História The Candy Little Boy: Saga - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Comedia, Demonios, Doces, Horror, Original, Parque De Diversões, Sadomasoquismo, Sangue, Suspense, Terror, Tortura, Violencia
Visualizações 3
Palavras 3.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Qual a diferença?

Capítulo 23 - Benção ou maldição?


Fanfic / Fanfiction The Candy Little Boy: Saga - Capítulo 23 - Benção ou maldição?

*Em uma casa velha, Emilly, Candy Little Boy e Girl estão conversando.

 

Emilly: ...

 

Candy Little Boy: Entendeu?

 

Emilly: Então vocês são bonecos feitos de doces?

 

Candy Little Girl: Ela entendeu!

 

Candy Little Boy: Exatamente.

 

Emilly: E o que era aquela coisa me perseguindo?

 

Candy Little Boy: 1 boneco! Também feito de doces.... Provavelmente.

 

Emilly: Hm?... Um boneco?... Melhor pararmos esse assunto por aqui, acho que estou ficando louca.

 

Candy Little Girl: Louca?

 

Emilly: Vocês estão a quanto tempo aqui?

 

Candy Little Boy: 30 anos!

 

Emilly: O que?

 

Candy Little Girl: É que nós tivemos alguns problemas no passado e tivemos que nos esconder por um tempo sabe... Era muito tedioso, não tinha ninguém para brincar com a gente.

 

Emilly: ...

 

Candy Little Boy: E você.... Como chegou aqui?

 

Emilly: Estava voltando da escola, até que aquela coisa apareceu, e no desespero vim para cá!

 

Candy Little Boy: Isso faz sentido!

 

Emilly: Tenho que ir para casa...

 

Candy Little Boy e Girl: Hm?

 

Emilly: Não posso ficar aqui, muito obrigada por salvar a minha vida, mas agora tenho que voltar!

 

Candy Little Girl: Mas.... Você acabou de chegar!

 

Emilly: É que realmente não dá!

 

Candy Little Boy: Podemos ir com você?

 

Emilly: Como assim?

 

Candy Little Boy: Ir para casa com você!

 

Emilly: De onde você tirou essa ideia?

 

Candy Little Boy e Girl: Por favor!!!

 

Emilly: ...

 

Candy Little Boy e Girl: Prometemos não fazer bagunça!

 

Emilly: Eu ainda vou me arrepender disso.... Podem vir.

 

Candy Little Boy e Girl: Oba!

 

*Um tempo depois, em uma casa com paredes azuis, piso de madeira e telhado vermelho.

 

*Emilly abre a porta, em seguida Candy Little Boy e Girl entram na casa, que já dá direto a cozinha.

 

Emilly: ...

 

Candy Little Girl: Uau! Aqui é muito lindo.

 

Candy Little Boy: Tenho que admitir, é melhor que o lugar que estávamos.

 

*Emilly fecha a porta e a tranca, logo em seguida caminha em direção a Candy Little Boy e Girl.

 

Emilly: Obrigada, bem não é grande coisa, mas.... Está até que limpinha, meus pais saem muito então, eu cuido da casa.

 

Candy Little Girl: Seus pais saem muito?

 

Emilly: Trabalho...  Vocês que são sei lá o que, não tem que se preocupar com isso.

 

Candy Little Boy: Eu já falei o que somos...

 

Emilly: É... Estão com fome? (Por que fiz essa pergunta? Eles são bonecos!)

 

Candy Little Boy e Girl: Sim! Bem.... Mais ou menos.

 

Emilly: O que vocês gostam de comer?

 

Candy Little Boy e Girl: Doce!

 

Emilly: Doce?

 

Candy Little Boy: Sim.

 

Candy Little Girl: Doce é vida!

 

Emilly: Mas isso para vocês não seria tipo, canibalismo, já que são doces... A deixa quieto.

 

*Emilly caminha em direção a geladeira e pega um pote de doces em cima dela, em seguida, retira a tampa do pote e dá uma bala para Candy Little Boy e Girl.

 

Emilly: Isso está bom?

 

Candy Little Boy: Sim!!!

 

Candy Little Girl: A muito tempo que eu não como uma bala.

