1. Spirit Fanfics >
  2. The Criminal - Taekook-Vkook >
  3. Assalto ao Banco - Pt 1

História The Criminal - Taekook-Vkook - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, sou Kendz-_ e agradeço muito por acompanhar a minha humilde fanfic💭.
Segue meu Twitter: Confira ➷𝒜𝓃𝒢𝑒𝓁➹

(@StehFernandes4): https://twitter.com/StehFernandes4?s=09

LINK DO GRUPO DA FANFIC: https://chat.whatsapp.com/Ga8A3jwtXjDJ3o11ARgNh6

Os capítulos irão demorar para sair, e peço desculpa por isso de coração mesmo ❤️

Capítulo 14 - Assalto ao Banco - Pt 1


Fanfic / Fanfiction The Criminal - Taekook-Vkook - Capítulo 14 - Assalto ao Banco - Pt 1

Quanto mais experiente for o assassino, uma morte mais surpreendente ocorrerá–Akame Ga Kill!

França — 15/06/2017

09:30AM                            

~ O reflexo do espelho muito das vezes pode refletir sua angústia como o seu medo, eram sentimentos que mesmo não querendo você pode acabar se afundando neles, como se pulasse do alto de um monte em um riacho sem fim. A raiva e a satisfação de ver pessoas mortas o faz feliz, por mais macabro que seja. Era confuso, sim era, taehyung era um poço de sentimentos, que não há ninguém que consiga desvendar, e mesmo que se conseguisse, não iriam aguentar ~

Hoje era um novo dia e consequentemente vem outra missão, outro teste que iram avaliar suas qualificações — Por mais que ele saiba que isso não é preciso —. Contudo o mesmo ainda não havia se levantado, embrenhado em seu cobertor ele fitava perdido o teto sobre sua cabeça, a preguiça havia lhe atingido em cheio esse dia… é moreno não teve sorte.

Tão pouco era sua vontade de se por de pé, mas parece que o moreno não estava em seu bom dia pois o alarme acaba-ra de tocar, ele gruniu enquanto tampava seu rosto com seu travesseiro por culpa do barulho ensurdecedor. Ele se rastejava até ao seu banheiro compartilhado como se não queresse nada — Seu humor nunca foi o dos melhores pelas manhãs —, Suas mãos pousaram sobre o batente do banheiro lentamente enquanto o mesmo fitava seu reflexo no espelho, ele Suspirou aliviado ao constatar que não estava com olheira pelas noites mal dormidas.

Sem muito enrolo o mesmo fez todas as suas necessidades , ele sabia que o dia iria ser corrido então não tinha o por quê ficar enrolando com coisas bobas e sem importância. Com seus cabelos ainda úmidos o mesmo sai do banheiro com sua toalha amarrada em sua cintura, ignorou o fato do seu colega estar sentando em sua cama olhando para si tediosamente, apenas deu de ombros e começou a se arrumar alí mesmo em sua frente.

— Voltou a muito tempo? — Perguntou assim que deixou a toalha escorregar pelo chão.

— Não, acabei de chegar — Ele respondeu, sua feição não era uma das melhores mas Taehyung novamente ignorou.

— Aonde passou a noite?

O outro estreitou os olhos.

— Na maldita reunião.

O moreno estranhou, uma reunião que ele não foi convocado?

— Não me informaram sobre essa reunião.

Somente deu de ombros.

— É sobre algo pessoal, sabe como é né cara.

— Sei…

Ele novamente achou estranho entretando não perguntou, somente deixou passar pois o tempo não o ajudava.

— Vai participar do teste?

Negou.

— Ham.. Não, me liberaram por causa da noite que não dormi.

— Eles nunca fazem isso.. — Taehyung murmurou mas o outro ouviu em bom som.

— Para tudo tem a sua primeira vez.

Ele passou por si e depositou um soco fraco em seu ombro.

— Boa sorte, soube que será físico.

— E como soube disso?

Ele riu.

— São apenas rumores mas nada confirmado.

Taehyung revirou os olhos enquanto abotoava sua blusa social.

— Estou indo.

Lhe avisou mesmo sabendo que não era preciso, o outro fez um breve acenar com sua mão porém o moreno não pode ver pela rapidez em que saiu do cômodo. Os corredores estavam vazios como sempre só alguns seguranças que faziam suas rondas pelas manhãs que estavam no local, estremeceu assim que sentiu a brisa fria pela manhã chocar-se em seu pescoço, o tempo estava frio nesse dia — Ele amava o frio—.

