1. Spirit Fanfics >
  2. The Desired >
  3. O que está fazendo comigo Jeon?

História The Desired - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura💕💕

Capítulo 2 - O que está fazendo comigo Jeon?


Fanfic / Fanfiction The Desired - Capítulo 2 - O que está fazendo comigo Jeon?

            A uma semana atrás

Jimin estava em seu quarto observando as estrelas através da varanda, até o momento em que escutou passos ligeiros e resmungos vindos do corredor seguindo até a sua porta que, logo, foi escancarada. Ele nem precisava conferir,  sabia exatamente quem era.


 -Você vai mesmo fazer isso? - Namjoon, o melhor amigo de Jimin, apesar de ser um guarda. Entrou em seu quarto com a voz um pouco alterada e uma expressão assustada.


 -Preciso fazer. É a opção mais fácil e rápida. - Disse encarando o chão, cabisbaixo. Logo após o guarda se sentou na cama ao seu lado. Jimin finalmente olhou nos olhos do amigo. -Nunca fiz nada de importante, passo meus dias trancado neste quarto. Preciso fazer isso e, pelo menos uma vez, ajudar a todos.


Dryadalis, o reino dos elfos, passava por uma terrível crise, suas plantações estavam sendo completamente destruídas por conta de uma praga. Por muito tempo testaram diversos inseticidas e milhares maneiras de acabar com aquela peste, porém, nada nunca mudava, até o dia em que decidiram apelar pela magia. Poderiam pedir ajuda para o reino vizinho, o dos bruxos, mas isso estava fora de cogitação pois, além dos elfos serem muito egocêntricos a ponto de se rebaixarem a esse nível, os bruxos nunca os ajudariam, não só pelo fato de serem egoístas, mas por considerarem os elfos uma raça inferior, os tratavam como animais e também os usavam em rituais de magia, pois elfos carregavam uma grande fonte de poder dentro de seu corpo o que fazia as poções e rituais serem muito mais fortes quando usados nelas. A rainha de Dryadalis, Park Joon-hwan soube de uma poção que exterminaria a praga, mas para consegui-la, teria que enviar alguém que infiltraria-se no reino bruxo para roubá-la. Por mais sujo e incorreto que seu plano parecia, ainda assim era a única coisa que iluminava a esperança de que poderiam sair daquela situação. Foi assim que seu filho Park Jimin foi escolhido, por ser um dos mais belos e astuciosos daquele reino, além de também saber lutar e se proteger caso algo ruim acontecesse.


 Jimin sabia que o seu dever como príncipe valia mais que sua própria vontade, e agora precisava ajudar. Pelo menos uma vez na vida estaria fazendo algo de grande importância para seu reino.


 -Eu entendo, mas… Você é um príncipe, não deveria se submeter a isso.- Nunca havia visto o olhar de Namjoon tão atencioso quanto naquele momento. -Isso é insano, nunca imaginei que um dia você fingiria ser um escravo - Disse abrindo um sorriso pequeno no rosto. Mesmo com tamanha ansiedade Jimin sorriu junto.


 -Estou preocupado, e se ele for uma pessoa ruim, ou até mesmo um velho pervertido?- Olhou para Namjoon com uma expressão de nojo que o mesmo retribuiu.


 -Fica tranquilo, fiquei sabendo que ele é jovem- Disse e o olhou com uma cara safada.


 -Mesmo assim, não vou sair dando por aí.- Sorriu sem mostrar os dentes.


 -Ainda assim, você vai ser um escravo, vai ter que fazer tudo que ele quiser. - Falou sério.-


-Está me deixando ainda mais preocupado. 



               Agora (6:30 AM)


Dores fortes atingiram sua cabeça, seus olhos começaram a se abrir devido a claridade, mas ainda era difícil enxergar nitidamente. Deitado em um lugar confortável, se espreguiçou e bocejou. Seu corpo todo doía fazendo-o querer ficar deitado por mais tempo. As pontadas de dor em sua cabeça pioraram ainda mais quando lembrou o que estava acontecendo. 

 "É o meu primeiro dia como escravo"


 -Precisa levantar e ir tomar seu café da manhã. - Uma voz feminina falou rígida, parecia ser de uma mulher mais velha. O garoto obedeceu a ordem mas, antes mesmo de conseguir sentar, seu corpo paralisou de tanta dor, achava que se o mexesse mais um pouco poderia quebrar algum membro. Caiu na cama soltando um gemido. 


