1. Spirit Fanfics >
  2. The Criminal Side [ J.B ] >
  3. Capítulo 9

História The Criminal Side [ J.B ] - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Leiam as notas finais 😘

Capítulo 10 - Capítulo 9


Toronto, Canadá- 2019.  Novembro  5:25 A.M


P.O.V Megan beadles 


A luz da janela bate forte na minha cara e resmungo me virando para o lado contrário. Algo gelado toca meu rosto e, quando abro os olhos, dou de cara com um par de pés bem ao meu lado. Faço uma careta e levanto a cabeça, só agora lembrando que acabamos todos dormindo no sofá. Empurro o pé desconhecido para longe de mim e me sento, olhando ao redor da sala, deixamos uma grande bagunça aqui ontem de noite. 

Levanto desviando de alguns meninos que dormiam no chão e vou até a cozinha, bocejando e passando a mão no rosto para tentar acordar de vez.

Decido fazer café e pego algumas fatias de bolo que estava na bancada, me sentando na mesma logo em seguida. Apoio minha cabeça em minhas mãos e fecho os olhos, esperando até que a água do café ferva. A casa está clara e isso faz meus olhos doerem, merda de decoração que não colocam cortinas nas janelas, e para ajudar, minha cabeça dói um pouco, denunciando que talvez eu tenha passado um pouco dos limites ontem. Pois é... Ops.


Braços rodeiam minha cintura e não preciso abrir meus olhos para saber quem é, o cheiro de seu perfume sempre o entrega.


-Bom dia princesa, acordou cedo, hum? 


-Buongiorno, Nolito. - ele apoia a cabeça na curvatura do meu pescoço e deixa um beijo ali, rindo baixinho de mim. 


-Tá de ressaca, né.- a gargalhada em meu ouvido faz com que uma careta surja no meu rosto, e abro um dos olhos para olhar seu sorriso ao meu lado. Nego com a cabeça e ele levanta uma sobrancelha me desafinado, bufo e abaixo a cabeça na bancada, mexendo ela em forma de afirmativa. - Você é fraca para bebida, pegou no máximo quatro cervejas e já tá assim.


Lhe dou o dedo do meio e ele se afasta, viro a cabeça e o vejo indo até o fogão, onde a água já estava fervida. Prepara o café para todos e eu apenas fico o observando, quieta.


-Adoçante ou açúcar?


-Nenhum... café puro cura tudo. - estico o braço pegando a xícara de sua mão e logo levando até a boca. Ele franze o cenho, provavelmente esperando que eu faça uma careta pelo gosto amargo do café, a mesma que não vem. - Posso não ser forte para bebida, Nolito, mas para café, pode apostar que eu sou.


Pisco um olho e me levanto,subindo para meu quarto. Tomo um banho rápido e deixo meu cabelo preso para não molhar, coloco uma calça moletom que havia ganhado a pouco tempo e uma blusa regata branca. Depois de pronta, pego a xícara vazia e desço, vendo agora todos acordados na cozinha. 

Pelo visto não fui só eu que passei dos limites, Chaz e Ryan, como sempre, estão de cabeça baixa na mesa.


-Buongiorno, bando de cachaceiro. - abraço as costas do meu irmão e ele aperta  minhas mãos em sua barriga. - você vai sair hoje de novo? - falo baixo para que só ele ouça.


-Você sabe que sim. -concordo, apoiando a cabeça na curvatura do seu pescoço. - mas acho que vamos sair hoje de noite, então não me espere.


-Para onde você vai?- puxo a cadeira ao seu lado, me sentando nela.


-Não te interessa- o encaro seria e ele suspira, dando de ombros e levantando. 


-É sério Chris, onde você vai? - me ignora e bufo cruzando os braços e me encostando na cadeira.


-O lugar onde vamos crianças não podem entrar.- justin fala chamando minha atenção, ele  está de frente para mim, sentando no outro lado da mesa. Fico o olhando esperando que continue mas ele não diz mais nada.


-Entendi, só podem pré-adolescentes que nem você, né ?- ele solta o ar pela boca e coloca aquele maldito sorriso de lado nos lábios. -Ah qual é, vocês vão para algum puteiro, é isso?


Chris olha bravo para justin, que apenas da de ombros e não me responde nada.


