História The demons inside us - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 1.466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores, cá estou de novo com capítulo super lindo para vcs, estão preparados?
.
.
.
Boa leitura!

Capítulo 11 - A festa pt 4


Andrya on

Eu estava feliz, pela primeira vez na vida me sentia feliz de verdade, tal felicidade eu só sentia nos momentos com Álice e agora com os meus novos amigos me sentia mais feliz e ainda e me sentia no direito de pela primeira vez me embriagar, não que esse fosse o meu objetivo essa noite, na verdade a unica coisa que eu queria era me divertir muito e se fosse para ficar "bêbada", que seja.

Eu andava por ai em busca de bebida e um lugar para tomar um ar e também procurar uma pessoa, pessoa cujo tem uma beleza imensa e toma minha atenção todas as vezes que o vejo, ele se aproximou de mim de tal forma que pude ver o quanto o mesmo era legal e fofo, isso quando estava a sós comigo porque perto da Allany ele parecia ser o namorado ideal, atencioso, carinhoso, gentil, fofo, educado...

Foco Andrya, você não pode se apaixonar pelo primeiro garoto que é gentil com você, ainda mais quando esse garoto é um tipo de "namorado" da garota mais irritante que eu já vi, alias bem diferente do Jimin que perto dela fingia não me conhecer, essa parecia me odiar fazia da minha vida e da vida do meu grupo um inferno me irritava sempre que podia.

Depois de muito andar com o som alto martelando em minha cabeça, achei um barzinho improvisado fui até lá e misturei algumas bebidas e provei, estava com um gosto forte mas era bom, sai em busca de um lugar mais calmo onde eu pudesse descansar um pouco, já que parecia que a minha pessoa tão esperada não viria, andei por corredores vazios e um tanto calmos parei em um deles, mais quando me virei para uma janela me surpreendi, era Allany prendendo Ágatha contra a parede a beijando, as duas pareciam um casal muito apaixonado em um beijo um tanto quente, elas nem ao menos notaram minha aproximação só notaram quando pisei um pouco alto com os meus sapatos enquanto ia embora:

Andrya- Eu...- sai caminhando a passos rápidos deixando elas com uma cara um tanto preocupada.

Depois dessa aparição desse casal que eu nem sabia que existia eu tentava raciocinar, como essas duas chegaram a tal ato, se as duas nem eram do mesmo grupo e sei lá... Peguei uma garrafa de conteúdo azulado a qual eu não sabia oque era e me sentei na areia observando o mar e sua calmaria a essa hora da noite, já se passava das 3:00 da madrugada eu já estava cansada, de repente sinto a presença de mais alguém ao meu lado, eu reconhecia aquele perfume das poucas vezes que eu estive perto que foram o suficiente para me recordar de um cheiro amadeirado não muito forte, permaneci parada sentada com os braços apoiados ao chão com as mãos sustentando o corpo, com a cabeça jogada para trás de olhos fechados apenas sentido aquele cheiro gostoso que me atrai ao maximo...

Jimin on

Eu fiquei na festa curtindo um pouco e quando eu pude me afastei da Allany para ao menos respirar já que ela nunca se cansa de dançar e me mostrar como um troféu para as pessoas, procurei por Andrya a garota que me interessava nessa festa.

Não vou mentir me aproximei muito de Andrya esses dias, a mesma me transmitia uma paz, ela era bonita, gentil, doce, engraçada... E pela primeira vez senti vontade de estar ao lado de alguém, de cuidar, de amar, de ser tudo que eu planejava ser um dia, se não fosse por Allany eu já teria a pedido em namoro, mas eu quero ir com calma primeiro terminar com Allany e depois ir conquistando a cada dia um pedaço do coração de Andrya, não dava nem para acreditar eu, um ser considerado friu e eu mesmo me achava sem coração, eu não sentia mais nada depois da Amanda meu anjo da guarda foi tão importante para mim, com ela eu me sentia vivo mesmo com o meu coração tendo parado a anos ela me aquecia de tal forma que me esquecia que não sou um ser humano, que tenho vontades além das carnais, mas agora não adianta mais lamentar, só me resta carregar essa culpa para o resto de minha vida, se é que um dia ela vai acabar...

Caminhava a passos lentos junto aos meus pensamentos, quando tive a visão mais celestial que eu já vi, lá estava Andrya sentada na areia com os braços apoiando seu corpo, com a cabeça jogada para trás ela parecia dormir a mesma estava de olhos fechados numa pose um tanto quanto sensual e ainda mais vestida daquela forma tão linda e diferente, me aproximei dela e me sentei ao seu lado me aproximei ao seu pescoço esposto por estar com os cabelos jogados para trás e rocei meus lábios em seu pescoço sentido o aroma cítrico que me fazia perder todos os sentidos senti uma vontade sobrenatural de morder aquela região e acabar sendo o monstro de sempre mais me contive e afastei os meus lábios, vendo-a abrir os olhos quase em reprovação, mas ela não estava assustada na verdade parecia estar me esperando.