 

Emilly: Bem, eu estou super cansada.... Deixa eu mostrar aonde vocês vão dormir.

 

Candy Little Boy e Girl: .... Está bem!

 

*Emilly, Candy Little Boy e Girl caminham em direção a sala da casa.

 

Emilly: Vocês vão dormir aqui.

 

Candy Little Boy: ...

 

Candy Little Girl: ...

 

Emilly: O que foi? Não gostaram?

 

Candy Little Girl: Eu adorei!

 

*Candy Little Boy fica olhando para a televisão da sala.

 

Candy Little Boy: Ei, eu já vi uma dessas!

 

Candy Little Girl: Hm?

 

*Candy Little Boy e Girl correm em direção a televisão.

 

Candy Little Boy: Isso aqui parece ser muito legal.

 

Candy Little Girl: É enorme! Muito maior do que a nossa!

 

Emilly: ...

 

*Emilly observa com muito sono Candy Little Boy e Girl esfregando a mão e idolatrando a televisão.

 

Emilly: Tentem dormir por favor.... Vou para meu quarto.

 

Candy Little Boy e Girl: Está bem!

 

*Emilly sai da sala e caminha para seu quarto...

 

*Ao chegar no quarto Emilly se joga na cama, pensativa e cansada.

 

Emilly: Isso é um pesadelo?

 

*Os olhos de Emilly começam a se fechar lentamente.

 

Emilly: Que sonho.... Esquisito...

 

*Emilly dorme.

 

*Em um outro dia, no quarto de Emilly.

 

*Emilly: Hm...

 

*Emilly lentamente levanta de sua cama, são 7:00 da manhã.

 

Emilly: Será que foi...

 

*Emilly caminha para a sala.

 

Emilly: ...

 

*Emilly ao chegar na porta da sala se depara com Candy Little Boy e Girl, deitados juntinhos e cobertos de uma maneira bem fofa.

 

Emilly: Droga...

 

*Emilly vai para o banheiro, começa a escovar os dentes, logo em seguida vai para a cozinha pegar sua bolsa.

 

Emilly: Espero que hoje o dia seja diferente de uma maneira que não tente me matar.

 

*Emilly sai de casa.

 

*As 11:00 em uma escola.

 

*Emilly está em uma mesa, com 2 pessoas, Débora e um outro garoto aparentando ter a mesma idade que as duas.

 

???: O que foi Emilly? Parece meio preocupada.

 

Emilly: Hm?

 

Debora: Deve ser problemas familiares Jonathan, é melhor não citar esses assuntos.

 

Jonathan: A desculpe...

 

Emilly: Não.... Está tudo bem, eu estava no mundo da lua, de novo...

 

Jonathan: Hahaha, sei como é...

 

Debora: Por que você não dorme na minha casa hoje para tirar esse estresse?

 

Emilly: Hm?

 

Debora: Tipo, você anda muito pensativa, então talvez ter uma noite de garotas.... Mataria seu estresse!

 

Emilly: Pode ser que dê certo...

 

Jonathan: Noite de garotas.... É então serei excluído.

 

Debora: Você pode ir também!

 

Jonathan: Sério?

 

Debora: Claro, afinal somos todos amigos, não faria sentido eu deixar você de fora, sei que é a noite das garotas, mas... 1 menino não vai mudar nada, eu acho.

 

Jonathan: É...

 

Emilly: Tudo bem.... Eu vou!

 

Debora: Está combinado então! Na minha casa as 18:00

 

Emilly e Jonathan: Ok.

 

Debora: Não tragam ninguém!

 

Emilly e Jonathan: Hm.…?

 

Debora: É uma noite só nossa, não vou gostar de alguém se intrometendo!

 

Emilly: ...

 

Jonathan: Nós sabemos disso Debora.... Por que traríamos alguém para nossa festa?

 

Debora: .... Então está bem, estou confiando em vocês!

 

*Debora se levanta da cadeira, e vai embora.

 

Emilly: ...

 

Jonathan: Que estranho.

 

Emilly: Hm?

 

Jonathan: A atitude da Debora, tipo.... Foi muito estranha, ela parecia nervosa, entusiasmada e desconfiada ao mesmo tempo, eu nunca vi ela assim! Você já?

