História The Criminal - Camren - Capítulo 52


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camilacabello, Camren, Laurenjauregui
Visualizações 467
Palavras 2.056
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Amei essa fotinha linda

Capítulo 52 - 52


Fanfic / Fanfiction The Criminal - Camren - Capítulo 52 - 52

Taylor foi levada às pressas para o hospital, Halsey a todo instante segurava em sua mão. Depois de entrar dentro da sala os médicos a prepararam para um parto normal.

– seu nome por favor?

– Halsey, eu sou a namorada dela!

– precisa sair

– não posso assistir o parto?

– não nesses trajes, Spencer, dê roupas adequadas pra ela, máscara e luvas

– sim senhor

(...)

Camila e Lauren chegaram no hospital juntamente com Clara, Chris e Michael, ambos estavam ansiosos.

– doutora Arizona? Pode nos dar notícias de minha filha? – perguntou a uma loira que estava com uma prancheta na mão, soube o nome por causa do crachá

– o que ela tem?

– a bolsa estourou, está grávida

– ah, eu sou da pediatria mas vi quando a garota chegou, irá ficar bem, não se preocupem, deve estar na sala de parto agora

Enquanto isso...

– ahhhh!!!

– mais força Taylor, precisa colocar mais força

– ahhh! Mas está doendo.. não consigo botar.. mais força do que isso doutor

– consegue sim, ainda não estou vendo nem a cabeça da criança

– respira amor, respira fundo e faz força – Halsey disse tentando ajuda-la

– parece que está passando uma bola de basquete na minha b..

– ei! Shiii.. só se concentra em fazer força, pensa que logo estaremos com nosso bebê, veremos seu rostinho

Ela respirou fundo e começou a fazer força, passaram alguns longos minutos e ela continuava tentando.

– isso! Está indo bem Taylor, já estamos vendo a cabeça

– ahhhh!

A enfermeira auxiliar passava uma toalha molhada no rosto dela que estava suando.

– ahhh!

Halsey estava nervosa com os gritos de Taylor mas continuou ali.

– isso! Está nascendo

Depois de botar um pouco mais de força ouviu o chorinho da criança, seus olhos se encheram de lágrimas assim como os de sua namorada. A enfermeira cortou o cordão umbilical e botou o bebê em uma manta Verde.

– um lindo garotão

O médico falou botando o pequeno garotinho nos braços da mãe. Taylor chorava enquanto acariciava o rostinho do filho.

– como eu pude um dia cogitar a ideia de abortar? Ele é a coisa mais linda que já vi em todo o mundo

– o que importa é que você não fez essa escolha, ele é um principezinho Tay!

– nosso príncipe! E resolveu nascer logo no dia do nosso casamento

– estava apressado pra vir ao mundo

– tenho que leva-lo agora, precisamos banha-lo e vestir uma roupinha – disse a enfermeira

– as roupas!

– sua família trouxe, estão todos na recepção

– vão trazer ele logo?

– sim, colocaremos ele por algumas horas na incubadora mas logo estará contigo

– porque? Algum problema?

– não, apenas porque ele nasceu antes do tempo estimado, mas o bebê está bem, é só por precaução

Pegou o pequeno Tyler Jauregui e o levou enquanto Taylor logo seria transferida para um quarto.

– será que deu tudo certo?

– acho que sim Camz

– ali está o médico!

Foram até ele apressadas.

– como está minha irmã?

– bem, o parto foi um sucesso

– e meu sobrinho?

– está na incubadora mas logo vai estar com a mãe no quarto

– podemos vê-lo?

O médico olhou para os trajes, ainda estavam de vestido de noiva.

– meu sobrinho escolheu nascer no meio de uma festa de casamento na praia– sorriu de lado – não deu tempo ir se trocar

– tudo bem, só verão do vidro mesmo então não tem problema, me acompanhem! Ah e vocês devem ser os avós certo?

– exato! Clara Jauregui

– Michael Jauregui

– prazer! Stefan Salvatore

Seguiram o jovem médico até o berçário, ele apontou para a criança indicando que era o filho de Taylor.

– que lindo!

– veja como ele brinca com as próprias mãozinhas! Vai ser um bebê esperto – Lauren comentou

– nosso primeiro netinho! – Clara se emocionou

– mal posso acreditar que estou sendo avô pela primeira vez 

– ele se parece comigo

– nada a ver Chris, ele é uma cópia da Tay

Não demoraram muito lá, Taylor já estava no quarto e obtiveram o consentimento para entrar.

– querida seu filho é lindo!

