História The Dark Side Of The Moon - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Anjos, Bts, Demonios, Jungkook, Sobrenatural, Taehyung, Vampiros
Visualizações 20
Palavras 4.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quero shipp nesse cap :)♥

Capítulo 4 - Reflection


Fanfic / Fanfiction The Dark Side Of The Moon - Capítulo 4 - Reflection

The Dark Side Of The Moon - Capítulo 3


"Porque esses lábios eram muito doces, meu futuro foi abandonado ao amor por você. Quando acordei armadilhas estavam por toda parte, olhos frios...Intocáveis."



Estava escuro, essa era a única visão de Hennessy. Naquele lugar não tinha nada, a não ser ela e a escuridão. Levantou tremendo de frio e começou a andar sem rumo.


-Tem alguém aí? - Se assustou com sua voz extremamente alta em um eco quase sem fim. Ela começou a correr no escuro, sem enxergar nada. Correu e correu, não chegando a lugar algum. Parecia um labirinto, ela andava em círculos e sempre chegava no mesmo lugar. E assustada, com frio e sozinha, ela sentou no chão e começou a chorar baixo. E viu que parecia uma boba, aliás...Por que estava chorando? Ela costuma não ter sentimentos, por que se sentia assustada? Ela não tinha medo de nada.


-Dak Ho? - Abriu os olhos e imediatamente encarou o local de onde vinha a voz feminina. 


-Quem está aí? - Procurou ao seu redor. 


-Dak Ho. - Novamente aquela voz. 



-Quem é você? - Olhou para trás ao sentir o toque em seu ombro. E ao virar, se deparou com algo completamente sem sentido. Parecia que estava se olhando no espelho. Alguém igual a si estava alí, bem na sua frente, como um reflexo. 


-Querida... - Deu um passo para trás quando seu retrato vivo sorrio.


-Você... - Ficou sem fala.


-Sou você...Na verdade, um de seus lados. - Franziu o cenho.


-Como assim? - Se afastou mais vendo a "outra Hennessy" sorrir.


-Sou seu lado maligno...Tudo de ruim que existe em você. - Ainda confusa Hennessy riu fraco.


-Você...Se sequer existe, tem um bom senso de humor. - Falou olhando novamente para aquilo , a outra estava com um sorriso no rosto e um olhar demoníaco. 


-Não tem que me achar engraçada...Em breve tomarei seu corpo por completo, seu lugar, sua mente. E você...Irá sumir feito fumaça. - Hennessy ficou parada encarando o clone, que ficou frente a frente com ela. -Aproveite muito esses dias, porque serão os últimos. - A mão daquela coisa agarrou o pescoço de Hennessy, a levantando no ar.


-Me...solta... - Hennessy tentou se soltar das mãos alheias. Enquanto se debatia aquilo ria sem parar, os olhos verde brilhavam, era a única diferença entre as duas. As grandes unhas fincaram no pescoço da morena, que gritou sem ar. 


-Sem mim...Você não é nada Hennessy. Tudo de ruim que tem em você sou eu, quem seria você sem mim? Por incrível que pareça...Você também tem um lado bom, engraçado não? Mas não precisa se preocupar, eu vou acabar com ele também. E aí...Você será mil vezes pior do que qualquer entidade maligna. - Hennessy já não tinha forças, e seus olhos foram se fechando lentamente, e a imagem do seu "outro eu" foi desaparecendo em meio a borrões.


-AAAAAH!! - Sentou tentando puxar ar para seus pulmões. Limpou o suor e as lágrimas em seu rosto. Colocou a mão na cabeça sentindo uma dor horrível, além do seu ombro que ardia sem parar. Olhou em volta percebendo que estava em um quarto iluminado apenas pela luz da lua que entrava pela porta da varanda. 


-Hennessy? - Olhou para a porta assim que a maçaneta girou, levando um susto repentino. Quando a porta foi aberta, um Jungkook com cara de sono entrou. - Aconteceu alguma coisa? 


