História The chance of my live - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow
Personagens Felicity Smoak, John Diggle, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Thea Queen, Tommy Merlyn
Tags Arrow, Felicity Smoak, Olicity, Oliver Queen
Visualizações 77
Palavras 3.822
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse é o penúltimo capítulo .
Espero que você gostem.
Boa leitura 😍😘
E perdão pelos erros na escrita
( essa imagem não me pertence , peguei no Google )

Capítulo 20 - Tragédia


Fanfic / Fanfiction The chance of my live - Capítulo 20 - Tragédia

 FELICITY SMOAK

Acordo primeiro que Oliver . Pego meu celular no criado mudo e olho as horas . 07:44. Encaro o rosto adormecido de Oliver . Como hoje é domingo vou deixar ele dormir .

Ele é tão lindo .

A porta do meu quarto se abre olho e é o William.

- mamãe , eu posso ficar aqui ?- ele pede fazendo bico .

-Claro bebê vem cá- chamo ele e ele deita no meio de mim e de Oliver .

- O papai tá dormindo ?- ele cochicha

- Sim. Vamo dormir mais um pouquinho também. ? ainda tá cedo . Falo e ele fecha os olhos. Olho para os dois homens da minha vida cara de um fucinho do outro . Fecho os olhos também e durmo .

Acordo novamente com William pulando na cama . Pego meu celular e já são 10:28

- Will não pula na cama - Oliver fala com a voz rouca .

- Mas papai já está com sol . Olha - ele aponta pra janela

- Mas eu e sua mãe ainda estamos dormindo - Oliver fala

- Como você está dormindo se você tá falando ?- William pergunta . Menino esperto . Começo a rir - A mamãe ri dormindo e você fala dormindo que loucura - ele bate a mão na cabeça e volta a pular na cama.

- Will , se você não parar de pular vai fica de castigo- falo e ele para na hora .

- mas eu quero brincar.

- toma liga a tv - Oliver passa o controle para ele e ele liga . Ele deita a cabeça no peito do pai e fica encarando o desenho na tv .

- Como pode parecer tanto vocês dois ? Esse meu filho é muito gato. Falo beijando o rosto de William.

- Eu fiz um bom trabalho- Oliver fala sorrindo

 - senhor convencido . - falo mostrando a língua para ele . E ele pisca pra mim . Sento na cama e despreguiço . Me levanto e William me pergunta

- Onde você vai mamãe?

- Vou tomar banho. Fica quietinho com seu pai ai tá bom ?

- tá bom - ele fala e volta a encarar a tv .

- Quer que eu faça o café ? - Oliver pergunta

- Não . Fique um tempinho com seu filho faz tanto tempo que você não fica com ele .- falo e pisco para ele .

Pego minha toalha e minhas roupas e entro para o banheiro.

Tomo banho , lavo meu cabelo . Depois visto minhas roupas , um short jeans e uma camisa preta larga . Penteio meu cabelo e o deixo solto . Escovo os dentes . Quando volto para o quarto nem Oliver e nem William estavam lá . Desço e nenhum sinal deles na sala . Vou para cozinha e sou surpreendida com os dois fazendo o café da manhã. Oliver estava de bermuda azul escura e sem camisa . E William com seu pijama dos vingadores.

- Ah que coisa mais linda , os dois fazendo o café da manhã - falo

- Ah mamãe era para se surpresa pra você . Você estragou a surpresa - William fala e fecha a cara . Até de cara fechada ele parece o Oliver .

- Ei filhão já que ela descobriu a surpresa ela vai nos ajudar a preparar o café da manhã - Oliver fala com ele

- Tá bom. Mamãe me ajuda a passar geleia no pão ?!- ele pede

- Claro .

- Eu estou passando geleia com a colher porque o papai disse que não posso mexer com faca .

- É seu papai é muito esperto . - falo e Oliver rir. Enquanto Oliver frita bacon e faz os ovos eu e o William passamos geleia nas torradas e nos Pães. Pego o suco e o leite na geladeira e coloco na mesa . William me ajuda a colocar os copos na mesa .

- Comida... cheiro de comida - thea aparece - Hoje eu não iria sair da cama , mas aí senti esse maravilhoso cheiro e não resisti. - thea fala .

- Bom dia para você também irmãzinha- Oliver fala sínico.

- Oliver você apareceu , a tanto tempo que não te vejo.- thea fala e Oliver olha pra ela feio .

