História The Dawn of a New Horizon - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Horizon Zero Dawn
Personagens Elisabet Sobeck, Personagens Originais
Tags Elisabet Sobeck, Horizon Zero Dawn, Ted Faro
Visualizações 13
Palavras 1.377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae como vcs estão hoje? Partiu mais um capitulo então.

Capítulo 6 - Ser Adolescente


Fanfic / Fanfiction The Dawn of a New Horizon - Capítulo 6 - Ser Adolescente

06:20 PM - 10/08/2063

Ser adolescente... O que é ser adolescente? Vou fazer 18 anos no ano que vem e ainda não consegui responder esta pergunta que eu me faço desde os 10 anos de idade. Mas uma coisa eu tenho certeza, ser adolescente não é fácil. É uma droga também, toda essa palhaçada de hormônios borbulhando dentro de nós, nos forçando a fazer coisas bestas por motivos bestas e acabar se decepcionando depois, eu tinha uma ideia de como seria as coisas quando eu chegasse nessa fase, mas eu não sabia que seria tão difícil. A adolescência é a ponte entre a infância e a fase adulta, uma era de grandes descobertas e realizações pessoais... Bom pelo menos para as outras pessoas, porque eu sinceramente acho que não fiz nada, e ás vezes eu sinto que sou muito atrasado em tudo o que eu faço, em comparação com as pessoas "normais".

Os adolescentes "normais" com 17 anos em grande maioria são muito diferentes de mim, pelos seguintes motivos: Eles trabalham, namoram, possuem um sonho de carreira profissional já estabelecido, sabem o que querem da vida e o que fazer com ela. Já eu... Parece que não estou nem perto de nenhum destes, e pela minha idade isto já está se tornando preocupante.

No colégio o que eu mais gosto de fazer é conversar com o Luke, a Esther e a Jessie sobre as nossas vidas. Quando eu ouço as histórias de vida deles eu automaticamente comparo com a minha e acabo sempre me decepcionando, eles contam sobre suas conquistas na vida e seus sonhos, enquanto eu não tenho nenhuma conquista e apenas alguns sonhos bobos e distantes para contar. Praticamente todos lá já fizeram algum curso ou estão fazendo, e eu só fico em casa não fazendo nada, o Luke então... (Que fez aniversário recentemente) agora com 15 anos de idade, tem a vida bem mais adiantada e organizada do que a minha, e eu sinceramente não sei qual é o meu problema... Mas eu preciso descobrir.

Quando eu estava quase perdendo as esperanças de que eu poderia me tornar uma pessoa mil vezes melhor do que sou hoje, algo aconteceu. A minha cabeça ultimamente está agindo de uma forma muito estranha, eu estou começando a pensar de uma maneira diferente do que eu sempre pensei a minha vida inteira. Parece até que eu estou amadurecendo de uma vez só tudo o que eu deveria ter amadurecido nos últimos anos, as minhas crenças estão começando a serem questionadas pela primeira vez, e uma sede de conhecimento está tomando o controle da minha mente. Ontem aconteceu uma coisa muito estranha, a minha cabeça começou a se encher de pensamentos e eu senti uma vontade enorme de buscar um "objetivo central" em minha vida, e então eu cheguei a seguinte conclusão: Não sei como derrotar os problemas atuais da minha vida... Mas agora sei como lutar contra eles. Para me tornar uma pessoa melhor, primeiro eu vou precisar me tornar mais inteligente, e para fazer isso eu vou precisar ler mais, muito mais do que eu já li na vida inteira, e já providenciei isso, pois ontem eu comprei pela holonet uma versão física do livro "Uma Breve História do Tempo" de Stephen Hawking, um livro que eu já deveria ter comprado há anos por conta da minha fascinação por ciência e astronomia. O drone-correio chega com o meu livro daqui há mais ou menos 12 dias, e estou muito ansioso, mas é uma pena que eu vou ter que abandonar os vídeo-games por enquanto para ter tempo de ler o livro. Sabe... Eu nunca comprei um livro físico pra falar a verdade, a maioria das coisas que eu leio estão tudo na holonet, mas agora com a minha enorme estante que eu ganhei no final do ano passado eu quero encher ela de livros físicos.

