História The brother of my best friend...- Imagine Min Yoongi - Capítulo 63


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 278
Palavras 1.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie pandinhas, não fiquem triste com o Capítulo ;-;

Capítulo 63 - Acabou


Fanfic / Fanfiction The brother of my best friend...- Imagine Min Yoongi - Capítulo 63 - Acabou

(Sn on)

Insegurança. A palavra que me define nesse momento, mas não é só ela, culpa também, talvez se eu não tivesse exagerado com Yoongi, Hana não teria quase perdido seu bebê. Eu nunca me perdoaria se isso acontecesse. Mas sei que a culpa não é só minha, pois Yoongi tem grande parte nisso, e pra piorar, ele nem sê importa, está sumido a dois dias, nenhuma ligação ou mensagem. Ele é um grande idiota, assim como eu, por ter achado que ele havia mudado.

Eram exatamente 23:56 quando todos subiram para dormirem, Hana ainda estava no hospital, talvez Jin estivesse com ela, não sei, desde que aquilo aconteceu, não me comunico com ninguém, não temos assuntos. Eu não como, não durmo, não vivo, apenas sobrevivo.

-Não vai subir anjinho?_Tae põe sua mão sobre meu ombro, o que me fez tomar um pequeno susto, pois estava distraída. A preocupação em sua voz era notável, seu olhar transmitia medo e talvez também culpa._

-Não _suspiro_ esperarei Yoongi_ não que eu quisesse espera-lo, mas me preocupo, apesar de tudo, ainda amo aquele pacóvio*._

-Então tá, mas não fique até tarde e vê se come algo _beija minha testa. Realmente TaeTae seria a pessoa certa, tenho sorte de o ter como amigo, só espero que os ciúmes bobos não atrapalhe nossa amizade, pensando bem, não terá mais motivos para tal ciúmes, pois já me decidir o que irei fazer._

Adormeci no sofá, e quando acordei já era 2:28, ouvi o barulho da porta sendo aberta me dando a visão mas deplorável que poderia ver hoje: Yoongi estava com as calças frouxas, sua camisa amassada e marcada por batons alheios, seus tênis na mão, e o cheiro de bebida forte era algo que sê sentia a quilômetros de distância, ficamos nos encarando em silêncio, até que ele resolve se pronunciar.

-Eu sei que sou gostoso, mas não precisa olhar tanto _Diz em tom debochado quase caindo para trás_

-Você é um grande id...

-Idiota? Eu sei _sorri nasal_eu não me importo com o que você acha de mim, nem você, nem aquela minha irmãzinha ingrata, aliás, cadê ela para me xingar junto com você?

-No hospital, pois quase perdeu o filho_do uma pausa_o seu sobrinho, mas você já disse que não se importa, né? _vou em direção a escada, mas ele segura meu braço, o puxo rapidamente me liberando facilmente de seu aperto, ele olha para baixo e suspira_

-Como isso aconteceu?

-Agora você se importa?

-Me conte logo _esbraveja_

-Primeiro você fala baixo porque está todo mundo dormindo_abaixa o olhar_ ela foi me salvar e acabou apanhando _olho para um ponto fixo na parede_

-Então quer dizer que a culpa é sua?

-Minha!?

-Se você não ficasse aquele drama todo!

-Quer saber Yoongi? você tem razão, mas a culpa é tão minha quando sua. Mas agora, você não precisará mas sentir ciúmes_sorri amarelo_ terminamos, seje lá o que tínhamos_o encaro, seu rosto não havia expressão_ irei dormir essa noite lá no quarto, mas amanhã procurei outro local _digo subindo as escadas, até ouvir um "pare" olhei para trás com talvez esperança de que ele dissesse que se arrependeu ou sei lá, mas tudo o que ele disse foi: "Não, eu sairei do quarto", talvez realmente tenha sido melhor terminamos, nunca daríamos certo, e vejo que Yoongi não me ama de verdade, não como eu o amo, talvez ele visse em mim um jeito de esquecer Sun-Hee.

-Tudo bem, melhor para mim _subo finalmente para o quarto escuro, deito-me e limpo uma lágrima solitária.

Alguns minutos, a porta foi aberta e fechada brutalmente, mas eu se quer me movi, ouvi o som do chuveiro, e logo depois a parte esquerdo do colchão afundou, senti a respiração de Yoongi em cima de mim, e algumas gotas de água cair em meu rosto, teorizei que ele estivesse de cabelos molhados, e que foi conferir se eu estava dormindo, deixei o acreditar que sim, não tenho mais forças para discutir. Minha mente estava pensando em várias coisas, e ao mesmo tempo não pensando em nada, a vontade de chorar era grande, mas não havia mais lágrimas em mim, já tinha as liberado por completo. A luz do abajur do lado foi apagada, assim como eu.

Acordo cedo, mas do que esperava em um sábado, percebo que na posição em que dormi, fora a mesma em que acordei, senti um peso em minha cintura, qual eu já estava me acostumando - suspiro - E tiro a mão de Yoongi com brutalidade de cima de mim, o fazendo remexer-se na cama, segui em direção ao banheiro, tomei um banho demorado, após sair, decidi que iria visitar Hana. Pus um moletom preto e uma calça da mesma cor rasgada na parte dos joelhos e um tênis qualquer também preto. Fui até o banheiro pentear meus cabelos, os observei um tempo no espelho, olhei para uma tesoura que ali estava, e sem pena duas vezes, prendo-os e passo a tesoura, vi os fios roxos cair por todo chão, quando achei que estava bom, soltei novamente meus cabelos. O resultado tinha ficado perfeito, o cabelo que antes ia na cintura, agora estava acima dos meus ombros, estavam repicados e mais leves. Estava pronta, ou quase, para encarrar o mundo lá fora.