Ele sabia da reputação que havia ganhado naquele lugar mas não se gabava por mais que sua vontade seja gritar para os quatro ventos o quanto era bom com sua mira, ele se segurava e se mantia quieto, um bom observador e só falava em "público" somente quando ele achava que era preciso — Raramente para sermos francos —.

Ele pós suas mãos em seus bolso de sua calça e adentrou o salão, ele não estava atrasado é claro , somente não era pontual — Oque na verdade nunca foi —, Todos estavam no local, faltava um ou dois para completar a enorme mesa mas em sua mente não fazia diferença alguma. Ele se sentou em seu lugar ignorando os olhares que eram lançados em sua direção, e claro como como sempre fora debochado ele disse.

— Bom dia, perdi alguma coisa? — Seu sorriso irônico era sua marca local, sempre em seu rosto.

Os homens negaram silenciosamente.

— Onde está seu companheiro? — Um dos homens indagou ele estava curioso e isso estava estampado em seu rosto. O moreno tinha que pensar em uma desculpa e rápido porém nada vinha em sua mente.

— Não está muito bem — Disse a primeira coisa que veio, não foi uma das suas melhores desculpas mas pela feição do homem ele acreditou. O homem concordou com uma manear de cabeça lentamente e isso só confirmou a sua hipótese fazendo o mesmo respirar aliviado.

Os pratos e talheres foram postos sobre a mesa pelas criadas que trabalhavam no local, o silêncio se fazia presente no salão todas as manhãs e isso era deveras assustador para alguns menos para Taehyung que felizmente já estava acostumado para lidar com esses tipos de situações — Não que isso acontecia sempre, esses tipos de reuniões era algo raro, já que metade do mundo o odiava —, Mesmo depois de todo esse tempo ainda sim faltava um sobre a mesa, a presença de Cullen também estava em falta já que seu lugar também está vazio.

Taehyung olhava o prato a sua frente como se fosse um bicho que estava pronto para o pegar a qualquer momento, suas feições o entregavam que não gostava das comidas típicas Francesas já que sempre fora chegado em comida apimentadas e aos seus olhos esse prato lhe falta …. Pimenta e sal.

Mesmo não gostando ele não fez desfeita e comeu, jamais desperdíçaria comida!.

Contudo, assim que o mesmo terminou de comer novamente a porta foi aberta, entretando Cullen não a atravessou sozinho como fazia todos os dias, um homem de estatura alta e cabelos cinzas caminhava com sua cabeça ereta ao seu lado, mas o'que deixou o moreno surpreso foi que logo atrás seu colega os seguia com suas mãos atrás do seu corpo — Ele não estava cansado? —, ele pensava. Assim que os olhos do seu parceiro caíram sobre si o mesmo sorriu de canto e lhe comprimentou com um breve manear de cabeça ele estava surpreso tanto quanto si.

Cullen parou logo atrás do moreno com suas duas mãos sobre a cadeira que o mesmo estava sentado, a respiração do mesmo se chocava algumas vezes em seu pescoço, mas ele tentava disfarçar seu desconforto e somente bebericava algumas vezes seu suco silenciosamente.

— Bom dia meus caros, peço desculpas pelo meu atraso — Todos confirmaram em silêncio — Hoje as coisas iram mudar temos um convidado especial em nossa casa — Ele tirou suas mãos sobre o assento e pôs sobre o ombro do platinado que estava ao seu lado — Esse é um convidado meu que se disponibilizou a participar da missão, ele veio de longe para fazer parte da nossa pequena brincadeira.

O homem ao seu lado sorrio, mas Taehyung não pode ver pois estava de costa para o mesmo. O platinado tomou a frente enquanto se curvava em respeito a todos.

— Bom dia, espero que tenham tratado bem o meu irmãozinho — Nesse estante o moreno não se conteve e virou seu corpo totalmente para trás, e viu que o homem pôs sua mão sobre o ombro do seu parceiro que assim que notou as intenções do irmão tratou de se distânciar. Afinal ele só queria Ibope.

— Não crie problemas irmão — O mais novo comentou em alto som para todos ouvirem, seu irmão disfarçou sua cancarra com um breve sorriso forçado mas logo tratou de mudar de assunto.

