História The Decision - Romanogers - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Agent Carter, Capitão América, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Clint Barton (Gavião Arqueiro), Howard Stark, Laura Barton, Natasha Romanoff, Peggy Carter, Peggy Carter, Personagens Originais, Sam Wilson (Falcão), Steve Rogers, Thanos
Tags Captasha, Capwidow, Romanogers, Steggy
Visualizações 99
Palavras 1.543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei mais cedo !
Para acalmar os corações e plantar a duvida rsrs
Boa leitura

Capítulo 6 - Capitulo 6


Enquanto todos sentiam a perda de Natasha e Steve ainda chorava sozinho no seu quarto, outra pessoa andava pela terra. O antigo guardião da joia da alma está livre, e com o poder dado por todas as joias ele sabia o que os “Vingadores” pretendiam fazer e que eles iriam devolver a joia e logo ele estaria preso novamente no planeta Vormir, então o caveira tem pouco tempo.

Utilizando-se do poder, mesmo que mais fraco, das joias ele está disposto a se vingar do Capitão América e por que não pegar na ferida que mais doe? O homem vestido com trapos  vê o momento em que as pessoas voltam,  a primeira delas é o bebê , o que mais o interessa.

Ele age rápido antes que as outras pessoas surjam, quando ele se afasta escuta a voz da mulher de cabelos escuros falando com os filhos e perguntando do bebê. Mas já era tarde, ele já estava longe, em outro lugar, em outro tempo  com o pequeno James nos seus braços.

-Você vai me vingar do seu pai. –o bebê ressona de olhos fechados. –Você vai derrota-lo  e quando ele estiver morrendo, vai saber quem você é. Morrendo com a culpa de não ter sido o herói que todos acham que ele é.

O homem sorrir só de imaginar, ele adoraria esta lá quando esses dois se enfrentarem. O sorriso do rosto dele morre quando  sente que a joia está de volta, ele sente ser chamado. A sua viagem no tempo termina  por aqui. A porta do galpão se abre é um homem se assusta ao ver a lenda que é o Caveira vermelha.

-Na..Não é possível. –as roupas de soldado ainda tem no braço uma faixa com o símbolo da HYDRA.

-James, ele é o futuro da HYDRA. – o caveira deixa o pequeno bebê na porta da base nos Estados Unidos, uma base mantida por Zola que agora está fazendo um trabalho duplo. -O mal deles é sempre dar uma segunda chance.

A joia o encontrou, ele desaparece no mesmo momento em que o bebê abre os olhos verdes como o da mãe. O homem entra depressa na base com o bebê nos braços, ainda incrédulo com o que viu.

Os olhos verdes  que Steve talvez nunca veja. Mesmo que tenham saído vitoriosos, ainda tiveram muitas perdas, Tony se foi, e para Steve ainda pior por que Natasha também tinha ido. Perdeu um amigo e um amor, eles se sacrificariam por aquilo.  A primeira coisa que ele e Clint fazem é ir para a fazenda,  assim que o quinjet desce e as portas se abrem duas crianças correm até o pai.

É um momento bonito, Laura ainda está de pé na porta com lagrimas nos olhos por vê o marido bem e de volta, mas seu sorriso morre ao ver Steve. O coração do loiro se aperta ao perceber isso, alguma coisa aconteceu, ele sente que algo aconteceu com James.

-Laura, onde está o James? –ele pergunta quando está a poucos passos da mulher. Ela abaixa a cabeça e Clint levanta do chão onde abraça seus filhos. 

-Eu sinto muito. –ela fala com a voz baixa. Steve entra na casa como um furacão, ele ver um cesto com uns brinquedos de criança. Não de novo não.

-Ele tem que está aqui, ele tem que está em algum lugar. –ele corre a casa inteira. Clint abraça a esposa. –James!

-O que aconteceu? –Clint pergunta, era para ele está ali. Era para James está ali de volta, será que a morte da Nat alterou a existência do filho?

-Eu não sei, nós já procuramos a casa inteira. Por toda a fazenda. –Laura chora. Ela se sente em divida com Natasha, ela sempre ajudou tanto a sua família.

-Tá tudo bem, nós vamos descobrir o que aconteceu. –o Capitão desde as escadas com o rosto vermelho com lagrimas teimando sair dos seus olhos. Ele prometeu trazer seu menino de volta e ele não pode cumprir, Natasha se foi por ele, por James e ele não esta ali. –Capitão.

-Eu vou voltar para base. –ele enxuga suas lagrimas. De nada adiantou tudo que ele viveu, ele achava que tinha perdido tudo quando foi congelado, mas ela estava lá esperando por ele, ela deu uma família a ele. E agora ele estava sem ela e sem seu filho, nada mais importa, nada mais faz sentido na vida dele. –Nós temos que ir para o enterro do Tony e devolver as joias.