-Não, Megan. Não se meta. - ele bota um ponto final no assunto e faço um bico emburrada. Idiotas.- E tire esse bico da cara, parece que tem cinco anos.


Justin levanta a sobrancelha para mim e resmungo, me levantando e saindo de lá. Não sou obrigada a aguento dois idiotas me enchendo o saco. Subo para meu quarto e me jogo na cama, entediada e frustrada. Alguém bate na porta alguns minutos depois e murmuro um "pode entrar", antes que mesma seja aberta.


-Nós já vamos sair, só vim me despedir de você. - Nolan entra e eu me viro  para o ver. - por que está com essa cara? 


-Christian e Justin são dois imbecis. - ri se aproximando e senta ao lado do meu quadril. -Para onde vocês vão hoje?


-É por isso que está chatiada? - acaricia meu braço e concordo, esperando que pelo menos ele me diga onde vão. - Boate. - diz simples e bufo.


-Viu como não dói, qual era o problema de simplesmente dizer isso. - me sento e fico cara a cara com ele. -Mas... como vocês vão para uma boate...


-Nem começa Meg, se seu irmão quisesse você lá, ele teria te falando.


-Ele não tem que querer nada, Nolan, qual é. - pisco os olhos lentamente, encarando diretamente os seus. - Per favore.- ele coloca um dedo na boca como se estivesse pensando sobre meu caso, e logo depois nega para mim. - vaiii, Nolito. Eu prometo não aprontar nada, fico o tempo todo perto de vocês. Eu juro.


Estendo meu dedo mindinho na sua direção e o homem me olha como se dissesse "sério que você faz isso?", permaneço assim, esperançosa, até que ele bufa e entrelaça nosso dedos. Solto um gritinho animada e pulo encima dele, o derrubando na cama e enchendo sua cara de beijinho enquanto o mesmo  ri.


-Tá, tá, garota. Não precisa de tudo isso. Eu vou tentar convencer ele. Não prometo que vou conseguir.


-Eu sei que você vai conseguir ,Nolito.- seus braços me rodeiam e eu o abraço apertado- Grazie, você é o melhor.


Escutamos alguém o chamar no andar de baixo e nos soltamos, ele se despede e fecha a porta antes de sair. Levanto da cama animada e já vou direto para meu closet procurar alguma roupa para ir.


-Ciao, Giani. Preciso de sua ajuda, agora mesmo. - Digo logo após minha amiga atender o telefone, não lhe dando tempo de dizer nada.- Vou a uma boate com os meninos hoje e não sei que roupa usar.


-Bounanotte para você também, gringa. Sabe que horas são aqui? Tarde, bem tarde.


-Se você me ajudar logo, eu prometo desligar rápido. - sua cara aparece em meu celular, ela está coçando os olhos enquanto boceja.


-Tá bom, só vou fazer isso porque te amo, não abuse. Agora me mostre o que você pretende usar.


Vou mostrando para ela minhas roupas e decidimos que talvez um vestido ficasse melhor. Passamos horas procurando até que finalmente, com sua ajuda, decido qual irei usar. Ela me xinga querendo desligar por já ter amanhecido e me despeço, mandando beijos.




O relógio parece não rodar nunca. Já arrumei meu quarto, tirei toda a sujeira da sala, guardei o que estava fora do lugar, lavei a louça e até dei uma geral nos outros quartos da casa, mesmo assim, ainda são 17:00. Decido mandar uma mensagem para Nolan, vendo se ele tinha conseguido falar com meu irmão e aproveito para colocar alguma série na TV da sala.


Nolan:

     Sim, princesa. Você vai ter uma babá hoje, mas vai poder ir. Agradeça ao Justin que fez a cabeça do seu irmão.


Sua mensagem vem uma hora depois. Franzo o cenho para a última parte , Justin ajudou a convencer ele? Que estranho. Esse cara é meio doido, percebi isso desde o primeiro dia que o vi.


Megan:

     AHHHHHHH GRAZIE NOLETE. 


Nolan: 

    Nolete? Serio mesmo? Vou começar a repensar a proposta de tomar conta de você.


Nolan: 

     Esteja pronta quando chegarmos, você conhece seu irmão, ele não vai querer te esperar. 20h em ponto.


