História The Contract - Capítulo 1


Escrita por: e fireandsoul

Postado
Categorias Adelaide Kane, Zlatan Ibrahimovic
Tags Drama, Romance
Visualizações 46
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Fragile Heart


Fanfic / Fanfiction The Contract - Capítulo 1 - Fragile Heart

2 anos atrás.

11 de julho de 2016

Caminho com passos rápidos, era uma manhã fria em Paris, para todo lado que olho, vejo homens e mulheres bem agasalhados. Suspiro ao pensar que começou mais um dia de minha rotina monótona, em busca de um novo emprego.

Já parou para pensar que sempre que estamos em apuros, coisas ruins acontecem?

Não querendo ser pessimista, porém, comigo não poderia ser diferente. Devem estar se perguntando o que aconteceu de tão ruim. Bom, a exatamente um ano, eu e minha mãe Rosalie, descobrimos que meu pai Blake, está com uma doença muito rara e grava no coração, que se não for tratada devidamente, irá afetar outras partes de seu corpo. E até onde sabemos, possui uma cura, porém o tratamento é muito caro para o nosso bolso, então o que nos resta é comprar os remédios e acompanhar ele no hospital, para fazer exames, e como podem imaginar, não é nada barato. Toda semana o mesmo tem que fazer exames e todo mês comprar remédios e repetir esse processo até chegar o momento em que meu pai não aguentar mais.

Eu e minha mãe, dormimos todo dia com medo de acordamos e meu pai não estar mais entre nós, uma vez já quase o perdemos, foi encaminhado para o hospital às pressas, e por lá ficou por um bom tempo, até receber alta. Meu pai trabalhava em uma emprega e após ter descoberto a doença, teve que pedir demissão pois não poderia mais trabalhar. Minha pobre mãe trabalha arduamente todos os dias, como doméstica, e eu trabalhava em uma lojinha que já estava preste a falência, o que obviamente não demorou muito a ocorrer, e com o pouco que ambas recebíamos, dávamos um jeito de pagar as contas e as coisas que meu pai precisa.

Porém, para dificultar tudo de vez, faz alguns dias que a loja chegou a falência e fui demitida, minha mãe ainda não sabe e não pretendo contar, não quero a preocupar mais ainda.

E cá estou eu, desesperada andando por Paris toda, entregando currículos, esperando um milagre acontecer. Já fui em tudo que se pode imaginar, lojas, Starbucks, secretária em clinica psicológica (que a proposito sou formada nisso), tentei ser faxineira, tentei ser babá, doméstica, mas não a nenhuma vaga para mim, sempre jogam a desculpa ‘’não temos nenhuma vaga no momento senhora, porém deixe seu número que assim que aparecer alguma, entramos em contato’’.

Estava passando por uma esquina, quando vejo colado em um poste, um panfleto que uma agência de fotografia está tirando fotos de graça e enviando para uma agência de modelos, onde algumas serão selecionadas e conseguiram emprego como modelos. Não perco meu tempo e vou até o endereço e entro no local.

-Bom dia- Diz uma moça muito esbelta.                                    

-Bom dia, vim tirar foto para a agência de modelos- Digo olhando em volta, analisando o local.

-Com certeza veio- Disse soltando uma risada- Só preencher esse formulário, e esperar naquele local- Disse me entregando um papel com uma caneta e logo em seguida apontando para uma direção.

Após preencher o formulário, entrego para a mulher e sigo a mesma.

-Muito bem Sra. Clark, só se sentar junto com as outras e esperar sua vez- Diz logo depois de ler meu formulário.

Me sento em um lugar mais afastado das outras meninas que estão aguardando também, e fico vendo a mulher que está sendo fotografada. Não sou feia, não chego nem perto disso, mas também não sou tão linda para ser modelo, mas é a única alternativa que me resta.

Após tirar devidamente as fotos, sigo para casa.

-Chegou mais cedo do trabalho- Minha mãe diz, após eu passar pela porta.

-Então, minha chefe foi viajar hoje, e acabou fechando mais cedo- Digo sem encarar a mesma- Digamos que irei ter uns dias de férias. Como está papai? –Digo mudando rapidamente de assunto.

-Instável- Diz suspirando- Está sedado no momento, esses remédios deixam ele praticamente em coma. Bom já que chegou cedo, irei para o trabalho mais cedo, cuide dele minha filha- Encaro a mesma, e vejo minha mãe vestindo um casaco grosso, e vindo me dar um beijo na testa e indo em direção a porta.

-Mãe onde está o carro? Não vi o mesmo estacionado no lugar de sempre- Digo franzindo as sobrancelhas.

-Ah esqueci de te dizer, eu o vendi, nosso salário não estava dando para pagar tudo, então tive que fazer um sacrifício- Disse sorrindo de lado e saindo logo em seguida.

Seguro as lágrimas, a mesma nem imagina que daqui a alguns dias, irá ser mais difícil ainda, por isso necessito arranjar um emprego logo.

Sigo até o quarto dos meus pais, e vejo meu pai deitado dormindo, me sento na poltrona ao lado de sua cama e seguro sua mão e fico encarando o mesmo e deixo as lágrimas virem.

-Como terei coragem de contar para ela papai? –Disse fungando- Não sei mais se aguento papai, tento ser forte por você, mas eu sou fraca, não quero decepciona-la, não quero principalmente te decepcionar, preciso fazer algo. Amo você.

Semanas passaram e até agora nada de um emprego, continuo com minha farsa e inocentemente minha mãe não desconfia de nada e espero que assim continue por mais alguns dias, até que eu tenha uma solução. Ouço meu celular tocar e vejo um número desconhecido, atendo na hora, com a esperança de ser algum emprego.

-Sra. Emma Clark? –Ouço uma voz masculina desconhecida por mim.

-Eu mesma- Digo receosa.

-Aqui é a acessória do Sr. Zlatan Ibrahimovic e temos uma proposta que suspeito ser de seu interesse...


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...