História The dark side of the universe - Capítulo 1


Escrita por: e Byultifull

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Onde tudo começou


 

- Por favor, pare! - Coloquei meu braços em frente meu rosto, para me defender dos golpes que recebia de um homem mascarado - Está me machucando!

- Humpf, você acha que não é essa a intenção? Pessoas como você não merecem viver. - Me acertou com a corrente - Isso se dá pra chamar você de pessoa. -  Deu uma risada nasal e me acertou mais uma vez.

- O que eu fiz pra você? - Já estava chorando, tirei meus braços da minha frente, não sentia mais meu corpo, eu tinha duas quase certezas: a primeira era que quando meu corpo voltasse "ao normal" eu não aguentaria de dor, a segunda era que talvez eu nem ficasse viva.

- O que você fez? - Me olhou e sorriu, apanhando um pedaço de madeira com pregos.

A última pancada, não senti mais nada, não ouvi mais nada, minha visão escureceu de um segundo pro outro, e então, a imagem do rosto do homem mascarado passou pela minha cabeça, era o...

- AH! - Acordo assustada e olho em volta, estou no porão da minha casa, lembro que estava desenhando nas paredes e provavelmente adormeci aqui. Suspiro aliviada - Ainda bem que era apenas um sonho - dou uma pequena pausa, recordando algo - por enquanto...

O meu alívio logo se tornou em angústia, lembrei que estamos em guerra com os humanos. Tenho pensado muito nisso, no que pode acontecer, como posso me proteger e proteger as pessoas que amo.  

Aqui é um mundo secreto que as pessoas só podem ter acesso através de um portal ou magia, a qual os humanos não tem, então, como eles descobriram?

FLASHBACK ON

Há dois anos...

Existe várias florestas por aqui, mas em especial uma que tem um lado o qual é "proibido" e ninguém pode entrar lá, quem entra, não volta para contar história.

Em uma trilha por essa floresta, um lobo decidiu entrar nesse lado proibido, e descobriu um portal um tanto curioso. Portais não são coisas incomuns por aqui, mas aquele portal era intrigante, porque ele estaria num lugar que supostamente é proibido? Será que é esse o motivo de esse local não ser de acesso permitido?

Sem pensar duas vezes, o lobo entrou no portal, o que poderia dar errado? A "única" coisa que poderia acontecer de ruim era ele cair em uma parte do mundo que ele não conhece.

Quando o portal finalmente encerrou a viagem ele foi literalmente jogado pra fora do portal, fazendo o lobo se desequilibrar e cair no chão. O lobo, o tal que se achava tão aventureiro não conhecia aquela vila, uma vila tão monótona, mal havia pessoas.

Decidiu caminhar um pouco para ver se encontrava algo, então ele viu um senhor e pensou em falar com ele para ver se tirava alguma informação dele, mas, tinha algo de errado.

Ele não tinha aparência de um híbrido, o que gerou uma certa curiosidade no lobo, que então tomou a atitude e foi falar com o velho.

O senhor ao invés de dar alguma informação sobre o local, começou a rir do lobo.

- Garoto, você não acha que já está grandinho para usar esses adereços? - Falou em meio as risadas

- Não são adereços... E eu não sou tão velho assim, tenho só 230 anos. - Reclamou o lobo

- ...230? Você por acaso é louco? Não existe isso. - O ferreiro disse sério, com os braços cruzados - Você apareceu aqui do nada, nunca te vi aqui, aparece com orelhas e um rabo e diz que tem 230 anos, o que você quer? - Gritou irritado

- Eu... - Falou de cabeça baixa, já envergonhado, fazendo um círculo com os pés na poeira que tinha no chão.

- Vá encher o saco de outra pessoa.

Os híbridos não sabiam da existência de um outro mundo habitável, assim como os humanos também não sabiam da existência de híbridos.

O lobo estava caminhando para longe do homem e várias perguntas vieram, o que ele era? Quem ele pensa que é para dizer que isso é acessório? Estava distraído, sua atenção que estava nas perguntas foi tomada por um puxão que sentiu em seu rabo.

O lobo gritou de dor, quase uivando, os olhos lacrimejaram e ele olhou para trás; era o mesmo ferreiro que o tratou mal.

- Não é possível... - Olhava assustado para a própria mão, que continha alguns pelos - Eu pensei que... - Sua expressão assustada logo se tornou séria novamente, olhando fixamente para os olhos do lobo - O que você é?

- Eu que te faço essa pergunta! - Disse raivoso, se tem algo que híbridos odeiam é que alguém puxe suas mãos/patas e o rabo.

- Não é óbvio? Eu sou um ferreiro. - Disse com um sorriso irônico

- Não é isso que eu estou perguntando. - Cruzou os braços, cada vez mais irritado

- Olhe em volta, eu sou como qualquer outro ser humano. - Apontou, fazendo um círculo ao redor deles - Agora você... Provavelmente nem humano é.

- ...Humano? - Olhou seriamente para o ferreiro - Não mesmo!

- Então, conte-me o que você é. - Lhe estendeu a mão

- Eu não confio em você.

- Fale! Ou por bem, ou por mal. - Sacou uma arma e apontou para o lobo.

O lobo engoliu a seco, mas resistiu - Não.

- E por uma grande quantia em dinheiro?

O lobo era ganancioso, gostava do muito, tentou resistir mas não adiantou, aceitou a quantia em dinheiro e revelou o mundo e o portal, o ferreiro não entregou o dinheiro para o lobo, apenas ergueu a arma novamente e atirou no mesmo.

O ferreiro saiu para contar para todo mundo, despertou uma curiosidade enorme em todos e organizaram-se para invadir o mundo, de início não acreditaram, mas o corpo do lobo era a prova (não mais) viva.

FLASHBACK OFF

Não, a guerra não dura há dois anos, eles demoraram para chegar aqui pois não sabiam a localização exata do portal, ele não tem uma localização exata na verdade, pois nunca fica muito tempo no mesmo lugar. Também demoraram a descobrir como levar armas grande através de um portal, mas, desde que o primeiro humano pisou aqui, a barreira entre os dois mundos se rompeu, o que tornou os dois mundos em um só. A nossa sorte é que somos mais em híbridos do que em humanos, então é fácil de a gente colocar a raça humana em extinção.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...