1. Spirit Fanfics >
  2. The chemistry of love-Na Jaemin e Haechan-NCT >
  3. Aquele em que tomei coragem

História The chemistry of love-Na Jaemin e Haechan-NCT - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Oi Xuxus, como estão indo? E a quarentena???
Tinha planejado em atualizar minhas fics bastante durante essas semanas de quarentena, mas pelo meu azar meu computador teve um problema e minha escola resolveu nos entupir de trabalho, ou seja, estou com pouco tempo para atualizar. porém vou tentar dar o meu melhor para evoluir e, -tentar- terminar essa daqui.
E como vocês estão? O que estão fazendo de legal na quarentena???
Não esqueçam de passar pelas notas finais
Boa leitura =)

Capítulo 7 - Aquele em que tomei coragem


Fanfic / Fanfiction The chemistry of love-Na Jaemin e Haechan-NCT - Capítulo 7 - Aquele em que tomei coragem

-Acorda menina, foca!- Hye me balançada forte e sussurrava em meu ouvido para não chamar atenção do professor. Sei lá, o jeito agressivo mais ao mesmo tempo fofo que minha amiga tratava os outros era diferente...- O que aconteceu? Até parece que você recebeu uma declaração do boy que você gosta e não conseguiu dormir igual nos filmes!

-Por que foi isso mesmo que aconteceu- Dizia ainda sem levantar meu rosto da carteira- Eu mal consegui dormir, fiquei pensando nisso a noite inteira.

-O QUÊ?- Minha amiga falou um pouco mais alto que esperava que nem sempre, atraindo alguns olhares irritados. A mesma fez um sinal de desculpa com as mãos para as pessoas em nossa volta e voltou a sussurrar em meus ouvidos, atrapalhada- Como assim amiga? Me conta direito essa história.

-Depois eu conto tudo certinho, preciso focar como disse, ando muito voada esses dias.

-Dá para abaixar o tom de voz aí atrás?- Zuho, namorado de Junghye cochichava sem olhar para o nosso rosto. Apesar de ser de ser alguns anos superior que a gente, tínhamos algumas aulas técnicas juntos, que eram extras e disponível para todos da área científica.

 

Quando a aula acabou, fomos até o estágio e futebol americano como de costume e comemos um cachorro quente. Contei para meus amigos toda a história, o que tinha acontecido ontem e por que d’eu não ter dormido direito.

-Nesse caso o melhor que tens a fazer é seguir seu coração amiga, faça uma lista de coisas que você gosta e não gosta em cada um, depois veja qual tem mais vantagens, simples assim- Hye afirmava com seu ar se superioridade típico de sua personalidade, que por mais que seja meio nojentinho eu não me incomodava.

-Não ouça ela, nesse caso é melhor você continuar sendo amiga dos dois e nada mais, e digo isso porque já senti na pele o que eles estão sentindo, ou fique com os dois ou largue os  dois- Zuho dizia enquanto levava uma mordida de seu cachorro quente à sua boca.

-Vocês só estão piorando a situação, cada um me fala uma coisa diferente! Sinceramente não sei como conseguem namorar, suas opiniões são completamente opostas!

-Isso é que é o amor ____, não somos nós que escolhemos com quem ficaremos, é o nosso coração- Minha amiga falava dramaticamente como se fosse expert non assunto.

Olhei no meu celular e vi que já marcavam 15h30, e tinha combinado de encontrar Hyuck faziam exatos 40 minutos, se não me apressar ele com certeza vai pensar que estou o evitando, tinha que correr!- Céus eu estou completamente atrasada, vejo vocês depois!- Dizia enquanto pegava minha bolsa e descia a arquibancada.

-Reflita o que te falamos ___, queremos o melhor para você!-Ouvi Hye gritar enquanto descia com pressa.

******

-...Hoje nosso estudo rendeu bastante obrigado por vir pandinha- Haechan dizia enquanto fechava seus livros- Que tal eu te levar para comer agora, para compensar? Você parece estar com fome.

-Pandinha, desde quando me chama assim Haechan?

