História The Bride - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Emily Fields
Tags Alison Dilaurentis, Emily Fields, Emison, Sashay
Visualizações 186
Palavras 1.907
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores, capítulo de reconciliação da família DiLaurentis. Boa leitura ❤️

Capítulo 39 - Desculpas


POV Alison

Foi uma surpresa o que o Jason me contou naquela manhã, parecia irreal que a minha mãe estava convidando Emily e eu para jantar na casa dela, principalmente depois de deixar claro que não apoiava o nosso relacionamento

Eu no primeiro momento neguei o convite, achei que podia ser alguma armação dela, mas o Jason conseguiu me convencer que ela estava sendo sincera, eu então tive uma conversa com a Emily naquela noite. Ela óbvio não gostou e negou o convite, mas após a minha insistência ela resolveu aceitar pra me agradar

Então dois dias depois do convite, nós duas estávamos na porta da casa dos meus pais, eu tinha meu coração batendo rápido de tanta ansiedade, não suportaria me decepcionar com a minha mãe novamente, muito menos magoar a Emily por fazê-la vim aqui

- Olha só vocês ai – Jason disse ao abrir a porta

Ele logo me abraçou apertado, declarando está muito feliz, em seguida fez o mesmo com a Emily e nos mandou entrar, nós duas entramos de mãos dadas e em silêncio

- Minha princesa – Ouço a voz do meu pai

Não demoro a me jogar em seus braços o abraçando forte, apesar dele não ser contra a minha relação, ele ficou ao lado da minha mãe e pouco nos víamos

- Eu estava com saudades – Falei já saindo do seu abraço

- Boa noite, Emily – Ele disse olhando pra a Emily

- Boa noite, senhor DiLaurentis – Ela disse erguendo a mão pra cumprimentá-lo

Meu pai logo segurou firme a mão de Emily, os dois tinham se visto pouco, mas não havia ressentimento entre eles

Tudo estava tranquilo, até eu escutar saltos descendo as escadas, logo fico nervosa e me aproximo da Emily, aguardando a minha mãe se aproximar

- Boa noite – Ela disse com um sorriso nervoso, o que já era bom por não ser debochado

- Boa noite mamãe – Falei retribuindo o sorriso

- Boa noite, senhora DiLaurentis – Emily falou claramente nervosa

Eu então aperto mais as nossas mãos, afim de lhe passar alguma segurança

- Fico feliz por vocês aceitarem o meu convite – Ela diz se aproximando mais e me abraçando em seguida

Fico alguns segundos surpresa com a sua atitude, mas logo retribuo o abraço, ficando emocionada com aquele momento

- E eu estou feliz em estar aqui – Falei com voz embargada, ainda no abraço

- O minha filha, me desculpe – Ela disse saindo do abraço, mas sem me soltar – Sinto muito por ter sido tão incompreensível, tão... Tão péssima mãe, mas agora você vai entender que as vezes fazemos coisas pensando está protegendo os nossos filhos

Minha mãe terminou a sua frase acariciando a minha barriga, suas palavras pareciam ser sinceras, o que me deixou extremamente feliz

- Eu sei, mas o importante é que agora tudo ficará bem – Falei lhe dando mais um abraço

Abraço que dura breves segundos, pois ela se afasta e olha pra Emily, sinto meu ar diminuir ao temer algo de ruim

- Também lhe devo um pedido de desculpas 

A frase da minha mãe saiu em direção a Emily, que tinha seus olhos baixos e se surpreendeu ao ouvi-la, assim como eu 

 

POV Emily

Toda aquela cena estava emocionante, eu realmente estava feliz por Alison se acertar com a mãe, mas eu não esperava que aquilo também iria se aplicar a mim, não passava na minha cabeça que a senhora DiLaurentis iria me fazer um pedido de desculpas 

- Também lhe devo um pedido de desculpas – Ela fala pegando todos de surpresa – Não fui justa com você, falei coisas que... Eu lhe peço desculpas Emily, e espero de coração que possamos ter uma relação amigável de agora em diante 