- Titia foi eu o papai e a mamãe que fizemos o café

- É mesmo meu lindão ?- thea fala e pega o sobrinho no colo e enche ele de beijos e ele ri gostoso .- Você é muito lindo sabia ?!

- Sabia - Will fala e rimos

- Ele não é nem um pouco convencido .- falo- E mamãe e caiti ?

- estão dormindo. Ficaram a noite toda assistindo filme. Cheguei hoje às 6 elas estavam assistindo filme ainda .

- Nosso Deus . Então elas não vão levar agora.

Tomamos café juntos e Oliver recebe alguma mensagem no celular .

- Eu preciso da uma saidinha , e já volto - ele fala

- Saidinha pra onde ? Hoje é domingo Oliver .- falo

- Preciso enviar um arquivo .- ele fala.

- Não pode enviar amanhã ? Ou enviar remotamente ?

- Infelizmente não . Eu já.volto vai ser rapidinho - ele fala . Ele beija a bochecha de wiiliam , beija a cabeça de Thea e me dá um selinho . Ele sobe para o quarto e eu subo atrás.

Quando chego no quarto ele está vestindo sua camisa .

- Por que eu estou sentindo que você está me escondendo alguma coisa ?-pergunto

- Eu não estou escondendo nada amor ..

- Oliver você está estranho . Não tem passado muitos dias em casa e quando fica você não está 100% presente. - falo irritada

- Felicity eu assumi a empresa da minha família , eu estou sem tempo .- ele fala

- Sem tempo para sua família? Desse jeito você vai ficar como sua mãe e seu pai! Você não passa mais tempo com William e comigo . Eu estou sentindo sua falta e William também .

 - Eu sinto muito amor eu vou tentar me organizar , eu prometo que vou passar mais tempo com você e com William. - ele fala olhando o maldito celular . - Agora eu preciso ir .- ele fala , me dá um beijo rápido e sai . É hoje que eu descubro o que ele está fazendo.

 Troco de roupa rápido . Pego meu tablet e rastreio o celular de Oliver . Pelo GPS consigo ver que ele está indo no sentido contrário da empresa . Desço e vou na cozinha.

- thea eu sei que você está cansada , mas tem como da uma olhadinha no William pra mim ? - peço

- Claro fel .- ela fala

- Will a mamãe já volta comportasse .- falo

- tá bom mamãe.

Pego a chave do carro de caiti e desço para garagem . Olho novamente no tablet e Oliver está indo para os glades . Que diabos ele está fazendo nos glades ?! . Ligo o carro e sigo o caminho que Oliver fez .

Chegando nos glades vejo o carro estacionado em frente um loja antiga . Parece um galpão . Desço do carro e me aproximo das grades que cercam o lugar. Tem um cadeado . Merda !

Como vou fazer para entrar . A grade não é muito alta então resolvi escalar . Com muita dificuldade consigo escalar mas do lado de fora do galpão tem um aparelho com senha . Bom isso não vai ser difícil para mim.Hackeio o aparelho e a porta se abre . Entro no galpão e é enorme . Ouço uma voz no fundo do galpão. Tem umas escadas desço . E vejo John .

- "Oliver não consegui , encontrá-lo . Eu não sou um hacker . Mas tudo indica que o Malone esta por trás de tudo isso - John fala . Ele está falando com o Oliver mas não estou conseguindo ver o oliver . Desço as escadas

- John precisamos acabar com isso de uma vez com todas . Eu preciso salvar Yao Fei. Yao sabe muita coisa por isso está preso lá . Eles sequestraram sua filha . E eu jurei que iria ajudá-los . Tenho que cumprir minha promessa.

- Mas você acha que o Malone tem a ver com isso . Com o sequestro de Yao e sua filha ?- John pergunta

- Sim. E eu tenho certeza que eles o trouxeram nesse navio .- Oliver fala . Mas ainda assim não consigo vê-lo. Desço mais as escadas e vejo Oliver encostado na parede com a roupa do vigilante. Eu nem sei como mas quando assustei eu estava perto de John e tanto John quanto Oliver estavam me olhando assustados

- O que você está fazendo aqui ?- Oliver pergunta assustado e meio irritado . Se alguém tem que estar irritado aqui esse alguém sou eu

- Você é o vigilante? - pergunto irritada .- Merda Oliver o que você está fazendo ?

