História The Crown - seleção Interativa Shawn Mendes - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Matthew Espinosa, Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Visualizações 35
Palavras 1.090
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Magia, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá , eu só quero fazer uma pergunta sobre os capítulos , eu quero saber vocês preferem dois capítulos a semana pequenos ou um grande ? por favor comentem e se tiver alguma dica pode me falar eu vou agradecer . e eu dediquei esse capitulo mais a sophie mas o próximo será do shawn Boa leitura ...

Capítulo 2 - Capitulo 2


Fanfic / Fanfiction The Crown - seleção Interativa Shawn Mendes - Capítulo 2 - Capitulo 2

----------------- LEIA AS NOTAS INICIAS -------------------------

Tudo vai ficar bem E as minhas lágrimas vão secar Tudo vai ficar bem E essas feridas vão se curar Se recebo dor, te devolvo amor .E quanto mais dor recebo Mais percebo que sou  Indestrutível.

pabllo vittar / indestrutível.

 

                     Point view of Sophia Mendes Daddario

 

COLOQUE Faded - Alan Walker cover LINK NAS NOTAS FINAIS

 

 

olhei para aquela sala , as pessoas riam alto , a comida era farta aposto que daria para alimentar todo o reino e um pouco mais , é tudo tão extravagante , tão exagerado , me sinto em uma prisão ,  meu pai estava fazendo mais um de seus luxuosos bailes, para comemorar a seleção , me sinto presa em uma cadeia imaginária onde minha família me prende e sem nenhuma escapatória , estou tão perdida , eu estou desaparecendo aos poucos , é tão estranho não poder fazer nada para impedir , eu preciso fugir dessa sala , meus pulmões precisam de ar puro

ando discretamente a parte de trás do salão tentando não atrair olhares o'que funcionou ao sentir o vento de fora dos portões da entrada do palácio um peso saiu das minhas costas , um sorriso involuntário se abriu quando uma brisa bateu em meu rosto , tirei meus saltos sentindo a grama sob meus pés  sentei-me no balanço que eu e shawn construímos quando eu tinha 10 e ele 14 ele me zoava por que eu era pequena e não consegui subir no pneu , isso tudo porque nós construímos sobre um galho muito alto fazendo com que só ele conseguisse subir lembro que fiquei uma semana sem falar com ele e toda vez que o via   chutava o calcanhar daquele pilantra , dei uma risada com esse pensamento , como tudo havia mudado , hoje toda vez que meu irmão se aproxima eu me afasto eu perdi momentos incríveis com toda minha família , e toda vez que lembro disso a raiva que eu tenho de meu pai só aumenta ele destruiu minha vida dois anos depois desse balanço ser construído olho para o céu mas meu olhar para em uma moita que havia se mexido isso me fez levar um susto resultado em um desequilibro fazendo minha bunda ir para o chão duro

-Desculpe , não quis lhe fazer mal - um homem saiu dos arbustos e me ajudou a levantar

-estava me espionando ?

-não , quer dizer sim talvez , desculpe é que você é linda não consegui evitar - disse ficando vermelho - sinto muito

-tudo bem , foi somente um pequeno susto , você faz parte dos garçons da festa ?- falei notando que usava o uniforme

-gars…? SIM ! Eu sou garçom , eu amo minha profissão

-sério ? - disse com um sorrisinho de lado - AÍ ! desculpe não quis se mal educada , eu admiro os garçons como ele serve mesas é uma profissão como todas as outras  ….- disse entrando em desespero

-tudo bem  , vocÊ é uma princesa não deveria nem estar falando comigo

- NÃO , eu não sou esse tipo de pessoa , eu não ligo para status - comecei a fazer gestos enquanto falava insinuando meu desespero o'que foi recebido com uma risada calorosa da parte de - meu nome é Sophie qual seu  nome ?

-pode me chamar de Kit todos me chamam de Kit

- Tenho que voltar a festa , foi um prazer te conhecer Kit - disse estendendo minha mão

- foi um prazer sophi - quando ele apertou  minha mão eu senti um choque foi como se um pedacinho de mim se encaixasse , olhei em seus olhos e sorri pela primeira vez em muitos anos meu sorriso era sincero

-KIT , vem logo estamos esperando - uma mulher morena com mechas rosas no cabelo e um corpo perfeito apareceu , supus ser namorada dele ,o'que fez meu coração se apertar

-tenho que ir - disse soltando minha mão , e indo sem mais nem menos , tem alguma coisa nele que me prende quando ele vira consigo ver uma tatuagem de notas musicais na base de seu pescoço minha curiosidade foi grande mas me contive e girei meu calcanhares para seguir as festas

 

       Point view of Alexandre Mendes Daddario

Depois de ponderar muito sobre a proposta de marcus rei da alemanha decido que esta na hora de unificar nossos reinos , saio do salão de festa sem me importar e vou até meu escritório pedindo para os guardas tirarem sophia da festa e a mandar vir até aqui, sentei na  minha cadeira de couro em frente a minha mesa e esperei aquela vaca vir até aqui , minha paciência estava no final quando batidas ecoam pelo quarto , um sorriso se abre pois até sua batidas demonstram o medo que ela sente de mim isso é com música para meus ouvidos saber que estou no comando

-entre - a menina de cabelos loiros adentrou na sala fechando a porta logo em seguida e permanecendo em pé - sente se -  fez oque eu mandei - o rei da alemanha me fez uma proposta a um tempo atrás , promovendo um casamento entre vocÊ^e seu filho príncipe charles - fiz uma pausa dramática estudando a reação de seu rosto - está decidido vocÊ irá se casar com o príncipe assim que a seleção de seu irmão acabar

-NÃO -a repreendi com o olhar mas ela pareceu não se abalar -  EU NÃO VOU , EU TENHO O DIREITO DE TER MINHA PRÓPRIA VIDA , VOCê JÁ ARRUINOU TODA MINHA INFÂNCIA SÓ …. só deixa eu seguir o resto com o mínimo de felicidade .. por favor - disse com lágrimas em seus olhos levantei me em um pulo , a fazendo se assustar andei até a garota parando em sua frente

-QUEM VOCÊ PENSA QUE É PARA GRITAR COMIGO - dei um tapa estalado em seu rosto - VOCÊ FAZ OQUE EU MANDAR QUANDO EU MANDAR - outro tapa - E VOCÊ VAI SE CASAR - eu empurrei ela a fazendo cair sobre a mesinha que eu tinha derrubando tudo no chão e quebrando algumas coisas seu nariz estava escorrendo sangue seu cabelo estava completamente bagunçado e havia um pequeno corte no canto de sua boca , seu choro era ainda sim baixo , a peguei pelos cabelos a jogando em uma cadeira - agora eu vou te ensinar uma lição docinho -falei desabotoando o meu cinto e indo para cima dela .


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...