Eu sou muito atrasado em tudo em relação as outras pessoas, não é a toa que a Grace gosta de outro cara, eu fui burro de mais pra fazer alguma coisa enquanto ainda havia tempo... Mas ela acabou não esperando o "atrasado" aqui e seguiu em frente. Talvez se ela me desse só mais um pouquinho de tempo, só mais uma chance...

A adolescência também é a fase das grandes decepções amorosas, esse negócio de amar sem ser amado, friendzone, ser iludido e tudo mais... Já to cansado de ver essa porcaria na holonet e o mau que ela provoca nas pessoas. Ás vezes eu estou bem de boa navegando na holonet e de repente já vejo alguma notícia de suicídio, o que é bem comum hoje em dia infelizmente... Pesquisas científicas já provaram que o suicídio é a maior causa de morte no mundo e eu já expliquei sobre ele á alguns dias atrás, e a maior causa de suicídios é a depressão... E a maior causa de depressão sabe o que é? Isso mesmo... O amor não correspondido. Eu lembro que quando eu tinha 9 anos eu sempre dizia pra minha mãe que eu nunca iria me apaixonar, porque eu tinha certeza de que iria me decepcionar, e minha mente era, e ainda é fraca de mais pra suportar algo assim, então eu temia que pudesse fazer alguma besteira. Mas infelizmente eu não pude evitar, e o resultado foi: me apaixonei... Me decepcionei... E acabei me fodendo por conta disso. Bem feito pra mim, que quis experimentar como é ter uma vida de adolescente normal.

Eu acredito que o mundo de hoje ajudou a corromper ainda mais os adolescentes, que são as maiores vítimas do suicídio e da depressão. Com o passar dos anos os adolescentes passaram a ser as pessoas mais problemáticas da sociedade, suas mentes foram enfraquecendo cada vez mais com o tempo, e assim eles acabam encontrando qualquer motivo para se matar, mas alguns deles não dizem simplesmente que vão se matar... Eles se matam mesmo. E como eu disse, o mundo tem grande culpa disto, hoje a maioria das pessoas são solitárias e o mundo um lugar muito vazio e sombrio por dentro. Os adolescentes ficam trancados dentro de suas casas com os seus robôs e androides, e passam a maior parte do tempo no holoescape, dentro do mundo virtual, e ignorando o mundo real á sua volta. É pior ainda quando as pessoas que tiveram uma decepção amorosa param de confiar nos outros e compram androides para relacionamentos e até mesmo bonecas sexuais com IA avançada, para essas pessoas as máquinas não iludem, por isso são melhores do que nós humanos. E é isso o que deixa as pessoas mais depressivas, já não basta trocarem animais de estimação por robôs, agora querem trocar pessoas de verdade por cópias quase-perfeitas de humanos, parece que esse mundo está ficando cada vez mais artificial. Já eu, parece que ainda não cheguei a esse ponto de querer trocar as pessoas de verdade, ainda...

Mas esperanças é o que não faltam, eu acredito que por mais que a vida de uma pessoa possa estar ruim, ela não vai ficar assim para sempre. O mundo está sempre dando voltas e mais cedo ou mais tarde as coisas podem mudar... E vão mudar. E é isso o que me motiva a querer continuar estar vivo, é por isso que eu continuo lutando, as coisas vão melhorar, só não sabemos quando, mas elas vão sim. A adolescência é só o começo da vida se um ser humano, não é correto desperdiçar uma vida inteira futura por conta de um problema presente, o que os jovens com problemas deveriam fazer é lutar e se não for possível lutar para sair da depressão então é ter paciência, buscar tratamento e esperar ela passar, não vai ser nada fácil com certeza mas no final valerá a pena, porque toda tempestade por mais destrutiva que seja... É passageira...

Bem... Acho que por hoje é só diário, estou no final da adolescência, tenho 17 anos, não namoro, não trabalho, não sei o que eu quero da vida... Mas não vai ser assim pra sempre, porque como dizia o grande físico Stephen Hawking: "Não importa o quanto a vida possa ser ruim, sempre existe algo que você possa fazer e obter sucesso. Enquanto há vida, há esperança".

#####Gravação encerrada#####


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Nos próximos caps eu vou tentar aprofundar mais a história inserindo bastante coisas novas.

Link da música de hoje: OBS: a qualidade ta meio ruim mas era só o que tinha :v

https://www.youtube.com/watch?v=vyVngiDpuBU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...