- Como chegou aqui ?- ele pergunta irritado - Você não tem que estar aqui . - ele fala

- Porra Oliver , você é um assassino ! Você está matando pessoas - falo irritada

- São pessoas ruins felicity- John fala

- O que ? John nunca pensei que ouviria isso de você. Não importa se são pessoas ruins . São pessoas. Vocês dois não tem o direito de tirar a vida de ninguém- falo gritando

- Se eu não tivesse matado eles , eles matariam pessoas inocentes felicity- Oliver fala em um tom frio .- Não era pra você saber nada disso . - ele fala .

- Por que você está fazendo isso ?- pergunto

- meu pai antes de morrer me fez prometer corrigir seus erros- ele fala

- Então tudo isso é apenas uma vingança? Vingança não leva ninguém a nada Oliver! - falo

- você não entende, é muito mais do que vingança se trata de salvar vidas de milhares de pessoas!

- tá E aí você vai perder sua alma?- pergunto e sinto meus olhos cheios de lágrimas .

- Amor , eu preciso que você confie em mim

-como posso confiar em você sendo que você não confia em mim?! Eu quero que você fique bem longe de mim do William- falo e saio correndo . Ouço ele me seguir mas ignoro .

- Felicity por favor espera .- ele me chama mas ignoro . Quando estou prestes a passar pela porta ele me segura pelo braço

- Me solta - bato nele mas ele não me solta .

- Olha pra mim . Preciso que você me escute - ele pede, mas eu o ignoro e continuo batendo em seu peito .

- Me larga Oliver - falo - Eu não quero ouvir porra nenhuma quero que você me solte !- falo irritada

- Por favor . Me escuta - ele fala um pouco mais alto . Ele me pressiona na parede . E encosta nossas testa . Eu tento empurra ele mas mas não consigo pois ele é muito mais forte que eu.- Olha pra mim - ele pede mas eu não consigo . Só consigo olhar para sua roupa maldita de assassino . - Por favor bebê olha pra mim - ele pede de novo e desta vez eu olho em seus olhos.- Eu preciso que você confie em mim. O que estou fazendo é para salvar a vida das pessoas dessa cidade. E principalmente salvar sua vida e do William - ele fala .- Nesse tempo que fiquei na ilha descobrir muitas coisas. E lá tinha um homem que me ajudou muito . Descobrir que esse homem e sua filha estão sendo mantidos em cativeiros aqui em star city. Eu preciso ajudá-lo . - ele fala .

- Ok já ouvi agora me solta - peço . Mas ele não me solta

- Você precisa confiar em mim .- ele pede

- Eu já disse pra você me soltar !- desta vez grito e ele me solta . - Eu quero que você fique bem longe do meu filho - falo irritada

- Nosso filho - ele corrigi com os olhos tristes - não faça isso felicity você e o William são minha vida!

- Se você ainda sente algo por mim e pelo William mesmo , faça um favor de ficar bem longe da gente .- falo e saio de perto dele .

OLIVER QUEEN

Ela me pediu para ficar longe dela e do meu filho . Como posso ficar longe das duas pessoas que mais amo nessa vida . Volto lá para baixo . E John está sentado na cadeira de braços cruzados.

- Eu te disse pra você contar pra ela . Mais cedo ou mais tarde ela iria descobrir !

- Eu não queria ela envolvida nisso tudo - falo - Ela disse para eu ficar bem longe dela e de William. - Preciso acabar logo com isso e recuperar minha família de volta - falo .

1 semana se passou. Eu e John descobrimos mais sobre o plano dos Malone's Eles colocaram bombas nos lugares mais movimentados da cidade .Nessa semana eu tentei falar com felicity mas ela me ignorou e não deixou eu ver meu filho . Como não quero bater de frente com minha mulher estou dormindo no esconderijo . Mas sempre que eu deito tenho pesadelos .

Não está sendo fácil ficar sem minha mulher e meu filho . Mas vou acabar com isso de uma vez por.todas e vou recuperar minha família .

Tommy , Thea, caiti e Donna sempre estão.me.dando notícias de felicity e William . Tommy disse que é pra eu resolver logo essa briga pois está afetando William . Donna disse que felicity está arrasada. Ela só finge que está bem perto de William para não afetar mais ele. Donna disse que preciso recuperar minha família antes que seja tarde de mais . Eu fico boa parte do meu tempo trabalhando e tentando ligar para felicity. Mas estou decidido a ter minha família de volta !

- Jonh essa noite vou confrontar o Malone . Vou acabar com isso de uma vez por todas

- esse cara é maluco Oliver. Ele não vai reagir bem a um confronto .