Olho para o relógio vendo que já são quase 18 horas e agilizo as coisas, subindo para tomar um banho. Encho a banheira de água e coloco uma caixa de som dentro do banheiro. Enquanto a água vai subindo escolho uma música e tiro minha roupa, pego algumas toalhas no quarto ao lado e logo volto, entrando na água quente. 


Quando meus dedos ficam enrugados eu saio da banheira, terminando meu banho na ducha. Saio levando a caixinha até minha mesinha de canto, escolho um conjunto de lingerie que havia ganhado de Giani e já aproveito para secar meus cabelos, dando uma leve enrolada nas pontas, perfeito. Me sento na penteadeira e, depois de alguns segundos, decido fazer uma maquiagem básica, com um delineado bem marcado e ,nos lábios ,coloco um batom vermelho sangue. 


Admito que depois de pronta, a maquiagem caiu perfeitamente em meu rosto.  


Escuto a porta do andar de baixo abrir e as vozes dos garotos soam abafadas.

Corro para o closet e pego o vestido que tinha separado, ele é preto e bate um palmo abaixo da minha bunda, seu formato colado no corpo valoriza minhas curvas, me deixando com a bunda e os peitos incrivelmente acentuados. O que um vestido não faz. Suas mangas longas são de tule preto, quase transparente , são grudadas aos braços, pelo menos assim, por mais fino que seja o tecido, não ficarei tão desprotegida do frio. Em meus pés coloco saltos vermelhos, assim como a cor que está em meus lábios.

Me olho no espelho gostando do que vejo. Coloco alguns colares e brincos, espirro meu perfume já quase pronta. Em uma bolsa de mão ponho minha identidade e celular, certificando  que  não esqueci de nada antes de sair do quarto.

Todos estavam de costas para a escada, porém assim que escutaram o barulho do salto contra o chão, se viraram em minha direção. Sorrio para os olhares surpresos, levemente envergonhada pela forma nada discreta que me analisam.


-Caralho... - Ryan fala, nem tão baixo, ao lado do resto.


-Puta que pariu, parece que a beleza da família foi toda para a Megan. Agora entendo porque Christian é tão feio- Chaz leva um soco no braço pelo meu irmão.


Nolan e Justin não estão ali, provavelmente estão  do lado de fora da casa. Termino de descer e engancho o braço no do meu irmão, seguindo com ele para fora.


-Você está gostosa, não é por nada não. - gargalho do seu comentário e lhe dou uma tapa de leve.


-Grazie, você também está gostoso. 


Assim que saímos vejo os dois homens encostados em uma Lamborghini na frente de casa, eles conversam alheios a nossa chegada.  Nolan pousa os olhos em mim e sorrio para ele, que não teve a reação diferente da dos demais. 


-Caralho Megan, você está... - ele se perde nas palavras e rio, me aproximando e deixando um beijinho em sua bochecha.


-Bonita? - completo o vendo concordar com a cabeça. Olho para o lado e vejo justin passando os olhos por todo meu corpo, seus lábios estão rosados e ele passa a Língua lentamente entre eles. Um arrepio percorre meu corpo e me viro de costas, para evitar olhá-lo.


-Quem vai levar a Megan?- franzo o cenho para Chris e ele logo completa.- tenho que passar em um lugar antes, não da pra ir com você.


-Foi mal Meg, mas não posso chegar com mulher comigo. Sabe como é -Chaz diz já entrando em seu carro.


-Tá, eu vou com o Nolan. - olho para o mesmo que nega com a cabeça, pedindo desculpas. -Sério mesmo isso? Ryan?


-Desculpa Meg, tenho que pegar alguém antes de ir pra lá.


Bufo impaciente, só sobrou uma pessoa. O mesmo levanta uma sobrancelha e anda em direção a porta do seu carro, entrando logo nele. Acho que essa foi sua forma de dizer que irei com ele . Olho apreensiva para meu irmão e o mesmo  me lança um sorriso, que era para ser reconfortante, mas não é.



Notas Finais


Queria avisar que postei foto da roupa da Megan lá na minha conta do Twitter, então corre lá para ver @ourkat1
E aí, me digam o que acham que vai acontecer... 👀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...