Andrya- Hum... Jimin...- ela parecia estar um pouco desorientada e eu sentia um leve cheiro de álcool.

Jimin- Oi linda- disse fitando o mar calmo a nossa frente- Senti saudades.

Andrya- Eu achei que você não viria- disse em um tom baixo.

Jimin- Mas eu vim e agora sera que eu posso levar a aniversariante para dar um volta na praia?- disse me levantando estendendo minha mão para que ela se levantasse e me acompanhasse.

Andrya- Eu não estou em condição de decidir mais nada- deu um sorriso charmoso, e se levantou apoiando em minha mão- Vamos!

Ela tirou as sandálias as largando ali mesmo, andavamos de mãos dadas sorrindo igual bobos um para o outro:

Jimin- Então como andam as coisas?- quebrei o silêncio que agora pairava, sem o barulho do som se sentia apenas o som das ondas fracas.

Andrya- Bem, minha tia e meu pai trabalham muito, e eu não vejo eles todo o tempo mais tenho a Ticia.

Jimin- Ticia?- disse olhando para ela.

Andrya- Sim, Leiticia é uma empregada que cuida de todos especialmente de mim lá em casa- disse enquanto formava um pequeno sorriso em seus lábios- E a sua familia como anda?

Jimin- Meus pais assim como os seus trabalham muito e muito difícil os ver em casa-era difícil falar dos meus pais então acabei mudando de assunto- Andrya você namora?- ela me encarou como se eu tivesse dito alguma bobagem.

Andrya- Não Jimin- ela riu.

Jimin- Isso mesmo sorria- eu deu um sorriso- Você tem o sorriso mais lindo que eu já vi- disse me aproximando um pouco quando nós novamente paramos em lugar afastado onde não havia niguém.

Andrya- Não diga bobagens mochi- pera esse apelido era novo para mim.

Jimin- Não é nenhuma bobagem fofa, se eu pudesse... Veria esse sorriso todos os dias para me alegrar- me aproximei e tirei do bolso uma pequena caixinha com o presente que eu comprei para ela.

Andrya- Oque é isso Jimin?- ela parecia curiosa e um pouco espantada.

Jimin- Seu presente princesa- tirei da caixinha com um colar de ouro com um pequeno pingente de quatro folhas- Não está a sua altura mais comprei porque achei a sua cara.

Andrya- A... Jimin, é lindo- disse depois que eu coloquei nela o colar.

Jimin- Que bom que gostou, eu pensei quando comprei que você ne trouxe uma alegria a mais para minha vida, foi meu amuleto da sorte, por isso um trevo de quatro folhas- disse,e eu puxei seu braço enquanto me sentava na areia fazendo-a se sentar no pequeno espaço entre minha pernas.

Coloquei minha mão em sua nuca acariciando seu cabelo enquanto ela me encarava alternado entre meus olhos e minha boca, puxei ela para um beijo calmo e doce acariciando seu cabelo sentido o cheiro gostoso de erva doce que vinha dele, quando nos soltamos puxando o ar novamente tendo de novo o ar gélido em meus pulmões.

Andrya- Elas são lindas, não são?- reparei que agora ela fitava o céu que parecia mais lindo que nunca.

Jimin- Só não mais lindas que você princesa- eu dizia realmente a verdade que era que a garota que está a minha frente é mais bonita que qualquer uma estrela.

Andrya- Jimin... Me promete uma coisa?- agora olhava no fundo dos meus olhos.

Jimin- Diga e eu a farei- disse ciente da minha obrigadação.

Andrya- Nunca minta para mim?- continuava me encarando.

Jimin- Sim... Eu farei o maximo possível para nunca mentir para você- ela só assentiu com a cabeça.

Se apoiou totalmente em mim se deitando com a cabeça em meu peito de um lado e do outro fazia pequenos desenhos imaginários em meu peito com a mão, eu acariciava seu rosto e e ombro sentindo seu cheiro gostoso esperando que aquele momento nunca acabasse...


Notas Finais


Eai gostaram? Eu amei escrever a cena final, tentei tornar mais fofa possível ^-^
Essa foi a ultima parte da festa.
N sei se perceberam mas, to tentando postar capítulo um dia sim e um dia n, então se vcs tão gostando favoritem, comentem, divulguem para irmã,irmão, prima, primo, cachorro, passarinho,gato...
Vejo vcs na sexta, obg por lerem e beijo no kore meus amores<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...