História The dancer and the fighter(yoonmin) - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Srta_Nam

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jimin, Yoongi, Yoonmim
Visualizações 170
Palavras 1.218
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oiiiiiiii
Sim, to MUITO ATRASADA, mas me perdoem, nós duas.
Mas estamos sem idéias e tempo, e agora vai ser 1 a cada duas semanas, ai SE A GENTE PODER, a gente faz mais.
Boa leitura.♥

Capítulo 9 - M-mãe?


Autora on

  Com o campeonato de música chegando a vida de Jimin e Suga ficaram um tanto atarefado, quase não se viam por causa disso, mas isso não impedia eles de trocarem alguns SMS, sempre que dava, estavam lá, conversando um com o outro, Jimin quase não ia para o treino na academia, já que estava treinando seu canto com Lori, ela sabia tocar, então aproveitaram e começaram a ensaiar.
 Já Suga ele ia treinar com o Jimin poucas vezes, já que a movimentação da academia aumentou, mas sempre que dava o esverdeado ia encontrar seu amado e quando se viam trocavam carícias, mas nada além disso, já que quando estavam num cria bom, sempre tinha alguém que atrapalhava.

 Mas havia também uma preocupação em meio disso tudo, à alguns meses o campeonato de luta iria começar e Jimin não estava preparado. 

   […]

 Jimin on 

 Estranho Suga não me mandou nenhuma mensagem essa semana, o que será que aconteceu? Deve estar ocupado, eu acho, eu estou com medo de que ele possa estar com outro, tipo não no sentido de fazer companhia como amigo e sim no sentindo como amante, como ficante e tal, você me entendeu.. eu sei que eu posso estar exagerando, mas é que eu já sofri tanta decepção e não gostaria de sofrer mais uma, será que ele está com outro? Não.. não é bom eu ficar pensando nisso, não faz bem.

 Ouço alguém bater na porta do meu quarto, quando abro me deparo com Suga totalmente frustrado.

Jm: Suga o que houve?

SG: posso entrar?– dou passagem para ele entrar é assim ele faz, senta em minha cama, enquanto eu fecho a porta do quarto.

Jm: então.. vai me falar o que aconteceu?– pergunto sentando ao seu lado na cama.

SG: minha mãe.– ele fala e eu franzo o cenho.

Jm: o que tem ela?

SG: ela falou que não quer que eu me envolva com você.– ele fala de cabeça baixa, enquanto eu arregalo os olhos.

Jm: como?

SG: parece que ela descobriu e disse pra mim me afastar de você, ela não quer um filho gay, não quer que eu seja mas uma decepção pra ela, agora não sei o que fazer.– por fim ele dá um suspiro, enquanto eu estava perplexo com a notícia.

 Aí meu Deus.. o que vou fazer? Será que ele vai querer acabar com tudo?– penso.

Jm: e você? O que irá fazer?– pergunto e ele me encara, olhando profundamente em meus olhos.

SG: eu não irei te deixar, mas não poderemos ficar dando na vista de qualquer um, não sei como ela descobriu, mas é melhor prevenir para que ela não descubra, porquê se ela descobrir que eu ainda estou com você, aí eu terei que me afastar de você.– quando ela disse isso, meu coração falhou, não sei o porquê, mas não quero ficar longe dele.

Jm: tudo bem, vamos tomar cuidado.– falo tentando esconder minha tristeza e ele dá um sorriso melancólico.

SG: vai ficar tudo bem, nós vamos sair dessa meu baixinho.– ele fala e eu logo fecho a cara, ele sabe muito bem que odeio ser chamado de ‘baixinho’.

Jm: vai se foder seu branquelo.– falo e ele logo dá uma gargalhada gostosa de se ouvir.

SG: não posso ir fuder, não seria muito legal acordamos sua professora de balé.– sinto meu rosto esquentar, mas logo viro ele de lado, cruzando os braços e fazendo um biquinho, mas logo é desfeito, pois Suga morde meu lábio inferior.