-Rogers.  –Clint tenta impedi-lo, mas o homem passa direto por ele. O pior que o ex arqueiro entende o que ele está sentindo, ele está quebrado , mas o Capitão América é um homem bom e não vai acabar como ele, sendo consumido pela dor e fazendo o que ele fez.

Steve volta para o quinjet, e vai para o que restou da base que foi destruída. Ele vai ajudar aquelas pessoas a se reerguerem, por que era isso que Natasha queria, mas depois disso ele vai voltar, voltar para o tempo dele, por que não faz mais sentido está ali. Ele vai voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído.

Muitas horas depois ele está na base, o clima de luto. Pelo menos ele pode abraçar seus amigos. Todos eles estavam bem e suas famílias voltaram. Poucos perceberam seu estado quase catatônico, mas Sam e Bucky sim.

-Eu já soube da Natasha. Sam fala. Eles estão na casa do Tony para um ultimo adeus ao amigo.  Era a primeira vez que eles dois podiam conversar sozinhos. –Eu sinto muito.

-Eu também. –Steve olha para as pessoas começo a se aproximar do píer.

-Onde está James? Ainda na fazenda? –Sam sorrir, mas percebe que a expressão do amigo só piorou.  –O que aconteceu?

-Ele não voltou. –isso explica por que o loiro está tão abalado e não foi somente pela perda do Tony e da Nat.

-Por que?

-Eu não sei. –ele começa a anda para se juntar aos outros. –É melhor irmos nos despedir.

 

.............................

Alguns dias se passaram e eles tinham conseguido construir uma maquina do tempo nova, só que menor,  poucas pessoas por vez. O professor Hulk estava arrumando os controles com somente um braço, por que o outro foi machucado pelo estalo que ele deu com as joias.  Sam e Bucky acompanham Steve que vai deixar as joias nos seus lugares.

-Você tem que deixar as joias no exato momento em que pegamos, se não vai abrir um monte de realidades alternativa doida. –o Hulk explica a Steve.

-Tá legal Bruce. Sem ramificações.  –Sam olha aquilo como se fosse coisa de outro mundo, não deixa de ser, mas.

-Olha eu tentei. Quando estive com elas, as joias, juro que tentei fazer ela voltar –ele realmente tentou, ele gosta muito da Natasha, mas do que ninguém Steve gostaria que tivesse dado certo. -Ela faz falta.

-Eu sei.  –ele não contou para ninguém, somente Sam, Wanda e Clint sabem sobre James. Só eles sabem que ele é quem amis sente a falta dos dois.

-Se você quiser, eu posso ir com você. –Sam diz caminhando ao lado do capitão.

-Você é um bom homem Sam, mas é comigo agora.  –ele bate no ombro do amigo e se aproxima do Bucky que olha a maquina com estranheza.

-Não faça nada estupido até eu está de volta. –Steve fala exatamente a mesma frase que escutou do velho amigo quando ele estava indo para a guerra.

-Eu não ia conseguir esta levando toda  a estupidez com você .  –eles se abraçam

-Vou sentir sua falta. -. Bucky sabe o que amigo vai fazer, conhece Steve muito bem, sabe que ele é sentimental e se ele tem a chance de voltar e viver como amor da vida de Peggy Carter ele vai fazer.  Só que está enganado sobre quem é o amor da vida dele.

-Vai ficar tudo bem Bucky.  –são as ultimas palavras do loira antes de subir na plataforma e começar sua aventura pelo passado, desse vez sem previsão para volta.

Steve devolveu todas as joias e deixou ela por ultimo, a joia que a levou. Quando chega lá, não tem ninguém, nenhum homem vermelho como Clint havia dito.  Mas ele está certo que é aquele o momento, a nave que era que Natasha e Clint usaram está lá. Ele já deve ter se sacrificado e Clint em algum lugar desse planeta já esta com a joia.

O homem vai ate a beirado do penhasco, e joga a pedra. Ela faz o mesmo caminho que ele sabe que Natasha fez. Quando travões e relâmpagos começa a tomar conta do local, ele aperta o rastreador e some no tempo.

Se ele tivesse ficado só mais um pouquinho, ele teria  ido para o local alagado que Clint foi mandado ao receber a joia, ele teria encontrado ela lá.  Ele teria visto os olhos verdes se abrindo e o corpo da mulher de cabelos vermelhos levantar em um sobressalto.

Ela está completamente perdida, sem entender. Ela tinha morrido, onde está Clint? Onde está a joia?

-Você trocou sua alma pela joia e a joia foi trocada pela sua alma. –caveira vermelha está de volta ao seu posto, mas nada vida da mulher a sua frente, esta no lugar. 


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim ^^
James no passado, Steve indo para lá e o que vai acontecer com a Nat?
Cenas para os próximos capítulos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...