-J-Jungkook? Onde estamos? - Desviou o olhar ao perceber que encarava o abdômen nu do garoto, que vestia apenas uma calça fina. 


-Na Aldeia do Namjoon, perto de Blood Moon. Mas você ainda não respondeu minha pergunta... - Cruzou os braços encarando a garota. 


-Foi...Apenas um pesadelo idiota. - Respondeu baixo.


-Ouvi falar que você consegue controlar sonhos, pesadelos...Um dom raro entre anjos caídos. - Riu de leve.


-Não consigo controlar meus próprios sonhos. - Falou sem fitar o moreno. 


-E o que aconteceu de tão grave nesse sonho, para te assustar e você gritar tão alto? - Ela sabia que precisava mentir, a final...Um sonho tão real e estranho como aquele deveria ser mantido em segredo.


-A-acordei você? Me desculpe... - Jungkook riu novamente. 


-Não se desculpe, não combina nem um pouco com você. E eu não estava dormindo...Hennessy, estou esperando a resposta. 


-Não te interessa. - Encarou Jungkook, que mantinha um sorriso cínico no rosto. Ele se aproximou e ficou frente a frente com ela, que o olhou receosa.


-Você é muito atrevida. - Colou o olhar nos olhos negros da garota que o chamavam tanto a atenção. 


-E você é muito intrometido. - Prestou atenção no rosto do moreno, os lábios rosados e os olhos escuros que a deixava mergulhar em uma hipnose. Os rostos já estavam bem próximos, Jungkook encarava os lábios vermelhos de Hennessy, que percebeu imediatamente. 


-Eu já vou indo. - Ele virou pronto para sair. 


-Espera! - Agarrou o braço do moreno, que parou onde estava.


-O que foi? - Virou seu rosto para ela, sorrindo. 


-Não me lembro do que aconteceu depois que aquela flecha cravou no meu ombro... - Soltou o braço dele. 


-Fomos atacados por lobos de uma alcatéia inimiga do Namjoon. A flecha que te feriu estava envenenada, Jin disse que era um veneno extremamente mortal contra anjos, sejam de luz ou caídos. Você estava pronta para perder sua imortalidade, por sorte Yoongi conseguiu sugar o veneno antes que se espalhasse por suas veias. Depois você perdeu a consciência, e viemos até a aldeia do Nam, onde sua alcatéia não se encontra. Foram atacados por a Alcatéia inimiga, e agora não fazemos idéia de onde estão. Mas conseguimos lutar contra os lobos e eles foram embora. 


-Nossa... - Suspirou. 


-Sabe, você deveria pelo menos agradecer ao Yoongi. Ele está acordado, é um vampiro. Boa noite. - Falou óbvio. Hennessy revirou os olhos. Jungkook abriu a porta e saíu deixando ela sozinha. 


-Onde será que aquele vampiro está? - Olhou ao seu redor reparando nos detalhes do quarto. Tinha apenas a cama, um armário e uma porta que leva ao pequeno banheiro, além da varanda. 

Viu uma mala no canto da cama e curiosa abriu, lá tinha algumas roupas femininas, do tipo que ela vestia. 

Lá ela pegou uma camisola preta de seda e tirou a roupa que vestia. Seu ombro estava coberto por um curativo bem feito, mas ainda doía. Abriu a porta da varanda, onde estava agradavelmente frio e escuro. Foi até as grades dalí e olhou as pequenas casas espalhadas, onde não tinha iluminação alguma. Onde será que está a Alcatéia do Namjoon? 

Um barulho chamou sua atenção, ela olhou para o lado, em uma outra varanda viu Yoongi também olhando a vista dalí. O vento frio fez o cabelo de Hennessy mexer de leve, fazendo seu cheiro se espalhar, e Yoongi perceber sua presença. Os olhares se cruzaram e a morena sorriu mirando o rosto pálido a poucos metros. Yoongi olhou confuso a sua volta e voltou a olhar para a garota. 


