História The coffee stranger- Jimin(Yaoi)(Oneshot) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jimin, Romance, Yaoi
Visualizações 63
Palavras 1.535
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Único - Lovely stranger


Fanfic / Fanfiction The coffee stranger- Jimin(Yaoi)(Oneshot) - Capítulo 1 - Único - Lovely stranger

   O garoto(you) estava em um ônibus indo para a sua cafeteria favorito. Depois que ele descobriu que o seu namorado traiu-o, o expulsou do seu apartamento, por mais que ainda o amasse não poderia suportar! Toda vez que Yoongi(ex) tentava mandar uma mensagem ou até mesmo ligar para o outro, era ignorado. Demorou um pouco para finalmente Min se tocar e parar de mandar mensagens.

“Ele beijou aquela garota com um enorme sorriso no rosto, como ele pode?!"

   S/N engoliu em seco quando seu peito se levantou e caiu rápido, ele sabia que quando sua respiração ficava alterada queria chorar, mas ele realmente não queria se mostrar fraco em frente aquelas pessoas...Não queria chorar pelo homem que o traiu, não daria a Yoongi esse gostinho.

   Demorou um pouco, cerca de 1 hora, mas ele chegou a cafeteria chamada 'Star Club'. As vezes S/N se pegava pensando, porque diabos a cafeteria se chamada dessa forma?!

   O ônibus parou S/N se dirigiu até o motorista e pagou sua pequena viagem até o lugar que sempre ia quando estava triste. Ele correu para dentro da pequena peça, pegando apenas alguns pingos de chuva. 

   O lugar era bem simples; As paredes eram de madeira marrom verniz assim como o chão dando um ar sofisticado, bem na entrada estava a mulher que anotava seus pedidos. Nas paredes alguns quadros de paisagens verdes e cabeças de animais selvagens pendurados. Olhando bem atrás, algumas pilhas de mesas brancas, aquelas de bar sabe? A noite, eles as colocam para fora e servem bebidas.

   O garoto entrou a passos rápidos e cabeça baixa. Sentou-se em uma das mesas que estavam isoladas, uma placa em cima avisava "PARA DOIS".

   S/N então, abaixa a sua cabeça e deixa suas lágrimas rolaram enquanto soluça baixinho. Queria que ninguém escutasse. Não estava triste por ter se separado de Yoongi, mas sim por não ter sido a primeira vez que ele o faz.

   De repente, ele começa a ouvir passos leves se aproximando...S/N levantou a sua cabeça cautelosamente e olhou para o seu lado, vendo um cara o olhar preocupado.

??- Ai meu Deus, está tudo? - ele perguntou de olhos arregalados, assim que viu seus olhos vermelhos. O garoto baixinho moreno usava uma blusa branca lisa, uma calça preta social e o avental preto por cima. Ainda tinha o tênis. - Primeiro, pensei que estivesse dormindo, mas...está chorando.

S/N virou o corpo totalmente para o homem e limpou suas lágrimas com as costas mãos. De todas as vezes que esteve alí, nunca o vira...seria um novo garçom?

- Porque está tão preocupado comigo, um estranho? - A preocupação dele só o deixou sem reação. A voz dele saiu falha, quase em um sussurro.

   S/N não sabia o que dizer ou fazer. Seu coração estava batendo tão rápido...não queria ter o que parece ser um ataque de pânico. O outro largou seu caderninho de anotações e caneta sobre a mesa. Começou a fazer carícias em círculos nas costas de S/N enquanto respirava fundo.

Lágrimas escorreram pelo rosto do que estava sentado como uma cachoeira quando ele abaixou a cabeça e apoiou-a sobre os braços novamente. S/N sentiu o homem o abraçar pelas costas, achou aquele ato um tanto estranho para alguém que mal conhecia e ainda mais esse gesto vindo de um coreano.

?? - Não chore, por favor. Está tudo bem, tudo bem …- ele abraçou mais forte - não sei o motivo disso mas eu lhe imploro que não chore mais.

Em um ato de impulso, S/N virou-se de novo para o homem e abraçou seu pescoço fortemente. Tudo o que ele precisava era isso, talvez um pouco de consolo e logo essa tristeza passaria rapidamente.

No começo, S/N não queria se mostrar sensível com um estranho, mas esse cara era...diferente, um diferente bom. No entanto, uma vez que ele chorou, não conseguia parar tão facilmente. 

   O jovem e amável estranho era tão gentil com você. Ele ficou tão tocado que tirou um tempo de seu dia para confortá-lo. Ele não sabia por que S/N estava chorando e que era relativo a um...completo babaca.

Você está tão de coração partido mas ... feliz. Feliz por saber que pelo menos, alguém está preocupado com você, mesmo que fosse um estranho.

-O-obrigado ... muito mesmo! - S/N abraçou o estranho com mais força, ele se sentia tão bem nos braços do homem que poderia ficar apreciando aquele abraço macio por horas. O estranho ficou chocado com a ação de S/N mas, ainda sim devolveu o abraço forte.

