História The Daughter of Darkness - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Mitologia Grega, Mitologia Romana, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Atlas, Bianca di Angelo, Calipso, Caronte, Charles "Charlie" Beckendorf, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Cronos, Demeter, Dionísio, East, Éolo, Eros (Cupid), Febe, Frank Zhang, Frederick Chase, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Hiperíon, Hylla Ramírez-Arellano, Íris, Jano, Jason Grace, Júniper, Katie Gardner, Leo Valdez, Luke Castellan, Malcolm, Miranda Gardiner, Nêmesis, Nico di Angelo, Niké (Nice), Oceano, Octavian, Paul Blofis, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Phobos, Piper McLean, Pollux, Poseidon, Prometeu, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Silena Beauregard, Thalia Grace, Tique, Travis Stoll, Treinador Gleeson Hedge, Tyson, Will Solace, Zephyros, Zeus, Zoë Nightshade
Tags Deuses, Escuridão, Nico Di Angelo, Pjo, Romance, Semideuses
Visualizações 56
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ohayo mina-San!!!!
Espero que gostem do capitulo. E tenho uma noticia chata: EU TO DE CASTIGO!!!
Meu psiquiatra "aconselhou"(mandou) minha mãe tirar meu celular durante a noite pra ver se eu durmo. O problema é que eu só posso escrever à noite porque eu estudo de tarde e arrumo a casa de manhã.
Ou seja:tomei no meu caneco.

Capítulo 9 - The Greatest


Fanfic / Fanfiction The Daughter of Darkness - Capítulo 9 - The Greatest

I'm free to be the greatest, I'm alive

I'm free to be the greatest here tonight, the greatest

(Sia)


Pov Nico Di Ângelo


A aula estava prosseguindo bem mais ou menos. Só alguns nerds e Annabeth, que como toda filha de Atena gosta de estudar, estavam prestando atenção no que a professora de geografia falava. Eu estava quase dormindo com o cafuné que will me fazia.


A porta foi aberta assustando a professora e por ela passou uma mulher velha e uma líder de torcida ensanguentada  e com o nariz claramente quebrado. Me lembro de ter cruzado com ela na entrada. Ela não estava assim, só que agora ela me parece mais irritada e indignada.


-foi ela diretora McCartney.


Ela disse apontando pra alguém no fundo da sala. Todos nós olhamos pra onde ela apontava e me surpreendi um pouco quando vi a garota gótica a observar com o rosto apoiado nas suas mãos entrelaçadas em cima da mesa.


Quando a garota apontou pra ela, a mesma deu um sorriso cínico para a loira e essa se enfureceu um pouco. E a diretora finalmente se pronunciou.


-qual seu nome senhorita?


-Layla D'Black senhora.


Me surpreendi pois achei que seria mais difícil acha-la. Era ela. A semideusa  poderosa que Quiron nos incubiu de buscar. Percy, Annie e Will tiveram a mesma reação que eu. Estávamos ambos tão surpresos que nem prestamos a atenção no que a diretora disse mas vimos apenas Layla levantar da cadeira e andar majestosamente ate a diretora.


Como se sentisse ser observada, ela olhou na nossa direção de uma vez. Will se assustou ao meu lado e disfarçou. Percy e Annie também. Eu fui o único que a encarou de volta.


Seus olhos agora mais de perto pareciam conter duas nebulosas violetas. A cor de sua íris era preta com o reflexo arroxeado. Lindos.


Ela também me analisava. E entreabriu os lábios um pouco, parecendo surpresa com algo. Ela nos ignorou e continuou seguindo com a pose relaxada e sorriso sarcástico nos lábios.


Não havia som. Não havia outras pessoas. Apenas ela.


Ela esbarrou na líder de torcida e pediu desculpas mesmo eu sabendo que foi de propósito. E saiu seguindo a diretora que antes se desculpou por ter interrompido a aula da velhota de geografia. Não prestamos a atenção na explicação da professora e de Annie discutindo que estava errado, Will, Percy e eu, principalmente eu, estávamos chocados de mais pra isso.


-gente os deuses estão finalmente cooperando conosco?


Percy perguntou e eu parei pra refletir. Nunca tivemos uma missão de busca tão fácil. Isso quer dizer que só vai piorar.


-fudeu


-o que foi Nico?


Will perguntou me olhando preocupado. E Percy estava falando animadamente quando will disse isso. Ele parou na hora.


-gente, vocês não acham que esta fácil de mais?


Quando disse isso, ate Annabeth me olhou e parou pra refletir. Não é possível. Algo grande esta nos espreitando, e rondando Layla à um tempo já. Se tivéssemos trago um sátiro não seria tão difícil assim de acha-lo quanto esta sendo agora.


Dei voz aos meus pensamentos e eles me ouviram calmamente, refletindo nas minhas palavras e concordando em seguida. Não nos preocupamos com a aula pois todos, TODOS os alunos estavam comentando o porquê de Layla ter sido levada à direção já que era meio óbvio.


A professora desistiu de nos dar aula e se sentou na sua mesa. Abriu a bolsa e pegou um frasco de remédios pra ansiedade e os tomou bebendo um longo gole de água, ou o quer que fosse naquela garrafa.


Passados 10 minutos, a porta é novamente aberta mas por Layla. Ela entrava calmamente na sala, murmurando a música Bella Ciao, ela canta bem, e segurando um papel que parecia uma suspensão. Mas parecia não se importar muito com isso pois estava calma. Calma ate de mais. Ela tem algo sinistro dentro dela mas que consegue suprimir muito bem. Não pra mim. Sua áurea é negra. Como se tivesse algum demónio a abraçando. Consegue ser mais estranho que eu.


Eu e os outros nos entreolhamos e nosso olhar uns para com os outros dizia a mesma coisa.


Nós tínhamos que leva-la para o acampamento o mais rápido possível e pedir explicações à Quiron.

Após algum tempo, o sinal do intervalo tocou. O professor de línguas se retirou da sala desapontado por ninguém ter prestado a atenção nele. Era a oportunidade perfeita  pra nos aproximarmos de Layla.


Eu e os outros combinamos de que no intervalo íamos conversar com ela. Pra nos aproximarmos e pelo menos conseguíssemos sua confiança.


Mas o plano quase foi por água a baixo quando vimos ela passar por nós com um pouco de pressa, de cabeça baixa e passos apressados ela passou por nós sem levantar o rosto.


-vamos segui-la?


Quando ela saiu Percy disse isso. Annie interveio.


-não podemos parecer stalkers. Um de nós tem que ir pra conseguir a confiança dela.


-mas não há ninguém entre nós que tenha a personalidade parecida com a dela.


Will disse. Parou e pensou um pouco. Depois me olhou. Percy e Annie fizeram o mesmo. Eu já sabia o que eles queriam e para o bem da missão eu tinha que cumpri-lo.


-ah ta bom!


Levantei sob os agradecimentos deles e sai porta à fora. Onde ela estaria?

Depois de um tempo rodando aquela escola feito um idiota eu vi um pequeno jardim. Não havia ninguém ali, exceto uma figura de preto com uma criancinha conversando. Aquela era Layla. Mas e a criança?


Notas Finais


To tliste! Suas mães tbm são assim? Me digam ai nos comentários.
~bjs da Prince


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...