 

Emilly: Não.

 

Jonathan: Bem isso foi estranho... Más, só foi uma ação estranha dela...

 

Emilly: (Debora...)

 

*As 12:00 horas, na calçada de uma rua próxima a casa de Emilly.

 

*Emilly está caminhando pela calçada, pensativa.

 

Emilly: Sinto que deveria estar preocupada..., mas.... Com o que?

 

*Emilly se aproxima da porta de sua casa.

 

Emilly: (Eu devo é evitar de pensar em me preocupar.... Falando em preocupar, o que será que aqueles dois bonecos estão fazendo?)

 

*Emilly abre a porta de sua casa e se depara com Candy Little Girl a derrubando assustada.

 

Candy Little Girl: Emilly, socorro!

 

Emilly: O que foi?

 

Candy Little Girl: O Candy Little Boy!

 

Emilly: Hm?

 

*Emilly olha pela porta aberta e observa Candy Little Boy com um gatinho na cabeça, correndo em direção a Candy Little Girl.

 

Candy Little Boy: Vou te pegar!

 

Candy Little Girl: Nãooooooooooooo!!!

 

Emilly: Parem os dois, agora!

 

Candy Little Boy e Girl: Hm?

 

Emilly: Vocês não podem sair e me derrubar assim, os vizinhos vão achar que tem algo muito sério acontecendo na casa e vão ligar para meus pais...

 

Candy Little Boy e Girl: Desculpe...

 

Emilly: .... Tudo bem, vamos entrar logo.

 

*Emilly, Candy Little Boy e Girl entram na casa de Emilly, em seguida Emilly fecha e tranca a porta.

 

Candy Little Boy: Emilly, que bicho é esse?

 

Emilly: Hm?

 

*Emilly olha para um gato branco e peludinho que Candy Little Boy está segurando.

 

Emilly: Esse é o senhor gato... Ou Mr. Gato se preferir.

 

Candy Little Girl: Isso é um gato?

 

Candy Little Boy: Viu! Eu falei que era um gato peludinho!

 

Candy Little Girl: Eu achei que era algum tipo de animal perigoso...

 

Emilly: Ele é perigoso.... Se mexer com a comida dele!

 

Candy Little Boy: Hm.…?

 

Senhor Gato: Miau...

 

*Candy Little Boy no mesmo instante solta o Senhor Gato e o coloca no chão.

 

*Emilly caminha para a sala.

 

Emilly: Que dia... Cansativo.

 

*Emilly senta no sofá.

 

Emilly: ...

 

Candy Little Girl: Está cansada Emilly?

 

Emilly: ...?!?

 

*Emilly leva um susto ao se deparar com Candy Little Girl ao lado dela no sofá.

 

Candy Little Girl: Que foi?

 

Emilly: Não faça isso! Eu quase tive um infarto!

 

Candy Little Girl: A desculpe.

 

Emilly: Está tudo bem...

 

Candy Little Boy: Está preocupada com alguma coisa?

 

Emilly: Hm?

 

*Emilly olha para Candy Little Boy sentado em cima do sofá.

 

Emilly: Como vocês conseguem ser tão rápidos?

 

Candy Little Boy: Depende.... Nós que somos rápidos de mais ou você que é lerda de mais?

 

Emilly: É... Faz sentido...

 

Candy Little Girl: Está triste com alguma coisa Emilly?

 

Emilly: Não... Só pensativa.

 

Candy Little Boy: Sobre o que?

 

Emilly: Já sentiram que alguém próximo de vocês.... Está mentindo ou esconde algo de vocês?

 

Candy Little Boy e Girl: Sim!

 

Emilly: Sério?

 

Candy Little Boy: Claro, mas as pessoas as vezes... Dependendo da mentira, escondem isso para proteger, mas sinceridade é sinal de confiança.... Não acha?

 

Emilly: É...

 

Candy Little Girl: Problemas com amigos Emilly?

 

Emilly: Não.... Nada que vocês precisem se preocupar.

 

Candy Little Boy e Girl: ...

 

Emilly: Querem assistir desenho?

 

Candy Little Boy e Girl: Sim!

