1. Spirit Fanfics >
  2. The Death >
  3. Eu sou a morte

História The Death - Capítulo 1


Escrita por: neko_fofo

Notas do Autor


Olá meus caros leitores, sei que demorei muito para postar o capítulo e por isso peso desculpas mas meu trabalho acaba me ocupando muito, porem, eu finalmente consegui terminar o primeiro capítulo.

Aproveitem a leitura!

Capítulo 1 - Eu sou a morte


Fanfic / Fanfiction The Death - Capítulo 1 - Eu sou a morte

Narração on


–Vou lhes contar a verdade sobre o universo…


–Deus existe e ele pode morrer


–Mas isso acontece apenas milhares de anos e apenas um ser pode fazer isso a própria morte, mas quando isso acontece o universo acaba


Era mostrado o próprio universo acabando em supernovas, hipernovas, planetas explodindo até que restase apenas a escuridão.


–Mas como uma fênix que resurgi das cinzas, Deus renasce em uma nova forma da sua própria energia. 


Da escuridão do universo era reunido a energia do deus que havia acabado de morrer e dela surgia uma figura feminina, seus cabelos eram escuros como a escuridão do universo e ela vestia uma túnica branca com uma coroa de flores em sua cabeça.


–Essa é a nova deusa, aquela que irá recriar o universo do zero, como ela surgiu da energia do deus anterior ela possuía seus poderes e memórias o que a ajudaria a criar um novo mundo


Após o universo ter sido recriado pela deusa, já haviam se passado 300 anos e os humanos já estavam vivendo nela, um menino saia de uma casa feita de barro e madeira e olhava para dentro da casa.


Narração off


– Mãe, Pai, eu vou buscar a lenha 


Uma mulher que deitava em uma cama feita de talha olhava na direção do menino.


– está bem meu filho, mas volte antes da tempestade chegar 


– ouviu a sua mãe Damian 


Dizia um homem ao lado da mulher, assim o menino concordava com a cabeça e saia de casa fechando a porta, o garoto corria pelas ruas de terra revelando a comunidade pacata que ele morava naquele tempo.


O menino recolhia pedaços de lenha pelas estradas adentrando na floresta que tinha perto da vila, o garoto mal percebia o tempo passar e o céu já começava a escurecer, não pela noite mas sim era a tempestade que se aproximava mais cedo do que estava previsto, o garoto olhava para cima assustado com o vento e com os trovões.


– essa não.. preciso me esconder 


Damian andava pela floresta com os ventos fortes o ameaçando derrubar o garoto, logo ele avistava uma caverna onde o mesmo corria para se esconder mas um raio caia bem em cima de uma árvore que em segundos começou a pegar fogo e até um galho pegando fogo caiu bem ao lado de Damian, o mesmo havia desviado e se salvado por pouco, mas o garoto aproveitou o fogo para acender uma das madeira que ele havia pegado assim correndo para dentro da caverna.


Já dentro da caverna Damian juntava algumas das madeira que havia coletado e deixava a madeira pegando fogo bem no meio, por todas estarem secas elas pegaram fogo bem rápido e assim iluminavam parte da caverna e aqueciam o garoto.


– aquilo foi por pouco.. 


—Foi mesmo…


Damian escutava uma voz vinda de dentro da caverna, a qual começava a ser tomada por uma fumaça negra e um vento frio.


–o que..? Quem está aí..?


A fumaça tomava forma de um ser com um grande capuz preto  e um manto escuro como a noite e a escuridão do resto da caverna, quando ela aparecia Damian se assustava. 


–O que..?! Quem é você..?!


–Calma minha criança, eu sou a morte 


A entidade se denominava como morte aparentava se misturar com a escuridão da caverna e a fumaça, a mesma tinha uma voz calma e rouca.


–v-você é a morte ? Veio levar minha alma?


Damian estava muito assustado pela própria morte estar diante dele.


–se acalme criança, eu estou aqui por outro motivo


Falava a morte e com aquilo Damian se acalmava.


–Vim aqui pois andei te observando e vi que você possui um bom coração, e é esse tipo de pessoa que eu estava procurando 


– mas como assim.. porque você precisa de alguém com um bom coração ?


Damian se mostrava confuso nas palavras da morte.


–bom, eu estou atrás de alguém que será a nova morte nesse novo universo e por seu coração ser puro, acho que será interessante alguém como você em meu trabalho 


–mas.. eu não conseguiria matar pessoas..


…–mas você apenas vai ceifar as vidas das pessoas que estão no final de suas vidas, você não será alguém ruim pois a vida precisa da morte.. esse será o seu trabalho, mas algumas pessoas dirão que você é algo ruim, mas creio que com o tempo você vai lidar com isso


Damian conforme ia conversando com a morte esclarecendo como seria seu papel e as consequências se aceitasse ser a morte.


– entendo.. mas como morte eu não poderei morrer não é mesmo..?


–Exatamente, até porque a morte não pode ser morta, apenas quando a hora chegar você irá ceifar a vida da deusa e assim o universo acabará mais uma vez 


Damian ficava confuso com o que a morte estava dizendo.


– espera, como assim? O universo acabar ?!.. aliás o que é isso?


Naquela época eles estavam no início das civilizações enquanto o estudo ou descobrimento do universo veio séculos depois.


–Isso não importa por agora, quando nossos espíritos se fundirem você obterá todas as minhas memórias e habilidades


–Certo.. eu aceito a sua proposta 


A morte ficava em silêncio por alguns segundos, provavelmente surpresa,

 mas assim ela está dando sua mão esquelética para o garoto e o mesmo apertava sua mão.