Suas palavras pareceram ser sinceras, o que me deixou confortável

- Devemos esquecer o passado, senhora DiLaurentis – Falei e ela segurou a minha mão, me surpreendendo mais uma vez

- Não quero que só esqueça, mas que não exista mais mágoas entre nós – Ela disse sorrindo emocionada – A minha filha ama muito você e vejo que você também a ama, fui uma tola ao tentar desmerecer esse sentimento

- Oh mamãe, a senhora não sabe o quanto fico feliz com isso – Alison fala sorridente

Ela realmente estava feliz com aquilo, então não seria eu a causadora de um mal estar, o que passou ficaria no passado

- Eu mesmo não acredito que isso está acontecendo – Jason falou se aproximando delas – Sonhei com o dia que estaríamos todos reunidos novamente

- Eu também meu filho – O senhor DiLaurentis falou animado

- Então, que tal irmos jantar? – A senhora DiLaurentis falou enxugando as lágrimas

Todos logo concordaram, seguimos assim para a sala de jantar, mas antes Alison segurou a minha mão e paramos no caminho

- Está tudo bem? – Ela perguntou e eu acenei um sim com a cabeça – Sério? Não é o que parece

- Está tudo bem, amor – Falei não sendo muito sincera

- Emily, eu te conheço e sei quando está me escondendo algo – Alison falou me encarando

Eu não queria esconder o que estava sentindo, mas também não queria estragar o jantar

- Ei, vocês não vem – Jason falou se aproximando

Vibrei em silêncio, agradecendo mentalmente ele ter cortado a nossa conversa, pois logo em seguida fomos pra a sala de jantar

Durante todo o jantar me mantive calada, respondendo apenas perguntas direcionadas a mim, o que eram poucas. A família DiLaurentis tinha muito papo pra colocar em dia, eu acabei me sentindo uma excluída, o que me fez rezar pra que aquele jantar chegasse ao fim

Mas quando chegou, eles foram para sala afim de conversar ainda mais, o que me deixou inquieta e a Alison percebeu

- Mas me digam, e o casamento quando sai? – Senhor DiLaurentis perguntou me fitando

- Ainda não escolhemos a data – Alison respondeu ao perceber o meu silêncio – Eu queria antes que o bebê nascesse, mas a Emily acha muito corrido já que estou com seis meses

- Concordo com a Emily – A senhora DiLaurentis falou me olhando – Preparar uma festa de casamento não é tão simples, não é mesmo?

- Sim, mas nós vamos resolver isso – Falei desviando o olhar pra Alison

- Se vocês permitem uma opinião, acho que deveriam marcar a data – O senhor DiLaurentis falou animado – A questão da festa e toda despesa, pode deixar comigo

Não me agradou aquela frase e Alison logo percebeu isso

- Isso meu amor, acho uma ótima ideia – A senhora DiLaurentis falou ainda mais animada

- Eu agradeço, mas...

- Minha filha, você sabe que isso seria muito gratificante pra mim – O pai fala a interrompendo

- O que você acha, Emily? – A senhora DiLaurentis me pergunta

Eu então respirei fundo, tentando buscar uma reposta que não fosse grosseira

- Bem, eu agradeço a disposição e...

- Emily, eu sei que você é uma mulher honesta, trabalhadora e ótima profissional – O senhor DiLaurentis me interrompe – Não estou querendo de maneira nenhuma impor meu dinheiro a você, mas não tire a alegria de um pai fazer a festa de casamento da sua filha

Aquelas palavras me atingiram em cheio, não gostei de ouvi-las mesmo contendo elogios

- Se me permite senhor DiLaurentis – Falei tentando maneira nas palavras – Mas até ontem, nem o senhor e nem a senhora DiLaurentis, tinham essa vontade de preparar o nosso casamento...