-Obrigado. - Sussurrou tocando seu ombro. Yoongi deu um sorriso pequeno sem mostrar os dentes e balançou a cabeça de leve. Hennessy olhou uma última vez para o garoto e entrou.


               (...)


O sol nasceu. Hennessy acordou cedo. Tomou banho e vestiu uma roupa limpa que estava na mala. Estava penteando o cabelo quando alguém bateu na porta. A morena levantou e foi abrir.


-Bom dia senhorita! - Taehyung apareceu sorridente.


-Oi Tae. - Sorrio de lado.


-É hora do café da manhã. Todos já estão lá em baixo. - Hennessy saíu do quarto e trancou a porta. 


-Está melhor? 


-Sim, nada que nunca tenha acontecido comigo antes. - Riu. 


-É, tenho certeza que já passou por situações piores. Senhorita Líder do exército caído. - Riram e desceram as escadas. Andaram pouco até chegarem na cozinha, onde os meninos comiam enquanto conversavam na grande mesa. 


-Bom dia flor do dia! - Hoseok formou um coração no topo da cabeça e sorrio com os olhos. Hennessy retribuiu e se aproximou junto com Taehyung e sentou entre Yoongi e Jimin. 


-Bom dia meninos. - Todos responderam animados, um ou dois com preguiça. 


-Sua ferida dói muito? - Perguntou Hoseok e ela assentiu.


-Sim, mas nada que eu não aguente. - Riu fraco enquanto colocava uma bebida azulada no copo. 


-Então Jin, quando vamos para a "nossa" casa? - Hennessy encarou o mago que estava lendo um livro enquanto mordia um pedaço da torta de amora. 


-Antes do anoitecer, não fica muito longe daqui. Nós iríamos ontem, se não acontecesse aquele incidente. Então Namjoon insistiu em virmos até a Aldeia, em busca de pistas do desaparecimento da sua Alcatéia. Além de podermos descansar e cuidar melhor do seu ferimento. - Hennessy respondeu com um "ah sim..." 


-Mas os lobos não tinham tomado o vale da lua junto com sua Aldeia? Por que não estão aqui? - Jimin fitou Namjoon.


-Foi só por falta do que fazer. Eles só querem acabar com nossa Alcatéia de algum jeito, e opinaram por tirar nossa casa. - O lobo respondeu entediado. 


-Que bom que quando viemos não tinha nenhum lobo. E que bom que o Jin protegeu a aldeia com um campo de força, eu não sei o que faria de pior com algum daqueles imbecis. - Hoseok bufou.


-Não aguento mais ficar aqui, e olha que viemos ontem. - Falou Taehyung. 


-Já eu estou adorando. Namjoon é o cara por ter uma criação de ovelhas e javalis, estou cheio...Não bebia sangue desde que a guarda me prendeu. 


-Pobrezinho. - O loiro falou irônico.


-Eu prefiro outro tipo de sangue, mas... 


-Olha Hoseok...Não acha que esqueceu de algo? - Namjoon levantou uma de suas sobrancelhas.


-Eu e sua irmã fizemos um acordo. Até sua família aceitar nosso relacionamento, Estamos livres. Além do mas, acha que consigo me manter de pé com sangue animal? Preciso de garotas lindas com sangue de qualidade. - Falou fazendo uma pose de galã arrancando risos de alguns.


-Tem certeza que ela concordou com isso? 


-Claro que sim Yoongi...




           (...)



-Jin, já estamos chegando? - Taehyung fez uma careta estranha.



-É perto, já estamos chegando. - O mais velho tinha seus olhos verdes, enquanto olhava um mapa mágico visível só para ele.


-Jin fala a mesma coisa desde umas duas horas. - Hennessy resmungou, ela andava ao lado de Taehyung e Jimin. 


