1. Spirit Fanfics >
  2. The Condominium Boy - Around The World With You (Juke) >
  3. Capítulo 5

História The Condominium Boy - Around The World With You (Juke) - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo 5


Fiquei ali na sala por mais um tempinho assistindo desenhos, até que senti um cheiro muito bom vindo da cozinha, que ficava logo ao lado e que era separada da sala por um pequeno balcão. Ou seja, Eric conseguia assistir TV de lá mesmo.

- Que cheiro bom! - falo para mim mesma.

- Grato! - Eric responde e eu me vira para ele, apoiando minha cabeça no sofá.

- Como... Como conheceu minha mãe? - Eric abriu um sorriso olhando para o fogão que me fez crer que ele realmente gostava dela.

- Eu trabalhei para ela. Sou farmacêutico e fui contratado para trabalhar na fábrica de produtos que ela tem na cidade onde eu morava. - sim, minha mãe tem uma empresa de produtos para cabelo e pele. - Eu me apaixonei assim que a vi pela primeira vez.

- E ela?

- Ela não ia com a minha cara. - ele ri enquanto mexia algo na panela. - Ela foi fazer uma visita da fábrica e eu fiquei todo atrapalhado quando ela passou por mim. Derrubei um monte de produtos e um deles caiu na roupa dela. - começo a gargalhar na frente dele.

- Nossa, que merda! - gargalho.

- Eu achei que seria demitido, mas ela me deu mais uma chance, com uma condição.

- Qual?

- Que eu ficasse a pelo menos 3 metros de distância dela. - ele fala rindo. - Esse plano não deu muito certo.

- Se alguém derramasse produto químico em mim, no mínimo iria ganhar milhares de xingamentos e um pé na bunda. - Eric ri.

- Vontade não faltou! - minha mãe aparece sorrindo na sala e vai até Eric na cozinha, lhe dando um beijo. - Você estragou minha blusa favorita naquele dia. - ela dá um tapa nas costas dele.

- Quem mandou você ficar jogando charme para mim? Fiquei nervoso e atrapalhado. - ele fala rindo.

- Não joguei charme. - ela ri.

- E você Jules, como conheceu seu namorado? - Eric pergunta.

- É Julie pra você. - falo e ele ri.

- Ok, Julie! - ele assente e os dois se viram para mim.

- Luke era amigo do Reggie, e vizinho também. Mas só vivia lá no nosso apartamento. Era chato igual ao Reggie. - eles riem. - Mas eu não sei bem o que aconteceu... Luke me fazia bem, sabe? Eu... Eu detestava ele, mas no fundo ficava muito feliz quando ele estava lá enchendo o saco. Eu demorei a entender que eu estava apaixonada, só fui entender quando ele disse que estava. Desde então... Não consigo mais ficar sem ele. Luke... Se tornou tudo para mim. - noto os dois sorrindo para mim e logo depois eles sorriem para alguém que estava atrás de mim. - Ele tá atrás de mim, né? - rio e olho para trás, vendo Luke sorrindo para mim.

Luke se aproximou de mim e se jogou no sofá ao meu lado, me abraçando forte.

- Não era pra você ter escutado. - falo envergonhada e ele sorri.

- Ainda bem que escutei. - Luke segurou meu rosto e levou até o dele, me dando um beijo lento, só paramos porque lembramos que minha mãe e o Eric estavam ali na cozinha nos olhando. - Você também é tudo pra mim.

- Opa, tô atrasado? - olhamos para a porta vendo Tyler com seu sorriso ladino de sempre.

- Tá não! - Eric sorri para o garoto e volta a mexer algo na panela. - - Já conhecem meu sobrinho?

- Já sim! - Luke responde e eu me viro para a televisão.

- Espero que não se importem, eu chamei ele para almoçar com a gente! - Eric fala.

- De boa! - Luke sorri.

- "De boa!" - imito a voz de Luke fazendo careta e ele aperta minha bochecha. - Ai! - dei um tapa no braço dele e ele me puxou, me dando vários beijos na bochecha enquanto Tyler nos encarava.

- Venham comer! - Eric anuncia, nos fazendo olhar para a mesa e ver vários pratos postos enquanto ele colocava o que havia feito.

- Vou chamar o outro casalzinho. - minha mãe sorri e vai até um dos quartos.

Eu e Luke nos levantamos e caminhamos até a mesa. Me sentei ao lado dele e não demorou muito para Tyler vir e se sentar do meu outro lado.

- Tá com um cheiro ótimo! - Tyler se pronuncia.

Logo chegaram Reggie, Carol e minha mãe, que se sentaram do outro lado da mesa.

Durante o almoço, todos estavam conversando, falando de suas vidas e blá-blá-bá. Eu não estava prestando atenção, só queria comer logo e voltar a me deitar no chão. Estava muito quente e eu estava suando feito uma porca.

- E você, Julie? - minha mãe chama minha atenção.

- E eu o que? - ela ri.

- Tá com a cabeça na lua é? - ela fala sorrindo e come mais um pouco de sua comida. - Também vai participar do luau? 

- Que luau?

- Hoje teremos um luau na praia com alguns amigos meus. Me pediram para chamar vocês! - Tyler responde e come mais um pouco de sua comida.

- Luau tipo, de tocar músicas no violão, canta e fogueira? - Carol pergunta sorrindo.

- Por aí. - Tyler sorri.

- Ai que incrível! Eu não posso perder isso! - Carol fala animada. - E você vai Julie. - encarei ela.

- Ei tenho escolha?

- Não! - ela sorri convencida me fazendo rir.

Nós terminamos de comer e a primeira coisa que fiz foi deitar no chão da sala novamente. Segundo minha mãe, eu só poderia ir pro mar depois de 1 hora. Palhaçada!

Luke se sentou no sofá junto de Carol e Reggie para assistir televisão e Tyler se sentou no chão.

- Somos verso e poesia, outono e ventania, praia e carioca... - cantarolo olhando para o teto.

- Tá bem Julie? - Carol ri.

- Não... O calor tá mexendo com a minha cabeça e eu tô começando a delirar. - passo a mão na testa.

- Seu nome deveria ser drama. - Reggie resmunga.

- Eu nem vou falar qual deveria ser seu nome porque no momento não me lembro nem qual é o seu. - falo olhando para o teto. - Y soy rebelde, cuando no sigo a los demias... - cantarolo novamente.

Y soy rebelde, cuando te quiero hasta rabiar... - Tyler completa.

- Shiiiiiu! - resmungo fazendo ele rir.

Nós ficamos ali por 1 hora, até finalmente podermos ir para o mar. A primeira a sair de casa foi eu, quem me viu sair de lá achou que eu estava sendo estrangulada ou algo assim, porque eu sai tão desesperada.

Corri para o mar e nem parei para notar que já havia bastante gente na praia.

Let's dance the night away... - cantarolei e pulei na água.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...