História The Cure - Hosie - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Hope Mikaelson, Josette "Josie" Saltzman
Tags Hope, Hope Maravilha, Hosie, Josie, Josie Lindinha, The Originals
Visualizações 134
Palavras 1.192
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Chapter Six - Darkness and Fire? Part 1


The Cure - Hosie

Chapter Six - Darkness and Fire? Part 1

Música - Waves_Dean Lewis


"There is a swelling storm…"


- Hope? - Josie chama caminhando em meio a uma escuridão sem fim, só conseguia enxergar algo por que parecia estar cercada por uma luz que a seguia.


  A ruiva estava sentada com a cabeça apoiada contra os joelhos, não chorava mais, estava fraca demais, cansada, desistira de lutar. Apertou os olhos ao ouvir a voz de Josie, mas não ousou levantar a cabeça para procurá-la. Ela sabia que era apenas seu cérebro querendo pregar-lhe mais uma peça.


- Hope? - Estava mais perto dessa vez. 


Não, ela não olharia. 


- Hope? - Dessa vez parecia estar a sua frente, balançou a cabeça para que a voz parasse. 

- Hope Mikaelson? - Dessa vez a voz veio acompanhada por um toque quente. Sem conter-se Hope levantou a cabeça com um sobressalto.

- Josie? - Sussurrou sem acreditar.


"There is a light in the dark

And I feel its warmth

In my hands, in my heart

Why can't I hold on?"


Dez horas antes…


"It comes and goes in waves

It always does, it always does.."


- Você está bem? - Foi a primeira coisa que ouviu ao abrir os olhos e deparar-se com o teto de seu quarto. É Lizzie quem pergunta.

- Estou enjoada. - Murmura com a boca seca. Senta-se recostada na cama.

- Aqui - Estende um copo com água, ao que parecia.

- Urgh! - Faz uma careta. - O que você colocou aqui, Liz? 

- Limão, sal, açúcar. - Dizia tranquila. 

- Você está louca? Que horrível. 

- Funciona quando estou mal. - Dá de ombros.

- Você é tão aleatória, Liz. - Balança a cabeça em negação. 

 

Fecha os olhos e massageia a ponte do nariz, suspira tentando alinhar seus pensamentos.


"Freedom, falling, the feeling

That I thought was set in stone

Slip through my fingers, trying hard to let go…"


- Jo? - A voz de Lizzie é cuidadosa.

Josie a olha e indica para que continue.

- O que está acontecendo? Por favor, não diga que não é nada, eu sei e sinto que há algo de errado, e que isso te afeta muito. Josie, eu sou sua irmã, eu te amo e me preocupo com você, então por favor, me conte o que está acontecendo. - Os olhos Lizzie estavam cristalinos, sinais de lágrimas acumuladas, ela realmente queria entender e ajudar a irmã, queria cuidar da outra, retribuir um pouco do que Josie fizera por ela durante todos esses anos.

 

Transbordava sinceridade em cada palavra que escorreu da boca da loira.


A morena Saltzman sentiu-se confiante, e com uma pequena pausa entre engolidas de ar, ela finalmente soprou as palavras para a outra. Ao contrário do que pensava, não havia julgamento em qualquer ação de Lizzie, a mesma apenas ouvia tudo atentamente, no final de tudo Josie foi surpreendida por um abraço apertado.


- Obrigada por confiar. Eu vou te ajudar com o que quer que seja isso. - Murmura contra os cabelos castanhos, algumas lágrimas de alívio escaparam dos olhos de Josie.


Sorriram confiantes uma para a outra. 


"We watched as our young hearts fade into the flood…"


- O que você acha de irmos até a cidade? Para tentar encontrar essa tal mulher da loja? - Completa rapidamente, antes que Josie pensasse que era para algo fútil. Bom, Lizzie não poderia culpá-la. 


"It comes and goes in waves…"


- Por quanto tempo eu fiquei desacordada? - Josie franze a testa, a chuva havia parado, mas todo o céu permanecia escuro. 