   S/N ouviu o cara rir baixinho. Se afastou e olhou nos olhos dele, tentando entender o motivo da risada. O estranho então sorriu fechando totalmente seus olhos, deixando S/N completamente hipnotizado naquele sorriso fofo.

- Meu nome é Park jimin. - ele solta o outro, junta sua caneta e caderno de anotações - Eu já volto, não se mexa!

   O garoto que está sentado sorriu levemente de volta e assentiu enquanto Jimin saía…Desde que Jimin o disse para não ir a lugar nenhum, ele ficou parado. Seu corpo se recusou a levantar e ir embora, era como se estivesse sob algum tipo de magia desde que o estranho se foi.

   Não notando que Jimin retornou, S/N ouviu um barulho e olhou para a mesa. Olhou para Jimin com medo quando ele se ajoelhou para ficar ao nível do rosto de S/N, sorrindo e rindo de sua expressão chocada e desconfiadas.

- Você comprou… p-pra mim? - S/N perguntou com sua voz trêmula, sorrindo levemente tímido.

- Você merece, sério! Vá em frente. Beba! - Disse ele, enquanto ria - Eu mesmo preparei para você.

O rosto do garoto toma uma coloração avermelhada toda vez que Jimin sorri ou ri. Ele é tão gentil e bonito. Além disso, tudo o que ele fez para confortar S/N fez com ele o mesmo senti-se uma ponta de atração pelo outro.

   S/N riu soprado, pegou a xícara quente e deu um gole no conteúdo. Ele provou o café com leite com reflexos de chantilly e caramelo, um tradicional cappuccino que tinha um pequeno coração no meio. O gosto era esplêndido, ele realmente era bom no que fazia. Talvez por esse motivo estivesse sido contratado para aquela pequena e aconchegante cafeteria.

   Jimin riu para você quando S/N engasgou-se um pouco com a sua bebida, estava bebendo muito rápido...claro, estava nervoso com ele o encarando o tempo inteiro. Um pequeno sorriso apareceu em seu rosto novamente assim que largou a pequena xícara na mesa.

- então…- Ele disse, o pequeno sorriso de S/N desaparecendo - você está bem? - Perguntou ele, olhando nos olhos do outro.

S/N abaixou a cabeça, sentindo seus olhos ficando ofuscados e queimando, as lágrimas já estavam começando a sair novamente.

- Meu nome é S/N Carter e eu não estou nada bem… - A voz dele saiu trêmula e logo desviou o olhar de Jimin e começou a chorar. Ele olhou para o menino com seus olhos castanhos brilhantes, segurou a mão e apertou-a assentindo para que ele continuasse. - Eu descobri…que meu namorado traiu-me hoje…No dia do nosso terceiro aniversário.

S/N viu a expressão chocada de Jimin com as sobrancelhas levantadas e boca levemente aberta formando um pequeno 'O'. S/N estava cheio de chorar novamente, então respirou fundo alegando para si mesmo, não chorar mais.

- S/N…- Ele apenas o segurou com força - para de chorar, por favor!

- Uma vez que começo, não posso mais parar com tal ato! - S/N alegou, deixando as lágrimas caírem novamente.

   De Repente,Jimin recuou. Ele move sua mão direita para a bochecha esquerda de S/N enquanto ele se inclinou e capturou os lábios do garoto com os dele. Tantos pensamentos passaram pela sua cabeça. S/N sentiu que não podia se mexer, mas fez um som e Jimin ouviu. Ele quebrou o beijo e olhou para S/N. Jimin parecia tão envergonhado de si mesmo e isso o machucou. - Hehe...parou de chorar...

Ele coçou a nuca e desviou o olhar com as bochechas totalmente vermelhas, realmente foi uma situação embaraçosa. De repente, ele o beija. Mas S/N achou tão fofo o jeito que ele tentou o ajudar de todas as formas, não tinha como ficar bravo.

- Jimin, por favor não sinta vergonha… - S/N apertou a mão dele.

- Isso te ajudou? - ele sorriu mas logo abaixou a cabeça - V-você  gostou?

   Quando S/N se levantou e iria caminhar em direção a saída, ele se recusou a deixá-lo ir segundo sua mão. S/N pegou um guardanapo e secou seu rosto vermelho e inchado, fungando algumas vezes. Olhando para trás, para Jimin, S/N assentiu, sorrindo. Jimin sorriu e pegou seu caderno e a caneta de pedido que estava guardado dentro do bolso do avental.

   Logo, Jimin o deu o número dele, entregando o pequeno papel que arrancou do caderninho. Depois disso, ele enxugou algumas poucas lágrimas restantes que escorriam pelas suas bochechas. 

   Park voltou a segurar a mão de S/N, levando até os lábios e depositando um beijo. S/N se levantou e o beijou mais uma vez, separou os lábios e sorrindo para o homem saiu da cafeteria.

Se despendido daquele amável estranho, que agora, nem tão estranho assim.


Notas Finais


❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...