- Eu preciso acabar logo com isso e recuperar minha família - falo . Pego meu arco e vou até a casa do Malone . A casa é enorme e cheia de segurança . Acho que no fundo ele já sabia que eu iria vim confronta-lo

 Atiro em seus guardas com flechas tranquilisante . Quando entro em sua casa ele está sentado no sofá bebendo seu vinho .

- Rony Malone , você falho com essa cidade . - falo e acerto a luz e deixo tudo apagado, ele se assusta .

- Como entrou aqui ?- ele fala assustado

- Eu derrubei seus homem - falo .

- É dinheiro que você quer ?- ele pergunta

- Eu não quero dinheiro. Eu quero justiça . Você e seus amigos Julius Gama e Taylor Fury, vocês mataram e destruíram uma cidade na China tudo por causa de dinheiro . Vocês merecem morrer ! E agora querem fazer isso com star City- Falo

- Eu não sei do que você está falando. - ele fala se levantando do sofá e se afastando lentamente

- não se mexa - falo apontando uma flecha no seu rosto

- Eu sou inocente . Isso tudo que você está falando é mentira - ele fala mas continua a se mexer e em um movimento rápido ele pega uma.arma de baixo da mesinha e atira em minha direção e acerta meu ombro . Me abaixo e escondo atrás do sofá. Ele continua a atirar. Jogo uma fumaça e consigo sair pela janela. Saio às pressas do lugar.

Ligo para John

- John preciso que venha me buscar estou ferido - falo

- Já estou indo .- me escondo no mato cubro meu ferimento com a mão. A bala ainda não saiu, está sangrando muito.

Minutos depois John aparece. Me ajuda a entrar na van e me leva até o esconderijo . E eu não sei como mas eu acabo desmaiando ....

RONY MALONE

Nosso objetivo é acabar com estar city assim como fizemos com a cidade dos diamantes na China .

Descobrimos que de baixo de star city tem uma mina de ouro . Vamos destruir a cidade e dominar star City.

Está noite tive a visita do vigilante . O filho da mãe descobriu meu segredo . Mas eu ainda tenho uma carta na manga . Eu conheço alguém que com certeza sabe quem é ele , Yao Fei.

Mando meus capangas confronta-lo. Mas o filho da mãe sabe reagir a uma tortura . Mas aí tive a ideia . Mandei eles desta vez torturarem a filha dele . E não demorou muito para ele me falar quem é o vigilante. Oliver Queen . Ele me paga ! Vou tirar dele a pessoa que ele mais ama ....Chamo meu filho Billy até meu escritório.

- pai? Queria falar comigo?!

- sim entre por favor,- peço e ele entrar sente-se. Você ainda gosta daquela garota . A felicity Smoak?- pergunto

- Sim. Mas ela é sega por aquele Queen - Billy fala com ódio . Ótimo , é desse ódio que preciso .

- O que você acha que a impede de amar você ?- pergunto

- Oliver . Quando ele não estava aqui eu tinha uma chance. Eu teria conseguido ter ela pra mim . Mas aquele filho dela também não gosta de mim - Billy fala irritado

- Quero te ajudar filho .

- como pai ?- ele pergunta confuso

- Vou fazer felicity ser sua - falo e ele sorrir

- Como ?- ele pergunta

- Vamos matar Oliver e seu filho .- falo - Felicity vai ficar desamparada e vai ser aí que você vai ter ela pra você filho .- falo

- Ótimo . Vamos fazer isso !- Billy fala

OLIVER QUEEN

Depois que John me leva para o esconderijo desacordado ele tira a bala de mim .

Como estou ferido fico 2 dias em repouso. Contra minha vontade claro .

Agora são 10:39 da manhã estou deitada no colchão no esconderijo . Vendo uma foto minha do William e felicity. Tiramos essa foto quando fomos no parque. Como sinto falta da minha família .

Pego a chave do carro e vou dirigindo até a escola de William . Chego na escola 11:29. Na hora do sinal tocar. Estaciono o carro mais distante. Desço do carro e fico escondido em frente a escola . Vejo felicity . Que saudade que estou da minha loirinha . Ela está com um coque atrapalhando óculos escuros. Calça jeans e uma camiseta cinza.

Ela está escorada no carro esperando por William

O sinal bate e em questão de segundos vejo William se jogar no colo da mãe. Ele abraça ela bem apertado , sorrio com essa cena . Só que sou pego de surpresa pois William me vê e grita

- Olha mamãe é o meu papai - ele fala . Felicity olha para trás e me vê e fecha a cara. William desce do seu colo e vem correndo em minha direção

- William cuidado com a rua - Felicity fala. Pego ele no meu colo e abraço ele apertado . Que saudade que eu estava do meu filhote.