– estou completamente apaixonada por ele mommy, já o amo tanto! Agora entendo como é esse sentimento maternal que tanto falam, o amei desde que senti se mexer em meu ventre, e depois que vi seu rostinho amo infinitamente mais.

Ficaram todos ali conversando e nem notaram as horas passando, abriram a porta do quarto.

– com licença, vim trazer esse principezinho para ser amamentado

A doutora Arizona entrou com o pequeno nos braços e o colocou nos braços da mãe que mais uma vez se emocionou.

– meu amor.. ele é uma bênção em nossas vidas – Halsey disse sem tirar os olhos do pequeno

– olha mô, as mãozinhas dele são tão pequenas

Observaram a interação, Camila e Lauren sussurram para Clara e Michael que tinha que ir pra casa se trocar, elas voltariam amanhã , Clara e Mike iriam passar a noite ali com a filha mesmo que não fosse necessário.

Depois de estar no carro Lauren dirigiu em silêncio, tinha um rastro de um sorriso ainda em seu rosto, Camila também não falou nada até chegarem em casa.

– sua irmã está tão feliz! Não imaginava que um filho pudesse acrescentar tanta felicidade assim

– eu estou impressionada, no começo ela não queria o bebê

– mas ainda bem que deu tudo certo

Lauren abraçou a esposa por trás repousando seu queixo no ombro dela.

– nessa correria toda nem tive tempo de te falar o quanto está deslumbrante

– a maquiagem até já saiu, não estou mais tão bonita – ela colocou o dedo nos lábios dela

– Shii não diga isso, está linda! Perfeita!

Sorriu apaixonada, deu um beijinho de esquimó nela e as duas deram uma risada, Camila então segurou na nuca de sua garota e iniciou um beijo, o calor de seus lábios agora estava em contato com os dela, a delicadeza do beijo o deixava ainda melhor, foram parando bem devagar e abrindo os olhos.

– toda vez que te beijo sinto as borboletas bem aqui – apontou para a barriga

– eu também sinto, meu coração sempre acelera, é inevitável

– sou uma mulher de sorte por ter você

– te amo meu bebê – envolveu seus braços em Lauren e pulou em seu colo

– amor! A gente quase cai agora

– está sem forças Jauregui?

– não, só fui pega de surpresa

– hum sei! Sabe como faço você perder a força rapidinho?

– como? Me diz

– assim! – saiu dos braços dela e a empurrou na cama fazendo cócegas em sua barriga, Lauren começou a gargalhar

– C-camilaa.. não! Amor.. para, eu vou fazer xixi na roupa..

– isso seria engraçado

Parou e sentou sobre o quadril dela e segurou seus braços encostando no colchão.

– agora diz pra mim que se rende

– não!

– como é que é?

Fez menção de que continuaria com as cócegas.

– TA BOM! Eu me rendo

– agora fala "eu amo a minha esposinha linda"

– eu amo por demais essa minha esposa linda! Pronto?

– sim! Liberada

Lauren inverteu rapidamente as posições ficando por cima dela.

– vamos tomar um banho?

– sim! Lolo mas e as coisas da festa? Os enfeites e tudo mais

– a equipe do buffet cuida disso, e Vero, Lucy, Dinah e Normani ficaram lá, vão cuidar de tudo e dos convidados

– okay

Levantaram e tiraram o vestido de noiva apertado, Camila correu pro banheiro e fechou a porta.

– Camz! Abre

– qual a palavra mágica?

– por favor baby girl, abre a porta

Ela então abriu e puxou ela pela mão.

-uma dúvida!

– qual?

– está cansada?

– um pouco, porque?

– estava pensando em uma coisa

Puxou Lauren para junto de si, ao encostar seus corpos era como se uma áurea as envolvesse.

– que coisa está pensando?

– uma coisa que envolve beijos, gemidos..

– hum, gosto disso!

Deslizou o dedo indicador entre os seios de sua latina, foi tocando até chegar em seu mamilo e ficou deslizando seu dedo ali fazendo-a se arrepiar e morder o lábio.

– isso é tortura sabia? – sussurrou no ouvido dela

– acho que merece depois do que fez comigo

– foi apenas cócegas

– e eu apenas estou te tocando

Agarrou no quadril dela e se abaixou um pouco conectando sua boca ao seio direito de Camila deslizando sua língua ali, ela sentia o calor de sua respiração e a sua língua morna deslizando em sua pele e segurou nos cabelos de sua esposa.

– isso está me deixando molhada!