— Como todos sabem sai das terras antigas para fazer parte dessa brincadeira, e também sabem haverá um novo teste que eu mesmo me dei ao trabalho de planejar — Todos se entreolaram pois o mesmo parecia ter a minha idade ou menos — Vou facilitar para vocês — Ele sorriu — Me informaram que vocês falharam ao assaltar um banco certo?

O moreno não ousou o responder mas um homem sim.

— Por culpa desse grupinho aí — Apontou para o lado do moreno da mesa — Não tiveram a competência para nós avisar que a polícia foi acionada.

— E vocês não tiveram a competência de forma um simples plano tático em segundos — Ele rebateu porém de forma pacífica — O banco que vocês iriam assaltar era peixe pequeno, uma coisa fácil — Taehyung os olhos — Reformulei os planos e dei uma breve mexida nas táticas. Assim que terminarem o café vocês irão descer para o térreo e todos os comandos.

O platinado ao passar por Taehyung depositou pequenas batidas em seu ombro, respiro fundo ao levantar seu olhar e notar que todos estavam com seus olhares direcionados a ele — Estranho — ele pensou.

Arqueou suas sombrancelha.

— Então...? — Ele olhou em volta estranhando totalmente os olhares alheios sobre si, mas assim que retribuiu todos desviaram imediatamente. Ok isso foi suspeito.

— Seu colega — Um homem que aparentava ter sua idade o chamou a atenção — Não sabia que era irmão do cara. — Ele sinalizou com seu garfo em sua mão direita enquanto dizia.

Ele Franziu suas sombrancelhas assim que ouviu a palavra " Cara ".

— Você o conhece? — Ele não se conteve em perguntar e apenas ganhou uma breve confirmação de ombros.

— A pergunta é — O homem sorriu de lado enquanto dava de ombros — Quem não o conhece?.

— Eu não faço ideia de quem seja esse cara — Ele murmurou.

— De qualquer forma você vai o conhecer em breve — Para cortar o assunto ele deu um longo e calmo gole em sua bebida.

Ele estaria mentindo se ele negasse estar com uma pulga atrás de sua orelha.

(….)

Os guardas de sua ala o acompanharam até ao seu quarto depois do café não que isso fosse preciso mas infelizmente fazia parte de uma das normas que foram postas para todos seguirem — Uma forma estúpida de Cullen ter sua garantia que nenhum dos seus homens iriam o enganar —.

Ele estava sobre sua cama novamente aguardando seu chamado para a nova reunião, seu colega como esperado não está em seu quarto como diria que estava provavelmente estava com seu irmão.

Suspirando o mesmo desviou seu olhar para o religião acima de sua porta, ainda era dez e meia estava cedo. Ele queria se exercitar então mesmo sabendo que era contra as normas de Cullen ele pôs suas botas e foi até a porta afim de dar uma pequena fugida e quem sabe conhecer os arredores que ainda não foi descoberto pelo mesmo. Ele deu uma breve olhava pela pequena brecha da porta apenas para ter certeza que os guardas não estavam por perto e saiu. Com passos apressados ele atravessou o corredor e desceu as escadas que davam para a segunda ala.

Mas assim que o mesmo conseguisse cruzar a porta de saída seus braços foram puxados brutalmente por alguém que com certeza era deveras maior que si. Suas costar bateram contra a parede de mármore fazendo assim o mesmo soltar um baixo gemido de dor. Assim que ousou abrir seus olhos ele reconheceu pelo terno escuro que era mais um dos guardas.

— E contra as normas e pelo código eu digo que você volte ao seu quarto — Ele gritou perto do seu ouvido, Taehyung não se conteve e mesmo sem motivo ele deu um soco em cheio no maxilar do homem. Ele era pequeno comparado ao homem a sua frente, que agora segurava seu maxilar com sua mão direita.

— Não gosto que gritem comigo — O homem agarrou o colarinho de sua blusa a puxando para baixo e consequentemente deixando a mostra sua tatuagem, ele assim que a viu o largou logo se curvando. Taehyung não entendeu o motivo e pôs sua mão sobre seu pescoço e entendeu sua atitude.

— Mil Perdões Senhor Kim.

— Se essa informação vazar eu o caço entendeu? — Ele assentiu.

— Mas novamente tenho que pedir que volte para o seu quarto até o segundo chamado.