–Então que assim seja


 Logo o corpo da morte vira fumaça e ela começa a entrar no corpo de Damian na típica cena de possessão, assim que o último resquício de fumaça entra em Damian ele começa a tossir.


–ah.. que cheiro e gosto de cinzas.. bleh!


–Alguns diziam que esse era o cheiro da morte


Damian olhava em volta procurando a morte mas não a via em lugar nenhum.


–Onde você está ?


–Bem, nós estamos ligados agora, então estou dentro de você para ser mais exata 


–Ah, entendi 


Logo algum tempo se passava e a morte guiava Damian para seu primeiro trabalho, o mesmo se encontrava na frente da casa dele.


–mas, essa é minha casa..


–sim, mas aqui é onde está as suas primeiras almas


Damian entrava em sua casa enquanto a morte falava em sua cabeça e assim via apenas a escuridão mas logo o brilho da lua invade a casa de Damian e revela seus pais deitados em sua cama onde os dois não se mechiam mas estavam ambos sorrindo.


–Entao.. isso quer dizer que..?


Logo uma fumaça preta cobria o pulso de Damian onde aparecia uma réplica pequena de um relogio de sol.


– chegue mais perto deles e deixe a luz da lua te mostrar como eles estão


Damian fazia o que a morte dizia, ele iria até a janela onde a luz da lua estava entrando, porém, a marca da sombra do ponteiro não se mexia onde marcava meia noite.


–o que isso significa ?


– vê como o ponteiro marca meia noite mas a luz da lua está batendo no relógio pelo lado esquerdo ? 


–sim


Dizia Damian preocupado.


– isso significa que o tempo de vida de seus pais já acabou, enquanto suas almas estão apenas esperando para serem coletadas


Damian apaixona seu braço e olhava na direção de seus pais.


– então..eu tenho que ceifar suas almas..?


Damian perguntava enquanto se aproximava dos corpos de seus pais.


– sim


Dizia a morte, assim que ela respondia um círculo de fumaça aparecia na frente de Damian, onde no mesmo saia um cabo de uma possível arma.


– Pegue, essa arma o ajudará a ceifar as almas dos humanos 


Damian então pegava no cabo da arma e a puxava, saindo do círculo uma grande foice.


– Caramba, mas ela é só um pouco maior do que eu 


– ela vai se ajustar conforme você for crescendo 


Assim Damian se aproximava de seus pais ainda receoso com aquilo mas levantava a foice e a abaixava com toda a força.


Damian narração on


– Mãe, pai, por vocês eu prometo seguir em frente mesmo após a morte de vocês


Ainda dentro da casa de Damian apareceria em um espaço vazio uma porta branca com detalhes dourados onde Damian estava em frente a porta segurando as mãos das almas dos seus pais que olhavam para ele com um pequeno sorriso.


– Eu não estou sozinho, a morte irá me guiar até que eu esteja pronto para seguir essa jornada sozinho e até lá peço que me observem até lá


Assim Damian e seus pais passavam pela porta, alguns meses se passavam e Damian caminhava para fora da vila, faltando poucos passos para entrar na floresta ele olhava para trás vendo as casas da vila.


– Com os tempo que se passou, todos da vila acabaram falecendo já que a expectativa de vida deles era muito baixa então as chances de alguém sobreviver era bem baixa


Assim Damian começava a caminhar entrando na floresta, assim começava uma passagem de tempo muito grande. 


– Muitos anos se-passaram e por muitos lugares eu andei, fui me atualizando em cada século que passava até chegar onde cheguei


O ano era 2022, Um garoto no meio da cidade pedia um milk shake para o vendedor de sorvete, quando pegava o copo, pagava e saia da loja bebendo o milk shake.


– mesmo sendo difícil no início, mas fui me adaptando 


Damian narração off


O garoto que caminhava bebendo seu milk shake era Damian que já tinha 1706 anos agora, mas aparentava ter por 20 a 23 anos.


Ele sorria enquanto caminhava tranquilamente pelas ruas da cidade até que de longe via uma mulher entrar em um beco e um homem grande entrando logo atrás, curioso Damian os seguia até que chegava em uma parte do beco mais escura.


– então, você já tem em mãos o que estava me devendo ?


Dizia o homem que havia encurralado a mulher.


– ainda não.. eu não consegui fazer nem uma venda ainda..


A mulher parecia estar apavorada com aquele homem.


Damian continuava observando das sombras até que o homem levava as próprias mãos na direção da roupa da mulher.


– Então pode me pagar com seu corpo hehe 


Dizia o homem prestes a cometer seu último ato horrendo.


– Não por favor.. naaaa…


A mulher suplicava por ajuda, mas aquele beco era tão grande que ninguém conseguiria ouvir, ainda mais que naquele horário já não tinha mais ninguém nas ruas (17:30).


– ah..


Damian ficava espantado com o que iria acontecer, mas ele usa sua habilidade de viajar entre as sombras em questão de segundos ele aparece atrás do homem, Damian estava usando sua capa da morte.


– hoje não maldito


Dizia Damian ceifando-o homem naquele mesmo instante.


Continua...


Notas Finais


Bom, é isso kk espero que tenham gostado desse primeiro capítulo da história

Espero que estejam ansiosos para o próximo capítulo hehe

É isso, fiquem bem pessoal, até o próximo cap, bjs do neko 💗🐱


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...