(Yoongi on)

Acodei depois de ter meu braço arremessado longe, sentei-me na cama, e vi que em meu corpo, tinha marcas de arranhões da garota que saí esses dias, e não me arrependo, mesmo a amando. Sn sempre amo e vai amar Taehyung, eu que cheguei atrapalhando tudo, mas agora como ela mesmo prefiriu o caminho está livre para os dois, e eu não irei ficar para trás. Esperei que a menina saísse do banheiro para que eu entrasse, assim que isso aconteceu, vi que ela estava diferente, um diferente bom, o corte era moderno e ela tinha ficado mais sexy, ela saiu do quarto sem se quer olhar para mim, não esperava outra coisa, afinal eu a traí, mas como eu já disse não me arrependo, e nunca irei, a única culpa que estou sentido, e por ter quase perdido meu sobrinho, o único que não tem culpa de nada aqui.

Após fazer minhas necessidades matinais, desço, assim que cheguei na cozinha, todos me olharam feio, como se eu fosse um vilão -talvez eu seje- Mas pouco me importo com o que eles acham de mim. Namjoon certamente é o que mais queria me matar. Ele levantou, olho dentro da minha alma, achei que ele iria me assassinar ali mesmo, mas tudo que ele fez foi me olhar mortalmente e sair da cozinha, sendo acompanhado de sua namorada, Jimin foi atrás, fazendo o mesmo gesto do pé grande, Minah e Jungkook ficaram ali por alguns minutos, até que Minah levanta bufando, Jungkook por outro lado, me olhava decepcionado? Talvez, Minah o puxa para acompanha-la e assim ele faz, como um cachorrinho atrás de sua dona, ele para ao meu lado, põe a mão no meu ombro, o olho, e ele balança a cabeça negativamente, e eu apenas do de ombros, depois que todos saíram, me servir, o azar era deles que não comeriam, o bom era que sobrava para mim.

Terminei minha refeição e subi, com a intenção de arrumar minhas coisas, pois hoje mesmo irei sair daquele quarto, paro na porta quando ouço o casalzinho do momento conversando, não que me importe, mas queria ouvir sobre o que falavam.

-Mas e se ele tentar algo novamente e não tiver ninguém lá? Eu tenho medo _diz ela_

-Não precisa ter medo anjinho, eu sempre estarei lá para lhe proteger!

-Obrigada Tae, você é realmente meu herói.

Abro a porta com força, os fazendo me olhar assustado, já tinha ouvido o suficiente, apenas gostaria de saber de quem falavam.

-Eu não vou te machucar fique tranquila _dito sério abrindo o guarda-roupa_

-Ouvindo atrás da porta Yoongi? _o alien se pronuncia e eu ignoro_

-Você não é nem doido de tentar me machucar fisicamente_não mesmo, apesar de estar com raiva dela, não seria capaz de lavantar a mão para ela novamente_e não falávamos de você.

-E falavam de quem então? _pergunto indiferente_

-Não te interessa _responde no mesmo tom_

Antes que pudesse responder, ouvimos Jin gritar lá de baixo, então descemos correndo, vendo Jin chorando e repetindo "Ele a levou", meu coração disparou.

-Ele quem Jin? _Jimin o balança_

-Hoseok levou Hana de mim_grita_

-O que? _Sn diz parecendo assustada, logo após, seu celular toca, fazendo com que todos olhasse para o aparelho, Sn o pega_ número desconhecido_ mostra a tela. Ela parecia pensar no que fazer, mas logo tomou sua decisão e atendeu colocando no viva-voz_

(Ligação on)

-Oi _rir diabólicamente_

-Hoseok _diz num suspiro_

-Isso mesmo meu amor. Vou direto ao ponto, sua amiguinha Hana está aqui comigo, e se você quiser ve-la sem nunhum arranhão, você terá que se entregar a mim, e ser minha, para sempre, ou sua amiga e seu bebê sofrerão _ri mais uma vez_

Sn nos olhou assustada e suspirou, parecia saber o que iria fazer, mas antes que pudesse falar, ouvimos Hana do outro lado da linha.

-Sn não _gritou_

-Cala a boca _ouvimos um estralho e um gemido de dor_

-Não, não encoste nela_esbraveja_ eu aceito, aceito ser sua, para sempre _diz num suspiro_

-Ótimo, amanhã nos encontramos em um hotel, passarei o endereço por mensagem.

-Tudo bem...

-Te vejo amanhã, gostosa _ela lamente desliza o celular até que o mesmo caísse, seu rosto estava sem expressão, sem vida. Iria abraça-la, mas Taehyung foi primeiro, então me lembrei que não me importo mais com ela_

(Ligação off)

Todos começaram a falar ao mesmo tempo, a discutirem na verdade, mas eu fiquei em silêncio tentando processar aquilo tudo, até que Namjoon grita e todos o olha.

-Preciso contar algo para vocês.


Notas Finais


Ain gente, estou sem palavras ;-;

Pacóvio-Imbecil/ignorante.

Desculpa qualquer erro.

Beijos de açúcar e até o próximo Cap♡

LokadosPandas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...