— Sim, sim não vou demorar muito eu volto depois — E deu suas costas deixando o guarda para trás.

Agora ele caminhava calmamente por que sabia que da porta para fora não havia guardas rondando, guardou suas mãos em seus bolsos por causa do tempo frio em que estava o lugar e adentrou o jardim que ficava bem atrás da casa escondido ao lado do riacho. O lugar lhe trazia calma por mais que nunca fora alí .

Ele se sentou em um banco que ficava bem ao lado do canteiro de rosas e se permitiu olhar em volta e ele sorriu pois sua mãe amava o jardim que possuía em sua casa que ficava no interior de sua cidade, ele olhou para a pequena rosa em seu pulso com um pequeno sorriso em seus lábios.

Mas algo lhe chamou a atenção o mesmo estava tão absorto com as rosas que nem mesmo reparou em uma cabeleira preta muito bem conhecida por si ao lado da saída de emergência parada com seus braços cruzados, ele parecia irritado com algo mas Taehyung não conseguia entender.

Seu irmão novamente estava bem ali a sua frente.

Namjoon estava tramando alguma coisa e isso ele tinha certeza, sua feição era de alguém impaciente ele também possuía papéis em mãos. Taehyung segurou sua vontade de ir até seu irmão e apenas ficou aonde estava mas o alarme que tocou o desviou sua atenção para o tempo.

É agora.

E mesmo não querendo ele teve que ir até ao seu quarto novamente para não descobrirem que o mesmo havia dado uma pequena escapada. Mas uma coisa ele tinha certeza, ele iria contar a Yoongi e Hoseok pela novamente aparição do seu irmão no lugar.

(….)

Taehyung olhava sua arma com preocupação já que acabaram de o entregar, assim como ele , o restante dos homens viravam suas armas para todos os lados e conferindo os pequenos detalhes para que não haja um mísero arranhão.

— A partir de hoje vocês ficaram com a posse de suas armas, mas claro sem quebrar o código — Ditou com seu tom levemente sarcástico — Eu mesmo providenciei para que todos ficassem com suas armas então espero que não me decepcionem.

Todos assentiram.

— Assim como os informei, hoje será um novo dia para um assalto a banco — Olhou em volta — Como sabem por incompetência de uns e outros o antigo teste foi falho, e espero que esse dê certo — Pôs suas mãos para trás — Me dei ao trabalho de reformular as táticas de cada equipe, não quero reclamações e sim trabalho ok?.

Taehyung que estava com sua cabeça baixa ele a levantou.

— E como irá ficar? — Ele perguntou olhando diretamente para o Platinado.

Mas estranhamente o outro apenas sorriu para si.

— Espera e verá — Ele andou pela sala — Vistam suas roupas e mais uma coisa que já estava quase esquecendo. Vocês não irão em um van — Seu sorriso havia voltado — Assim que saírem dos seus quartos vocês iram passar pela entrada principal e bem ao lado da porta vai haver uma tabela, pendurada vai estar a sua chave do seu veículo ou motocicleta para identificar é só vc ir pelos números, o número da sua identificação será o mesmo número que vai estar bem em cima da sua chave.

Taehyung Assentiu e assim como os outros ele subiu para o seu quarto e viu um conjunto de roupas em cima de sua cama para o mesmo vestir. Ele não perdeu tempo e pôs sua roupa e parou em frente ao espelho.

"Vocês vão pegar a chave e irão para o pátio e ficaram em cima de uma marcação amarela que vai estar no chão"

Ele não perdeu tempo em pentear seu cabelo pois tinha consciência que iriam desarrumar por culpa do vento e pela adrenalina que vai estar.

" Irão apertar o botão do alarme e vão pela sorte, fiquem bem atentos ao som"

Calçou suas botas logo saindo do seu quarto e vestiu sua jaqueta preta enquanto andava, desceu as escadas e assim como combinado ele passou seu olhar pelas chaves e sorriu quando viu o número quatro grifado.

"Assim que saírem todos vocês irão estar com o destino marcado no GPS não fiquem juntos e seguem corretamente as coordenadas"

Ele parou em cima da marcação amarela no chão feita sobre tinta e assim como alguns homens ele esperou até a sua vez e clicou no botão de desarme, e lá bem no final ele encontrou uma belíssima CBR600 com sua cor preta o esperando.

