! - Bellamy reclamou, olhando para a sua esposa, o que fez Madi segurar o riso. O plano dela estava dando certo, afinal.

- Agora pode falar. - Clarke continuou, ignorando Bellamy, o que fez Octavia sorrir de canto.

- Eu não sei, mas desde que eu passei a morar com vocês e o que o Bell passou a cuidar dos meus problemas aqui na escola, a professora Echo quase sempre tenta me mandar para a diretoria mesmo sem eu ter feito nada. - Octavia explicou, a olhando - Isso não me parece coincidência e além disso eu vi o jeito que ela olha para o meu irmão. - Ela continuou, o que fez Clarke respirar fundo.

- Clarke, você não vai dar atenção para as meninas, vai? - Bellamy perguntou, olhando para a sua esposa.

- Estou pensando seriamente nisso. - Clarke respondeu, séria.

 

Bellamy simplesmente encarou Clarke, chocado. Ele sabia que ela era ciumenta, mas nem tanto. Além disso, ele não tinha feito nada. Na verdade, ele ainda pensava que as meninas estavam imaginando coisas. Já Madi e Octavia apenas se entreolharam, sabendo que as coisas estavam indo exatamente do jeito que elas queriam. Nisso, a porta se abriu e a diretora Indra Trikru entrou na sala da diretoria junto com a professora Echo Azgeda.

 

Então a diretora Indra Trikru cumprimentou Bellamy e Clarke, seguida pela a sua professora de matemática Echo Azgeda. Ao dar a mão para cumprimentar Bellamy, Echo sorriu de um jeito diferente pra ele e Clarke não pode deixar de notar. Isso definitivamente não era coisa da cabeça das meninas. Essa professora de matemática realmente tinha segundas intenções com o seu marido. Com isso, quando Echo foi cumprimentar Clarke, a loira simplesmente não conseguiu evitar dar a ela um sorriso irônico, além de apertar a mão dela com mais força que o normal, como se dissesse: "Eu percebi o jeito que você olhou para o meu marido''.

- Primeiramente eu gostaria de dizer que eu sinto muito por incomodar vocês, eu sei que vocês são pessoas muito ocupadas, mas eu realmente senti que precisávamos conversar hoje sobre o comportamento das meninas. - A diretora Indra Trikru começou, olhando para Bellamy e Clarke que estavam sentados ao lado de Octavia e Madi, com Madi do lado de Clarke e Bellamy do lado de Octavia. - Professora Azgeda, conte a eles exatamente o que aconteceu entre você e a Senhorita Octavia Blake. - Ela pediu, olhando para Echo.

- A Senhorita Octavia Blake simplesmente me ofendeu no meio de uma aula. - Echo contou, olhando para Octavia.

- Isso é mentira. - Octavia rebateu, a olhando. Bellamy imediatamente colocou a mão no ombro de sua irmã mais nova, como se pedisse pra ela se acalmar.

- Desculpa, Senhorita Blake, mas me olhar e dizer algo como ''Vai pro inferno, sua cadela'' não te parece um xingamento? - Echo levantou as sobrancelhas, olhando para Octavia.

- Você disse isso, Octavia? - Bellamy se virou para a sua irmã mais nova com uma expressão séria.

- Eu disse, mas não foi pra ela. - Octavia respondeu, olhando para o seu irmão.

- Como que esse xingamento não foi direcionado a mim, Senhorita Blake? - Echo perguntou, incrédula - Você disse isso exatamente depois que eu te pedi para fazer um exercício de matemática na lousa. - Ela continuou, o que fez Bellamy olhar pra sua irmã novamente.

- Isso foi apenas uma coincidência. - Octavia simplesmente respondeu, dando um sorriso irônico.

- Octavia. - Bellamy falou o nome da sua irmã em um tom sério, pedindo para ela falar a verdade.

- E se isso realmente foi uma coincidência? - Clarke se meteu, olhando para a diretora Indra Trikru - Quero dizer, Octavia realmente está errada em xingar, mas isso não significa que ela tenha xingado você, Senhorita Azgeda. - A loira continuou, se virando para olhar para Echo.