- Emily – Alison falou me interrompendo

- Estou mentindo? – Perguntei a fitando – Nós iríamos casar graças aos nossos próprios esforços, sem a ajuda dos seus pais até então

Alison desaprova as minhas palavras, percebo no seu olhar

- Eu compreendo você, Emily – A senhora DiLaurentis falou e eu respirei fundo – Você é uma mulher independente, tenho certeza que quer construir uma família com a Alison a partir dos próprios esforços, eu fico muito feliz por ela ter encontrado alguém tão disposto quanto você

- Obrigada – Falei não muito sincera

Após isso um silêncio toma conta do ambiente, todos ficam visivelmente desconfortáveis

- Acho melhor nós irmos – Alison falou totalmente frustrada com aquela situação – Já está tarde

Aquela pareceu ser uma ótima ideia e todos pareceram gostar, assim nos despedimos, meio tensos por conta da conversa

- Até mais, cuidado na estrada – Jason falou quando nos afastamos

Alison e eu caminhamos até o carro em silêncio, ao entrar no veículo o silêncio permaneceu e foi assim durante todo o caminho

 

POV Alison

Por diversas vezes achei que o jantar na casa dos meus pais terminaria de maneira ruim, mas não imaginava que seria esse o desfecho, o que não deixou de ser triste

Eu queria que os meus pais e a Emily vivessem em harmonia, por breves minutos cheguei até achar que era possível, mas vejo uma Emily intolerante com tudo que eles falassem

- Quando você vai resolver falar comigo? – Emily questiona ao entrarmos no apartamento

- Só não vai ser agora – Falo indo direto pra o quarto – E por favor, não insista

De fato eu não queria conversar agora, não seria justo explodir com a Emily, então prefiro colocar a cabeça no lugar 

- Certo

Ela diz ficando na sala, eu então tomo um banho e visto a minha roupa de dormir, sem sinal nenhum dela no quarto. Após deitar e passar alguns minutos, estranho a sua demora, mas não vou atrás dela

Invés disso permaneço deitada, pensando sobre tudo que aconteceu na casa dos meus pais, desde o pedido de desculpas da minha mãe, até a desavença da Emily sobre o casamento. Horas se passam e eu acordada, não conseguindo dormir sem ter a Emily na cama, decido então ir até a sala 

- Você vai dormir ai? – Pergunto me aproximando 

Pra então ver lágrimas nos seus olhos, meu coração quebra no mesmo instante e sento ao seu lado

- Eu estraguei tudo, me desculpe – Ela fala triste

- Está tudo bem, você não estragou nada – Falei lhe abraçando – As coisas que são delicadas demais

- Você não precisa amenizar as coisas – Ela falou saindo do abraço – Eu sei que você não se agradou da minha atitude, até entendo, afinal são seus pais

- Eles são meus pais, mas você é a minha mulher – Falei encarando seus olhos – Depois de tudo que aconteceu, eu seria injusta se não compreendesse o seu posicionamento

- Alison, eu tenho tanto medo de ter perder – Ela falou me abraçando forte

- Você não vai me perder, meu amor – Falei a beijando – Isso está fora de cogitação

- Promete? – Ela pergunta me beijando rápido, eu aceno um sim e a beijo novamente – Eu te amo, muito

- Também amo você – Falo e me vem um ideia maluca na cabeça – O que você acha da gente casar amanha?

Meu questionamento pega a Emily de surpresa, ela logo me olha totalmente confusa

- Amanhã? Como assim Alison? – Ela pergunta rindo levemente

- Casar amanhã ué – Falo e ela continua rindo – Nós vamos até o juiz e casamos, simples

- Mas e a festa? – Ela pergunta me analisando

- A festa a gente faz na nossa cama – Falei a puxando pra um beijo

- Isso é sério? – Ela pergunta parando o beijo

- Muito sério – Falei sinceramente – Não precisamos de festa, nós só precisamos dos documentos e de testemunhas, o que você me diz, aceita casar comigo?

- É lógico que eu aceito 

Emily respondeu me puxando pra um beijo, fazendo meu coração pular de felicidade, pois ela parecia está feliz com a minha ideia. E era isso que importava, a nossa felicidade


Notas Finais


Tem casamento vindo no próximo capítulo, se liga aí!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...