1. Spirit Fanfics >
  2. The Demon life - Hiatus >
  3. A carta - Pt. 1

História The Demon life - Hiatus - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Uma situação real que nunca ninguém deveria realizar ou sentir...

Capítulo 4 - A carta - Pt. 1


O quão difícil v O quão difícil vem sendo controlar ela, a cada dia está mais difícil, quando eu me sinto bem, sou atacada, quando estou pra baixo sou vulnerável, mas ela também, as coisas só pioram, as pessoas não entendem, algumas acham que aquilo não vai acontecer, mas vai, ninguém entende esta droga, eu penso em desistir de tudo, penso muito, agora, até amar não posso mais, porque sou ameaçada de perder quem eu amo... Ah a garota por quem me apaixonei corre perigo, só que eu não consigo me afastar, só que ela seria melhor para aquele garoto, eu sou uma pessoa problemática que ao entrar em uma escola nova já arranjou alguma confusão.


Ah eu não contei? Ok.


Um ano se passou depois do ocorrido do coelho, acabou que aconteceu o que nem eu imaginava.


Recebi uma carta em anônimo onde eu tinha que entregar para a diretora, eu estava no karatê, de primeira lendo parecia que era relacionado a algo envolvendo uma amiga, só que depois de pedir licença para o mestre... Cara... Eu nunca me senti tão traída como naquele momento em que li aquela carta, perdi simplesmente o resto de confiança que eu tinha em tudo e todos, o meu melhor amigo, ou como chamo de EX melhor amigo, acobertava tudo que um grupinho fazia na escola, bebidas, drogas e brincadeiras que iam contra as regras, para completar ele tinha traído uma amiga minha, tinha o nome de várias pessoas lá, mas aquele, o dele, foi o qual mais machucou, cara, eu chorei muito, naquele momento eu estava muito vulnerável a qualquer ataque daquele demônio, eu também não estava ligando, meu maior desejo naquele momento foi querer sumir do mundo, a cada palavra que eu via naquilo, cada vez o ódio, tristeza e decepção aumentavam.


No outro dia eu entreguei a carta para a diretora e eles já sabiam de todas as situações ditas na carta, eu também já estava ciente de que eles sabiam, mas mesmo assim a bosta do problema continuou, mandaram eu entregar essa carta para quem tinha me entregado que foi justo aquele meu ex melhor amigo, eu disse para ele não abrir e era para ele entregar para quem tinha entregado para ele, tudo bem, ele não me ouviu, no dia seguinte...


A carta tinha vazado para a sala toda... em sendo controlar ela, a cada dia está mais difícil, quando eu me sinto bem, sou atacada, quando estou pra baixo sou vulnerável, mas ela também, as coisas só pioram, as pessoas não entendem, algumas acham que aquilo não vai acontecer, mas vai, ninguém entende esta droga, eu penso em desistir de tudo, penso muito, agora, até amar não posso mais, porque sou ameaçada de perder quem eu amo... Ah a garota por quem me apaixonei corre perigo, só que eu não consigo me afastar, só que ela seria melhor para aquele garoto, eu sou uma pessoa problemática que ao entrar em uma escola nova já arranjou alguma confusão.

Ah eu não contei? Ok.

Um ano se passou depois do ocorrido do coelho, acabou que aconteceu o que nem eu imaginava.

Recebi uma carta em anônimo onde eu tinha que entregar para a diretora, eu estava no karatê, de primeira lendo parecia que era relacionado a algo envolvendo uma amiga, só que depois de pedir licença para o mestre... Cara... Eu nunca me senti tão traída como naquele momento em que li aquela carta, perdi simplesmente o resto de confiança que eu tinha em tudo e todos, o meu melhor amigo, ou como chamo de EX melhor amigo, acobertava tudo que um grupinho fazia na escola, bebidas, drogas e brincadeiras que iam contra as regras, para completar ele tinha traído uma amiga minha, tinha o nome de várias pessoas lá, mas aquele, o dele, foi o qual mais machucou, cara, eu chorei muito, naquele momento eu estava muito vulnerável a qualquer ataque daquele demônio, eu também não estava ligando, meu maior desejo naquele momento foi querer sumir do mundo, a cada palavra que eu via naquilo, cada vez o ódio, tristeza e decepção aumentavam.

No outro dia eu entreguei a carta para a diretora e eles já sabiam de todas as situações ditas na carta, eu também já estava ciente de que eles sabiam, mas mesmo assim a bosta do problema continuou, mandaram eu entregar essa carta para quem tinha me entregado que foi justo aquele meu ex melhor amigo, eu disse para ele não abrir e era para ele entregar para quem tinha entregado para ele, tudo bem, ele não me ouviu, no dia seguinte...

A carta tinha vazado para a sala toda...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...