 

*Emilly pega o controle que está jogado pelo sofá, em seguida aperta um botão que liga a televisão.

 

Emilly: Que canal vocês querem assistir?

 

Candy Little Girl: Canal?

 

Emilly: Entendi...

 

*Emilly coloca em um canal de desenho qualquer, passando um desenho de personagens coloridos.

 

Candy Little Boy: Que desenho é esse?

 

Candy Little Girl: Eles são coloridos!

 

Emilly: Esse desenho é baseado em um livro de uma pessoa que eu não me lembro o nome... Mas era conhecida como godmed.

 

Candy Little Boy: Ele parece ser bem criativo!

 

Emilly: É...

 

*As 17:30 na casa de Emilly.

 

Emilly: Bem, está quase na hora de eu ir!

 

Candy Little Boy: Ir?

 

Candy Little Girl: Mas sua escola não é só de manhã? E por que você vai agora? Está quase na parte que vão vencer a cor cinza!

 

Emilly: Foi mal pequenos..., mas, eu tenho uma festa de uma amiga para ir hoje.

 

Candy Little Girl: Festa?!?

 

Candy Little Boy: Podemos ir?

 

Emilly: O que? Ir?

 

Candy Little Girl: Sim!

 

Candy Little Boy: Adoramos festas!

 

Emilly: É foi mal galera.... Mas acho que vocês não entenderam! É uma festa entre amigos e minha amiga não conhece vocês!

 

Candy Little Girl: Mas, não podemos ir lá nem para ela nos conhecer?

 

Candy Little Boy: A gente promete não fazer bagunça!

 

Emilly: Foi mal, mas não.... Vocês fiquem aqui! E quando eu voltar a gente assiste mais desenhos.

 

Candy Little Boy e Girl: ...

 

Emilly: Não se preocupem, eu não vou demorar!

 

*Emilly se levanta do sofá e caminha para a cozinha.

 

Emilly: Se sentirem fome.... Tem comida na geladeira!

 

*Emilly abre a porta e sai da casa.

 

Candy Little Girl: É acho que somos só eu, você e o Senhor Gato!

 

Senhor Gato: Miau!

 

Candy Little Girl: Candy Little Boy?

 

*Candy Little Girl repara que Candy Little Boy está olhando desconfiado para a porta que Emilly saiu.

 

Candy Little Boy: ...

 

Candy Little Girl: O que foi?

 

Candy Little Boy: Sinto algo.... Amargo... Candy Little Girl! Vem comigo!

 

Candy Little Girl: Está bem...

 

*Em uma rua, Emilly está caminhando normalmente.

 

Emilly: ...

 

*Emilly levanta o braço e olha as horas de um relógio de pulso que está em seu braço, e vê que são 17:50.

 

Emilly: Acho que chegar 10 minutos adiantada não faz nenhum mal!

 

*Emilly pega seu celular que está em sua bolsa e entra em um aplicativo de chamadas e conversas.

 

Emilly: Pelo menos a internet aparenta estar boa!

 

*Emilly clica em uma foto de Debora e começa a digitar uma mensagem.

 

Emilly: Bem.... Avisar que estou chegando mais cedo, talvez ajude ela a se apressar em alguma coisa.... Não.... É melhor deixar quieto.

 

*Emilly para de digitar, em seguida desliga o celular e guarda o celular em sua bolsa.

 

*Após 2 minutos de caminhada, Emilly chega em uma casa aparentando ser um pouco velha.

 

Emilly: Hm... Debora mora aqui?

 

*Emilly observa o número da casa, que está em uma placa pendurada em cima da porta, a placa diz (999)

 

Emilly: Número 999... Como a Debora disse, bem eu acho.... Faz tempo deis do dia que ela disse onde morava... Droga eu devia ter perguntado, espero que seja esse!

 

*Emilly caminha para a porta da casa, ao chegar perto, dá 3 batidas leves na porta.

 

Emilly: Debora, cheguei!

 

*Um silencio toma conta do local.

 

Emilly: ...

 

*Emilly bate uma quarta vez na porta e acaba abrindo a porta com essa batida.

 

Emilly: Está aberta?

 

*A porta vai se abrindo aos poucos.