-Pandas são fofinhos, e eu adoro pandas do mesmo jeito que adoro você ___, tudo bem esse ser seu apelido a partir de agora?

-Eu adorei! Achei bem original.- Fechei meus livros e guardei em minha bolsa- Sobre você me levar para comer,, eu tinha pensado em convidar o Jaemin para comer agora, acho que ele está bravo comigo e preciso acertar as coisas.

-Ah sim, o Jaemin... Não, sem problemas, sou seu melhor amigo e vou te apoiar se você gostar dele, por favor não se preocupe comigo.- Apesar de eu conseguir ver o rosto triste de Haechan disfarçado por um sorriso, fingi que não tinha percebido. Eu gosto muito dele, mais não quero formar falsas esperanças, afinal sei que não daria certo entre a gente.

-Desculpa mesmo Hyuck, não quero te dar esperanças, você é um grande amigo e não quero te perder.- Levantei da cadeira já pronta para sair.

-Sério mesmo ___,não se preocupe comigo. Vou te apoiar em qualquer circunstância.

Me despedi de Haechan e sai da biblioteca. Peguei meu telefone e mandei uma mensagem para Jaemin

Nana

-Oi Jaemin, está ocupado? Me encontre no restaurante italiano que fica próximo a universidade em duas horas.

-Oi princesa, me chamou na hora certa. Te vejo lá.

 

Tive que resolver algumas coisas com meu professor, e acabou que não deu tempo para eu passar em casa e me arrumar, então fui direto para o restaurante. Peguei uma mesa e em poucos minutos Jaemin entrava por aquela porta e andava em direção a mesa em que eu estava.

-Chegou cedo princesa.- Me assustei pois não tinha notado que o mesmo já tinha chegado.

-Ah, oi Nana, que bom que pode vir.

-Claro que viria, sou um homem de palavra- Ele chegou mais perto de mim- Feche os olhos, tenho um presente para você.- Fiz como o mesmo mandou, e senti ele colocar um colar em meu pescoço- Para você.

Abri meus olhos e vi um colar de pérolas deslumbrante, em volta de meu pescoço. -Obrigada Nana, eu adorei. Tem cara de ter sido muito caro... Quanto eu te devo por isso?

-Talvez um beijo?- Fiz uma cara de espanto, e o garoto abriu um sorriso- Era brincadeira princesa, não fica assustada. Você não me deve nada, foi um presente.

-Então, eu te chamei aqui para falar sobre nós dois...-Fui direto ao ponto.- EU realmente gosto muito de você e com o tempo vejo que anda se esforçando muito para mim e...

-Onde quer chegar com isso? Se me chamou aqui para me magoar de novo eu acho melhor eu me retirar- O mesmo já ia se levantando quando segurei eu braço.

-Não é isso, na verdade eu queria dizer que...-Ele já ia se levantando e soltando meu braço, então fui direta para ele me escutar.- Eu acho que gosto de você.

O garoto parou e sentou novamente, olhando em meus olhos.- Eu só queria que soubesse que não precisa fazer isso por  pena, eu gosto muito de você porém acho melhor ter o coração partido do que você ficar comigo por pena.

-Não Nana, você entendeu errado. Eu andei pensando e percebi o quão eu me importo com você também, e queria retribuir todo o carinho que você me deu  de alguma forma. Eu quero ser sua.- Respondi rápido e séria. Jaemin era realmente muito importante para mim, e só depois fui perceber isso. Como ele eu também era uma pessoa difícil de demonstrar meus sentimentos, nunca tinha me declarado par alguém antes. Vi o mesmo abrir um sorrisinho em seu rosto, tentando resistir.

-Se é assim então, te declaro minha e somente minha a partir de agora.- O mesmo abriu outro sorriso e passamos um bom tempo assim, admirando um ao outro.


Notas Finais


Sim, eu sei que o capítulo de hoje não ficou um dos melhores, mais isso por que como já falei tenho muito trabalho e estou com uma dor de cabeça e indisposição lega esses dias, prometo me dedicar mais nos próximos.
Amo vocês, até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...