História The Contract Of Sehun.- Imagine Sehun - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, HyunA
Personagens HyunA, Kai, Personagens Originais, Sehun, Suho
Visualizações 118
Palavras 730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee
Não disse que logo iriamos nos ver?
Primeiramente muito obrigada pelos 34 favoritos estou muito feliz, quando eu V (desculpa não aguentei) o número de favoritos eu gritei dentro do banheiro hihi, muitooooo obrigada!
E segundo, gente preciso contar uma experiência que eu tive, eis que eu estava escrevendo este capítulo ouvindo a música Lu do Luhan e... É, não foi bom mas também não foi ruim KSKS. Foi um bagulho doido KSKS.

Bom chega de enrolação, vamos ler?

Boa leitura!

Capítulo 7 - The warning


Fanfic / Fanfiction The Contract Of Sehun.- Imagine Sehun - Capítulo 7 - The warning

Ele se aproximou mais da cama e tirou do bolso de sua calça uma venda rosa e deu uma última olhada em meus olhos e colocou a venda sobre meus olhos. Minha respiração começa a ficar acelerada quando sinto seu nariz no meu pescoço, depositando beijos estalados e molhados.

Sehun: Minha Babygirl, quero que faça uma coisa para o seu Oppa.- Mordeu o lóbulo da minha orelha.

- Oque você quer?- Ele me deu um tapa na coxa e eu gritei, e fiquei sem entender o motivo do tal tapa.

Sehun: Pra você é Sehun Oppa!- Sua voz se alterou de repente que me deu arrepios.

- O-Oque você quer Sehun Oppa?- Minha voz saiu trêmula pelo nervosismo de ganhar outro tapa.

Sehun: Quero que fique de quatro e com essa bundinha bem empinada.- Engulo em seco depois com oque acabei de ouvir. O obedeci e senti a cama afundar atrás de mim, sem mais nem menos, senti o couro do chicote se encontrar com a minha pele fazendo-a arder.

Assim ele continuou, lágrimas já escorriam pelo meu rosto e meus gritos ecoavam pelo quarto, pode ser esContmas eu estava gostando disso. Depois de alguns minutos, ele parou e me puxou para trás segurando o meu cabelo.

Sehun: Agora diga para o seu oppa quantas chicotadas você levou?- Era pra contar?! Ele não disse nada!- Vamos me diga quantas chicotadas eu te dei!!!

- D-Dez o-oppa...

Sehun: Errou, foram 15!- Ele me jogou com força na cama e cai de lado, e começou a me chicoteiar de novo. Eu comecei a chorar mas não de tristeza e sim de prazer, Oque tá acontecendo comigo?

Acho que depois que ele percebeu que já estava passando dos limites, ele parou e ficou acariciando o local que que agora deve estar vermelho, ele me puxa pelo cabelo me fazendo ficar de joelhos na frente dele, por favor que não seja oque eu estou pensando.

Sehun: Vou lhe dar um presentinho, abra bem a sua boquinha.- Minhas esperanças foram por água a baixo. Abri a boca devagar e já sinto ele afundando seu membro na minha boca. Comecei a chupa-lo e o mesmo gemia deleitoso.

Sehun: Awn S/N, v-você chupa tão g-gostoso...- Ele segurou em minha nuca com as duas mãos e me trouxe para mais perto dele fazendo com que eu engasgace, senti seu membro pulsar e jorrar seu líquido quentinho na minha boca.

Sehun: Não quero ver nenhuma gotinha sobrando.- Engoli tudinho e mostrei a ele.- Hum, está aprendendo direitinho, mais ainda falta uma parte para sua punição acabar.- Ele se posicionou atrás de mim e de uma vez só, me penetrou sem dó e nem piedade.

- AAH!- Mordi meu lábio violentamente.

Sehun: Oh tão apertadinha e quentinha, ah...- Ele começou com os movimentos rápidos estocando forte.

- Awn S-Sehun!

Sehun: Isso geme mais algumas vezes pro seu oppa vai!- Ele era tão grosso e duro que não conseguia conter meus gemidos e muito menos conter gemer o nome dele.

- Own... Sehun e-eu...

Sehun: Espera só mais um pouquinho e...- Chegamos ao nosso ápice juntos, me joguei na cama, meu corpo estava tremendo não conseguia ter forças nem pra mexer um dedo. Minha respiração estava voltando ao normal, senti tirarem a venda de mim e só virei de costas pra ele, não queria olha-lo, só ouvir a porta sendo aberta e o mesmo se pronunciou.

Sehun: Te espero lá em baixo.- Ele saiu, me leventei tremendo um pouco e me sentei na capa para respirar melhor, depois fui ao banheiro tomar um banho rápido.

(...)

Sehun: Chegamos.- Paramos em frente a minha casa. Ele me entregou o dinheiro e quando eu ia sair ele segurou meu pulso. Aff, oque ele quer agora?

- Que foi?- Perguntei sem olha-lo.

Sehun: Dois avisos, Primeiro se você ficar se fazendo de uma garotinha mal criada, sua punição será pior e segundo, se você continuar se esfregando com o seu amiguinho Kai, não será só você que vai receber um castigo.- Arregalei os olhos.

- Você vai transar com ele também?!- Perguntei assustada e ele deu uma gargalhada alta, eu fiquei sem entender.

Sehun: Você é muito tolinha, mas se você continuar se esfregando com o Kai, ele vai sofrer por sua culpa.- Senti um frio na minha espinha.- Boa noite.- Ele me soltou e eu corri para casa, quando cheguei no meu quarto, a única coisa que martelava na minha cabeça era as palavras dele. E também a certa dúvida.

Será que ele faria algo mais sério com o Kai?

Continua...


Notas Finais


Obrigada por lerem pudins, espero que tenham gostado e desculpe os errinhos.
E mais uma vez obrigada, passamos dos 30 favoritos, amo muito vocês!
Até o próximo capítulo, tchau e bjs pudins!❤❤❤🐼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...