-Mas agora é sério, estamos bem perto. - Os olhos de Jin voltaram ao castanho. 


-Nem minhas asas posso usar graças a porcaria desse selo! - Taehyung reclamou com raiva.


-Somos dois. - Jungkook diferente dos outros, vinha mais atrás, calado como sempre. 


-Não falta muito tempo para o efeito acabar. - Jimin sorrio com seu jeito angelical que fez Hennessy, Jungkook e Taehyung, os três anjos caídos fazerem cara de nojo por instinto. 


-É bom mesmo, não sei como conseguimos lutar contra aqueles lobos fracos desse jeito. - Yoongi deu de ombros. 


-Chegamos... - Falou Jin, tomando a atenção de todos. 


-Uma cachoeira? Vamos morar em uma cachoeira? - Hoseok franziu o cenho confuso. 


-Me sigam. - Jin fez aparecer uma ponte de madeira no início do riacho até a grande cachoeira. Foi na frente enquanto os outros o seguiam. Assim que chegaram do outro lado a ponte sumiu. Subiram um tipo de escada de pedras e atravessaram a cachoeira por um canto bem escondido onde a água não passava. 


-Onde esse imbecil está nos levando? - Sussurrou Namjoon.


-Eu ouvi. - Jin revirou os olhos e o lobo deu de ombros. Andaram pouco por um tipo de caverna escura até avistarem pequenos pontos de luz. Jin passou por uma "cortina" de folhas e eles pararam alí. 


-Vamos gente. - Taehyung passou pelas folhas e todos o seguiram. 


-Uou! - Hoseok deixou seu queixo cair ao atravessar e dar de cara com uma mansão enorme um pouco longe. Ela ficava bem no topo da montanha. Rodeada pela floresta principal de Blood Moon. Um lugar escondido, onde eles poderiam viver discretamente até o final da missão. 


-Até que isso tudo tem um lado bom. - Namjoon sorriu sarcástico e todos começaram a seguir Jin.


-Imaginei uma casinha de madeira quando Gabriel falou sobre um lugar para morarmos. - Hennessy falou surpresa igual todos. 


-Seria se quem tivesse escolhido fosse ele. Essa é uma casa bem antiga. Poucos sabem da existência dela, está abandonada a anos. - Jin falou enquanto andavam por um caminho cheio de canteiros de rosas vermelhas e brancas. 


-"Casa" tá mais para castelo. - Jimin riu.


-Antiga a que ponto? - Hoseok franziu o cenho. O mago ficou calado por alguns segundos.


-Bem antes da segunda guerra. - Eles trocaram olhares uns com os outros. 


-Sinistro. - Taehyung sorria meio bobo para Hennessy.


-Muito sinistro. - A garota completou, depois de alguns minutos chegaram no grande muro que cercava a mansão. 


-Essa casa não tem dono? - Yoongi perguntou com tédio.


-Ela já foi de um grande escritor. Mas depois que ele morreu, ela ficou completamente abandonada e como não pertence a ninguém, não teria problema de virmos. - Jin suspirou assim que chegaram no portão enferrujado. - O que eu não gostei nessa história, é que como a casa é antiga, ela deve estar bem...Acabada. - Jin empurrou o portão com uma grande dificuldade, que abriu fazendo um ruído. 


-Vai ser toda essa dificuldade todos os dias? - Jungkook arqueou uma sobrancelha. 


-Bem...Não vamos ficar em um lugar caindo aos pedaços, podemos ir reformando aos poucos. - O mago entrou seguido dos outros, o portão foi fechado novamente e a atenção foi voltada para a mansão e seu vasto terreno. 


-Quantos andares isso tem? - Taehyung cerrava os olhos para olhar o topo da mansão. 


-Uns quatro. - Taehyung fez uma expressão de surpresa enquanto andava pelo gramado seco. 


-Isso realmente precisa de uma mão de obra. - Namjoon fez careta ao olhar o jardim destruído. 