-Você está bem? - A senhora se aproximou com o olhar assustado.


-E-eu estou.- Disse se forçando novamente a levantar, por fim, conseguindo. Olhou pra mulher ainda assustada - Só estou com algumas dores, mas está tudo bem.


 -Ainda bem. Agora venha comigo, você precisa tomar seu café antes de começar suas atividades matinais. -A mais velha se apressou saindo daquele cômodo mas, antes de segui-la, Jimin observou detalhadamente o quarto. Ele era simples, as paredes eram coloridas de um azul ciano, continha um roupeiro pequeno e um balcão com um espelho, no canto esquerdo, daquele mesmo lado haviam duas portas uma marrom e outra preta, que estavam fechadas, uma deveria ser do banheiro mas não fazia ideia do que poderia ser a outra. A cama de casal tinha fronhas completamente brancas iguais a coberta, e do lado direito do quarto estava a janela que mostrava a paisagem dos primeiros raios de sol sobre a natureza.


 -Vamos logo garoto, precisa se apressar! - A mulher falava aparecendo na porta em sua frente. 


Jimin a seguiu passando por corredores enormes com quadros de retratos e paisagens. Tudo muito decorado com mínimos detalhes dourados, que deveriam ser de ouro. As paredes carmesins ,da mesma cor do tapete, possuíam  arabescos negros muito detalhados. Jimin chegou até um salão onde o café da manhã estava disposto sobre a mesa, não havia muita coisa,pois a maioria parecia já ter sido comida.


 -Jeon saiu mais cedo, por isso não irá comer com você hoje.- Ela falou enquanto o garoto se sentava analisando a mesa. Aquelas palavras aliviaram Jimin, não queria vê-lo tão cedo novamente, afinal na noite passada, teria fugido se não tivesse desmaiado do nada. 


Jimin comeu pouco, ainda estava muito dolorido o que o deixava sem fome. Logo, após seguiu novamente para o seu quarto junto da mulher mais velha que descobriu se chamadar Ha-Won.


 -Coloque outra roupa. Tenho outros afazeres, daqui a pouco volto aqui novamente. - Falou já saindo enquanto Jimin logo abriu o armário curioso. As roupas eram bonitas, não tão bem feitas quanto as que ele usava quando era príncipe, mas ainda assim se encaixavam em seu estilo simples, discreto e delicado. Escolheu uma camiseta branca e uma calça azul-marinho. Vestiu a roupa e se olhou no espelho, precisava de ajuda para abotoar os botões da camiseta que ficavam em suas costas. Enquanto amarrava o cadarço do seu tênis, escutou passos vindo até o seu quarto, acreditou ser Ha-Won.


 -Senhora, pode me ajudar a fechar os botões da minha camisa? - Falou sem nem checar quem era.  

O garoto se levantou após amarrar o cadarço e, logo sentiu os dedos encostarem em sua nuca sutilmente, abotoando a camiseta. Depois de terminado, as mão escorregaram até seus ombros delicadamente. Algo estava errado, Ha-Won não tinha mãos tão grandes e pesadas. Jimin virou sua cabeça levemente vendo de relance o corpo de um homem. E virando se completamente, se impressionou ao ver Jeon Jungkook bem em sua frente. Nunca havia visto ele de tão perto. Observou todos os perfeitos detalhes de seu rosto que era coberto por algumas mechas de seu cabelo castanho-escuro. Seus olhos grandes e escuros o olhavam profundamente, parecia o atravessar com aquele olhar penetrante que fazia Jimin sentir um intenso calor dentro de si, com certeza suas bochechas já estavam vermelhas. Jimin deu um passo pra trás e Jeon o seguiu indo cada vez mais pra frente. O garoto sentiu as costas encostarem na parede. Quanto mais Jungkook se aproximava mais Jimin percebia a diferença de tamanho dos dois. Encolhido, se apertando contra a parede, por mais assustado que estivesse sentiu ondas de prazer andarem pelo seu corpo principalmente em seu íntimo.


 -Não precisa ter medo de mim. - As palavras saíram de sua boca tão calmas e sutis. Sua voz estava rouca e um pouco grossa, fazendo Jimin se arrepiar ainda mais.


"O que você está fazendo comigo Jeon?"









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...