"Boa sorte a todos"

Colocou o capacete sobre a sua cabeça e deu partida em sua moto, ele sorriu de ladinho assim que notou que havia um celular em seu painel ligado e já no GPS mostrando o seu caminho.

Para o seu azar o seu colega não irá participar fazendo assim o mesmo ter outra responsabilidade sobre suas costas. Ele não viu Yoongi ou Hoseok sobre a marcação mas tem a certeza que ambos iram participar.

Ele não podia chamar atenção, tinha que ser o mais discreto possível. Mas isso era uma missão impossível já que o mesmo caiu justo com uma moto esportiva seria uma boa se ele colocasse polícias? Ou não? Opção tentadora —ele pensava—.

Desviou de alguns carros até parar em um semáforo, seu GPS dizia para seguir mas ele não podia furar o sinal… ou podia? Afinal a moto não é sua e sua carteira de motorista está bem longe de si, olhou pelos retrovisores e bufou frustrado ao notar que havia exatamente duas viaturas de polícias atrás de si.

Ele só queria uma adrenalina.

Estava com azar disso ele havia certeza, mas não furou o sinal como queria e pela primeira vez em nove anos em frente a um volante ele teve que esperar o sinal abrir, bastante frustante ao seu ver.

Mas uma coisa o incomodava, sons de buzinas a todo momento atrás de si estavam simplesmente o tirando do sério, não havia motivo alguns para estarem buzinando para si ele estava a 80KM em uma rodovia!

Ele olhou pelo seu retrovisor e se surpreendeu ao ver Yoongi no volante de uma BMW bem atrás de si, a mesma moto que ele havia visto do seu lado no semáforo agora estava ao seu lado novamente acenando para si, era Hoseok.

Com breve buzinadas ele retribuiu o acenar e acelerou.

(….)

A cada minutos os homens chegavam e sempre estacionando um ao lado do outro, o lugar não era muito movimentado ao contrário era bem baixa a circulação de pessoas, mas isso não era algo a se preocupar pois ao contrário somente os ajudava. O assalto não podia de forma alguma sair do controle, vítimas? Isso era totalmente proibido. Cullen não quer de forma alguma a perícia no lugar e um homicídio com certeza é a forma mais fácil de atrai-los.

— Ei cara? — Taehyung Olhou para o lado assim que pousou seu capacete sobre o tanque de sua moto — Cadê o seu amiguinho?.

Isso, uma das coisas que preocupava o mesmo. Seu colega estava distante já que ele não estava em seu quarto como antes, e não estava ao seu lado como devia estar. Taehyung somente o viu de manhã assim que acordou.

— Eu Ham… — Ele procurava as palavras certas para dizer, mas nem isso ele conseguia por que assim como esse homem Taehyung também perguntava se aonde o seu colega havia se metido — Cullen o chamou para algo que não faço a menor idéia.

O homen não pareceu acreditar, mas também não perguntou novamente.

Taehyung levantou a gola de sua jaqueta escura para cobrir sua mera tatuagem para se caso as câmeras focarem em si. Se posicionou ao lado de sua motocicleta e pôs sua máscara, ele olhou para os lados a procura dos meninos mas infelizmente não os achou, os garotos vieram com sigo em praticamente todo o caminho mas assim que estavam perto do lugar eles simplesmente sumiram do seu campo de visão.

O homem apenas os entregou suas armas, ou seja todos estão totalmente despreparados. E isso era o'que o Jeon queria, ele queria ver o desempenho dos homens sem suas metralhadoras. A única sorte dos homens era que a entrada no banco era fácil já que a segurança era baixa.

— Asiatique stupide — Taehyung Olhou para o lado imediatamente achando que a frase foi para si — Idiot está olhando o'que? Não foi para você.

Oras esse…

— Le respect camarada — Revirou os olhos. Taehyung pegou sua arma que estava em sua cintura e conferiu se estava tudo certo.

— Sua pistola é idêntica a que o V tem — O mesmo homen comentou, mas agora ele estava mais perto de si. Taehyung ao ouvir sorriu de canto.

— É? e como sabe? — Se fez de desentendido enquanto guardava a mesma em seu lugar.

— Uma das câmaras de segurança a reconheceu e como tenho acesso aos arquivos do FBI consegui a imagem.

— Isso é… Interessante.

— Chega de conversa vocês dois e vamos ao trabalho — Um homen que estava passando por si os alertou.

Kendz-_



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...