-Para mim tanto faz. - Falou Hennessy, Taehyung e Jungkook concordaram. 


-Mas me incomoda. - Jimin falou baixo e os outros concordaram. 


-Vocês três não contam, estão acostumados com a "beleza" do Submundo. - Yoongi riu. - Vencemos. - Enquanto alguns discutiam Jin tentava abrir a porta principal, assim que conseguiu, uma lufada de poeira atrapalhou sua visão o fazendo tossir. 


-Consegui, venham... - Um por um foi entrando na grande mansão e deram de cara com um grande Hall de entrada. 


-É bem maior por dentro. - A morena analisou cada canto daquele lugar com o olhar. 


-Tenho algumas informações sobre a casa. - Jin se sentou em uma poltrona velha que estava coberta por um pano branco. -Essa mansão tem exatamente dez quartos. No primeiro andar tem sete e no segundo tem três. Nós homens vamos ficar no primeiro andar, Hennessy, se não se incomodar, você fica no segundo. Só tem um dos três quartos sobrando , os outros precisam de reforma. Sei que você vai gostar, ele é o maior quarto da casa. - Hennessy sorrio.


-Ótimo. 


-No terceiro andar tem uma biblioteca enorme, um escritório, além de uma sala de música. Aqui em baixo fica essa sala enorme, e uma mais particular onde tem uma grande lareira. A cozinha, o banheiro principal e um salão de festas que precisa ser reformado. Também tem um depósito.  - Todos concordaram curiosos para explorar a casa. -Escolham seus quartos...Sem briga. - Jin fez um sinal com a cabeça e subiu a enorme escada. 


-Vamos gente! - Hoseok exclamou e subiu correndo, logo todos o seguiram. Hennessy sorrio de canto e foi logo atrás. 



          (...)


-Hennessy, você vai saber qual é seu quarto assim que vê-lo. A porta dele tem a maçaneta dourada. - Ela concordou.


-Certo, agora eu vou descansar. - Virou as costas e andou pelo vasto corredor com olhares sobre si.


-Jin, o Taehyung não quer trocar de quarto comigo! - Hoseok apareceu choramingando.


-Seu idiota! É só tirar aquela pintura de um homem pelado de lá! - Jin riu. 


-Faça o que ele disse Hoseok! - O mais velho foi rindo em direção ao único quarto que sobrou.


-Yoongi hyung! Você pode tocar fogo naquele quadro para mim? - Exclamou correndo até o quarto do vampiro. Enquanto isso, Hennessy olhava cada canto do terceiro andar. O corredor imenso era cheio de quadros estranhos.


-Bizarro... - Fez careta e continuou andando. Era verdade, os dois quartos estavam uma bagunça, Sobrando apenas o quarto que Jin falou. A maçaneta dourada chamou sua atenção e ela andou até a porta marrom. -Vamos lá... - Girou a maçaneta e abriu a porta lentamente, que fez um ruído alto. Entrou olhando ao redor, jogou a bolsa de couro onde estava seus pertences em cima da grande cama e riu feito boba achando a decoração interessante. Era a cara dela. O papel de parede e lençóis da cama tinham tons de vermelho. Um armário de madeira ficava em um canto junto com a penteadeira e uma escrivaninha onde tinha alguns livros jogados.


-Uma boa limpeza e estará perfeito. - Se jogou na cama sentindo a seda dos lençóis e a maciez das almofadas de lã fazerem cócegas em sua nuca. Encarou o espelho da penteadeira, e uma porta que com certeza dava até o banheiro. Alí também tinha uma varanda, tudo em boas condições. E tudo parecia ser bem caro. O falecido dono daquela mansão com certeza era muito rico. Parecia estar em um grande castelo. Ela levantou da cama e foi até o armário, tentou abrir mas percebeu que ele era aberto apenas por uma chave. -Onde será que está a chave daqui? - Franziu o cenho e encarou as coisas em cima da penteadeira. Sentou em uma cadeira e começou a mexer nas coisas. Coisas para pintar o rosto, e perfumes caros não faltavam alí. Também tinha um porta jóias onde vários colares e anéis caros estavam. Jóias com safiras, esmeraldas, pérolas e até diamantes.