- Não muito. - A loira respondeu concentrada na estrada. Ela sequer imaginara que sua irmã sabia dirigir. 

- É a primeira vez que faço isso. - Olha para Josie e sorri animada.

- Roubar o carro do nosso pai? 

- Também, mas falo sobre dirigir, é a primeira vez. - Os olhos verdes estavam grandes, excitados. 

- Oh! - A morena sussurrou temerosa. 

- Não se preocupe, Jo. Eu vi nosso pai dirigir várias vezes, então eu sei como funciona. - Garante. Volta a concentrar-se na estrada.


A viagem até o centro da pequena cidade Mystic Falls não demorara mais que alguns poucos minutos. 


Josie sentiu um arrepio percorrer sua espinha ao parar na frente da loja, estava fechada, não havia sinal algum que tivesse alguém lá dentro. Não havia sinal de que existira alguém por lá por um bom tempo, as janelas estavam amareladas por conta da poeira.


Lizzie encarou o pequeno estabelecimento confusa.


- Estamos no lugar certo? 

- Sim, é aqui. - Gira o corpo para olhar ao redor. - Eu tive a visão deste local da praça. - Aponta para o lugar em questão. - Daquela janela. - Conclui e aponta para a outra direção.

- Estranho. Vem. - Puxa a mão da irmã. - Vamos olhar mais de perto. 


A loira esfrega a manga da blusa que usava para limpar uma parte da janela. 

- Droga! - Revira os olhos. 


Ambas olham através da parte limpa. Nada.


Não havia absolutamente nada. 


- O que faremos agora? - Josie pergunta frustrada.

- Não sei. -Murmura a outra.


- Merda, merda. - Repete, e enfia os dedos finos dentro do couro cabeludo. Seu rosto estava começando a ficar vermelho, mordia os lábios com força até sentir o gosto de sangue em sua boca. 

- Josie - Lizzie é prontamente ignorada. 

- Josie, por favor, se acalme. - Tenta mais uma vez.

- Não dá, Liz. Simplesmente não dá. Eu não sei mais o que fazer, e eu estou enlouquecendo, todos acham que eu sou louca.

- Você não é louca. - Corta-a rapidamente.

Josie quer gritar que essa afirmação de Lizzie não é o bastante. 


Josie Saltzman respira fundo várias e várias vezes. Os olhos percorrem a praça a sua frente, o chafariz espirrando água preguiçosamente.


"I watched my world view disappear in front of my eyes

Moments of magic and wonder seems so hard to find

Is it ever coming back again?"


- Eu sei o que fazer. - Não consegue conter a animação que escorre de sua boca.

- Huh? O quê? - A outra também deixa-se levar pela animação. 

- Vamos, precisamos voltar ao colégio, lá eu te explicarei tudo, e precisarei da sua ajuda. - Informa rapidamente. 


As garotas correm até o carro, partindo em seguida para o colégio. Não rápido o bastante para impedir que Josie sentisse mais um arrepio, fazendo com que virasse bruscamente e percebe-se um vulto atrás da janela que estavam espiando minutos atrás.


"It comes and goes in waves…"


Não deixou que isso ocupasse grande parte de sua mente, deixaria para preocupar-se com isso em outro momento. 


Desfrutar do bom pressentimento que sua ideia estava lhe rendendo, parecia ser bem mais atraente. Conseguiria lembrar de Hope, descobriria o por quê de sentir que a ruiva é tão importante para si, e o melhor? Poderia ajudá-la a sair de onde quer que estivesse. Sim, Josie sabia que a mesma não estava em um bom lugar, e ela não poderia explicar como sabia, muito menos sobre como sentia tudo isso. Mas estava perto de descobrir. 


Sorrir confiante. 


"Take me back to the feeling when

Everything was left to find…"



Notas Finais


Volteei genteeeee ausbsh a invocação de certas pessoas funcionou haha obrigada por todos os comentários, vocês são demais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...