 

Debora: ...

 

Emilly: Desculpe Debora.... É que eu bati na porta e...

 

*Emilly se depara com Debora de costas e sentada devorando o corpo de Jonathan com a cabeça decapitada.

 

Emilly: ... O que?

 

Debora: ...?

 

*Após ver Debora mastigando Jonathan, Emilly repara em vários cadáveres mutilados, esquartejados e decapitados pela sala, além das paredes e do chão estarem todas cobertas de sangue.

 

*Debora vira sua cabeça lentamente em direção a Emilly.

 

Emilly: Jonathan...!

 

*Emilly cai no chão.

 

Debora: Emilly?

 

Emilly: ...!

 

*Emilly fica assustada e tremendo ao encarar o rosto de Debora com a boca derramando sangue.

 

Debora: Hahahaha...

 

Emilly: Quem são essas pessoas? Por que você está fazendo isso? (Tremendo)

 

Debora: São meus convidados Emilly! E devo admitir... O gosto é delicioso! De cada um deles, a explosão de sabores em minha boca é magnifica!

 

Emilly: ... (Tremendo)

 

Debora: Por que fiz isso? Porque eu gosto! Mas vou ter que acabar com você!

 

*Debora se levanta e fica de frente a Emilly.

 

Emilly: Hm?

 

Debora: Não é nada pessoal.... Se você não tivesse aparecido nessa hora do meu lanchinho eu garanto para você que eu não iria matar você, mas.... Você apareceu.

 

Emilly: Pare...

 

Debora: Diferente da morte dessas pessoas, a sua será rápida, eu prometo, eu comecei esfaqueando as gargantas deles, foi difícil no início por causa que eles não paravam de se contorcer no chão, espalhando e jorrando sangue para todo o lugar, eu acho que eu ia demorar a noite toda para limpar esse doce liquido...

 

Emilly: Por favor.... Pare.

 

Debora: Que pena.... Hoje vou perder uma grande amiga, mas não tem problema, eu aprendi que se você gosta realmente de alguém, deve-se devora-lo e senti-lo na pele! Como se fosse 1 só! Está preparada para ser devorada?

 

Emilly: Não!

 

*Emilly sai correndo pela rua.

 

Debora: Você só está adiando o inevitável...

 

*Na rua, onde Emilly está correndo desesperada.

 

Emilly: De novo não.... Por favor... De novo não!

 

*Emilly é atingida nas costas por uma faca arremessada por Debora.

 

Emilly: Hm.…?

 

*Emilly cai no chão, gemendo de dor.

 

Debora: eu não gostei de sua atitude!

 

*Debora caminhando em direção a Emilly.

 

Emilly: Não.... Eu não quero.... Morrer...

 

*Emilly começa a se rastejar pelo asfalto da rua, deixando um rastro de sangue.

 

Debora: Sério? Você ainda acha que vai escapar?

 

*Debora joga outra faca em Emilly, atingindo novamente suas costas.

 

Emilly: ...!

 

*Emilly solta um grito de dor.

 

Debora: Gritar não vai te salvar, você sabe disso né?

 

*Emilly para de rastejar e continua gemendo de dor.

 

*Debora passa a mão no rastro de sangue deixado por Emilly, e em seguida coloca o dedo com sangue de Emilly na boca.

 

Debora: Seu sabor é interessante.... Vou adorar te mastigar!

 

Emilly: NÃO!

 

*Um som de buzina de caminhão é escutado.

 

Debora: Hm.…?

 

*Debora olha para o lado e observa um caminhão vindo rapidamente em sua direção.

 

Debora: O que?

 

*Debora é atropelada pelo caminhão, que nem si quer para ao bater em Debora.

 

*Debora tem a maior parte de seu corpo esmagada com o atropelamento, e com a batida ela fica no chão, com o corpo imóvel, apenas a cabeça se movendo um pouco.

 

Debora: .... Como...

 

Emilly: ...

 

Debora: ...

 

*Debora para de mover a cabeça, aparentando ter morrido.

 

Emilly: ...

 

*Emilly observa o corpo esmagado de Debora no chão, enquanto um liquido roxo misturado com um vermelho começa a sair do corpo de Debora.