-Olhem só, derrepente caí no luxo. - Nada alí a surpreendeu, sempre teve tudo isso. Mas ao pôr os olhos em um certo colar alí no fundo, eles brilharam. Era um colar simples, com um pingente de lua. Ele brilhava entre todos aqueles outros.

-Uau! - Sorrio e colocou em seu pescoço. Viu uma pequena chave entre todas aquelas jóias e percebeu que era a que abria o armário, então levantou correndo até lá. Encaixou a chave na fechadura e ao abrir as portas, várias roupas entraram na sua visão. 


-Realmente toda essa história tem seu lado bom. - Jogou todas aquelas roupas em cima da cama e começou a experimentar. 


-Quem foi a dona desse quarto, tem bom gosto! - Deixou uma risada escapar olhando seu reflexo no espelho. Depois que enjoou de fuçar as coisas, entrou no banheiro, que era tão grande quanto o quarto. Encarou o ombro enfaixado e bufou.

-Nada que um banho não resolva... - Se despiu e encarou a banheira fixamente. -Casa velha, poço velho. Como vou trazer água para o segundo andar? - Choramingou e enrolou um lençol no corpo antes de sair do quarto.


-SEOKJIIIIN! - Desceu a escada correndo vendo os garotos sentados lá em baixo.


-O que foi? - Jin levantou do sofá. 


-Eu preciso tomar banho! - Exclamou.


-Aaah...É verdade. Tinha esquecido disso... - O garoto coçou a nuca. 


-Claro! Vocês homens são uns porcos. - Fez cara de nojo e terminou de descer os degraus. 


-Ei Henny! Vai lançar moda? - Taehyung riu apontando o dedo para o lençol enrolado no corpo da garota, a mesma revirou os olhos.


-Enquanto não enchermos o poço, o jeito é pegar água do rio.. - O mais velho falou receoso. 


-Pegar...Água do rio? É mais fácil eu tomar banho lá. - Ela deu as costas e subiu novamente a escada com a idéia de pegar roupas limpas e ir antes que ficasse escuro de uma vez.


-Olhem só meninos, parece que teremos alguém pelada no lago. - Hoseok mordeu os lábios e as mentes maliciosas não deixaram de imaginar. Enquanto Jimin negava com o rosto vermelho.


Alguns minutos depois Hennessy desceu usando a mesma roupa e com uma nova peça na mão. Foi até a porta tendo olhares a seguindo.



-Você vai sozinha? - Hoseok franziu o cenho. 


-O que foi? Quer tomar banho comigo? - Ela arqueou uma sobrancelha e os garotos riram.


-Se você quiser...Só é chamar! - O ruivo mordeu os lábios a fazendo revirar os olhos.


-Não é seguro você sair sozinha, já está escuro. - Jin chegou na sala com alguns livros nas mãos. 


-Eu sei me virar sozinha, e você mesmo disse que não tinha perigo algum. - Ela cruzou os braços.


-Não tem perigo, até atravessar a cachoeira. - Sentou no sofá encarando a garota. - É melhor que um dos meninos te acompanhe. - Ela reclamou.


-Eu não preciso de guarda costas! - Percebendo que para poder ir logo tomar seu banho tinha que concordar com o mago, então ela suspirou. - Okay...Quem quer vir comigo? - Os garotos trocaram olhares de disputa. -Rápido! - Exclamou.


-Para não ter discussões...Por que você não vai Jeon? É o único calado aí. - Jin levantou novamente e se retirou enquanto ouvia reclamações dos outros garotos. 


-Certo. - O moreno levantou tedioso e cruzou a porta ouvindo brincadeiras maliciosas da parte dos seus amigos idiotas. 


