1. Spirit Fanfics >
  2. The Curse >
  3. Silence

História The Curse - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Silence


Fanfic / Fanfiction The Curse - Capítulo 5 - Silence

O decorrer do dia como prometido Demetria acompanhou a atividade e a lição do dia com as crianças, Luke pediu desculpas por ter pego a pulseira e Demetria mesmo sem entender muito aceitou as desculpas do pequeno.

A noite havia tomado conta do céu, e um pequeno chuvisco começou a cair, todos ajudaram a fechar as janelas da mansão por conta da chuva que se tornou forte em poucos minutos que havia iniciado.

- Dentes escovados? - Demetria perguntou sorrindo ao ver os 3 pequenos mostrarem os dentes em uma careta.

Flora tinha 8 anos, apenas 2 anos mais velha que Luke e Nell mas a maneira de se comportar era quase a mesma, em tão pouco tempo Demi pode se apegar a eles e notar que os pequenos amavam ter atenção de alguém, mostrar os desenhos, brincar em grupo, se culpava por sentir compaixão, mas era quase impossível não se sentir mal em ver as crianças tão pequenas crescerem sem a presença dos pais.

- Meu dente é o mais branquinho tia Demi. - Nell falou sorrindo forçado para mostrar os dentes, a tutora apertou levemente as bochechas da menor que sorriu envergonhada.

- O que acham de brincarmos um pouco? - Demetria perguntou aos pequenos que pularam felizes. - Vocês se comportaram e fizeram as tarefas como combinado. Qual brincadeira vocês escolhem?

- Esconde-esconde! - Flora falou entusiasmada dando um pulinho. - Mas não podemos ficar até tarde acordados Srta Lovato.

- É verdade, podemos brincar um pouco apenas, amanhã temos um longo dia pra fazer outras brincadeiras também.

- Sim! - Luke gritou sorrindo e ajeitando os óculos no rosto.

- O Mail pode brincar também? - Nellie perguntou baixinho olhando fixamente para a porta ao lado de Demi que franziu o cenho em dúvida, até o momento ela não havia conhecido ninguém com este nome.

- Não Nellie! - Flora quase gritou fazendo a irmã se assustar. Luke encarou Flora por uns segundos assentindo, Demetria observava tudo sem entender nada.

- Flora não precisa gritar com a sua irmã. Me respondam quem é Mail? - A tutora questionou curiosa.

- Não vamos brincar? Daqui a pouco é hora de dormir. - Luke pronunciou segurando a mão de Nellie.

- Vou contar! Um... Dois... Três... - Flora se virou para a parede de seu quarto não dando espaço para explicar para Demi sobre sua pergunta. A tutora olhou para todos os lados, Nellie já havia se escondido atrás da porta. - Quatro... Cinco... Seis... Sete... Oito...

- Se esconde no armário... - Uma voz sussurrou tão perto do ouvido de Demi que ela pode sentir seus pelos do braço eriçarem e uma leve coceirinha no ouvido, se virou para agradecer Luke, mas não era ele, na verdade não era ninguém, Luke já estava embaixo da cama fazendo sinal de silêncio.

Demi sem pensar muito, tentando ignorar o ocorrido, ouviu Flora contar o último número antes de procurá-los, a tutora correu para dentro do armário fechando a porta delicadamente. O silêncio pairou sobre o ambiente até Demetria ouvir uma voz gritar no lado de fora, no interior da mansão.

Demi sentiu um frio na espinha, o medo a tomou, tudo parecia querer lhe assustar, as crianças, a mansão. A tutora tentou abriu a porta mas estava trancada, ela se assustou mais ainda, não se lembrava de ter trancado.

- Ei, abrem aqui! - Demetria bateu na porta, uma, duas, três vezes mas ninguém parecia escutar. Seu corpo fraquejou, ela sentia medo e pavor, as lembranças pareciam querer a engolir.

Flashback on*

- Você vai ficar quietinha ai, só vai sair quando eu abrir. - O homem alto colocou a criança dentro do armário, seu corpo pequeno e frágil mal conseguia protestar contra o ato.

Todos os dias quando escurecia, Demetria ficava dentro do armário, ouvia coisas horríveis vindo do lado de fora, seus pais faziam coisas cruéis com pessoas que não mereciam nem um pouco daquela maldade, pessoas iguais a filha, pequenas, indefesas e inofensivas.

Flashback off*

Demetria sentiu seus olhos transbordarem, não queria sentir tanto medo de algo tão bobo, respirou várias vezes, aspirando e soltando o ar.

- FLORA ABRE A PORTA! - Demetria gritou. - LUKE... NELL! LAUREN!

A tutora ouviu vozes no quarto, ninguém parecia a ouvir. Demetria sentia seu peito subir e descer rapidamente por conta da falta de ar, tentou se acalmar e encostou a orelha na porta para ouvir mais nitidamente.

- Você tem que ir agora! - Flora falou baixinho.

- Eu já vou, estou me escondendo dela! - Uma quarta voz apareceu, um garoto, não era Luke, tinha a mesma voz da criança que a mandou entrar no armário.

- Ela não pode te pegar. - Nell falou obviamente.

- Eu tenho medo dela, ela não é mais a mesma. - O garoto falou mais uma vez.

- Ela não vai te machucar. - Luke falou, sua voz estava cada vez mais perto da porta, a maçaneta girou mas a porta não foi aberta. - Não consigo abrir!

- Luke por favor! - Demetria voltou a se desesperar ao ver que a fechadura da porta não abria, toda a atenção das crianças foi voltada para a maçaneta. A tutora sentiu uma mão tocar seu ombro, a mesma não permitiu seu rosto em ver, apenas sentiu, seu corpo todo travou, antes de apagar sentiu seus joelhos baterem no chão.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...