– é exatamente essa a minha intenção

Começou a sugar freneticamente e morder a pontinha do bico de seu seio.

– uuhn! Lolo..

– temperatura aumentando.. gosto assim

Apertou as nádegas de sua garota sem parar de deslizar sua língua no seio dela, começou a intercalar entre os dois seios.

– você é deliciosa baby girl, e minha!

Lauren a beijou suavemente e apaixonadamente, demonstrando todo o seu carinho, tocava o corpo da latina como se fosse a obra mais delicada e preciosa de todo o mundo, enterrou suas mãos nas mexas dos cabelos da latina, encostou ela mais ainda na parede e deslizou seus dedos para a intimidade dela onde começou a fazer uma leve massagem em seu ponto de pulso.

– uuh.. amor!

– molhada! Do jeitinho que eu gosto

Levou seus dedos até a boca umedecendo-os e tornou a botar no sexo de sua garota pressionando o clitóris dela sem deixar de beijar seu pescoço e lábios, começou então a penetrá-la, Camila levantou um pouco a perna esquerda encostando próximo ao quadril de sua esposa que pressionava ainda mais seu corpo contra o dela, os seios em contato, mordeu o lóbulo da orelha dela fazendo-a estremecer, seu corpo inteiro se arrepiando e seus dedos entrando e saindo de dentro dela de forma prazerosa.

– Ahh.. L-lauren.. ooh amor!! Isso!

Tirou seus dedos dela e abaixou-se fixando seus olhos nos castanhos da latina.

– eu quero sentir seu gosto, o gosto do seu prazer

Deslizou então sua língua pela região intima de sua esposa serpenteando e deliberando cada parte, sugou e apertou as coxas de Karla, as sensações que ela sentia estavam deixando-a ainda mais quente e molhada, sentia seu sexo latejar ao sentir a língua morna de Lauren pairando ali, não se conteve e segurou nos cabelos dela conduzindo o ritmo

– uuhh!! Lauren... ahh

Movimentou sua língua cada vez mais rápido, penetrou ela apenas com um dedo sem parar o contato de sua língua ali.. Camila não conseguia segurar os gemidos e os leves espasmos que se apossava de seu corpo, começou a perder força nas pernas.

– aah... uuh! L-lauren e-eu.. oohh!!

– isso meu amor.. geme gostoso pra mim!

E o gemido veio acompanhando de seu orgasmo, seu liquido quente escorreu pelos lábios de Lauren que tratou de sugar tudo e continuar chupando sua esposa, foi parando bem devagar, beijou a barriga, entre os seios, o pescoço e por fim os lábios.

– sente seu próprio gosto, veja como é uma delicia!

Tomou os lábios dela em um beijo sedento, ela apertou os seios de Lauren que gemeu baixo.

– a gente tem que tomar banho agora

– ah não! eu preciso fazer uma coisa, eu estou.. quente ainda!

– o que quer fazer?

– a gente precisa ir pra cama!

Puxou ela até o quarto empurrando-a na cama, então encaixou-se a ela, sua intimidade começou um contato com a dela, o calor que emanava dela fez Lauren se arrepiar.

– eu preciso gozar com você amor!

Começou a se mover e encostar-se nela o máximo possível, Lauren também se moveu fazendo um atrito gostoso entre seu clitóris e o de Camila, as respirações pesando, os batimentos cardíacos acelerados, os corpos suando

– mais r-rápido amor! Isso.. vai.. Lauren! Ahh.. isso

Gemia enquanto buscava o máximo de contato, sentiu o quanto estavam molhadas, as duas, o barulhinho de fricção se fazia presente, ambos os corpos exalando calor.

– gostosa! Porra! Nossa.. Camz.. ahh..

– é assim que quer? Uh?

Rebolou de forma gostosa mantendo ainda o contato entre elas.

– ahh.. exatamente assim baby girl!

E então gozaram juntas depois de alguns minutos, jogaram-se na cama com os corpos ainda suando.

– uau! Sempre é tão gostoso com você

– eu nunca vou abusar

– muito menos eu!

Deu um beijo rápido e resolveram ir tomar banho. Depois de banhadas e cheirosas se deitaram.

– nossa primeira noite juntas depois de casadas, obrigada por tudo

– eu é quem tem que agradecer amor

– prometo que vou cuidar de ti direitinho

Se aconchegou na cama e Camila abraçou sua esposa e encostou sua cabeça no peito dela para que então pegassem no sono juntas.

'' O destino te trouxe pra mim

Como o mar traz uma concha do mar

Como a onda quebra na praia

Você quebrou em mim''



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...