- Com todo respeito, Senhorita Griffin, mas eu... - Echo ia falar, mas Clarke a interrompeu.

- Griffin Blake, por favor. - Clarke sorriu ironicamente, dando enfase no nome ''Blake''.

- Com todo respeito, Senhorita Griffin Blake, mas eu saberia se um xingamento tivesse sido direcionado a mim. - Echo continuou e Clarke levantou as sobrancelhas pra ela.

- Todos podem cometer erros, você não concorda, Senhora Trikru? - Clarke falou, se virando para olhar para a diretora.

- Certamente. - A diretora Indra Trikru concordou, olhando para Clarke.

- Octavia... - Clarke se virou, para olhar para a irmã mais nova do seu marido - Para quem você direcionou aquele xingamento? - Ela perguntou, a olhando.

- Para Harper, Clarke. - Octavia respondeu, humildemente - Ela é minha amiga, nós só estávamos brincando. - A garota explicou e Clarke assentiu - E eu sei que foi errado xingar na aula da Senhorita Azgeda, mas eu prometo que não vou fazer isso mais. - Octavia se virou para olhar para a diretora Indra Trikru.

- Pode ter certeza que eu mesmo vou me assegurar disso. - Bellamy olhou seriamente para Octavia, antes de se virar para olhar para a diretora Indra Trikru.

- É muito bonito da sua parte se desculpar, Senhorita Octavia Blake. - A diretora Indra Trikru falou, olhando de Bellamy para Octavia. Ela não sabia o porque, mas ela realmente gostava daquela garota.

- Isso não está certo, Senhora Trikru. - Echo insistiu, olhando para a diretora - Eu tenho certeza que aquele xingamento foi direcionado a mim. - A professora de matemática continuou, o que fez Clarke se meter novamente.

- Se eu me lembro bem é a terceira vez no mês que você tem problemas com a Octavia. - Clarke falou, saindo na defesa da garota - Então será que você não está com algum tipo de perseguição, só porque já teve problemas com ela antes? - A loira continuou, olhando para a Senhorita Azgeda.

- É claro que não, Senhorita Griffin Blake. - Echo a olhou, indignada - Isso é um absurdo. - A mulher tentou se defender e se virou para olhar para a diretora Indra Trikru, que pareceu considerar o argumento de Clarke.

- Me diz, Senhora Trikru, a Octavia já teve problema com algum professor sem ser a Senhorita Azgeda? - Clarke insistiu, se virando para olhar para Indra.

- Mesmo sendo uma frequentadora assídua da minha sala... - Indra começou, lançando um olhar severo a Octavia - Eu tenho que admitir que em relação aos professores, a Senhorita Blake só teve problemas com a Senhorita Azgeda. - A mulher terminou, olhando para Clarke que sorriu satisfeita.

- A Senhora não está considerando... - Echo ia perguntar se Indra ia deixar Octavia sair impune, mas a diretora a interrompeu.

- A Senhorita Griffin Blake tem um ponto, professora Azgeda. - Indra argumentou, severamente - E talvez você realmente precise rever os seus conceitos em relação a Senhorita Octavia Blake. - Ela alertou, o que fez Echo bufar de indignação. Mas ela não ousou começar uma discussão com a sua diretora na frente dos responsáveis de Madi e Octavia.

- Então eu não vou ser punida? - Octavia perguntou, esperançosa.

- Hoje não, Senhorita Blake. - Indra respondeu, sem conseguir esconder o seu sorriso de canto.

- Obrigada, Senhora Trikru. - Octavia abriu um sorriso de felicidade - Eu juro que você não vai me ver na sua sala pelo menos no próximo mês. - A garota prometeu, o que fez Indra sorrir. Já Bellamy apenas revirou os olhos. Ele duvidava que a sua irmã mais nova pudesse cumprir com essa promessa, considerando que ela era pra lá de hiperativa.

- Bom... - Indra continuou, olhando para Clarke e Bellamy - Agora vamos falar da situação que aconteceu com a Senhorita Madi Griffin Blake. - A mulher continuou, olhando de canto para Madi que estava em silêncio até agora. - O que exatamente, ela fez, Senhorita Azgeda? - Indra perguntou, se virando para olhar para Echo.