- Papai , eu estava com tanta saudade - ele fala

- Eu também estava filho - falo cheirando seu cabelo .

Vejo felicity atravessando a rua com uma cara fechada.

- Papai você vai voltar pra casa ?- ele pergunta .sinto o olhar de felicity me queimar mentalmente

- Ainda não filho - falo olhando seu rosto. Ele faz uma carinha triste

- Por que não ?-ele pergunta

- porque o papai precisa resolver algumas coisas . - falo

- Então resolve e volta logo pra casa

- William precisamos ir embora - Felicity fala grossa

- Não mamãe . Eu quero ficar com meu pai - ele fala se agarrando em mim

- Viu o que você fez - ela.fala me repreendendo

- Deixa eu ficar um pouco com ele - peço - eu sinto falta dele . E de você - falo . Ela tira os óculos escuros e massageia os olhos . E vejo que ela está com olheiras e seu rosto está abatido e cansado

- deixa eu ficar com meu papai mamãe ? - William pede . Ela respira fundo e concorda com a cabeça. - Ebaaa

- O que você quer fazer filhão?- pergunto

- Eu quero tomar sorvete - ele fala

- Então vamos para sorveteria- falo indo em direção do meu carro

- Acho melhor irmos no meu - felicity fala e eu concordo . Coloco William na cadeirinha e me sento ao seu lado no carona . Felicity liga o carro e vamos para sorveteira. William vai o caminho todo falando de tudo que aconteceu com ele .

Chegando na sorveteria que fica 2 quarteirão da escola . Saio do carro e tiro Will da cadeirinha seguro sua mão e entramos na sorveteria.

Coloco William sentado no meu colo e felicity senta do nosso lado . Ele lê todo o cardápio para gente. E pela primeira vez desde que felicity me viu hoje ele está sorrindo .

- Que menino inteligente- ele fala beijando seu rosto

- parabéns filho. - falo orgulhoso.- qual sabor você vai querer?- pergunto

- hum.. deixa eu pensar - ele coloca a mãozinha no queixo e isso arranca mais risadas de felicity . Amo ouvir essa risada.- já sei vou querer de chocolate e de Nutella - ele fala - e você mamãe?

- Ah eu não vou querer . A mamãe esta de regime - felicity fala

- Regime ?- pergunto - Você não precisa de regime . Seu corpo está ótimo - falo e ela cora . - Você está linda como sempre

- obrigada - ela agradece .

- Então mamãe qual sabor você vai querer ?- William pergunta

- hum... De morango . - ela fala

- E você papai ?

- vou querer de chocolate e de morango - falo . Chamo o atendente e faço os pedidos.

William está distraído desenhando no cardápio infantil felicity fala

- Você melhorou ? Do tiro- ela pergunta como ela sabe que eu estava ferido . Ah claro John...

- Sim estou melhor - falo - Obrigado por perguntar

- Fiquei preocupada. John me ligo  e avisou que você estava ferido . Que tinha entrado na casa do Malone . E levou um tiro. E ele me pediu para pagar as evidências do seu sangue. Então eu apaguei - ela fala .

- Obrigado - falo novamente e ela sorri - Eu estou sentindo muita sua falta - falo. E Ela não fala nada , apenas fica me olhando. O sorvete chega cortando nosso contato visual .

Tomamos o sorvete.E William está muito feliz , pois estamos todos juntos. 

Fomos para o carro coloco William na cadeirinha. E vou para o banco da frente. Antes que felicity ligue o carro . Tiros vem por todas as partes. Abaixo e felicity faz o mesmo .

- Liga o carro liga o carro !- falo e felicity liga. Ela começa a dirigir e sai do meio dos tiros. Quando estamos mais distantes . Olho para trás e entro em desespero . William está desacordado e com a boca saindo sangue

- William - falo felicity olha para o retrovisor. E para o carro

- Meu Deus - ela fala . Desesperada. Saímos do carro e quando vou tirar ele da cadeirinha ela fala

- Não mexe nele. Não sabemos onde foi o tiro. - ela fala despertada. - Oliver , machucaram nosso filho - ela fala chorando. ligo para emergência .

Informo o que aconteceu ...

Eu não sei quem fez isso mas ,quando eu descobrir quem foi . Eu vou matar o filho da mãe. Ninguém mexe com minha família !....


Notas Finais


Próximo capítulo será o último 😭😅
Gostaram ?
Cometem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...