-Por que você não pegou pelo menos uma vela para me impedir de cair em um buraco no meio do caminho? - Jungkook sorriu irônico andando logo atrás de Hennessy. 


-Fica de bico fechado. - Ela continuou andando.


-Que delicada... - Revirou os olhos enquanto seguiam o caminho em silêncio até a cachoeira. Entraram na caverna escura até ouvirem o barulho da água.


-Cuidado para não escorregar. - Hennessy falou descendo a escada de pedras depois de atravessar. 


-Olhe só, você se importa comigo. - A morena continuou calada.


-Como vamos atravessar? - Ignorou o garoto. 


-Tem umas pedras, dá para irmos por elas. - Hennessy suspirou. - Deixa eu ir na frente... - Ele colocou os pés na primeira pedra. - Está escorregadio. 


-Algo bem óbvio. - Hennessy seguiu o garoto com cuidado até chegarem do outro lado. 


-Prontinho senhorita, agora você pode tomar seu banho. - Ele deu um sorriso de canto. 


-E você vai ficar aí olhando? - Ela franziu o cenho.


-Ah, é verdade... - Ele sentou em uma pedra de costas. 


-Se tem amor a sua imortalidade, é melhor não dar nenhuma espiada. - Ela falou enquanto tirava a roupa.


-Você é do tipo tímida não é? - Ele riu com sarcasmo. 


-Ha, ha que engraçadinho... - Tirou a última peça de roupa ficando completamente nua, e colocou as peças limpas em uma pedra perto da água. 


-Você não é como eu pensava que seria... - Ouviu Jungkook falar enquanto ela molhava o cabelo.


-Como assim? - Deu um mergulho rápido. 


-Tão...Má, cruel, fria... - Ela riu.


-No momento estou de bom humor. Mas eu espero, que não esteja por perto quando ele acabar. - Ele riu. -Você também. Não parece ser o príncipe das trevas, o herdeiro de Samael... - Ela olhou para o céu escuro enquanto sentia a água quente fazer cócegas em seu corpo. 


-Eu digo o mesmo, estou de bom humor. Mas eu só mostro meu lado mau quando é necessário. Eu, realmente estou de boa. - Ouviu a garota rir fraco. - Sabe do que estou a fim no momento? 



-Não...De quê? - Perguntou distraída.


-De um banho! - Ela arregalou os olhos e entrou dentro da água deixando apenas o pescoço do lado de fora assim que Jungkook virou e foi até a beira do lago.


-O que você vai fazer? - Ela cruzou os braços na frente dos seios. 


-Também preciso de um banho. - Falou enquanto tirava a camisa.


-Você não poderia esperar eu terminar? - Perguntou com o olhar fixado no tronco do moreno.


-Você vai demorar! - Ela desviou o olhar quando ele começou a tirar a calça. Foi se afastando lentamente mordendo os lábios de nervosismo até ouvir ele entrar na água. 




-O que foi? Até parece que nunca viu um homem nu. - Ele se aproximou rindo. 


-Você fala demais quando não está perto dos seus amigos. - Revirou os olhos se estranhando por estar com vergonha de um homem. Esses dias ela estava estranha, jogou água no rosto e acordou do seu transe.


-Por que não apostamos uma corrida? - Ela negou.


-Estou com frio. - Tirou os braços que escondiam seus seios e nadou até o raso tendo o olhar atento de Jungkook. Saiu de dentro da água e começou a se vestir. O moreno não conseguia evitar de olhar, as curvas da garota o deixava hipnotizado. A pele clara em contraste com a luz da lua.

 

Então mergulhou na água.


Era melhor demorar um pouco até aquele volume desaparecer. 





             (...)


Notas Finais


Começou a safadeza!!!

Gostaram? Por favor comentem!
Me corrijam se tiver erros.
Até logo, tô com preguiça♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...