História The Cheerleader - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Glee
Personagens Artie Abrams, Brittany S. Pierce, Finn Hudson, Mercedes Jones, Mike Chang, Noah "Puck" Puckerman, Quinn Fabray, Santana Lopez, Sue Sylvester, Tina Cohen-Chang, Will Schuester
Tags Glee
Visualizações 10
Palavras 341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Meu começo com Puck


Fanfic / Fanfiction The Cheerleader - Capítulo 3 - Meu começo com Puck

          encontro Finn no corredor escolhendo algum livro no armário, fecho seu armário e o mesmo me olha confuso

Quinn: tem que sair daquele clube! - digo furiosa.

Finn: Por quê?

Quinn: como quer sejamos rei e rainha do baile com você naquele clube idiota? 

Finn: não vou sair. - diz abrindo o armário e na mesma hora, fecho denovo.

Quinn: se sair, deixo você pegar no meu peito. 

Finn: por cima ou debaixo do sutiã? 

Quinn: por cima.

Finn: não vou sair! - fala enquanto fecha o armário e me deixa sozinha. 

ando pela e até que Puck vem falar comigo. 

Puck: problemas com o namorado? 

Quinn: como você sabe?

Puck: Finn me contou - aceno com a cabeça e saio, até que o mesmo me puxa e fala - você não está bem, quer que eu te leve pra casa? 

Quinn: quero.

chegamos na minha casa e vejo que meus pais não estão em casa.

Quinn: pode entrar Puck, quer alguma bebida?

Puck: quero.

vou até a cozinha e pego uma caixa com champanhe pequenos.

Quinn: aceita?

Puck: bebida de gente rica não faz meu tipo, mas eu aceito sim - solto uma gargalhada ao ouvir " de gente rica ". 

conversamos mais um pouquinho e ele disse que teria que ir, não queria, que ele fosse, não sabia que conversar com Puck me faria esquecer Finn por um momento, mas funcionou. Até que ele olhou pra mim e disse: 

Puck: desculpa Finn, mas eu não resisto! - ele disse e me beijou, do nada, até ia parar, mas tava muito bom. Quando dei fé, já estávamos no meu quarto, deitados na minha cama, mas quando ele estava abrindo a blusa do meu uniforme, eu disse:

Quinn: isso não tá certo, Finn é meu namorado e sei melhor amigo, e, você sabe, eu sou virgem.

Puck: acha que daqui há dez anos lembraremos do Finn? - ele perguntou sério.

Quinn: talvez não, mas eu fiz um juramento.

Puck: Britt e Santana também, mas do mesmo jeito transei com elas.

Quinn: então tá - o beijo ele com vontade - espera, e a proteção?

Puck: confia em mim, gata.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...