- A Senhorita Madi Griffin Blake simplesmente escreveu na lousa ''A minha professora de matemática é uma idiota'' enquanto eu estava ausente. - Echo acusou, olhando para Madi.

- Se você estava ausente, como sabe que foi a minha filha que escreveu isso? - Clarke perguntou, saindo na defesa de Madi.

- Ela estava em pé ao lado da lousa, quando eu voltei pra sala. - Echo falou, tentando defender o seu ponto.

- Madi. - Bellamy se virou para a sua filha, pedindo com o olhar para que ela dissesse a verdade.

- Pai, eu só tinha ido jogar um papel no lixo que por coincidência é do lado da lousa. - A garota explicou, o que fez Bellamy suspirar.

- Viu? - Clarke falou, olhando para a diretora Indra Trikru - Como isso prova que foi a minha filha que escreveu aquilo na lousa? - A loira argumentou, defendendo a sua filha.

- A Senhorita Griffin Blake tem razão. - A diretora Indra Trikru falou, olhando para a professora Azgeda e esperando por uma explicação.

- Eu tenho quase certeza que foi ela, Senhora Trikru. - A professora de matemática falou, um tanto desesperada. Não é possível que aquelas pestes iam sair impunes, Echo pensou.

- Desculpe, mas quase certeza, não é certeza. - Clarke rebateu, dando um sorriso irônico para a Senhorita Echo Azgeda.

- Mas... - Echo ia tentar argumentar novamente, mas Indra a interrompeu.

- Eu acredito que não tenha mais nada para se dizer, professora Azgeda. - Indra falou, olhando severamente para a professora de matemática o que fez ela cruzar os braços de indignação - Por isso, receio que a nossa reunião acabou. - Ela continuou, se dirigindo a Bellamy, Clarke, Madi e Octavia.

 

Com isso, a diretora Indra Trikru se desculpou com Bellamy e Clarke pelo o inconveniente, prometendo que iria cuidar para que a Senhorita Azgeda não cometesse mais enganos com as meninas. Ao ouvir isso, Madi e Octavia apenas sorriram uma pra outra, sabendo que o plano da garota mais nova tinha dado certo. Então, a Senhora Trikru liberou as meninas para que elas voltassem pra aula, enquanto Bellamy e Clarke saíram da escola juntos, se preparando para voltar a seus respectivos trabalhos. Assim que Clarke colocou os pés para fora da escola, ela não perdeu a oportunidade de reclamar:

 

- Você viu o jeito que aquela mulher te olhou? - Clarke falou, ainda sem olhar para Bellamy.

- De que jeito ela me olhou? - Bellamy suspirou, frustrado. Ele ainda não tinha entendido o porque Clarke, Octavia e Madi tinham falado isso de Echo.

- Pelo amor de Deus, Bellamy! - Clarke reclamou, ainda sem olhá-lo - Aquela professora praticamente te comeu com os olhos. - Ela continuou e Bellamy parou Clarke, colocando a mão nos ombros dela.

- Clarke, eu realmente não percebi nada, mas isso não importa. - Bellamy falou, sério - Porque eu só tenho olhos pra você. - O homem concluiu, olhando para a sua esposa e colocando a mão no rosto dela.

- Eu sei, Bellamy, eu sei. - Clarke suspirou, levantando a cabeça para olhá-lo.

- Então por favor, não fique tão brava. - Bellamy pediu, sorrindo.

- Eu não estou. - Clarke finalmente sorriu, dando um selinho rápido em Bellamy e se virando para voltar a andar. Afinal, cada um tinha o seu respectivo carro e eles ainda teriam que voltar ao seus trabalhos.

- Ei. - Bellamy chamou, antes que Clarke se afastasse muito dele.

- O quê? - Clarke perguntou, parando de andar por um momento e se virando para olhá-lo.

- Eu te amo, Clarke Griffin Blake. - O homem gritou, abrindo um enorme sorriso.

- Eu também te amo, Bellamy Blake. - A loira simplesmente respondeu, antes de corar e voltar a andar em direção a seu carro. Já Bellamy apenas mordeu os lábio, enquanto olhava a sua esposa se afastar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...