 

Emilly: ... (Então.... É assim que acaba tudo? Eu vou morrer aqui?)

 

*Emilly começa a chorar com muita dificuldade e dor.

 

Emilly: ... (Eu.... Não quero morrer.... Por favor não...)

 

Candy Little Boy: Oi Emilly!

 

Emilly: ...!

 

*Emilly olha com muito esforço para sua frente, se deparando com Candy Little Boy e Girl de pé a observando.

 

Candy Little Girl: Finalmente te achamos, estava difícil encontrar seu cheiro.

 

Emilly: ...

 

Candy Little Boy: Está com dificuldade de falar?

 

Emilly: ...

 

Candy Little Boy: Entendi.... Bem já vi que você está com sorte hoje!

 

*Candy Little Boy e Girl olham para o cadáver esmagado de Debora.

 

Candy Little Girl: Era uma boneca.... Quem diria!

 

Candy Little Boy: Devo ter esquecido de citar.... Foi mal, mas então vou explicar agora, não existem só pessoas entre você.... Existem bonecos que comem pessoas, e para saber...

 

Emilly: ... (Começa a fechar os olhos lentamente)

 

Candy Little Girl: Acho que ela está perdendo muito sangue...

 

Candy Little Boy: Verdade.... Foi mal, vou fazer uma simples pergunta! Você quer continuar?

 

Emilly: Si...

 

Candy Little Boy: Então.... Lhe concedo minha maldição!

 

*Emilly fecha os olhos por completo e desmaia.

 

*Um outro dia, em algum hospital.

 

*Emilly está deitada em uma cama de um hospital, em um quarto pequeno.

 

Emilly: ...

 

*Emilly acorda.

 

Emilly: Hm..? Aonde...

 

*Emilly olha para suas costas e fica surpresa ao não encontrar nada, nenhum ferimento.

 

Emilly: Hm? Mas... E os ferimentos das facas?

 

*Emilly olha para o lado e observa que em cima de uma gaveta ao lado de sua cama, tem uma pequena prateleira com algumas comidas de hospital.

 

Emilly: Estou com um pouco de fome.... Penso nisso depois que eu comer.

 

*Emilly pega uma bolacha salgada da prateleira, ao aproximar ela de sua boca, sente um cheiro ruim.

 

Emilly: Hm.…? Que cheiro é esse?

 

*Emilly dá uma mordida na bolacha salgada, em seguida sente um gosto totalmente horrível, vomitando no chão a bolacha e um liquido roxo.

 

Emilly: Que gosto é esse? Parece que...

 

*Emilly pega um sanduiche com presunto e salada e em seguida dá uma mordida, mas novamente sente um gosto horrível e o vomita também.

 

Emilly: (O que?... Parece que eu estou comendo merda de cavalo... O que está acontecendo comigo?)

 

*Emilly pega da prateleira um suco de laranja e rapidamente começa a bebê-lo, diferente dos outros alimentos que comeu, esse tem um gosto maravilhoso.

 

Emilly: (Por que.... Esse tem um gosto bom?)

 

*A porta da sala que Emilly está se abre lentamente.

 

Emilly: Hm?

 

Candy Little Boy e Girl: Oi!

 

Emilly: Vocês?

 

Candy Little Boy: Como você está?

 

Emilly: É... Bem...

 

Candy Little Girl: Não sente nada de diferente?

 

Emilly: É... Bem, não só meu paladar está estranho.... Fui comer algumas coisas e parecia que eu estava comendo lixo... Aí fui beber um suco e... Ele tinha um gosto maravilhoso!

 

Candy Little Boy: Sabia!

 

Emilly: Hm?

 

Candy Little Boy: Emilly! Sua vida vai mudar!

 

Emilly: Como assim?

 

Candy Little Girl: Te explicar tão rapidamente vai ser difícil.... Então trouxemos uma pessoa que vai te explicar com mais facilidade!

 

Emilly: Pessoa?

 

*Rose entra na sala que Emilly está.

 

Emilly: Hm.…?

 

Rose: Olá!

 

Candy Little Boy e Girl: Emilly, essa é Rose! A meio humana!

 

Continua...


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...