Jm: você é um idiota sabia?!

SG: sou, mas sou o idiota que você ama.– fala convencido.

Jm: além de idiota é convencido.– ele revira os olhos.

SG: bom, agora tenho que ir.– ele se levanta e vai até a porta, eu o acompanho.

Jm: mas já?

SG: sim, não posso deixar minha mãe desconfiar que vim aqui, porque eu falei pra ela que iria na farmácia comprar um remédio pra enxaqueca.– nessa hora eu caio na risada.

Jm: você é um péssimo mentiroso.– ele dá de ombros.

SG: bom eu tenho que ir.– ele sela nossos lábios, pedindo passagem com a língua, que é prontamente correspondido, começamos a nos beijar apaixonadamente e com uma mistura de saudade, já que não nos via à algum tempo, nos separamos por falta de ar, mas acabamos com o beijo com vários selinhos.

SG: agora eu posso ir, nos vemos amanhã.

Jm: amanhã?

SG: sim você tem que ir no treinamento ou se esqueceu que seu pai tá de olho em você também.

Jm: nem me lembre.– ele sai e eu fico olhando ele até sair do meu ponto de vista.

 Quando fecho a porta, solto um suspiro, tinha até me esquecido do detalhe que meu pai está me vigiando, não sei por qual motivo fui aceitar a ajuda dele, agora não tem mais volta, tenho que encarar as consequências, vou até minha cama onde me deito, deixando meus pensamentos tomarem conta de tudo, o que será que me pai fará se descobrir que eu estou me envolvendo com meu professor da academia? Com toda à certeza ele não ficará contente com isso, não mesmo.


   […]

 Mas um dia começa, infelizmente tenho que ir para o treino, não que eu ache ruim, já que Suga está lá, mas não me sinto confortável com todos aqueles olhares pra mim, é algo chato não gosto de ser o centro das atenções.

 Já que não estava com muita fome, pego apenas uma maçã pra comer, quando vou sair, Lori fala.

Lo: de novo Jimin? Você não está se alimentando corretamente, pode ficar anêmico.– ela me repreende.

Jm: credo vire essa boca pra lá, eu só não estou com muita fomos lori.– ela revira os olhos.

Lo: você sempre está com pouca fome e não se alimenta direito, só quero seu bem.– ela fala.

Jm: vou tentar me alimentar direito, prometo.

Lo: promessa é dívida e eu costumo cobrar.

Jm: ok ok, agora tenho que ir.

Lo: boa sorte.– ela fala e eu saio de lá.

 Ela tem razão, não estou me alimentando direito, não posso continuar assim, mas o que eu posso fazer se não tenho fome? Bom isso não importa.

  […]

 Chego na academia e logo encontro Suga, que quando me vê abre um sorriso, um sorriso de tirar o fôlego, não é exagero, não mesmo.

SG: oh que bom que chegou, vá se trocar para começarmos.

Jm: ok.– vou até o vestiário e coloco minha roupa do treino, quando termino de me vestir vejo que tem alguns alunos me olhando, eu acabei corando por conta disso, como eu disse odeio ser o centro das atenções.

 Quando vou até o ranking, fico perdido em meus pensamentos, tanto que nem prestava atenção no que Suga estava me falando, quando vou socar o saco de pancadas, acabo por machucar minha mão.

Jm: aí.

SG: o que está acontecendo com você hoje? Está avoado, nem está prestando atenção no treino.– ele fala e eu solto um suspiro.

Jm: não é nada.

SG: não se preocupe eu estou aqui com você e não sairei do seu lado.– ele fala acariciando minha bochecha com a mão.

- ora ora o que temos aqui?– fala uma voz feminina e quando nós dois olhamos, Suga estaca no lugar e eu fico sem entender nada.

SG: m-mãe?!


Notas Finais


Eaiii
Como ficou?
Estavamos com saudade de vcs, digam se gostarão.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...