História The destiny (imagine Min Yoongi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Imagine, Imagine Suga, Min Yoongi, Suga
Visualizações 96
Palavras 677
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem 💞 >.<

Capítulo 3 - Casa?


Fanfic / Fanfiction The destiny (imagine Min Yoongi) - Capítulo 3 - Casa?

Rebeca on:

Sai  banho e peguei o vestido que eu havia escolhido. Ele ficava quase nos joelhos. Era rosa com uns detalhes de florzinhas. Com certeza não é meu estilo. Prefiro calças, roupas escuras etc, mas como eles se deram ao trabalho de sair e comprar, reclamar é que eu não vou! 

Yoongi on:

Eu e os garotos estávamos conversando na sala sobre a Rebeca.

Tae— Coisa louca essa história.

Hobi — Se contar ninguém acredita.

Yg — O que será que aconteceu com ela? Tipo, uma garota esfaqueada no meio da noite na rua. Isso não acontece todo dia!

Jm— Verdade!

JK — Imagina se ela é aquelas garotas loucas que ficam nos perseguindo?!

Nj — Acho meio difícil, se auto esfaquear pra isso é loucura demais.

Jin — Concordo. Ela não tem cara de quem fazeria isso. Tem?

Hobi — Não duvido de nad...

Rebeca — Oi... - Ela disse numa voz baixa, quase inaudível.

Todos — Oii - nosso "Oi" pareceu bem mais animado.

Ela aparentava estar muito tímida. Até parecia fofa. Ela estava com um vestido rosa com umas florzinhas, toda princesinha. Se duvidar foi o Jin que escolheu.

Jin — Senta aí! - ele apontou para um lugar no sofá.

Nós nos apresentamos, e ela fez o mesmo. Ela era brasileira.

Tae — Você quer falar sobre o que aconteceu naquela noite?

Rebeca — Bem... Não sei se é uma boa ideia. A história é longa e também não é uma coisa que se sai falando por aí... - ela parecia querer evitar completamente o assunto.

JK — Você não é fugitiva da polícia né?!

Todos — JUNGKOOK!!!

Ela riu.

Rebeca — Não! Não é pra tanto. 

Nj — Rebeca, você sabe o que nós somos? Com o que trabalhamos?

Rebeca — Não.

O Namjoom começou a explicar para ela sobre a BTS, etc.  Ela pareceu um pouco chocada mas não pareceu se importar muito. O que por certo lado é bom. 

JM — E seus pais?

Rebeca — Estão no Brasil.

Yg — Você não vai falar pra eles sobre ontem??

Rebeca — Não vejo porque. Eles possivelmente não iriam fazer nada, então prefiro não falar.

Ela me deixava curioso. Essa história toda, esse passado mau explicado, essa garota, o modo como encontramos ela, tudo tão estranho...

Jin — Então, o que achou das roupas? Qualquer coisa podemos ir trocar.

Rebeca — São lindas! Mas, podemos dizer que não são bem meu estilo. Eu prefiro preto, calças, moletons, jaquetas de couro etc.

Se dissesse que ela não me surpreendeu agora, estaria mentindo.

Yg — Então a princesinha gosta de preto?

Rebeca — Primeiro, "princesinha" não. Segundo, sim. Eu amo preto.

Yg — Legal...

Todos nós ficamos um bom tempo na sala conversando. Ela era engraçada, mas ao mesmo tempo estava tímida. Ela era legal.

Rebeca on:

Eu e os garotos estávamos no sofá conversando sobre assuntos aleatórios. Estava na hora da janta. O Jin foi para a cozinha, me ofereci para ajudar mas ganhei um belo "não" . 

[…]

Estamos na mesa, jantando. Fazia muito tempo que eu não comia uma comida que preste (podemos dizer assim). 

Rebeca — Jin, você cozinha muito bem!

Yg — Fala mais pra aumentar o ego dele!

Todos riram.

JM — Você tem casa aqui na Coréia?

Quando Jimin me fez essa pergunta eu me liguei. Estava sem casa. Até tinha uma "casa" mas pra lá não volto nem morta. Fiquei um tempo pensando sem me dar conta me dei conta quando ouvi uma voz me chamando.

Hobi — Terra chamando Rebeca! Rebeca?!

Rebeca — Hã?

JM — Então, tem?

Rebeca — Pra falar a verdade, não. Mas nisso eu dou um jeito depois.

JK — Mora com a gente!

Rebeca — Como?

Tae  — isso!

JM — Quem concorda levanta a mão!

Os sete levantaram a mão.

Rebeca — Gente, eu posso ser uma louca que fugiu de um hospício e vocês tão me chamando pra morar com vocês. Vocês não têm medo ou amor a vida, não???

Yg — Tudo tem seu preço ué.

Nj — Não aceitamos "não" como resposta.

Rebeca — Então tá!

Okay, loucura demais para um dia só. Nós terminamos de comer, arrumar a cozinha etc. Combinamos que eu ia ficar no quarto de hóspedes. 

O quarto era muito grande e bonito. Me arrumei para dormir, dei boa noite aos meninos e fui dormir.


Notas Finais


Capítulo não tá lá essas coisas mas é o que tem pra hoje! Próximo capítulo prometo que estará com emoções mais emocionantes, prometo! >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...